1. Spirit Fanfics >
  2. Alguns meses para morrer >
  3. Um passo para a felicidade

História Alguns meses para morrer - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


É sério, ainda dá tempo de vocês voltarem ao menu do app e procurarem outra fanfic.


Apenas lembre-se que é uma fanfic e que Hyunjin e os outros meninos estão muito bem! Ok? Ok!

Capítulo 1 - Um passo para a felicidade


Fanfic / Fanfiction Alguns meses para morrer - Capítulo 1 - Um passo para a felicidade

Eu não sabia que isso aconteceria

Quem iria imaginar que um adolescente de 17 anos iria ter os leucócitos do organismo aniquilados?

Eu tinha onze anos quando tive Dengue Hemorrágica, foi quando tudo começou.

Eu fiquei um mês internado, minha plaqueta havia descido para 05, eu estava na beira da morte.

Quando derrepente eu havia melhorado, um ato "milagroso" que me fez de cobaia aos médicos por um dia inteiro, me tornando uma cura a doença... Óbvio que ninguém sabe que fui o primeiro paciente a sobreviver da doença que matou bilhões.

Mas eu me superestimei demais.

Eu me achava incrível, fazia tudo o que foi mandado pelo médico que me tratou tão bem e chorava as noites que via uma criança na beira da morte.

Eu fazia tudo, exceto ir regulamente ao hospital.

A única vez que fui, levei o atestado e me enviaram para casa... Eu estava curado!

Convivi bem com minha família até meus quinze anos e me mudar a casa dividida com Chan, Woojin, Felix, Jisung e Minho. Changbin, namorado de Felix, Jeongin e Seungmin moram na casa ao lado.

Eramos amigos felizes, até que chegamos no ensino médio cedo demais...

Nenhum de nós repetiu o ano, então Felix e Jisung continuaram na mesma escola que dava ensino médio aos melhores alunos gratuitamente.

Chan e Woojin se mudaram, o casal mora junto ao lado da faculdade, já que eram os mais velhos do nosso grupinho.

Minho se mudou também, ele e Changbim dividem um casebre nos fundos de um colégio, simples e barato. Tenho pena deles que devem sentir falta de Seungmin e Felix.

Jeongin e Seungmin é outro caso, continuam aqui comigo mas não chegam em casa nem para dormir.

Está sendo assim a um ano.

Eu basicamente moro "sozinho"a um ano, tudo bem... eu estou bem... Sempre sussurro isso a mim mesmo.

Mas uma hora teria que parar de me superestimar.

A pandemia surgiu como uma fera prestes a matar uma matilha de antílopes... E eu era um deles.

Ainda lembram da falta de glóbulos brancos? Também chamadas de células de defesa ou leucócitos? Então... eles me fazem muita falta agora.

Eu já sabia que a asma trazia falta de ar e a sinusite sangrava o nariz.

Mas e quando os sintomas não batiam?

Eu estava com coronavirus... No início da pandemia eu dei positivo... e estou vivo a três meses sem nenhum medicamento... Sendo cobaia do governo sem meus amigos saberem.

Talvez isso seja fácil para quem não sabe como é ou impossível como meus amigos falaram... Pena... Queria que fosse.

" Vai ficar bem "

" Você vai melhorar "


Ouvi tanto isso...

Realmente melhorei. Ora! Eu sou a cura ambulante. Meu DNA trouxe a cura do coronavirus... e com ele foi meus últimos leucócitos.

Os médicos me disseram que bastava alguns messes e eu teria meus glóbulos brancos de volta. 

Mas dengue não cura, e ela está no meu organismo.

A dengue hemorrágica causa sangramentos pelo corpo do hospedeiro até sua morte lenta pela danificação dos órgãos internos.

E estou vomitando sangue a cinco dias.


Eu não quero morrer assim... Ninguém quer.


Mas eu não quero nem ficar sozinho... Por  "via das dúvidas" estarei de quarentena por mais cinco messes... E agora que os hospitais proibiram entradas, eu estou fadado a morte.


Mas eu não quero morrer assim.


Eu liguei ontem para meus amigos, Chan estava ocupado, juro que não sabia que estavam curtindo a juventude plenas cinco da noite.

Felix e Changbin estavam em vídeo chamada, não queria atrapalhar eles.

Jeongin estudava em casa e Seungmin provavelmente fazia o mesmo.

Jisung sumiu do mapa e Minho não fala sobre.


Eu estou com medo


Meus amigos estão longe e eu estou só


Por muitos dias eu pensei em tirar minha vida, mas não queria morrer assim também. 

Mas cada vez que bejo meu sangue e sinto meu peito chiar e minha garganta queimar pelo sangramento da dengue, cada vez que choro e sangue caí ao invés de lágrimas saudáveis... Eu desisto de mim mesmo.

Não quero falsos no meu caixão, não quero uma lápide bonta, nem queria viver um dia.

As vezes a realidade soa como uma música suave e melódica, eu já sonhei em ser cantor e dançarino, mas os pés no chão me deram um sonho melhor...

A realidade é dolorosa e cruel, as vezes a realidade pode ser uma ilusão... A ilusão se torna nossa realidade também.


Se olharmos as estrelas, vemos constelações e portais que nem percebemos. Vemos algo que não enxergamos.

Eu vejo coisas...

Eu escuto coisas...

E sei que muitas vezes alguém que leu esse diário com nomes inversos já ouviu e viu também.


Desde que eu fiquei na beira da morte, eu passei a ver uma fita rosa envolvendo calcanhares, nunca vi coisa tão estranha na minha vida.

Hora ou outra esqueço que aquilo não é possível de tocar e acabo tropeçando no vento.

O que entendi daquela fita, é que quanto maior o tamanho, mais você vive.

Eu via a minha fita desde meus 14 anos, bizarro ser alguns anos depois de ver os de outras pessoas ... E ela se partiu a dois dias.

Ela possuí quinze centímetros, o que me dá dois messes de vida.


Mas eu tenho medo de ver ela se cortar mais.


Hoje eu fiz minha decisão


Eu não quero ver minha fita se partir


E uma dia talvez chegue a notícia, de mais uma morte por suicídio durante a quarentena.


E se essa notícia chegar, eu peço que cuide de sua fita.


Algumas pessoas enxergam a morte como algo triste e profundo, choram por ela ou temem ela.

Eu acho lindo

A morte as vezes trás uma nova vida

Sonhos nos tornam felizes, a morte me trás alegria, pois sei que quando eu morrer, nunca mais irei vomitar sangue ou ver essa fita partida amarrada dentro do meu calcanhar.


Meu maior sonho, é morrer o mais cedo possível.


E você?

Qual é o seu maior sonho?





Um diário de Hwang Hyunjin




Notas Finais


Lembrados que é uma fic? Lembrados!
Lembrança dada, agora irei postar essa bagaça e ver no que vai dar.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...