História Alho e Cebola - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Tags Garotinhos, Meninosnovinhos, Novinhos, Viadinhos
Visualizações 0
Palavras 622
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ficção Adolescente
Avisos: Álcool, Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 1 - A Primeira Sedução


Cebola estava andando com sua namorada na sua escola, estava pensando demais e não dando atenção para sua namorada que estava triste.

Beterraba amiga de berinjela(namorada de cebola) chegou para a salvar de sua tristeza monótona de uma segunda qualquer.

-AMIGA BERINJELA VEM! E CALE A BOCA SEM RECLAMAÇÕES!

Puxou berinjela pelos braços fortes de berinjela, mesmo ela sem entender o que está a acontecer para beterraba a puxar às pressas. "Ah, mais uma de suas reclamações sobre Leo" pensou berinjela.

Cebola estava observando sua namorada sumir nos corredores da escola, o abandonando e o deixando sozinho, triste e solitário ele decidiu então se sentar no banco mais próximo que visse.

Observando ao seu redor, a redondeza da escola, reparou em como ela era colorida e bonita, estava pairando a visão em vários locais, até que encarou uma sala de aula que estava na frente de seu banco, observou os alunos que saíam dela, todos com pressa e ansiosos por algo que não sabiam o que era, uma pessoa chamou sua atenção, por estar calmo e pacífico no meio da multidão de alunos ansiosos para a fila da cantina, foi então que cebola percebeu que era o intervalo.

Cebola ainda sim se encantou pelo garoto desconhecido que trocava olhares curiosos com ele. Estava curioso sobre esse garoto, o fitava com seus olhos escuros, com um olhar de desejo; Logo percebeu que o garoto que estava encarando, estava caminhando em sua direção.

- Olá- disse o garoto desconhecido- qual seu nome?

-Cebola- respondeu assustado - e o seu?

-Alho, prazer- esticou sua mão grande e ossuda para cebola, que retribuiu o aperto de mão.

Sentando ao lado de cebola sem mais ou menos, os dois ficaram em puro silêncio, então alho tentou puxar assunto.

- Tá sozinho por que? - alho perguntou curioso

- Minha namorada simplesmente sumiu com a amiga dela e me abandonou aqui - disse cebola com um tom de voz frustante

- Poxa - disse alho - um garoto como você não merecia ficar abandonado por nenhum momento.

Ao disser essas palavras cebola se sentiu um pouco estranho, como se algo estivesse chamando atenção em alho.

- Amor!- gritou berinjela, caminhando às pressas para encontrar seu amor - desculpa!- exclamou ela quando chegou à sua frente- beterraba me veio falando sobre Leo novamente, ela está muito apaixonada por ele, ou seria mais iludida mesmo, mas tudo bem, eu consigo aturar os surtos dela por ele.- descansou um pouco após falar muito, e olhou ao lado de cebola- Olá alho, não sabia que você conhecia meu namorado.

- seu namorado? não sabia que vocês namoravam- disse espantado pois não sabia que sua amiga namorava aquele garoto que chamou sua atenção.

-pois é, vai fazer 5 meses. - disse berinjela sorridente, enquanto cebola observava tudo quieto.

- Que legal berinj- disse frustrado, pois soubera naquele estante que perdeu a chance de conhecer aquele garoto de uma maneira melhor, sexualmente ou conhecer um pouco sobre a maneira que ele pensava.- Bom, vejo vocês mais tarde então, até mais.- disse alho se levantando e dando um abraço em berinjela, e um aperto de mão grudento nas mãos de cebola, o fitando com seus olhos.

- Qual o nome dele mesmo? - levantou cebola perguntando para sua namorada.

- Alho, cebs. Se quiser passo o número dele.para você, que bom ver que você está conseguindo socializar com novas pessoas depois que a sua amiguinha foi assassinada.- disse berinjela num tom de suspense.

- claro, adoraria conversar mais com ele.- colocou seu braço em volta de berinjela, e saíram andando, sua namorada com um sorriso esbelto no rosto e ele com pensamentos impróprios sobre alho em sua mente, mesmo não o conhecendo totalmente ainda.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...