História Aliança - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias One Piece
Personagens Monkey D. Luffy, Trafalgar D. Water Law
Tags Lawlu, Lawxluffy
Visualizações 36
Palavras 957
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Lemon, Romance e Novela, Shonen-Ai, Yaoi (Gay)
Avisos: Homossexualidade, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Boa leitura!!

Capítulo 2 - Primeiro Capítulo - Vontades


 

Sentia seu coração batendo descompassado.

Sentia também uma vontade inexplicável de pular em cima dele.

 

Primeiro Capítulo - Vontades

 

– Luffy, tá’ ouvindo?

A voz conhecida por si, o despertou. Seus olhos negros voltaram para os negros de seu amigo ao seu lado.

– Pff, sinceramente, eu não sei o que você vê nesse cara. Urg, ele me dá calafrios..!

– Han? O que? O Torao?

Ussop olhou para o amigo com uma expressão descrente. Como ele podia ser tão burro?!

– É, idiota! Você não desgruda desse cara! Eu estou aqui falando com você e você olhando pra ele!

– Shishishi, ele é bem legal, Ussop!

– Eu não acho, Luffy. Ele é tão sério e ainda tem essa aura maligna em volta de si… Urg..

–Shishishi, eu vou lá falar com ele!

Disse, ignorando totalmente os comentários. Correu em direção ao convés do navio onde Tralfagar estava, fazendo assim, o que estava ansiando fazer a alguns minutos. Ao se aproximar, seus olhos encontram os do outro e assim que o fez, seu sorriso se abriu ainda mais ao ver o outro capitão.

– Torao, o que está fazendo?

Perguntou, não entendia o porquê de se sentir tão contente, em apenas trocar olhares com o moreno. Não entendia os sentimentos que sentia por ele ainda.

– Esperando a ligação da minha tripulação.

Law demorou um pouco para responder, seu tom soou entediado. Fitava o mar, quando respondeu Luffy. Estava sentado ao lado do den den mushi.

– Então.. Você vai mesmo voltar a navegar apenas com eles… - Disse, não mascarando seu desanimo - Devíamos fazer uma festa, para aproveitar o tempo que você ainda está com a gente!

Tralfagar apenas o fitou, com um visível “não” estampado em seu rosto. Mesmo vendo o rosto animado do outro capitão lhe ofertando uma festa. Não era para tanto, a aliança pirata continuaria, ele apenas voltaria para sua tripulação e as embarcações navegariam próximas uma da outra.

–Aaah, mas por que, Torao?! Vai ser tão divertido!

– Para você, mugiwara-ya.

– Huuun – Luffy pôs a mão no queixo e juntou as sobrancelhas – Huuuuuunnn – Sua testa foi ficando vermelha ao passo que parecia se esforçar mais em pensar em uma solução.

Law apenas o fitava, com uma expressão imparcial. Sabia que muitas loucuras eram produzidas por aquela cabecinha e que sempre devia estar com a guarda alta quando estava perto do capitão mais novo.

Dito isso, Tralfagar levantou e foi se retirando em silêncio. Passando despercebido, aproveitando-se da concentração do chapéu de palha. Talvez ele tivesse sorte e pudesse sair dessa sem ter que gastar energia, fazendo um room.

Mas claro, Luffy percebeu o distanciamento.

– Toooraaaoo!

Ouviu ao ser agarrado pelo mais novo a poucos instantes que havia se afastado. Monkey o envolveu com as pernas e braços, abraçando seu tronco. 

– Mugiwara-ya!

Tralfagar soltou, em tom repreensivo.

– Me solte, agora.

Mandou sucinto, fitando agora o rosto do mais novo que estava de frente ao seu. Pode perceber, porém, uma mudança repentina. Luffy que a alguns instantes tinha uma expressão descontraída, agora tinha uma expressão atenta, como se tivesse percebido algo ou estivesse pensando em algo mais.

Ele estranhou aquela mudança, mas nunca poderia adivinhar o que estava por vir.

– Sabe Torao,... Eu não sei o porquê, mas gosto de sentir você perto de mim assim..

Law levantou uma sobrancelha. O que? Ainda em estado de surpresa, Luffy continuou, não o deixando questionar ou se recuperar.

– É estranho, eu nunca senti isso antes por alguém. É uma vontade muito forte de te tocar e de estar perto de você. Te agarraria o tempo todo, se você deixasse shishishi!

Tralfagar neutralizou sua expressão ao ouvir aquelas palavras, aquilo era sério. Sabia que aquele na sua frente estava sendo totalmente sincero e sabia também dos sentimentos que sentia pelo mesmo.

No início, achava que era só interesse, Luffy era uma pessoa extremamente interessante afinal. Seu primeiro encontro com o capitão mais novo o mostrou o quanto ele era desmedido e destemido, socar um tenryūbito na frente de todos foi uma primeira impressão e tanto.

Quando o salvou na Guerra dos Melhores, para si, foi realmente como disse a ele em Punk Hazard foi apenas por “impulso e capricho”. Era o que queria acreditar, mas sabia que sentia algo mais pelo chapéu de palha. A formação da aliança e principalmente a luta pela queda do rei de Dressrosa o confirmaram totalmente que queria passar o máximo de tempo que pudesse ao lado de Luffy.

Ouvir aquela declaração, tão clara de que no mínimo Monkey sentia atração por si, foi de acelerar o coração e o deixar inegavelmente feliz. Law, sem perceber, se viu perdido fitando os olhos daquele que o agarrava. Talvez ao começar a pensar nos sentimentos que nutria por ele, acabou por se deixar levar. Luffy parecia fazer o mesmo, porque também o olhava com uma expressão enigmática e entregue.

Em algum momento, que nenhum dos dois poderia dizer ao certo, puderam sentir os lábios e as línguas se encontrando. Foi algo natural, espontâneo. Um encontro promovido pelo sentimento e atração que ambos sentiam um pelo outro.

O beijo que começou devagar, em poucos instantes passava a se tornar mais travesso. Luffy sentia sua boca ser totalmente invadida pela língua de Law. Experimentava uma sensação gostosa com o deslizar de sua língua pela dele. Uma sensação muito gostosa que o enebriou totalmente.

Sendo assim, aproximou ainda mais o seu corpo ao dele, já o agarrava, mas agora o prensava e roçava seu corpo ao do aliado. Queria se fundir a ele. O sentimento que sentia por Tralfagar naquele momento havia se ampliado de uma maneira que parecia não caber mais em si. 

Ele queria prová-lo, tocá-lo.. Queria ele de todas as formas. Queria se unir a Law o máximo que pudesse.

 


Notas Finais


Amo demais esse capitulo!
Consigo ver nitidamente o Luffy falando que gostaria de agarrar o Law o tempo todo kkk <3
O que acharam?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...