História Alice kthxjjk Reescrevendo - Capítulo 3


Escrita por:

Postado
Categorias Alice no País das Maravilhas (Alice in Wonderland), Bangtan Boys (BTS)
Personagens Absolem, a Lagarta, Alice Kingsley, Chapeleiro Maluco, Coelho Branco, Dormidonga (Mallymkun), Gato de Cheshire (Gato Risonho), Jeon Jeongguk (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Lebre de Março, Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais, Rainha Branca, Rainha Vermelha, Tweedle-Dee, Tweedle-Dum, Valete de Copas
Tags Bts, Gay, Hoseok, Jhope, Jimin, Jin, Jungkook, Kooktae, Kookv, Lgbt, Namjoon, Rap Monster, Suga, Taehyung, Taekook, Vkook, Yaoi, Yoongi, Yuri
Visualizações 118
Palavras 1.201
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Lemon, LGBT, Romance e Novela, Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Cross-dresser, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Olha quem voltou depois de muito tempo! Eu! E to com o capítulo esperado por vocês kkk Me desculpem se tiver erros de ortografia.

Boa leitura yolos!

Capítulo 3 - Three


Acordo com o som do meu despertado, me indicando que é hora de levantar e arrumar forças para ir á faculdade. Me levantei tirando a coragem do mais fundo buraco da minha alma, será que o ser humano necessita estudar tanto assim? Entrei no banheiro sem mais me questionar de nada, me despi vendo meu reflexo de sono estampado em meu rosto no espelho adentrei o box ligando o chuveiro na água fria. Preciso acordar né mesmo?

Ao terminar o banho comecei a me arrumar para ir á faculdade, peguei minha mochila, chave do carro, celular, fone e carregador. Sair do quarto descendo as escadas para ir á cozinha. Preparei um bom café da manhã, ao terminar botei os talheres na pia e sair de casa a trancando, entrei em meu carro logo dando partida e seguindo caminho para a faculdade.

Eu acho que estou esquecendo de alguma coisa...







[...]







É minha gente, faculdade de direito não é fácil! Depois de longas horas naquele lugar, somos liberados para voltarmos para nossas residências, e ainda eu sentia uma sensação de está esquecendo algo. Se eu esqueci tão rápido, não deve ser nada importante. Sair caminhando com alguns amigos, vulgo Namjoon e Yugyeom.

- Eae Jungkook como anda a vida?

- Dá mesma forma, estudando pra ter um trabalho bom e aos finais de semana nas festas- vi o mais velho de nós três rir.

- Jungkook sendo Jungkook...- rir do comentário.

- E como anda você e seus pais? Já está tudo mais amenizado?- Yugyeom perguntou com uma cara de curioso.

- Ainda na mesma, meus pais sumiram do mapa sem mais e sem menos. Ainda não me ligam para dizer onde estão ou se vão voltar...

- Pesado isso irmão, bom eu tenho que ir- diz Namjoon revirando os olhos- Jantar de compromisso.

- Olha ele, já com as pretendentes- rir e Yugyeom acompanhou

- E os pretendentes, meus pais quiseram porque quiseram botar homem também. Para eles pouco os importa, só querem que eu case com alguém rico e que tenha estatos- bufou.

- E o coração do Namjoon foi pro ralo, eu tenho que ir por causa que vou sair com a galera. Falou manos!- e Yugyeom sumiu da nossa visão, logo foi a vez de Namjoon sumir da minha e eu segui caminho ao meu carro.

Estou esquecendo de algo e tem haver com a minha casa...

Sou acordado do meu pensamento por batidas na janela do carro, nem tinha reparado que já tinha entrado no mesmo. Vejo a Park Chaeyoung com aquele lindo sorriso.

- Oi Rosé, o que foi?

- Oi kookie, tem como você me dar uma carona? Meu irmãozinho já vai chegar em casa- falou aparentemente preocupada.

- Claro! Entra aí- falei e vi a mesma rodeiar o carro e logo entrando, liguei o carro e segui caminho para a casa da mesma.







[...]







Longos minutos de bate-papos jogados foras chegamos na casa da ruiva, vejo um pequeno garoto de cabelos ruivos correndo até a mesma ao ver descer do carro.

- Obrigada kookie- a menina me deu um selar na bochecha, e saiu por completo do carro.

- Por nada- a vi se aproximar do baixinho, o garoto aparentava ter uns dezesseis anos, porém, bem baixo. Dei partida e seguir meu caminho para minha casa, no trajeto vejo uma pequena garota de cabelos louros com uma fita preta em forma de laço prendendo o cabelo. E foi aí que senti aquela mesma sensação de que estava esquecendo de algo ou melhor de alguém.

- TAEHYUNG!- gritei em desespero ao lembrar do menor, sem pensar pisei fundo no acelerador. A cada sinal que ficava vermelho meu coração acelerava, vários pensamentos começaram a passar por minha cabeça.

Alguns minutos de aflição no meu coração e na minha mente chego em casa, nem me preocupo em por o carro na garagem abro a porta tremendo por conta do nervosismo.

E se esse menino tiver morrido? Ou sei lá fugiu de casa, seria uma boa né? Eu não teria mais que cuidar dele. Larga disso Jungkook você pode ser preso ou sei lá se isso acontecer ao menino.

Balancei minha cabeça afastando aqueles pensamentos, ao abrir a porta á minha única reação foi gritar.

- TAEHYUNG!- nenhuma resposta, continuei a gritar ao me aproximar do quarto do garoto abrir a porta. Nada. Olhei a casa toda e nada do menino, o único lugar que faltava era meu quarto, subi as pressas.

Ao me aproximar do meu quarto ouvi soluços de choros, ao abrir a porta encontrei um ser pequeno enrolado debaixo das cobertas soluçando, me aproximei e puxei delicadamente a coberta. Vendo o rosto inchado e vermelho do garoto, os olhos estavam fechados apertados com força.

- Até o Jungkook me abandonou, nem o Jungkook me quis assim como a rainha de copas- e ele repetia isso a sua pelúcia de gatinho.

- Hey! TaeHyung!- o balancei, o mesmo se virou para mim e ao me ver limpou as lágrimas, pulou sobre mim nos derrubando no chão- Me larga TaeHyung!

- Você não me abandonou- ele se afastou e o vi sorrir quadrado, um belo sorriso- Você me deixou sozinho!- e fez cara de bravo, nem parecia que estava uma amor a alguns segundos.

- Desculpa, eu esqueci de você eu sei, foi mal- falei me levantando- Não vai mais acontecer, e vamos por algumas coisas em ordem aqui para que mais nada disso aconteça.







[...]







Algumas horas depois o falando meus horários que eu tinha algo para fazer e depois de ligar para a tal See, descobrir que TaeHyung tinha uma escola paga por alguém. Não sei quem é, e nem quero saber. O garoto estudava de manhã, bom para mim. E sua aula terminava no horário que minha faculdade, então facilitava nossas vidas.

- TaeHyung você vai para a escola amanhã, nada de dormir tarde ouviu bem?- falei pondo a mesa e o vi rir.

- Você lembra a minha omma, nervoso e esquecido- rio novamente e ponho a mão na cintura o encarando.

- Não me compare com sua omma!- peguei o prato do mesmo e pus o almoço assim eu fiz no meu também.

- Ok ok

Começamos a comer. Ao terminar o almoço deixei TaeHyung assistindo e fui estudar algumas coisas, para não deixar o estudo a perder. Depois de longas horas de estudo eu precisava muito descansar, eu queria assistir um filme, desci e fui pra sala vendo o TaeHyung.

- Kim, vamos assistir á um filme?- me sentei ao seu lado pegando o controle.

- Vamos Jungkook!







[...]







O filme de terror já estava no final, não sabia que TaeHyung era medroso. Nossa! Ele não parava de gritar e nem de abraçar meu braço por um segundo.

- Desgruda Kim!

- Não! Tô com medo!

- Tu tá ligado que vai dormir sozinho né?- ele me olhou com uma cara de negação- Se fudeu.

- E quem disse que eu vou dormir sozinho?- sorrio me olhando de um jeito estranho.

- Eu moleque!

- Se nem a rainha de copas pós ordem em mim, quero ver você!- e vi pela primeira vez na vida um ser humano ser mais rápido que o flash. Ele correu em disparada para cima, vulgo em direção aos quartos.

Será uma noite longa e cansativa para tirar esse menino do meu quarto! 


Notas Finais


Foi isso um beijão! Sumi!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...