História Alice mare falls - Gravity falls AU - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Gravity Falls
Tags Alice Mare, Gravity Falls
Visualizações 14
Palavras 910
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Luta, Magia, Survival, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Spoilers, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


este au é de gravity falls e é inspirado de um jogo mas é inspirado vai ter momentos muito semelhantes ao do jogo e outros momento nada a ver mas espero que gostem , para quem é curioso gideon que vai aparecer ele mais ou menos é o personagem que vai ter o final do joshua e só avisando que vai a ver personagens do proprio jogo, mas avisando que o dipper é correspondente ao personagem do allen e ford é o professor/david

Capítulo 1 - Capitulo 1 - bem vindo ao orfanato dipper


Dipper pines era uma criança que andava de vila em vila pois tinha sofrido uma perda de memoria e não se lembrava de nada , se tinha pais, amigos ou algo do tipo então ele apenas anda de lá pra cá sem objetivo e sempre imaginando como avia perdido algo tão importante, ele sempre se sentia mal pois sabia que tinha esquecido de algo que valia a pena recurdar, será que ele tei familia ou é apenas um orfão abadonado que viu algo que quis esquecer por completo, tantas duvidas ele tinha mas nenhuma resposta... ele tentava diversas vezes maneiras diferentes de lembrar algo mas era tudo em vão.

Até que um dia quando dipper andava para uma vila sente uma fome imensa e ao olhar para os lados , parecia a ver uma construção atrás dos arbustos e dipper decide ir lá ver, a tal construção era um orfanato e saia um cheiro delicioso pela janela da cozinha , dippar não tinha nenhum relógio mas pela posição do sol era hora do almoço.

*Derepente um homen alto chega atrás do dipper* 

???- olá criança? o que fazes aqui?

*dipper se assusta e dá um pequeno berro mas logo a seguir tapa a sua boca e se vira*

???- uau..desculpa por te assustar mas onde estão os teua pais? o que faz alguem tão pequeno aqui sozinho....

*dipper esplica com uma cara neutra todo o que sabe , que não se lembra de nada se tinha amigos , familia nem  onde era sua casa então ele vagava por ai tentar encontrar alguma maneira de despertar suas memorias *

o homem apenas ouve

???- e tu o que sentes em questão disto?

*dipper olha para o rosto velho do homem e diz apenas que sente falta de algo mas ao mesmo tempo não como se ele quisesse rejeitar algo então ele acaba por conculir que não se sente falta do que nunca teve ou teve ....ele não sabe*

???- entendo... eu sou ford professor e dono deste orfanato , tei muitas crianças aqui sem pais se quiseres viver aqui como as outras crianças seria ótimo , acho que te darias bem com elas e mais eu talvez possa ajudar com a tua perda de memoria

*dipper encara-o pesativamente e pensa que não é uma má ideia*

dipper - se não for incomodo tudo bem 

*assim dipper se despede porque irá comer algo e buscar todo o que tinha*

ao anoitecer~

dipper chega ao orfanato com as suas mala e entra, o orfanato era todo construído de madeira de carvalho e madeira branca tem iluminação simples e logo aparece o ford que parecia estar esperando do dipper e logo o guia para o seu quarto e entraga um caderno vermelho com uma mão de seis dedos dourado do meio

ford - aqui pege isto e use para o que quiseres , para escrever ou desenhar como a melhoria das crianças , e mais aqui tei regras.

1º nunca vá ao sotão 

2º  as aulas são as 10h00

3º ás 18h00 é horario para os alunos viverem aqui ajudam a limpar a escola

etc...

dipper concorda e entra do seu quarto e mesmo que tenha sono deside escrever do seu diario teorias e por algum motivo ao passar mais tempo daquele orfanato sentia se estranho, era uma sensação boa? ele se preguntava , sentia se observado e por algum motivo desidiu desenhar em vez de escrever, não era assim tão estranho dipper sempre teve um faxino por historias para normais, teorias , lendas e desenhar essas coisas, mas daquele momento ele por algum motivo começou a desenhar formas geometrias...especialmente triangulos...varios triangulos e logo apos isso ele deside olhar para o teto e pensar.

de repente se ouve um grito e dipper cai da cadeira com mini jumpscare e sai do quarto e estranha porque os outros miudos não sairam par ver o que se passava? será que era normal aquilo ? outra vez muitas perguntas mas nenhuma resposta. 

dipper decide ir lá ver e outro grito surge e aparenta o grito vei de baixo será que é do tal sotão? dipper tenta procurar uma entrada mas acaba por não a ve-la entao decide voltar para o quarto mas...

???- olá eu sou o gideon e tu deves ser o dipper que o professor falou , uau não sabia que chegavas hoje ainda bem que foi o primeiro a te encontrar...bom pessoas vao dizer o contrario mas eu sou o garoto mais legal daqui , todos me adoram então se quiseres ser tão bom como eu já vou te avisar que é impossivel amiginho mas podes ser o segundo melhor hehe 

gideon - mas agora serio...estava só a meter te contigo , ei o gato comeu a tua lingua foi ?

dipper -  n-não,só não gosto muito de falar ...nao tou abituado 

gideon - ei queres ver o meu quarto?

diper diz um por que nao e entra do quarto do gideon que é duas portas ao lado do de diper e é um quarto estravagante com azul das paredes e brilhantes ... podemos dizer que é a cara do gideon

*dipper apenas entra e depois de dar uma pequena olhada e logo vai embora mandando desculpas e vai para o seu quarto desmontar as malas que ainda não tinha desfeito e volta a escrever do diario e a pensar porque tem tanta vontade de desenhar esses triangulos e o que era aquele grito?



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...