História Alice no País das Maravilhas! ( Kim Taehyung ) - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jeongguk (Jungkook), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V)
Tags Taehyung
Visualizações 11
Palavras 1.261
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Crossover, Fantasia, Ficção, Magia, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Espero que gostem!!!

Capítulo 1 - Capítulo 1!


Fanfic / Fanfiction Alice no País das Maravilhas! ( Kim Taehyung ) - Capítulo 1 - Capítulo 1!

Tudo o que eu via era escuridão, e mais escuridão, e o que mais parecia uma eternidade, durou apenas alguns minutos...até uma voz...pelo timbre parecia uma voz masculina, e ele chamava por alguém chamada Alice. Bom então ele não falava comigo, afinal eu não era Alice, pelo menos algo me dizia que não.

- Vc pode me ouvir Alice? - ( Ele não pode estar falando comigo - Vamos lá, acorde )

 - Eu não sou Alice - ( Disse com um grito e acabei por acordar )

Minha cabeça estava apoiada no tronco de uma árvore olhei prós lados e tudo que se via era uma floresta densa, e mais estranho que acordar em uma floresta e ver cogumelos gigantes, galhos se ramificavam por todas as partes impedindo que o sol realmente iluminasse o lugar, placas estavam pregadas por toda parte, indicando um milhão de direções diferentes, aquilo tava me deixando confusa

- Bom dia, Alice - ( Um garoto que exibia um sorriso quadrado, se colocou na minha frente )

- Quem é vc? E o que eu tô fazendo aqui?

- Eu me chamo Taehyung, mais conhecido como Gato de Cheshire, mas vc pode me chamar de Tae...Mas vc não se lembra de nada? - ( Ele diz me olhando com curiosidade, enquanto mantinha um sorriso )

- Lembro-me de ouvir uma voz, na minha cabeça, e depois perder a consciência - ( A única coisa que eu lembrava e que me chamava Airis e não Alice

- Não há nada com o que se preocupar - ( Ele sorri suavemente - Talvez você só seja sonâmbula ( Ele sorri )

Os olhos desse garoto estranho tinham um certo brilho de diversão e mistério ao mesmo tempo, era um olhar que de certo ponto, me cativava, parecia que ele podia ver minha alma

- Você sabe o que está me incomodando? - ( Soltei um suspiro cauteloso, porém o sorriso de Tae não vacilou, e com um ar confiante, ele sussurrou )

- Você tem medo de estar andando sem rumo, já que perdeu a memória, e virar uma sonâmbula - ( Seu sorriso se alargou, quando o mesmo me viu sem palavras, seus lábios se curvaram como uma lua crescente ) - Está tudo bem, eu lhe ajudarei, minha querida Alice

- Eu não sou Alice - ( Digo levemente irritada )

Eu tenho que recuperar logo minha memória, penso comigo mesma

- Mas como eu vim aqui? Vc sabe?

- Claro - ( Ele a ré um sorriso ) - Vc veio aqui com seus pés - ( Ele piscou pra mim de maneira provocante e me forneceu a resposta mais Idiota do século ) - Tá tá, eu te trouxe aqui, usando magia.

Olho pra ele com cara de : E mesmo?

- Vc vai ficar brincando comigo, só porque eu não me lembro de nada? - ( Eu digo completamente séria, mas ele simplesmente caiu na gargalhada )

- Independentemente da minha perda de memória, mágica não existe - ( Mas olhando pro Tae, não parecia ser impossível, já que o mesmo tinha orelhas de gato na cabeça, e um rabo, que balançava de um lado pro outro ) - De qualquer forma eu tenho que ir procurar minha casa

- Sua casa eh? - ( Ele disse lentamente e estreitou os olhos - ( Você realmente tem um lugar para chamar de lar Alice - ( E o olhei com atenção, tentando descobrir o que ele escondia )

- Você fica tão bonita, me seduzindo com esse olhar - ( Ele diz sorrindo )

- Pare de me provocar e responde Tae

- Você disse que quer ir pra casa não é? Mas você sofreu uma amnésia, precisa de mim

- Uh.. você tem um ponto

- Viu - ( Ele diz convencido )

Ele pode estar certo, mas algo me diz, para não confiar nele. Depois de pensar resolvi seguir de acordo com a minha cabeça, dei de costas para ele e comecei a andar

- Ei! Aonde você está indo?

- Para algum lugar, em que eu não tenha que ver você, seu convencido

Continuei andando, até que finalmente encontrei uma colina e pude sair daquela floresta sombria, olhei pra cima e sol agora se fazia visível, brilhando intensamente, enquanto andava dei um pulo de susto ao notar Tae andando do meu lado, enquanto avaliava meu perfil

- Você não vai parar de me seguir?

- Porque? - ( Ele me pergunta cínico )

- Porque sim. Além disso não confio em você

- Puxa estou ofendido - ( Ele faz um beicinho, mas não parecia realmente incomodado, com a minha honestidade bruta )

O que há com ele, que saco! Irritada parei de andar, soltei um suspiro e olhei pra ele

- Já que ofendeu, porque insiste em me seguir?

- Não quero me separar de você - ( Ele diz simplesmente ) - Eu estive esperando por você por um tempão

- Esperando? Quem?

- Você né - ( Ele apontou pra mim, sem hesitar )

- Não, não, não, não, vc está esperando pela Alice, e eu não sou ela. Não confunda eu sou Airis e não a sua Alice - ( Falei perfeitamente claro ) - Ah que saber eu não tenho tempo pra ficar aqui discutindo com você, eu tenho que encontrar meu caminho para casa, por que não aproveita e vai procurar a sua Alice?

Não importava o quanto eu negasse ser a Alice, ele continuava convencido do contrário

- Se você que ir para casa, eu posso te ajudar , ficarei feliz em ficar do seu lado, e te ajudar a encontrar sua casa 

- Eu posso fazer isso sozinha, não preciso de você

- Você tem certeza disso? Você perdeu sua memória então...vc não sabe de nada sobre o País das Maravilhas, vc não conhece ninguém. E mesmo que vc dê sorte e tropece na sua casa, você pode nem reconhece-la 

- E.... - ( Droga, pensei comigo mesma )

Tae tem razão eu não sei de nada sobre esse lugar, eu só podia estar louca em pensar que encontraria algo só 

- Vou te guiar pelo País das Maravilhas. E meu dever como Gato de Cheshire. Não há razão para você recusar, afinal... você precisa de mim

Mesmo que eu odeie admitir, Tae está um passo na minha frente, de fato eu preciso de um guia, talvez eu aceitasse a proposta teria uma maior chance  de encontrar a minha casa, por outro lado, se eu recussase tudo seria mais difícil

- Tudo bem, me mostre o caminho

- Claro Alice

- Contudo, eu... - ( Antes que eu pudesse terminar , ele me puxou pela cintura, e me abraçou, imediatamente coloquei distância entre nós - Olha aqui, sua única relação comigo e da guia, nada mais, sem falar que eu gostaria que me chamasse de Airis 

- Huh? - ( Vi ele ficar confuso, assim que deixei claro meu pedido )

- Eu não sou Alice e sim Airis, se não vai me chamar pelo meu nome verdadeiro, então eu vou recusar sua proposta

Ele fez que ia dizer algo, mas desistiu, apenas assentiu com a cabeça e assentiu com um sorriso

- Tudo bem minha Alice, lhe chamarei de Airis

- Eu não sou sua, só pra deixar claro - ( Ele apenas riu, enquanto eu soltava um suspiro )

- Você é realmente teimosa, gostaria que confiasse em mim Airis

- Isso não vai acontecer - Levanto um pouco a voz , enquanto ele sorri e coloca o dedo indicador, sobre os meus lábios

- Pode ter certeza que eu vou tentar fazer mudar de ideia

Senti seus dedos frios, sobre os meus lábios, eu estava chateado comigo mesma por ficar afobada tão facilmente, então rapidamente dei passos pra trás me afastando dele



Notas Finais


Espero que tenham gostado do primeiro capítulo!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...