1. Spirit Fanfics >
  2. Alive - L Death Note >
  3. Light Yagami é culpado!

História Alive - L Death Note - Capítulo 59


Escrita por: Sarinhah41

Capítulo 59 - Light Yagami é culpado!


Fanfic / Fanfiction Alive - L Death Note - Capítulo 59 - Light Yagami é culpado!

- Usamos o mesmo tipo de caneta que Mikami usou, copiamos a caligrafia perfeitamente e fizemos o falso ser igual o original, Gevanni conseguiu fazer isso em uma única noite. Já que eu já tinha tocado no verdadeiro caderno antes de vir, pude ver o Shinigami também. É um prazer conhecê-lo, senhor Shinigami... Light Yagami, você é o Kira!!

- Que?

- Está enganado, isso foi tudo graças ao Mello, acredito que se explicar você vai entender, por favor, dá uma olhada nessa página do caderno.- Near mostrou o nome de Takada na folha.

- Deus! Me disse que eu podia fazer isso livremente!- Mikami se desculpava.

- Logo depois que o sequestro de Takada foi transmitido no noticiário, Mikami foi ao banco...

- Eu o estava seguindo, sabia que ele ia ao banco todo mês no dia vinte e cinco, achei estranho alguém tão metódico ir ao banco duas vezes em dois dias, segui Mikami e ele foi até o cofre, foi só nessa hora que ele pareceu preocupado se estava sendo seguido ou não. Logo depois entrei no cofre dele, dentro estava o verdadeiro caderno, o nome Kiomi Takada já estava escrito nele.- Gevanni explicou.

- Entendeu agora, Light? Não percebeu que Mikami agiu por conta própria e escreveu o nome da Takada no caderno mas você mesmo tinha a matado usando um pedaço do caderno. Conseguimos deter você, graças a uma pessoa, Mello fez tudo.

- Mello provavelmente sabia de tudo o que ia acontecer...- Lidner sussurrou.

- Aposto que Mello sabia no fundo que trabalhando sozinho, nenhum de nós podíamos alcançar nossos objetivos e superar nosso mentor L, mas juntos estamos a altura do L, juntos podemos superar o L e agora agindo juntos encaramos Kira que venceu o L e com algumas evidências, vencemos ele em seu próprio jogo!- Near explicou e Light começou a rir e gargalhar compulsivamente.

- Do que está rindo seu louco?- Yuna perguntou brava.

- Isso mesmo, eu sou o Kira!... E o que vai fazer? Me matar aqui? Vejam bem, eu não sou só o Kira, eu também sou um deus, sou o deus do novo mundo. Kira se tornou a lei do mundo em que vivemos agora, ele é a ordem, eu me tornei a justiça, me matar? Seria a coisa certa a se fazer? Eu sabia que matar pessoas era um crime mas não havia outra maneira, o mundo tinha que ser concertado, esse foi o propósito que me deram! O único que pode criar um novo mundo, sou eu.

- Não, você é só um assassino e esse caderno é a pior arma de assassinato em massa na história da humanidade e se entregou ao poder do caderno mas você é apenas um serial killer louco.- Near falou.- Nada mais e nada menos.

- Light Yagami, você é a pior pessoa que eu pude conhecer na vida! Como fala de justiça destruindo todos a sua volta?!- Yuna gritou.

- Fica quieta sua traíra, ah Yu, eu deixei você viver, eu até gostava de você, deveria me agradecer por estar viva!

- Eu nunca faria isso! Culpa sua eu perdi as quatro pessoas mais importantes pra mim! L confiou em você mesmo com as suas suspeitas e você não teve o mínimo de compaixão! Você não ama nada, só se importa consigo mesmo, seu merda!

- Yuna, calma por favor!- Near pediu.

- Você é tão ridícula, tão patética quanto o seu namorado! L sempre foi inferior a mim, perdeu e sempre que eu posso eu riu no túmulo dele!- Light ria.

- Eu odeio você!- Yuna apontou uma arma para Light.

- Yu, por favor, não faça algo que vai se arrepender.- Gevanni a segurou pelo braço.

- Escuta o seu amigo, ou atira vai! Ou não consegue? Você é fraca, não tem coragem de atirar em mim!- Yuna continuava segurando a arma em direção a Light.

- Você vai apodrecer na cadeia seu louco!

- Sua vadia, devia ter te matado antes mas dá pra fazer agora!- Light gritou tirando do relógio um pedaço de folha do Death Note. Matsuda pegou a arma na mão de Yuna e atirou em direção a Light pegando em sua mão.

- Matsuda!!- Aizawa o repreendeu.

- Matsuda seu idiota! Em quem você pensa que está atirando?! Não me sacaneia!

- Pra que tudo isso?- Matsuda continuava apontando a arma para Light com raiva.- E o seu pai? Pra quê então ele morreu?

- Meu pai? Está falando de Soichiro Yagami. É isso mesmo Matsuda, no mundo pessoas corretas como ele que lutam pela justiça sempre perdem, você quer um mundo onde pessoas assim são feitas de bobas? Eu sei que me entende! Então mate os outros! Atire neles!

- Levou seu próprio pai a morte e agora que ele morreu chama ele de bobo?- Enquanto Matsuda gritava Light tentou escrever o nome de Near.

- O sangue dele!- Aizawa avisou e Matsuda começou a alvejar Light com vários disparos o fazendo cair no chão.

- Eu mato ele! Eu mato ele! Ele tem que morrer!- Matsuda gritou desesperado indo pra cima de Kira mas foi detido pelos amigos da força tarefa.

- Danem-se vocês...- Light se arrastava pelo chão tentando levantar e falhando várias vezes.- Mikami... O que está esperando? Escreva os nomes deles, mate todos eles!

- Finalmente acabou, não é Near?- Aizawa frisou.

- É...

- Onde está você, Misa? Onde está Takada?- Light agonizava no chão.- Alguém... O que eu faço agora?- Mikami desesperado sem saber o que fazer tentou arrancar o próprio dedo causando uma hemorragia.

- Mikami!- Rester falou.- Rápido, estanca o sangramento.

- É tarde demais, poucos segundos vai estar morto.- Gevanni avisou.

- Espera Light!- Matsuda gritou vendo Light fugindo.

- Por que ele ainda tenta resistir?- Yuna correu até a porta que Light passava e Aizawa ia junto com ela mas foram parados por Near.

- Yuna, senhor Aizawa, ele não deve ter mais pedaços do caderno, ele não vai longe com aqueles ferimentos, não se preocupe, ele vai parar de correr.- Yuna apenas olhou para Near e saiu correndo passando pela porta.- Ah é claro, eu devia imaginar que ela não me escuta.

- Near, eu não vou seguir suas ordens.- Aizawa avisou.

- An? Ta legal então, você que sabe...- Near viu Aizawa e Matsuda correrem atrás de Light e Yuna enquanto enrolava o cabelo no dedo.

Light Yagami corria segurando o ombro estando altamente machucado, respirava profundamente procurando oxigênio que lhe faltava nos pulmões. Tentava correr pela própria vida. Entrou em um galpão se segurando pelas paredes descendo as escadas com dificuldade mas ficou ali mesmo deitado nos degraus. Sentiu uma dor no coração e ficou ali olhando o local que iria morrer até encontrar ali na sua frente alguém que conhecia a muito tempo.

- No fundo eu sempre estive certo mas... Ah, Light, realmente queria que não fosse você.

- L...- Light falou fechando os olhos.

- Light...- Yuna chegou o vendo nas escadas e depois se virou ficando em choque com lágrimas nos olhos.- Não... Eu estou vendo coisas... Não pode ser...

- Oi...- L sorria mexendo no cabelo.

- Lawliet... Eu vi você morrer!- Se aproximou chorando.- Como? Aonde esteve esse tempo todo?

- Estava esperando isso acabar, temos tanto o que conversar... Não sabe o quanto foi difícil ficar longe de você por tanto tempo...- L a puxou para um abraço e fazia carinho em seu cabelo.

- Near, estava certo, Light não iria tão longe...- Ouviram a voz de Aizawa se aproximando e pararam assustados.

- Meu Deus...- Matsuda gritou.

- Que foi pessoal? Até parece que viram um fantasma!- Disse L.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...