História All for us - Capítulo 3


Escrita por:

Postado
Categorias Capitão América
Personagens James Buchanan "Bucky" Barnes, Steve Rogers
Tags Brock Rumlow, James Barnes, Natasha Romanoff, Nick Fury, Sam Wilson, Steve Rogers, Stucky
Visualizações 21
Palavras 355
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Ficção, Ficção Adolescente, Fluffy, Lemon, LGBT, Romance e Novela, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Bom, esse capítulo foi mais para mostrar como eu imagino que seria o dia a dia do Bucky quando ele não está congelado ou em uma missão.

Até as notas finais e tenha uma ótima leitura!

Capítulo 3 - De Volta Para "Casa"


Fanfic / Fanfiction All for us - Capítulo 3 - De Volta Para "Casa"

O alvo foi eliminado.

Missão cumprida, ao menos por enquanto.

O que significava que ele tinha que voltar para a base... E isso era o que ele temia. Ele seria congelado de novo?

*

Já de volta na base Barnes foi levado até a ala hospitalar. O que sempre acontecia depois de uma missão, para garantir que ele estava fisicamente bem e para que pudessem checar se as lembranças não estavam voltando. É um modo de mantê-lo na linha e obedecendo ordens.

Depois disso ele foi levado para um quartinho, próximo a ala de treinamento. Era onde ele costumava ficar, onde ele as vezes chamava de casa.

Não era seu lar, estava longe disso. Mas ele não tinha lembranças de seu lar. Ele sabia que para ser um lar, tinha que ser um lugar onde se sentia seguro, mas ali ele só sentia dor e medo.

O quartinho era bem pequeno, tinha uma cama, um criado-mudo e um pequeno armário onde ele colocava suas roupas, que consistiam em seu uniforme e mais algumas outras peças que pareciam mais com roupas de prisão.

Ele se deitou em sua cama seus pensamentos estavam conflitantes. O tempo passava devagar e angustiante. Aquele quarto abafado o deixava assim.

 Por mais cansado que ele estivesse, ele tentava ao máximo não dormir. Dormir sempre foi a pior parte para ele. Sentia-se como se estivesse sendo engolido pelo frio, ouvia as vozes das pessoas, implorando por misericórdia. Ouvia as vezes vozes que lhe soavam familiares, mas ele nunca sabia de quem eram.

 Talvez a pior tortura não fosse fritarem sua mente o tempo todo, talvez a pior tortura fosse na verdade, estar sozinho com seus próprios pensamentos e com sua mente quebrada.

*

Barnes foi levado à ala de treinamento. Lá ele tinha que lutar contra outros agentes. Um dos poucos momentos em que ele se sentia bem e até orgulhoso de si mesmo, por que era o que ele sabia fazer. Quando ele lutava, lutava de verdade, deixava toda sua raiva fluir por seu sangue. Por isso ele é o melhor.

 Afinal não era para isso que ele havia sido “criado”?



Notas Finais


Espero que tenham gostado, críticas construtivas, perguntas ou até mesmo se você só quiser comentar sobre a história, mande nos comentários!
Prometo responder assim que possível!
Obrigada por ler e até o próximo capítulo!
Xoxo💋


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...