História All i need - Capítulo 16


Escrita por: ~

Postado
Categorias Miraculous: Tales of Ladybug & Cat Noir (Miraculous Ladybug)
Visualizações 38
Palavras 434
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Ficção Adolescente, Mistério, Romance e Novela

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oi♥
Tudo bem?
Boa leitura...

Capítulo 16 - Capitulo 15


-você está bem? Bem sei que não está, mas, vc precisa desabafar ou conversar? -eu olhei para ele e comecei:-estou bem, mas gostaria de conversar! -ele me olhou nos olhos e perguntou:-você eestá se sentindo bem mesmo?-eu desviei o olhar e balancei a cabeça:-certeza?-eu não aguentei, lágrimas começaram a surgir e minha garganta começou a apertar, eu comecei a chorar, estava desabando ali em frente ao Chat Noir, ele para a minha surpresa me abraçou, tudo que precisava naquele momento, retribuí o abraço e ele começou a sussurrar:-vai ficar tudo bem...- chorava e ficamos abraçados por alguns minutos, ele começou a passar as mãos nos meus cabelos e o apertei mais, estávamos quase virando a mesma pessoa, minhas lágrimas molhavam seu uniforme e ele nem parecia se importar, ficamos bastante tempo assim, respirei fundo novamente e senti aquele perfume masculino cheroso, era familiar, então lembrei do Adrien e me soltei do Chat Noir, olhei para ele e ele me olhou, nunca que o Chat Noir sería o Adrien, me considerei uma estúpida e me encostei de novo na parede:-você não sabe o que estou sentindo, como pode saber que tudo vai ficar bem?-ele me olhou triste e respondeu:-eu sei sim o que você está sentindo! E sei que tudo vai ficar bem!-olhei para ele e ele tinha um olhar triste, perguntei:-como foi?-ele olhou para os meus olhos e respondeu:-foi tão difícil quanto está sendo pra vc!-olhei nos olhos dele e perguntei:- e quando vc chegava em casa e não o via mais? Como era levantar e saber que ele não estaria te esperando para o café? Ou quando chegava no dia dos pais e ele não estaria lá para ver sua apresentação na escola? Como foi?-ele me olhou e disse:-não foi ele, foi ela, e, bom, era bem triste, mas eu sempre ficava sozinho em casa e não falava com ninguém, isso me machuca até hoje, mas eu tenho que seguir em frente, sei que chorar não vai traz ela de volta, mas nos primeiros dias, estava tão triste que não sabia o que fazer da minha vida, você vai demorar se acostumar e vai doer toda vez que você lembrar, mas não tem problema!-ele estava chorando e eu o abracei chorando também, nunca pensei que Chat Noir tinha perdido a mãe, ele começou a soluçar e percebi que eu tinha feito ele ficar assim, comecei a passar as mãos nos cabelos macios dele e ele começou a fechar os olhos, não demorou muito e eu também fechei meus olhos, escorando minha cabeça na sua antes dei um beijo em sua bochecha e dormi...


Notas Finais


T-T tadim do Agreste...
Será que ela vai descobrir quem é o Chat Noir?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...