1. Spirit Fanfics >
  2. All of me - fillie >
  3. Chapter twenty-five

História All of me - fillie - Capítulo 25


Escrita por:


Notas do Autor


Mais um capítulo para vocês do nosso fillie 👫🏻❤

Boa leitura 💖

Capítulo 25 - Chapter twenty-five


P.O.V Millie 

Lausanne Suíça 


- Alô? - falo ao celular, esperando uma resposta da outra linha, mas tudo o que obtive foi silêncio absoluto. 


- Millie? - pergunta finalmente uma voz do outro lado, da qual não me é estranha, reconheço-a de algum lugar. 


- Sim, quem é que está falando? - assim que pergunto a pessoa da outra linha dá uma pequena risada. 


- Não lembra de mim? - é apenas o que diz. 


- Desculpe, não sei quem é - respondo em dúvida.


- Não reconhece mais minha voz, querida? - apenas pela forma como me chamou, já sei quem é, e não virá coisa boa. 


- Jacob - disse eu sem demonstrar interesse.


- Sabia que não demoraria muito para se lembrar, e como você está? 


- Estava muito bem até você ligar. 


- Querida, você já foi mais, hum, qual a palavra - ele para de falar por alguns segundos - Oh sim, claro, simpática. 


- Me diz logo o que você quer. 


- Apenas queria saber como minha ex noiva estava, fiquei sabendo de alguns boatos. 


- E o que isso diz respeito a você? 


- Bem, você na Suíça e eu também? Que loucura não? 


- Conhecendo você Jacob, acho difícil isso ser uma coincidência. 


- Bem, tem razão. Mas é que seu amigo falou tão bem de uma amiga. 


- De quem você está falando? - pergunto e o mesmo suspira. 


- Será que podemos conversar pessoalmente? Estou aqui na frente do seu prédio, poderia me convidar para entrar, por gentileza. 


- Acho que eu não tenho outra escolha - olho pelo janela, e consigo ver alguém na entrada do prédio. 


Desligo o celular e decido atendê-lo, não teria outra escolha, uma hora ou outra ele iria se encontrar comigo. E talvez não seja tão ruim assim conversar com ele, eu espero. Percebo que eu estava de pijama e decido trocar de roupa rapidamente, coloco uma calça de moletom cinza meio justa e uma blusa de lã fina, na cor azul clara, e já estava ótimo. Logo mais a campainha toca e vou até a porta. 


- Como mudou Millie - é a primeira coisa que ele diz ao entrar. 


- Obrigada, você também, mudou um pouco. 


- Sei que não temos a melhor relação do mundo, mas já faz tanto tempo, não se preocupe, não irei demorar. 


- Muito bem, então pode começar a falar. Que amigo meu que lhe falou sobre mim? - tento parecer o mais simpática possível.


- Ora, o seu querido amigo Jaeden. Acho que você não falou de nós. 


- Para início de conversa, nós, não existe a muito tempo e segundo, está tudo no passado. 


- Tem certeza, por que seu querido ex-namorado Finn sabia de mim, estou errado? 


- Você anda investigando a minha vida é? O que você quer? 


- Apenas queria saber como você está. Acabei me esbarrando com seu amigo no café dele, e então ele falou que tinha uma amiga solteira chamada Millie, achei muito estranho ser você. Mas então me encontrei com Joseph ele me falou algumas coisas.


- Ok. Mas como você ficou sabendo do meu suposto término de relacionamento? 


- Não está na cara? Aquele babaca do Joseph estava obcecado por você. 


- Isso eu sei, mas o que tem haver isso com o Finn? - foi então que Jacob me olhou surpreso. 


- Você não sabe? - perguntou ele curioso. 


- Não sei do que? - já estava ficando com raiva e sem paciência para os joguinhos dele. 


- Bem, acho que você não deve ouvir isso de mim - ele disfarça olhando algo no seu celular - Eu preciso ir - o mesmo caminha até a porta e abre a mesma. 


- Você não me falou sobre o que - antes que eu pudesse terminar de falar o mesmo me interrompe. 


- Você vai descobrir uma hora, foi bom te ver - e ele saí. 


Passou algumas horas, já era madrugada e eu estava na sala brincando com Cristina Yang, da qual Sophs veio traze-lá novamente logo após Jacob sair. 

Minha cabeça já estava doendo, pelo o tanto que passei pensando essas horas, me lembrando dos momentos com Finn, Cristina Yang é um exemplo disso, nunca esquecerei o dia em que ele me fez essa surpresa. Vasculhando um pouco a fundo às fotos do meu celular, acho algumas do dia em que ele esteve aqui, decido não apagar, não sei por qual motivo as deixarei ali, mas ficaram. 

Tentei me distrair o máximo que pude, mas o que Jacob me falará está me deixando com uma pulga atrás da orelha, não entendi bem o que ele quis falar sobre o Joseph e nem o que isso remete ao Finn, mas de qualquer jeito, isto está me deixando com dúvidas sérias. O que eu faço agora? Querer falar com Jacob não é a escolha em que quero no momento, esse homem ainda me dá cala frios só de vê-lo. E Joseph não é minha preferência, e agora, Finn, se eu ligar para ele o que vou dizer exatamente? Oi eu sinto sua falta? Pare de devaneios Millie e vá dormir. Já está tarde e daqui a poucas horas você vai ir trabalhar. Isso, é exatamente o que irei fazer. 


P.O.V Sadie Sink 

Toronto Canadá 


Acordo um pouco mais cedo do que o habitual. O frio percorre em meu corpo no mesmo instante em que retiro o cobertor de cima de mim mesma. Rolo para o outro lado e percebo que Caleb não estava ali, olho para os lados para ver se o encontro, mas nada, suponho que ele esteja fazendo o café. Hoje o dia seria corrido, principalmente a parte em que falarei com Abby, essa mulher já ultrapassou meu limite de quietude. 

O frio aqui por Toronto não chegou com tanto vigor como na Suíça, o que eu agradeço, pois não gosto do inverno. Visto uma roupa básica e desço para tomar café, chego na cozinha e o cheiro era impecável. Todos já estavam a mesa, tirando Jack, que não acorda tão cedo para trabalhar. 


- Acordou cedo dona Sink - diz Noah surpreso ao me ver. 


- Pois bem, é por uma boa causa - digo sorridente enquanto tomo meu café da manhã, logo percebo o olhar dos dois sobre mim - O que foi? - pergunto. 


- Boa causa? - repete Caleb em dúvida - O que você vai aprontar? 


- Nada, apenas irei falar com a Millie novamente - decido não contar a eles ainda sobre a Abby pois sei que iriam me fazer mudar de idéia. 


- Tá bom, acreditamos - diz Caleb ainda incerto. 


- Você vai comigo Noah? 


- Vou - ele termina seu café. 


- Ótimo - Noah vai me ajudar hoje. Ele não perde por esperar.


Eu e Caleb tomamos nosso café e logo depois ele saí para trabalhar. Eu subo novamente para o quarto arrumando meu cabelo, faço apenas o coque desajeitado de sempre e está bom. Fiquei a espera de Noah na sala de estar, enquanto olhava para a TV que passava um noticiário sobre legumes. 


- Pronto? - pergunto para o mesmo que aparece logo depois. 


- Sim, e mais uma coisa - ele me olha - O que você vai aprontar? 


- Nada, já falei. 


- Ora Sink, eu te conheço, vai me diz o que é - pergunta ele enquanto saímos da casa e vamos até o carro.


- Está bem. Vou falar com a Abby - Noah que estava com a mão na maçaneta da porta do carro abrindo-a se espanta com o que falo e deixa a mesma fechar sozinha. 


- O que? - diz ele. 


- Eu não aguento mais Noah, ontem Millie me ligou de madrugada falando que não sabia mais o que fazer, que até mesmo o Jacob sabia de algo, mas ele não iria contar. Ela está perdida Noah, eu tenho que fazer alguma coisa. 


- Eu sei, eu sei. É péssimo a gente saber de tudo e ela achar que foi apenas uma traição. 


- Não, Noah. Ela sabe que não foi isso, todo mundo sabe que não foi isso. E eu não aguento mais. Eu vou fazer algo. Ela tem em mente que o Finn não faria isso, mas está perdida, não sabe se os pensamentos que tem são reais ou fictícios, ela não quer acreditar nisso. 


- Então eu vou te ajudar - diz ele com uma voz serena e mais calma - Vamos fazer isso juntos. 


- Não. Não quero que você perca seu emprego. 


- Não vou fazer isso com a Millie, ela precisa da verdade Sadie. E eu vou ajudar.


- Noah, por favor. Eu vou deixar você fora disso. Já basta ela descobrir que eu sei, Abby  é louca. Vai mandar você embora. 


- Não se a gente agir antes - ele fala em um tom de voz pensativo como se tivesse uma idéia. 


- E o que exatamente você quer fazer? 


- Bem, você pode levar um gravador. Ela não vai mentir falando que não sabe de nada, conhecendo o jeito dela, ela vai querer se explicar. Então nós gravamos a conversa e mostramos para a direção do hospital. 


- Quem diria que sua cabeça pensa tão bem pela manhã - ele sorri - Mas como vamos conseguir um gravador? - o sorriso déspota no mesmo instante. 


- Esse é o principal, não pensei nisso. 


- Tá bem, vou falar com uma pessoa - digo confiante.


Assim feito, adentramos no carro e fomos para o hospital. Minha paciência já estava por um fio. Por sorte consegui pegar um gravador e agora iríamos por nosso plano em prática. Eu e Noah combinamos de se encontrar no refeitório. 


- Conseguiu? - pergunta Noah ansioso. 


- Sim - digo nervosa - Estou me sentido o próprio FBI - Noah ri. 


- Vamos esperar ela sair para almoçar e entramos. 


- Certo, você viu o Finn? - pergunto. 


- Sim, ele estava na sala de fisioterapia. 


- Ok, obrigada - respondo me levantando. 


- Onde você vai? - pergunta ele. 


- Resolver uma coisa - respondo. 


Vou a procura de Finn, pois eu tinha que saber cada detalhe, cada mínimo detalhe. Se eu precisasse impor a minha palavra contra a de Abby eu precisa ter cada detalhe sobre tudo. Se eu for fazer isso, precisa ser bem feito. Encontro Finn logo depois. 


- Ei Finn - chamo o mesmo. 


- Ah, oi Sadie, tudo bem? Aconteceu alguma coisa? 


- Sim, estou bem. E vou direto ao ponto. 


- Claro, pode falar, ou pedir. 


- Preciso que você me conte tudo, absolutamente tudo. 


- Sobre o que? 


- Você sabe sobre o que é, e eu sei que você não traiu a Millie e eu quero cada detalhe, por favor, faz isso por ela. 


- O que você vai aprontar? 


- Nada, nada que interessa a você no momento, eu tenho que fazer algo, por que eu não aguento mais isso. 


- Eu pensei que ela estivesse bem - ele diz em dúvida. 


- Ela me ligou ontem, era três horas da manhã, ela não sabia mais no que acreditar e não sabia mais o que era real, a mesma me falou que até o Jacob esteve lá e sabia de algo. 


- Você quer saber sobre isso para contar a ela? 


- Eu não vou contar a ela, Millie não deve saber isso por mim, você terá que contar, mas antes eu preciso saber de tudo. 


- Está bem, podemos marcar um café hoje depois do trabalho? 


- Não, eu preciso que me fale agora - disse eu. 


- Eu tenho uma cirurgia daqui cinco minutos. 


- Ótimo, então comece a contar e seja rápido. 


- Eu tenho outra escolha? - ele pergunta com um tom de ironia. 


- Não. E sem brincadeiras Finn. Obrigada e de nada. 


O mesmo me olha com a sobrancelha levantada, abre a porta de uma das salas de reuniões pequenas que havia ali e começa a me contar. Tiro um bloco de notas e uma caneta preta de meu jaleco e começo a escrever os pontos mais principais. 

Assim que Finn terminou de me contar tudo, eu ainda fiquei alguns minutos perplexa pensando em tudo o que aquela mulher fez. Ela realmente não tem nem um pouco de decência e muito menos caráter, ultrapassou limites e colocou em jogo a carreira de uma residente e um chefe de neurologia. E pior ainda, o que aquele Joseph queria tanto com a Millie? Não sabe levar um simples não. Se eu for para a Suíça aquele ser ouvirá algumas coisas de mim. Agora é a hora de colocar o plano em prática, espero que dê tudo certo, não aguento mais ver minha pequena Millie daquele jeito.

Já havia falado com Noah, e tudo estava resolvido, tomarei um copo de água e entrarei para falar com Abby. Entro em sua sala e fecho a porta novamente. 


- Olá querida, o que devo a sua visita - diz ela simpática e sorridente. 


- Primeiramente, não me chame de querida e segundo, você deve muita coisa, não só a mim, como principalmente para Millie e Finn - por um momento seu rosto ficou repleto de espanto e assim que a mesma me percebeu encarando-a colocou um olhar confuso e seu sorriso desapareceu levemente.


Notas Finais


Agora é fogo no parquinho 🔥
Nossa ruivinha entrou em ação 🌪👩🏻‍🦰



Ficaram sabendo do unfollow que a Mills deu no Joseph?
Estou feliz que eles tenham "terminado" (nunca oficializaram o namoro) mas vamos cuidar com os ships de fillie, pois isso já prejudicou a amizade deles uma vez. E não queremos isso novamente.



Até o próximo capítulo 🧡


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...