História All Of Me - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jeongguk (Jungkook)
Tags Casamento Arranjado, Jeonggukie
Visualizações 8
Palavras 526
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Shoujo (Romântico)
Avisos: Heterossexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


*fugindo das pedra*

ENTÃO... o que fazeeeer se fui assaltada? perdi o conteúdo todo, ainda bem que não me machuquei!! gente, foi bem ruim tô bem triste pq perdi td mas ok

Hoje trago uma espécie de bi-side sjdjjdjd ;-;

É bem legal, pessoal.

Inspirada na msc perfeitinhaaaa: All Of Me - John Legend. (Música perfeitaaa)

Bem, já vou indo pq minha mãe tá apressando minha pessoa

Capítulo 1 - All Of Me; Único.


Fanfic / Fanfiction All Of Me - Capítulo 1 - All Of Me; Único.

"Porque tudo de mim,

Ama tudo em você.

Ama suas curvas e todos os seus limites,

Todas as suas perfeitas imperfeições.

Dê tudo de você para mim

Eu te darei meu tudo"

Vê-la chorar se tornou meu pior medo. Um trauma constante. É como se minha cabeça estivesse embaixo d'água. Mas, tudo bem se ela não chorar. Eu continuo a respirar.

Amar ela nunca foi algo que pensei em praticar, ao menos tê-la em meus braços pensei que fosse algo tão gracioso. Eu me afoguei nela como algo inusitado. E sempre dizem que o proibido é mais gostoso.

E de fato, era. Era.

Mas, as coisas chegaram ao seu limite. Afinal, tudo tem limite. E eu ultrapassei o limite, quis a adrenalina correr sob minhas veias, os sorrisos e... Como eu viveria sem sua boca esperta? Sem seus lábios rosados e inchadinhos.

Era errado... Mas, por que soava como algo erroneamente correto?

Eu não quero enxergar.

Talvez, eu só quisesse dar tudo de mim á ela. E deixasse que ela desse tudo de sí a mim. Ela estava ocasionando um fim á mim. Mas, assim como estava ocasionando um começo.

Eu amava ela desde a pintinha de sua bochecha ao seu dedo do pé.

Era errado amar a esposa do seu amigo! Mas, era mais errado quando ela também te amava. Covardia!

E, não importava as consequências eu só queria vê-la sorrir e deixar se levar. Eu amava suas curvas, oh... Tão perfeita! Seu olhar que trazia um mágico mistério. Eu amava ela. E era por isso que eu dava tudo de mim á ela. O mundo estava massacrando ela.

Quantas vezes eu repetiria que ela ficava linda chorando?

Eu diria isso á ela até ela parar.

Era um casamento arranjado. Não havia amor. Só havia negócios acima de dinheiro, o que dizem ser o passe a vida. Entretanto, não havia amor.

Ela perdeu seu livre arbítrio quando disse "sim" naquele falso casamento. Um falso amor.

Mas, eu continuava a passar dos limites. Beijando-a nos cantos de jantares, juras de amor... Era algo proibido.

Ela era como uma ruína à mim. Mas, tudo bem. Ela era uma musa, uma obra de arte esculpida.

Eu estava cantando a música em minha cabeça. Ela me elogiava. Era tão bom estar com ela.

Seu corpo escultural e esbelto escondido pelos vestidos floridos, suas imperfeições que eram tão perfeitas... Eu amava tudo dela, os cabelos que bagunçavam ao vento, deixando-os desgrenhados. Tudo de mim, amava ela. Meus braços em volta de sua cintura, enquanto eu cantava baixinho; 

Porque tudo de mim

Ama tudo em você

Ama suas curvas e todos os seus limites

Todas as suas perfeitas imperfeições

Dê tudo de você para mim

Eu te darei meu tudo

Você é o meu fim e meu começo

Mesmo quando perco estou ganhando

Porque te dou tudo de mim

E você me dá tudo de você oh

Te dou tudo de mim

E você me dá tudo de você oh

E num passe, as lágrimas escorriam de suas bochechas, e eu as enxugava com meu dedo. Afagando seu cabelo que emanava um cheirinho tão bom.

Mas, infelizmente eu não podia obrigá-la a nada. Não podia pressioná-la a continuar com isso.

Eu arriscaria de tudo, podia ser difícil.

Eu daria tudo de mim á ela.

Bastava ela dar tudo de sí a mim.


Notas Finais


quem não entender, good peoples. eu explico de boas!!

Vou indoo amores ❤❤ amo vcs!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...