História All Of Me - Capítulo 6


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), EXO, Got7, Red Velvet
Personagens Baekhyun, Irene, JB, Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Sehun, Seulgi, Suho
Tags Bae Joohyun, Bangtan, Bts, Irene, Kim Taehyung, Red Velvet, Romance, Vrene
Visualizações 78
Palavras 2.000
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Ficção, Hentai, LGBT, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


boa leitura e obrigada pelos comentários no capítulo passado!

Capítulo 6 - Capítulo seis


Fanfic / Fanfiction All Of Me - Capítulo 6 - Capítulo seis

Já no meu apartamento, Taehyung estava na cama me esperando voltar com o kit. Sua boca estava cortada, assim como o seu supercílio e sua bochecha meio roxa. Não estava nem perto do estado que ele deixou o outro cara, Tao, mas ainda sim. Não queria vê-lo daquele jeito.
- Isso vai arder. - digo quando já estava sentada em sua frente com o algodão molhado.
- Só... faz logo. - pressiono o algodão na sua boca. - Caralho Ayumi!
- Eu disse que ia arder.
- Mas meu Deus, que porra é essa? Você me odeia?
- Para de ser idiota. - dou risada. - E fica quieto.
Depois de muitos palavrões, finalmente termino e levo o kit de primeiros socorros para o banheiro. Volto para a cama e encaro Taehyung, que estava de olhos fechados.
- Essa dor vai ficar comigo pra sempre. - ele diz, me fazendo rir.
- Meu Deus, coreano. Olha o seu estado! Você levou uma surra e está pensando na dorzinha do remédio?
Sua cara fechou e sua boca virou um completo bico. Taehyung levantou da cama e cruzou os braços, saindo do quarto. Dou risada e ando lentamente até ele. Abraço sua cintura por trás, enquanto ele pegava sua blusa para ir embora.
- Desculpa. Você não levou uma surra. - digo, mas ele não parou de se arrumar. Deposito um selar em suas costas, o que paralisou Taehyung e consegui ver os pelos de sua nuca arrepiados. - Não vai cobrar sua recompensa?
Na velocidade da luz, Taehyung virou e agarrou minha cintura, me levantando com um braço, enquanto o outro estava no meu rosto. Meus lábios rapidamente encontraram sua boca, já dando entrada para sua língua explorar o quanto quisesse. Minhas mãos trilharam o caminho até seus cabelos, puxando-os levemente, arrancando um arfar de Taehyung. Minhas costas batem na parede gelada e eu sorrio. 
Mordo sua boca levemente, ouvindo um gemer de dor de Taehyung. Esqueci completamente dos machucados em seu rosto. Separo nossos lábios o olhando preocupada. Sua boca estava vermelha e inchada. 
- Doeu? Desculpa. - digo, vendo um sorriso se estampar em seu rosto.
- Está tudo bem, baixinha. Vou ir embora, amanhã você acorda cedo e eu tenho que trabalhar. - ele deposita um selinho em meus lábios, pegando suas coisas que acabaram caindo no chão com o nosso último ato.
Fico observando ele colocar a blusa, arrumar o cabelo que estava bagunçado. Ponto pra mim. Tae se aproxima e coloca as duas mãos do meu rosto. Passo a língua pelos meus lábios e sinto um gosto extremamente amargo por conta do remédio que havia passado na boca dele, fazendo uma careta e arrancando uma risada dele.
- Meu Deus.
- Não disse que era ruim? - ele fala, enquanto eu lavo a boca na pia da cozinha.
- Eca coreano!
Acompanho Taehyung até a porta e nos despedimos com um selinho. Tomo banho com um sorriso gigante no rosto. Coloco uma ligerie e uma camiseta de Jungkook. Era a maior que tinha aqui, já que Hoseok, Jimin e Yoongi não eram tão grandes quanto Kookie. Vou para o quarto e dou um grito ao ver Taehyung sentado na cama.
- Meu Deus! - digo, encostando na parede com a mão no peito e com a respiração descompassada.
- Levou um susto?
- Não. Pulei assim porque gosto. - reviro os olhos. - Esqueceu algo?
- Sim.
- O que? Se esqueceu, está na sala, não aqui.
Vou até a sala, mas não vejo nada que poderia ser dele ali. Viro para questionar o que era, mas encontro Taehyung ali. Sua mão rapidamente encontra meu quadril e seus lábios tocam os meus. O beijo não era como o outro, que foi cheio de desejo e vontade. Esse tinha algo diferente... 
Quando o ar nos fez falta, ele colou nossas testas. Abri os olhos e vi o sorriso que estava estampado em seu rosto. - O que foi? - pergunto.
- Nada. Só queria ter certeza de algo.
- O que?
Ele já estava no corredor, esperando o elevador. Em passos grandes, ele volta e deposita um selinho na minha boca. As portas do elevador abriram e ele entrou, tirando somente a cabeça e sorrindo. - Você não vai escapar de mim.
- Eu não estou indo a lugar nenhum. - grito de volta.
[...]
Alongamentos são as piores partes da dança, mas as mais essenciais. Gemo de dor quando Hoseok puxa meu braço pra trás.
- Alguém aqui está enferrujada. - ele diz.
- Eu não dormi muito bem ontem á noite.
- Taehyung te deu trabalho?
- Também, mas não foi por isso. - digo, indo até o celular colocar a música, quando virei e encontrei Jimin e Hobi com caras maliciosas. - Não dessa forma, idiotas! Ele estava machucado e eu cuidei dos machucados, só isso.
- Nós te conhecemos, Yumie. Aposto que teve algo mais. - Jimin diz e quando eu ia responder, Taehyung e Seulgi entram na sala.
Arregalo meus olhos pois não esperava vê-lo aqui. Como ele está lindo... como um ser humano pode ser lindo ás 8h da manhã? Seus cabelos estavam molhados, uma camiseta branca marcava todos os seus músculos, assim como a calça preta colada deixava suas pernas adornadas. Comecei e me julgar por estar tão simples: usava um short de cotton colado, uma regata branca solta, tênis e meus cabelos estavam amarrados. Meu rosto só tinha um pouquinho de maquiagem, somente base e rimel.
Percebi que estava babando nele, quando Seulgi estralou os dedos na minha frente.
- Não baba.
Dou um tapa em seu braço, recebendo um beliscão como resposta. Taehyung continuava me encarando sério, mas depois de segundos, ele sorri e abre os braços. Caminho até ele, abraçando-o e aspirando seu perfume forte e gostoso. Sinto um beijo ser depositado no topo da minha cabeça e olho pra cima.
- Oi baixinha. - ele diz.
- Oi coreano. O que faz aqui? Achei que teria que trabalhar. 
- Eu tenho, mas preferi te ver.
É agora que meu coração para de vez. Por que ele tinha que ser tão romântico e fofo? As borboletas no meu estômago davam voltas e voltas e eu começava a questionar quando é que elas apareceram. Podia sentir os olhares dos nossos amigos atrás de mim, mas eles não paravam de comentar sobre coisas aleatórias.
Não espero Taehyung tomar a iniciativa, eu realmente precisava beijá-lo. Nas pontas do pé, eu aperto sua camisa com uma mão, enquanto a outra vai em direção á sua nuca. Beijo seus lábios e sinto seu sorriso quando fiz isso. Ele logo toma controle do beijo, segurando minha cintura e adentrando minha boca com a língua. Eu não queria parar, mas tinham três pessoas no mesmo recinto que nós.
- Arrumem um quarto! - Jimin gritou.
- Meu Deus, que baixaria é essa?! - Hoseok diz.
- Devolva minha amiga inteira, Taehyung! Parece que vai comê-la no beijo. - Seulgi diz e Taehyung a encara.
- Quem disse que eu vou devolver ela? - Tae abraça minha cintura e coloca o rosto na curvatura do meu pescoço.
- Aish que coisa linda! - Seulgi fala, abraçando Jimin. - Por que nós não somos como eles?
- Porque o Jimin é pequeno. - Hoseok grita, fazendo Jiminie correr atrás dele.
Sinto um beijo no meu pescoço e me viro novamente para Taehyung, sorrindo. - Quero te ver dançar.
- Você vai poder ficar? Eu não quero atrapalhar seu trabalho, coreano.
- Você fica tão sexy me chamando de coreano.
Meu rosto queima e eu belisco seu braço, dando as costas e andando até o meio do salão. Sua mão me puxa, fazendo nossos corpos darem um baque. 
- Quero te ver dançar. - ele repete, mas próxima ao meu ouvido, sussurrando e depositando beijinhos naquela área. Meu corpo se arrepia e fraqueja. Ele havia acertado o ponto.
Respiro fundo tentando não mostrar o quanto aquilo havia me afetado. - Você é... um filho da puta!
- E você está linda com esse short. - Taehyung pisca e eu o belisco novamente.
Ele ri alto. Hoseok volta e nos encara desconfiado, mas assustado. Jimin ainda estava correndo atrás dele. Mando os dois pararem e iniciarem a música para ensaiarmos.
Passando algum tempo revendo os passos, a coreografia estava finalmente terminada. Taehyung observou até a metade, mas seu celular tocou e ele entrou na outra sala para atender e desde então não saiu. Queria esperá-lo para que ele visse a coreografia, me ver dançar. Mas os meninos queriam ver como tudo tinha ficado.
Seulgi batia palma no canto da sala quando a música iniciou e Taehyung saiu da sala. Ele sorriu pra mim e foi se sentar ao lado da minha amiga. A música com melodia sexy e uma das minhas favoritas começou e somente eu estava no centro, já que Jimin e Hoseok iriam olhar primeiro e depois tentaríamos novamente os três.
''To my bed - Chris Brown / Akanen Choreography''
Fechei os olhos e foi como se eu estivesse sozinha. Me encaro no espelho e sorrio antes de começar. Os movimentos eram sexy, mas ao mesmo tinham algo meio selvagem neles. Podia ver que Taehyung não tirava os olhos de mim e isso me instigou ainda mais. Queria provocá-lo da mesma forma que ele fez hoje.
Eu estava me sentindo a mulher mais sensual do mundo pela forma que dançava. A parte que eu esperava chegou e eu não podia esperar a reação dele. Ajoelho no chão, logo me apoiando nos dois braços e ficando de quatro, rebolo subindo e descendo. Jimin, Hoseok e Seulgi gritaram, já Taehyung percorria seus olhos por todo meu corpo. Ele sabia que eu estava dançando exclusivamente pra ele.
Continuo a coreografia como quem não tinha feito nada. Óbvio que haviam mais movimentos que Taehyung observou de forma única. Percebi que uma quarta pessoa estava ali também, mas Hoseok estava na frente e com ele pulando de alegria, não consegui identificar. Cansada, fecho os olhos quando finalmente a dança acaba.
''To my bed - Chris Brown / Akanen Choreography''
Fui surpreendida por dois braços na minha cintura. Abro os olhos assustada e encontro Taehyung. Ele sorri e me beija, ato que correspondo sem pensar duas vezes. Meus amigos gritavam e pulavam de alegria. Dou um selinho, finalizando o beijo e encaro seus olhos.
- De novo. - ele me põe no chão. - Eu quero ver de novo.
Dou risada, assim como os meus amigos. - Vamos lá meninos.
Os meninos se posicionam  e eu entro na outra sala pra pegar meu celular na bolsa, quando ouço a porta abrir.
- Coreano? - pergunto, mas ninguém diz nada. - Aish.
Pego meu celular e quando me viro, dou de cara com Suho. Dou um grito e caio de bunda no chão. - Meu Deus, Ayumi.
- Caralho Suho! Que susto da porra...
- Olha a boca suja, menina. - ele diz parecendo um avô.
Dou risada e o abraço. Suho estava viajando há um tempo, não me lembro. Conversamos um pouco até eu ouvir meu nome ser chamado. Ele passa o braço pelo meu ombro e me acompanha até a outra sala. 
Todos nos encaravam, principalmente Taehyung, que não estava com uma cara boa. Seus braços estavam cruzados, assim como as pernas, seu maxilar travado e suas sobrancelhas franzidas. Me desvencilho de Suho e caminho até os garotos, que me olhavam.
- Você vai ter problemas. - Jimin fala, soltando a música novamente.
- O que? Por que?
- Olha o jeito que Taehyung está olhando para Suho. - Hoseok indica com a cabeça.
Viro e encontro Suho me olhando com um sorriso gigante, Seulgi com os olhos arregalados - ela ficava assim quando assustada - e Taehyung encarando o homem como se pudesse matá-lo. Suho sabia o que estava fazendo, ele nunca fazia nada sem pensar duas vezes antes, e provavelmente me viu beijando Taehyung. Isso não vai ser bom
 


Notas Finais


espero que tenham gostado, comentem e favoritem, por favor! obrigada!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...