1. Spirit Fanfics >
  2. All of me >
  3. Pensamentos

História All of me - Capítulo 57


Escrita por: Kaawaii-chan

Notas do Autor


Mais um para vocês!!!!

Capítulo 57 - Pensamentos


Ato I

Karin 

O pânico tomava conta de mim enquanto o Riki me arrastava para um armazém mal iluminado daquele lugar. O Kai seguia atrás dele sempre olhando na direção em que as duas outras havia corrido.  

- Vamos deixa-la logo! - Ele trazia com ele a sacola com o dinheiro – A gente já pegou o que queria!  

- Cala a boca! - Riki estava em fúria, podia ver em seus olhos - Não vou deixa-la sair impune por tudo que me fez! Vou acabar com ela! - Ele me joga contra a parede com uma força imensa que caio no chão atordoada, minha cabeça latejava logo após a pancada - Você... É de você que ele gosta não é mesmo? - Um sorriso doentio aparece em seus lábios -- Podia ter pego um de seus filhos que fazia mais efeito do que ter pegado aquela vadia de cabelos róseos.  

- Não adianta mais nada! - Digo me pondo de pé com a ajuda da parede – Nesse momento ele já deve estar chegando com a polícia. -  Sinto uma dor tremenda o Kai havia me socado nas costelas não consigo se quer respirar, mas como não consigo controla a minha boca grande – Bate que nem menina! - Nesse momento eu saco a arma que estava na minha cintura e vejo pela primeira vez o medo cruza os olhos de ambos – Agora as mocinhas ficaram com medo? - Minha mão tremia um pouco e minha cabeça estava com uma dor insuportável - Droga! - Olho para minha cheia de sangue logo após passa-la pela minha cabeça, Kai avança para cima de mim e o Riki vem logo em seguida, começamos a brigar a arma que o Riki segurava acaba caindo em algum lugar e eu acabo disparando a minha arma, não sei se acertei alguém mais sinto que com certeza algo me acertou.  

- Sua vadia de quinta! - Levei um soco no rosto caindo no chão, sim, minha barriga estava sangrando. Olho para cima e o Riki segurava uma faca que ainda pigava com meu sangue – Puta! - Levo um chute na altura das costelas, me encolho.  

De novo Karin... Meu bebê...  

Eu já não me importava com nada, talvez morrer fosse a melhor opção estava com tanta dor que não conseguia mais raciocinar a única coisa que saia de mim eram gemidos de dor, nesse momento as portas daquele lugar são abertas e vejo olhos frenéticos buscarem até parar em mim, vejo por um instante a agonia nos olhos dele, mas logo depois vejo o puro ódio. Ele grita para o Riki que ia mata-lo e dessa vez acredito em suas palavras.  

- Sa... - Eu tento falar mais a dor é tanta - Des..cul....pe. - É a única coisa que sai antes de tudo apagar.  

6 Anos depois

 

O dia estava de um nublado que parecia triste como nós, o vento soprava frio, logo começaria e neva. 

- Faz um tempo desde da última vez – Olhava para o mármore branquíssimo que contrastava com a grama verdinha. - Sabe... Queria divide tantas coisas com você... - Minhas lagrimas já escorriam pelo meu rosto pálido. - As crianças estão enormes! Lembra que eu disse que a Aimi estava tentando toca piano? Pois é ela conseguiu! - O Vento balançava os galhos das árvores que nos rodeava. - Mas acho que você já sabe né?  

Ato II 

Hinata

Já estávamos no hospital a três horas, o Naruto parecia que logo cavaria um buraco no chão de tão nervoso que estava.  

- Querido – O chamo e seus grandes olhos azuis me notam – Sente-se – Vejo que ele ia nega - Você está deixando seus pais ainda mais nervosos.  

- Não sei por que dessa demora toda! - Disse sentando-se - Já fazem três horas e nenhum médico veio nos dizer nada...  

- Eu sei! Mas temos que manter a calma! - Dizia tentando acalma-lo e me acalmar – Nos disseram que eles chegaram muito mal a Karin principalmente.  

- Não sei porque ela tenta resolver essas coisas sozinhas! 

- Oi... - Era o Pain – Nada da Karin ou do Sasuke? - Ele pergunta apertando o ombro da Kushina.  

-Infelizmente não... - Suspira o Nagato.  

- E como está a Gina? - Ele me direcionar o olhar baixo.  

- Esta sedada, estava com dores e muitos hematomas pelo corpo. - Ele serra os punhos.  

O Itachi volta a sala com sua mãe que depois de muita insistência dele foi comer alguma coisa.  

- Nada ainda? - Itachi ainda estava com as roupas no ocorrido, machadas de sangue...  

Três horas antes

- Sasuke! - Vejo ele sangrar - Alguém! - Grito em desespero, meu irmão respirava com dificuldade.  

- Karin! - Olho pro lado e a Sakura segura a Karin nos braços - Ela está muito fria! Itachi! - Vejo ela dá leves tapinhas no rosto da ruiva – Vamos!  

- Sasuke... - Os paramédicos vêm ao nosso encontro com duas macas e os leva em estado grave para o hospital.  

Os quatro foram encaminhados para as áreas indicadas o Sasuke e a Karin precisaram entra em cirurgia imediatamente. 

Agora

- Itachi como está a Sakura? - Ele me olha com um olhar baixo. 

- Ela não sofreu muita coisa... Está no quarto em observação apenas por causa do nosso garoto, diz ele sem nota. 

- É um menino? - A mãe dele ganha um leve brilho nos olhos. 

- Bem mãe... É sim! - Fala um pouco sem graça.  

- Espera aí? - Naruto olho pro Itachi – Nosso garoto? Como assim? - Vejo o Itachi ficar ainda mais sem graça - O Deus! Vocês dois!  

Nesse momento o médico passa pela porta que dá acesso a sala de espera, seguido por outro médico.  

- Família da senhorita Karin Uzumaki – Todos nós levantamos e o médico fica surpreso - São todos da família?  

- Somos sim doutor – Fala Kushina apreensiva – Como está a minha menininha?  

- Certo e a família do Sasuke Uchiha? - O outro médico fala e o Itachi e a Mikoto caminham para mais perto e o médico os encaminham para outra sala.  

- Certo – Diz o médico que ficou nos prende a atenção - Bem a Sra. Uzumaki chegou aqui muito debilitada com hematomas e uma lesão a faca que causou a perfuração do rim esquerdo dela, ela perdeu quase 1 litro de sangue antes de chega aqui foi um pouco difícil estabiliza-la por causa da perda de sangue mais a gente conseguiu, ela precisa de muito repouso, conseguimos manter o rim dela, mas ela tem outro problema que foi uma grande pancada na cabeça e pelo histórico dela ela já sofreu um traumatismo bem sério a alguns meses atrás, apesar da pancada ter sido forte, não causou nada do tipo mais precisamos ficar atentos a isso certo? - Todos concordam com um aceno de cabeça - E bem os bebês também estão ótimos! O que nos surpreendeu bastante afinal ela tem fraturas nas costelas, acho que sua filha é um milagre. - O sorriso gentil do médico pareceu um mar da calma para aqueles corações aflitos – Bem preciso ir ver outros pacientes.  

- Eu não sei dizer se minha irmã é muito azarada ou sortuda! - Diz Naruto relaxando um pouco no sofá da sala de espera. 

- Não devemos relaxar ainda – Kushina senta também - Afinal ela ainda precisa de muito repouso. 

- Nem acredito que o bebê está bem! - Nesse momento todos olham para a Hinata e percebem o que o médico disse. 

- A Karin está gravida! - Pain coloca as mãos na cabeça. - Mas espera ai! Ele disse os bebês? - A confusão cruza o rosto de todos e uma risada baixa escapa do Minato. 

- Essa minha filha!  

**** 

- Bem, o Sr. Uchiha como sabem chegou no hospital com uma perfuração de bala nas costas na altura do ombro direito. - Concorda com um aceno de cabeça - Bem essa bala acabou perfurando pulmão direito dele e se estilhaçou alojando muitos pedaços no local e próximo ao coração.  

- Mas você conseguiu tirar né doutro? - Mikoto aperta a mão do Itachi.  

- Sim! Conseguimos sim! Alguns mais ainda ficaram alguns - Um suspiro de alivio pode ser ouvido pelo médico - Mas ele apresentou um Pneumotórax e precisa fica com um dreno por enquanto até haver uma estabilidade maior que não apresente risco para o coração também para que possamos retira os restantes dos estilhaços que ainda ficaram.  

- Mas isso quer dizer que meu irmão ainda tem risco de morte?  

- Bom ainda tem estilhaços próximos ao coração e devido à instabilidade dele no momento da cirurgia não podíamos deixa-lo aberto por mais tempo, então ainda a riscos sim.  

6 Anos depois

- Sabe... Quando vejo eles assim grandes, inteligentes aprendendo coisas que com certeza ia te tirar risadas eu fico pesada – Ao longe vejo as crianças correrem na grama verde daquele enorme cemitério - Eu daria tudo! Tudo! Para você ver as meninas – Uma risada pesada escapa de mim – A Aimi e a Akane são muito, muito parecidas comigo, diferente na Mizuni que apesar dos cabelos ruivos não tem muito traços meus.... - Uma lagrima solitária cai.  

- Mãe... - A Mizuni que agora está uma moça de seus 12 anos enquanto o meu Shion chegou aos 17 e que hoje não me veio conosco devido está aprendendo a lidar com a empresa, afinal ele vai assumir umas das. - Oh mãe! - Ela me abraça - O Shion ia detestar de ver assim! E o papai também! - Ela afunda a cabeça no meu peito e o cheiro inebriante de maças invade meus sentidos.  

- Desculpe querida - Forço um sorriso – Chame as suas irmãs para dá um tchauzinho – Vejo ela correr em direção as duas sapequinhas que corriam frenéticas pelo lugar.  


Notas Finais


Até o próximo!!!! BJZ!!!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...