História All Of My Heart Is In Havana ( KookTaeKook ) - Capítulo 1


Escrita por: e mariyona_bts

Visualizações 1.112
Palavras 1.467
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ecchi, Famí­lia, Festa, Lemon, LGBT, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Slash, Universo Alternativo, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Já faz 84 anos que eu planejo postar essa fanfic, e a Caah sabe bem disso... então, já que ela faz níver essa semana, fica como um presente. 😎

A música-tema, claro, é "Havana", mas a versão original, não a do clipe.

Obs: sim, contém incesto, então não leia se não curte.

Capítulo 1 - There's something about their manners


Fanfic / Fanfiction All Of My Heart Is In Havana ( KookTaeKook ) - Capítulo 1 - There's something about their manners

- Más tequila, por favor! - o jovem loiro pediu, ligeiramente manhoso, com a pequena tontura típica causada pela embriaguez.

Sentado em frente à bancada daquele barzinho LGBT, de braços cruzados sobre a superfície de madeira, lá estava Kim Taehyung. Trajando sua jaqueta rosa favorita junto à blusa branca folgada, calça jeans azul-claro rasgada e sapatos brancos, ele repensava o que poderia fazer naquela noite.

Dias antes, havia planejado um passeio romântico com o namorado pelo final-de-semana, mas descobriu que este o traía da forma mais clichê possível: chegou mais cedo do trabalho - era fotógrafo profissional e fora contratado para uma festa de empresa -, e então, ao adentrar a casa que dividiam, encontrou o dito cujo aos beijos com outro cara, sobre a cama que deveria ser somente dos dois.

Taehyung pretendia surpreendê-lo com duas passagens para Havana, capital de Cuba, pois havia se interessado pelo local após ver uma reportagem mostrando seus principais pontos turísticos. Agora, porém, fervia de raiva. Por isso, num impulso, resolveu largar o rapaz na mesma hora, pegando uma mala qualquer que já deixava pronta para eventuais viagens que fazia a trabalho, e partiu rumo ao aeroporto, permitindo-se espairecer bem longe dali.

Eis que, ao final de um longo dia passeando por diversos cantos da animada cidade latina, decidiu entrar num barzinho para relaxar e, quem sabe, se distrair com algum homem ou mulher interessante que cruzasse sua vista?

Era isso, ou beber até o limite enquanto se acabava na pista de dança que havia mais aos fundos, cujo barulho lhe parecia cada vez mais tentador, fazendo seu corpo balançar involuntariamente com a batida.

Entornou a quarta dose de tequila, sentindo a garganta arder e a mente flutuar. Terminou de comer o espetinho de carne que pedira e, de repente, uma presença masculina surgiu ao seu lado.

- Com licença, mas você também é coreano? - o rapaz indaga em seu idioma.

Taehyung sorri de canto, erguendo o copinho de vidro já vazio.

- Coreano e solteiríssimo, se quer saber. - respondeu, sedutor, avaliando o belo desconhecido de cima a baixo.

Ele tinha cabelos curtos, negros e estrategicamente bagunçados, piercings espalhados em cada orelha e um de argola no septo esquerdo. Usava jaqueta e calça jeans azul-marinho com uma blusa branca, além de botas pretas de cano alto.

Deveras caliente, ao seu ver.

- Ah, essa com certeza é uma ótima informação, viu? - um sorriso sacana se forma nos lábios alheios, para os quais Taehyung não consegue deixar de olhar, exceto para avaliar o restante daquele corpo escultural revelado pelas roupas apertadas.

Estava sedento por uns amassos cheios de pegada que acabariam em sexo selvagem, mas tentaria travar pelo menos um diálogo decente antes de se jogar nos braços daquele homem fortinho e gostoso.

- Por que Havana? - perguntou, com o semblante neutro, indicando com o olhar que o outro poderia sentar ao seu lado, e este assim o fez.

- Eu e meu irmão decidimos passar uns tempos aqui. Somos freelancers e vivemos de documentários, fotos, essas coisas. Chegamos há uma semana.

- Que coincidência… Eu sou fotógrafo.

- E o que você gosta de fotografar?

- Geralmente, paisagens. De natureza ou de cidade, tanto faz. Mas, se me contratarem, faço de tudo.

- Interessante. - uma voz idêntica à do rapaz à sua frente ecoou atrás de si, e ele vira o rosto para fitá-lo - Nu artístico incluso?

- Puta merda, quanto eu bebi?! - o loiro perguntou-se, confuso, mirando um de cada vez - Já estou vendo dois de você!

O desconhecido gargalha alto, assim como o… “Outro ele”?

- Esse é o meu irmão. - o rapaz sentado explica - Estávamos dançando e eu fiquei com sede, daí cheguei aqui, e… Bem… Encontrei algo mais interessante pra provar, se tiver sorte. - piscou para o Kim, sorrindo galante.

- Ah… - Taehyung solta uma risada sem-graça e, dessa vez, analisa com calma o cidadão atrás de si.

Ele tinha cabelos curtos ondulados nas pontas e tingidos de vermelho-cereja, apenas um brinco de argola em cada orelha, e suas roupas consistiam numa blusa xadrez azul-marinho de manga longa, calça de couro preta e sapato preto com detalhes dourados. Parecia mais… Meigo e doce, enquanto o outro tinha um ar mais rebelde e audacioso.

Ambos, porém, eram indiscutivelmente sexy, e ficava difícil disfarçar o quanto o desconcertavam devido à proximidade de seus corpos, pois o ruivo estava praticamente colado às suas costas, e o moreno tinha o rosto perigosamente próximo do seu.

- Qual é o seu nome? - o gêmeo recém-chegado pergunta.

- Taehyung. E vocês? - mirou de um para o outro, que trocaram sorrisos cúmplices.

- Vamos fazer o seguinte, Taehyung… - o de cabelos pretos desliza a mão por sua coxa, frisando seu nome de modo sensual, enquanto o irmão permanece de pé, posicionando-se do outro lado do mais velho - A gente não costuma revelar nossos nomes de verdade. Pelo menos, não logo de cara.

- Podiam ter dito isso antes de eu revelar o meu. - retrucou, contrariado, e ambos riram novamente - Posso saber pra que tanto mistério?

- É que... Dependendo do caso, sempre fazemos uma proposta antes. - o ruivo passa a mão por seu pescoço, arrepiando-o, e se aproxima de seu ouvido - Se aceitar, pode ter certeza que vai ser bem mais excitante se não souber quem realmente somos.

- C-como assim? - ele já estava nervoso e, ao mesmo tempo, com uma ereção surgindo entre as pernas.

- Já que sempre dividimos tudo desde pequenos… - o moreno torna a falar, agora com a mão em sua cintura - Concluímos que poderíamos ser generosos um com o outro em todos os sentidos.

- Me chame de Gukie. - disse o ruivo.

- E eu, de JK. - completou o moreno.

- Quer se divertir com a gente, Tae? Ao mesmo tempo?

O mais velho paralisou na mesma hora, chocado e, obviamente, com o pau latejando de desejo.

Sempre teve curiosidade sobre ménage à trois, mas nunca houve uma boa oportunidade para experimentá-lo, muito menos com dois belíssimos irmãos gêmeos.

- Quero. - murmurou, rindo nervosamente, e a dupla sorriu ainda mais.

Conversaram mais um pouco sobre onde já foram em Havana, dando dicas ao Kim sobre outros lugares para visitar, antes de seguirem para a pista de dança.

Ali, não demorou para Taehyung se ver literalmente preso entre os dois, que rebolavam descaradamente contra seu corpo, mostrando-lhe como já estavam tão duros quanto ele, enquanto a conhecida música de Camila Cabello tocava ao fundo.


Uuh, uuh, uuh uh uh
Eu soube quando o conheci
Eu o amei quando o deixei


Gukie simulava estocadas ao se esfregar atrás de si sob as luzes fracas do recinto, e JK roçava suas ereções pulsantes ao alisar seu peitoral, em estímulos que levavam Taehyung a arfar, pendendo a cabeça para trás com os lábios entreabertos.


Me fez sentir tipo
Uuh, uuh, uuh uh uh
E então eu tive que dizer a ele
Que eu tinha que partir, oh na na na na na


Ao se apoiar no ombro de Gukie, este aproveita para capturar sua boca, explorando a cavidade úmida com sua língua afoita, enquanto JK distribuía beijos e mordidas em seu pescoço, apertando seu membro necessitado e oculto sob a calça.


Havana, uh na na
Metade do meu coração está em Havana, uh na na
Por causa dele, eu voltei para o leste de Atlanta, oh na na na


Gukie liberou seus lábios e JK logo o puxou pela cabeça para prová-los também, deixando-os mais inchados pelas mordidas ferozes. Taehyung gemia ofegante contra a outra boca conforme os dedos de Gukie invadiam o tecido de sua blusa, apalpando cada centímetro possível de sua derme enquanto lambia e chupava calmamente a nuca acobreada.


Ah, mas meu coração está em Havana
Meu coração está em Havana
Havana, uh na na


- E-eu… Quero mais… M-mais do que isso… - Taehyung suplicou, dengoso, envolvendo o pescoço de JK num abraço frouxo, inebriado pelas ondas de calor que os três corpos emanavam.

- Vamos cuidar muito bem de você. - JK prometeu, deixando-lhe um selinho rápido antes de segurar sua mão para guiá-lo até o carro de janelas escuras estacionado na esquina, com Gukie na espreita.

O primeiro abriu a porta do banco do carona, e Taehyung entrou, repleto de expectativa.

Ficou no meio, imaginando que os dois iriam nos bancos da frente, mas foi surpreendido quando escutou a porta fechar e viu JK sentar ao seu lado, com Gukie acomodando-se no colo do irmão.

- Finalmente! - o ruivo exclamou, roubando os lábios alheios com volúpia após segurar seu rosto, sem conter nenhum desejo, com as mãos do irmão passeando firmemente por suas costas.

Taehyung assistia à cena, pasmo, observando Gukie se remexendo conforme JK apertava sua bunda entre as carícias, até que o moreno lhe encarou de esguelha.

- Te incomoda? - questiona, risonho, antes de Gukie arrastar seu lábio inferior com os dentes, fitando-o do mesmo jeito provocante.

O mais velho nega com a cabeça, boquiaberto.

Não imaginava que os gêmeos também se partilhavam entre si, mas...

Isso apenas deixava tudo ainda melhor.


Notas Finais


😇


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...