História All of the stars - Capítulo 10


Escrita por:

Postado
Categorias EXO
Personagens Park Chan-yeol (Chanyeol), Personagens Originais
Tags Novela, Romance
Visualizações 6
Palavras 1.936
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Romance e Novela
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 10 - Lobo em pele de cordeiro


Fanfic / Fanfiction All of the stars - Capítulo 10 - Lobo em pele de cordeiro

Jessie flashback  on

Sou apenas dois anos mais nova que Chanyeol e posso afirmar com toda certeza  que nos conhecemos desde sempre. Porque nossas famílias sempre tiveram acordos em comum no mundo dos negócios e com isso consecutivamente crescemos lado a lado se  assim posso dizer porque éramos do mesmo nível social. Que nos encontrarmos em eventos sociais por causa da vida que tínhamos era algo comum de acontecer  pra nós dois naquela época de nossas vidas e ainda continua sendo até hoje.

Me lembro de sempre gostar dele desde quando eu tinha os meus quinze anos de idade e ser louca pra namorá-lo. Mas Chanyeol era um partido bem competido por aqui no auge dos seus 17 anos de idade e tinha uma fila enorme de garotas no seu pé. Que mesmo sendo quem eu era e cheia de requisitos pra ocupar tal cargo em sua vida. Ainda era apenas mais uma na sua imensa lista de espera para se tornar a namorada perfeita aos seus olhos . Ele era praticamente o sonho  de consumo de qualquer garota da minha idade e também era o genro ideal para todos os pais sem sombra de dúvidas. Só que chegar até ele foi algo inacessível pra mim nesse tempo,mesmo eu tentando mexer os meus pauzimhos longe dos bastidores  e almejando  furar o bloqueio que me separava do amor da minha vida. 

Eu sempre fui muito mimada pelos meus pais por ser filha única e conseguia mole mole tudo o que eu dizia que queria ter fosse o que fosse. E sendo assim eu seria aquela  quem futuramente tomaria conta do império da minha família e  que eles construíram com tanta sabedoria. Mas  eu apenas poderia fazer isso tudo acontecer o dia em que me casasse,tivesse do meu lado um homem honrado e que pudesse assumir o poder das empresas Jung junto comigo. E  por que não alguém como Park Chanyeol? Que era rico,bonito,inteligente,sensível,amável com as pessoas e  havia nascido exclusivamente  pra poder ocupar tal cargo na minha vida e tinha todos os pré requisitos pra ser o marido perfeito visão dos meus pais  sobre o assunto em questão. Então sendo assim como eu raramente não era  atendida pelos meus pais nos pedidos que lhes fazia e era muito difícil eu não conseguir ter o que  desejava deles na hora em que eu queria e como eu queria. Eu  ficava no pé deles até obtê-lo como sendo o que  achava ser uma prioridade pra mim e só parava quando eu conseguia. E  como tudo o que eu mais queria era  ter Park Chanyeol só pra mim e nada mais além disso.  Creio que desta vez  isso não seria muito diferente de ser alcançado por mim como foi em tantas outras e eu sabia que teria o meu pedido atendido por eles quando eu menos esperasse.

Foram anos e anos de luta e esforço  tentando me aproximar dele e chamar a sua atenção só pra mim. Mesmo com ele sempre estando  rodeado de belas garotas o tempo todo e podendo escolher á dedo com qual delas poderia ficar. 

Confesso que foi uma longa jornada até conseguir definitivamente atrair os olhares de Park Chanyeol apenas pra mim e mantê-lo assim por um bom tempo anulando o poder que as outras garotas ainda poderiam ter sobre ele e com isso as jogando pra fora do meu caminho pra sempre.E tudo porque com meu corpo sexy e sedutor eu acabei conseguindo fazê-lo comer na palma da minha mão em menos de seis estando juntos.

O único obstáculo entre Chanyeol e eu quando começamos á namorar foi a sua governanta : a Ba. Porque ela meio que criou ele desde que seus pais faleceram e acabou se tornando parte fundamental de sua vida depois disso. O que lhe dá diretos mais do suficientes pra se intrometer em sua vida particular e nas suas possíveis escolhas amorosas também. E tudo porque ao meu ver ele deu liberdade demais pra quem deveria ser apenas sua serviçal e ponto final. O que foi exatamente  que aconteceu com a gente nessa época do nosso namoro. Ela nunca foi muito com a minha cara desde que me viu pela primeira vez e nunca conseguiu esconder isso dele. Admito que eu também não fui com a cara dela desde o início. Mas diferente dela eu tentei não demostrar isso logo de cara pra ele e fingia o tempo todo  que gostava da miserável e até  tentava ser próxima dela. Só que por incrível que pareça ela acabou sacando toda a minha jogada e ficando ainda mais contra mim quando soube disso. Eu era amável e atenciosa com ela toda vez que tínhamos que conviver juntas e tentava ocultar ao máximo todo e qualquer desconfortável que eu sentia e que era ter que lidar com isso  e como se isso não fosse um saco pra mim. E tudo pra quê?Se no fim das contas  todo esse sacrifício não deu em nada e eu ainda saí como a bruxa má nessa história toda. 

Bem...ficamos noivos e estávamos perto de nos casar mesmo tendo uma inimiga me secando e tentando me destruir perante ele o tempo todo. E esses foram os melhores anos da minha vida e da nossa história juntos. 

Ao meu ver tudo parecia estar indo muito bem entre nós dois e eu não conseguia enxergar um fim nisso. Eu era linda,sexy,rica,sedutora e sabia satisfazê-lo como ninguém na cama. Sabia me vestir e sempre estava impecável ao seu lado em todos os eventos em que éramos convidados á participar. Que  aos olhos da sociedade e aos meus formavamos o  casal mais lindo e invejável de Seoul.Eu era muito  carinhosa,atenciosa e amorosa até demais com ele. Mesmo quando estávamos  rodeados de pessoas aonde quer que fossemos,eu sempre lhe demonstrava o meu afeto em público e sem vergonha alguma disso. Admito que também tinha uma falha e  que era absurdamente ciumenta ao extremo. Porque ele sempre era o centro das atenções por onde íamos  e as mal intencionadas caiam matando dando tiro pra todo lado e como se estando acompanhada dele eu fosse completamente invisível as vezes. Mas tirando o fato de que eu sempre fazia um escarcéu desnecessário  e a gente brigava feio quando ele era fotógrafo perto de outra garota que não fosse eu ou por ser gentil demais sempre queria ser prestativo e atencioso com todo mundo e com isso sempre me deixava de lado em tais eventos.  Eu ainda não conseguia ver que isso poderia causar uma futura separação e muito menos um término definitivo em nosso noivado e na véspera do nosso casório. Que pirei no dia em que ele me procurou e me disse sem rodeios que tudo estava acabado entre a gente pra sempre. E a parte mais dura e complicada de tentar entender isso tudo e saber sobreviver  depois disso, foi o motivo banal que ele me deu sobre o porquê estava rompendo comigo. Quando histérica eu berrei aos prantos e agindo feito uma louca, eu lhe implorei pra saber aonde eu havia errado comigo. E tudo o que ele me disse,foi uma desculpa esfarrapada com a cara mais deslavada desse mundo todo e na maior paciência que só ele pode ter Já que Park Chanyeol era o pai da paciência em pessoa e rei dos pobres e oprimidos.Que achei uma puta de uma sacanagem de sua parte para comigo e com tudo o que sentia por ele. Escutem só: 

" -  Que éramos muito diferentes um do outro e que ele não saberia lidar com isso. Que queria sim se casar,ter filhos e queria fazer isso antes dos 30 anos. Mas que eu não era a pessoa certa pra fazer isso e nem merecia ocupar tal posição em sua vida. Porque eu era fútil,volátil e inconstante demais. E eu soube friamente por ele  que no fundo no fundo,  a gente só havia ficado  junto durante todo aquele tempo,porque isso era bem visto para os negócios que nossas famílias tinha em comum e que nossa união fortalecia as ações  das duas  empresas." 

Foram os piores meses da minha vida e eu quis morrer por não saber como eu deveria lidar com tudo isso. E mesmo com tanta insistência dia após dia indo  até dele e correndo atrás do prejuízo. Não houve choro nem pedido desesperado da minha parte ou da parte dos meus pais que o fizessem mudar de ideia quanto ao nosso fim. E foi aí que eu tentei me matar e fiquei fora de mim. E disso eu acabei conseguindo obter sua compaixão por um bom tempo e ele ficou imensamente preocupado  por todo o sofrimento que havia me causado com nossa brusca ruptura. Que com culpa no cartório decidiu   se manter ao meu lado enquanto eu me curava e ganhei um amigo inesperado. Que mesmo que eu não  pudesse tê-lo perto de mim do jeito que era antes e como meu noivo. Da forma mais dura possível descobri era melhor tê-lo assim do que não  tê-lo de jeito nenhum.

Alguns meses se passaram, eu me curei da minha depressão e logo em seguida o inesperado aconteceu  : ele se afastou de mim outra vez. 

Agora não dava mais pra fazê-lo cair no mesmo golpe da depressiva desesperada e da noivinha abandonada no altar pelo próprio noivo. Mas se eu não fizesse nada pra mudar a minha atual realidade e nem tentasse trazê-lo pra perto de mim fosse como fosse. Eu sabia que iria perdê-lo de novo se ficasse parada e de braços cruzados o vendo me dar as costas e saindo da minha vida pra sempre. E tudo o que eu temia iria acontecer o quanto antes e eu  teria que vê-lo ao lado de outra cedo ou mais tarde. Que eu preferia mil vezes  morrer do que ter que ver algo assim acontecendo e bem debaixo do meu nariz. 

Eu era louca por ele e pra sempre seria e , pra mim,isso nunca iria mudar. E enquanto ele não soubesse que eu era a única garota que poderia e que seria capaz de  fazê-lo feliz. Eu estaria ao seu lado o tempo todo e pra lhe mostrar que ninguém nesse mundo faria isso por ele no meu lugar como eu faria. E foi aí que apelei pro lado sensível e humano dele e virei sua melhor amiga. Claro que isso  sempre teve e sempre vai ter um dedinho sujo dos meus pais e meu nas diversas vezes em que tentei ficar perto dele. E não vai ser agora que vou desistir dele e que vou fazer de conta de que não tivemos uma vida juntos. Porque tivemos e isso foi bom pra ele eu tenho certeza disso. Ele só está perdido e confuso com as inúmeras opções de garotas que têm ao seu redor e que ele acha que merecem uma chance ou que podem fazê-lo mais feliz do que assim eu o faria. Mas aos poucos creio que ele vai sair desse transe,vai abrir seus olhos e vai perceber que eu sou tudo aquilo que ele precisa ter em sua vida e   pra ser totalmente feliz.

E se você quiser saber o que eu fiz pra tentar separá-lo da suburbana holandesa de Amesterdã. Sinto lhe dizer que vai ter que ler capítulo por capítulo pra poder entender o quão difícil eu tornei ainda essa história clichê de amor á distância  entre o cara rico e a garota pobre. E que por ser ingênuo demais Chanyeol nunca sacou que tudo sempre dava errado pra eles ,porque era eu quem sempre dificultava a coisa toda. 

Jessie flashback off




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...