História "All these years" - Limantha - Capítulo 6


Escrita por:

Postado
Categorias Malhação
Tags Felica, Heloísa Gutierrez, Limantha, Malhação, Samantha Lambertini
Visualizações 454
Palavras 3.639
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Famí­lia, LGBT, Orange, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Volteeeei.
Sem motivo nenhum, só tenho ansiedade, acho que esse capítulo não ficou tão bom mas é isso.

Capítulo 6 - Dinner.


- Você só pode estar zoando com a minha cara, Samantha cruza os braços e encara o irmão quando vê a mãe voltando da cozinha com duas xícaras nas mãos.
- Eu posso saber o que ele está fazendo aqui?, Samantha pergunta pra mãe, Marcela engole seco.
- Filha, ele veio pedir desculpas, seu irmão está arrependido não é filho?, Felipe balança a cabeça em concordância olhando para a irmã com um sorriso cínico no rosto.
- Você é muito trouxa né mãe pelo amor de Deus, Samantha sai da sala e corre em direção ao quarto.
      WhatsApp on: jantar  da Lica.

Samantha: Felipe voltou pra casa.

Gutoso: O QUE?

Kath: O QUE?

Lica: O QUE?

Samantha: é isso mesmo que vocês leram, chegou aqui se fazendo de arrependido, e minha mãe caiu na dele.

MB: esse jantar vai dar o que falar.

Samantha: puta que pariu, eu tinha esquecido do jantar.

Japa loira falsificada: Eu vou descer o murro nesse bode

Gabriel: surra no bode

Gutoso: surra no bode

Clara: surra no bode

Samantha: AAAAA MANO VOCÊS SÃO PÉSSIMOS, SOCORRO.

Lica: Sammy na moral, vamos mudar o lugar desse jantar, eu não tô afim de ficar perto do Felipe.

Samantha: Vamos, qualquer coisa a gente vai pro Noboru.

Japa Loira falsificada: fechado.

WhatsApp off.

Samantha trocou de roupa e se jogou na cama, sua cabeça está uma confusão, ela não conseguia parar de pensar no beijo com Lica, e não conseguia esquecer a cara de cínico do irmão, a garota resolveu que iria dormir e no outro dia conversaria com a mãe sobre mudar o jantar para o restaurante do pai da tina, e também conversaria com Lica sobre o apartamento do tal amigo, a garota não suportaria ficar na mesma casa que o irmão mais velho, e sabia que o garoto seria um problema.
No outro dia Samantha acordou com seu celular tocando, olhou no visor já passava das 10 da manhã, o nome de Lica brilhava na tela.
- Bom dia, atendeu bocejando.
- Bom dia Sammy, você pode me encontrar daqui meia hora?, Lica perguntou.
- Depende, pra que?, Samantha se sentou na cama.
- O Guto e a Katharine já estão comigo, vamos falar sobre a mudança de vocês, vem tomar café com a gente, Lica explicou.
- Aonde vocês estão?, Perguntou a garota já de pé indo em direção ao banheiro.
- No Roney, Lica disse.
- Tá bom, Jajá eu tô aí, Samantha desligou o celular e foi se arrumar, e em menos de 40 minutos já estava sentada na lanchonete junto com os amigos.
- ontem depois que você contou que o Felipe estava na sua casa eu imaginei que você não iria querer ficar mais lá, então eu liguei pro meu amigo, e ele disse que eu poderia ir buscar a chave, Lica diz tirando a chave do bolso.
- A primeira coisa que eu pensei quando vi meu irmão, foi te perguntar se tinha como falar com o seu amigo, Samantha confessa, eu entendo que ele também é filho dela, mas minha mãe não poderia deixar ele voltar pra casa sem falar comigo, Samantha trinca os dentes.
- esse moleque já está enchendo minha paciência, Guto resmunga.
- A minha também Gutinho, eu não aguento mais, Lica revira os olhos.
- Mas e quanto ao aluguel do ap?, Katharine comenta sobre um detalhe que até então estava esquecido.
- Olha, ele não vai cobrar aluguel, a única coisa que vocês vão ter que pagar é o condomínio e tal, que ele disse que é em torno de uns 500 reais, Lica explica.
- divido por três é de boa, quando a gente pode mudar?, Guto pergunta.
- Quando vocês quiserem, Lica balança as chaves, todos na mesa sorriem e continuam conversando enquanto comem, na volta pra casa Guto e Katharine vão resolver alguma coisa da faculdade e Lica e Samantha voltam juntas.
- Você acha que o Felipe ainda gosta de você, ou ele faz isso de pirraça?, Samantha pergunta enquanto caminha ao lado de Lica.
- Eu não sei, eu acho que ele gosta mas também é pirraça, ele nunca aceitou o fato de que desde sempre eu gosto de você, Lica diz normalmente fazendo Samantha parar e a garota caminhar sozinha, Lica para e olha pra mais nova.
- O que foi? Ele sabe que eu sempre gostei de você, Lica da de ombros.
- ele sabia, eu não, só fiquei sabendo no dia da exposição, eu também sempre gostei de você mas você começou a namorar meu irmão, e eu achei que não era recíproco, mas pelo jeito é, Samantha sorri e anda até Lica.
- eu não tentei nada porque achava que você era afim do Guto, Lica sorri sem graça.
- O Guto sempre foi meu melhor amigo, e quando você começou a ficar com Felipe eu contei pra ele tudo que eu sentia, e ele foi super compreensivo comigo, e do nada a gente tava namorando, Samantha ri.
- acontece, eu achei que gostava do Felipe, mas na verdade eu só queria estar perto de você, Lica sorri, as duas começaram a relembrar as coisas da infância, e logo chegaram em casa, Samantha abriu a porta ainda rindo com Lica em seu encalço.
As duas entraram e Marcela veio em direção a elas.
- Lica querida, quanto tempo, Marcela sorri.
- Oi tia, Lica se aproxima e abraça a mãe da mais nova, quando se separam Lica nota que Felipe está parado atrás da mulher sorrindo.
- Oi Lica, o garoto se aproxima na intenção de dar um selinho na garota que desvia.
- Oi, Lica responde seca, Samantha não perde tempo e pega na mão de Lica cruzando os dedos nos da garota.
- Vem, vamos subir, Samantha chama a garota, Marcela sorri, e Felipe fecha a cara, antes de subir Samantha avisa.
- Mãe mais tarde precisamos conversar ok?, A mulher acente e as duas vão para o quarto da garota, Lica senta na cama da garota e começa a reparar no quanto ele mudou, um violão estava encostado em um canto, várias partituras estavam jogadas perto, Samantha se sentou na cama também e encarou a garota.
- O Felipe é tão incoveniente, Lica solta do nada se virando pra encarar Samantha.
- Nem me fale, Samantha revira os olhos.
- Desculpa por isso, Samantha sorri pra garota.
- Você nãoe deve desculpas Lica, Samantha deita na cama, o Felipe que não se toca, a garota encara o teto, Lica se deita ao lado da mais nova.
- Eu não quero mais nada  com ele e já deixei isso bem claro, Lica se vira pra encarar a garota, Samantha também se vira, eu só quero uma pessoa, na verdade eu sempre quis essa pessoa, Lica sorri.
- E eu posso saber quem é?, Samantha sorri divertida.
- Uma tal de Samantha Lambertini, Lica pisca.
- Não conheço, Samantha ri, mas para quando percebe o olhar fixo de Lica cair sobre ela, o olhar das duas se conectam e as duas se perdem no olhar uma da outra, Lica não sente quando se corpo de aproxima do de Samantha, e seus lábios quase que instantaneamente se juntam, o beijo começa apenas com um selinho, mas Samantha logo pede passagem com a língua e Lica cede, o beijo começa a ficar mais intenso, Lica aperta a cintura de Samantha com um pouco mais de força e um gemido escapa da boca da garota fazendo o corpo de Lica se arrepiar, o beijo é quebrado quando a porta do quarto da garota é aberta derrepente, mas as duas não se afastam, Lica continua com a mão na cintura de Samantha e a mais nova com a mão no pescoço de Lica.
- QUE PORRA É ESSA?, A voz de Felipe ecoa pelo quarto fazendo as garotas finalmente olharem pra porta.
- Um beijo, que poderia ter virado algo mais se você não tivesse atrapalhado, Lica responde ríspida e Samantha gargalha.
- Levanta dessa cama agora, sai de perto dela, Felipe avança até a cama puxando Lica pelo braço.
- Não encosta em mim, Lica se desvencilha da mão do garoto.
- Sai do meu quarto garoto, Samantha empurra o irmão pelo peito.
- Cala a boca sua vagabunda aproveitadora, Felipe quase rugi.
- Olha lá como você fala com ela, Lica desafia o garoto.
- Você é louca né, de me trocar por ela, aponta pra irmã, eu posso te oferecer coisas que você nunca vai ter com ela, Felipe tenta se aproximar de Lica que dá um passo para trás.
- Eu não preciso de nada de você garoto, se toca, só tem uma pessoa nessa vida que pode me oferecer tudo que eu quero, Lica puxa Samantha para si e abraça a garota pela cintura.
- Isso não vai ficar assim, Felipe sai do quarto da irmã batendo a porta, Samantha olha pra Lica e não consegue conter o impulso de beijar a garota novamente, o beijo é quebrado por faltar de ar, as duas se encaram e não conseguem segurar o sorriso, as duas passaram o resto do dia juntas e a noite Marcela foi informada de que o jantar não seria mais na sua casa pois Lica não se sentia confortável com a presença de Felipe, a mulher mais velha entendeu e concordou, Samantha também comunicou sua mãe que se mudaria em breve, Marcela apenas aceitou, sabia como era a relação da filha com o irmão mais velho, e não queria obriga-la a conviver com ele, mas também deixou claro que não poderia deixar o filho na rua.
No dia do jantar todos estavam reunidos no restaurante do Pai de tina, o homem gostava muito de lica e disse que o jantar daquela noite seria por conta dele, todos comemoram.
Samantha estava sentada no meio de Lica e katharine, Guto estava ao lado de katharine, que estava sentada de frente para MB, e ao seu lado esquerdo estava Clara, do direito estava gabriel os amigos conversavam animados sobre a mudança, quando a comida chegou, eles começaram a comer e brincar, lica sem querer derrubou shoyou na blusa que estava usando e pediu licença para tentar limpar, Samantha tambem pediu licença e foi atras da garota, Lica se assustou quando ouviu a voz de samantha vindo da porta.
- precisa de ajuda?, a mais nova pergunta.
- Só se você tiver um pote de vanish escondido na bolsa, Lica ri fazendo samantha rir junto.
- Infelizmente eu não tenho, Lica faz cara de triste.
- então minha blusa vai pro lixo, tambem quem mandou eu vi de blusa branca, Lica diz indignada com ela mesma.
- olha não é muito inteligente vir para um restaurante japones de camiseta branca, samantha ri.
- Eu tenho que concordar, Lica ri e desiste de tentar tirar a mancha.
- vamos antes de que eles acabem com a comida, Lica diz, antes de passar por samantha a mais velha rouba um selinho da mais nova que sorri, samantha escorrega sua mão até a mão de lica e as duas voltam pra mesa de mãos dadas atraindo o olhar dos amigos que ficaram em silencio
- Oque eu perdi?, Tina pergunta chegando no exato momento que as duas voltaram pra mesa, a garota olha para as amigas de mão dadas.
- eita pelo jeito eu perdi muito coisa, se senta ao lado de gabriel.
- Pelo jeito todos nós perdemos. MB comenta.
- Nós não, Guto e katharine dizem ao mesmo tempo e caem na risada.
- Vocês estão finalmente se pegando?, Gabriel pergunta.
- Como assim finalmente?, lica questiona se sentando sendo seguida por samantha.
- Meu Gaydar nunca falha Liquinha, e a cara de apaixonada da samantha também sempre foi a mesma, Gabriel ri e lica encara samantha que está vermelha igual um pimentão.
- Cala a boca poc, Samantha rebate o  amigo fazendo os presentes na mesa rirem, Samantha e lica agora são o assunto da mesa, com perguntas vindas de todos e as duas tentando se desvencilhar, elas não tinham nada assumido, só o sentimento, nunca sentaram pra definir nada, o jantar continuou com piadas sobre as duas e todos rindo, derrepente um silencio caiu sobre a mesa quando a porta do restaurante se abriu, e por ela Felipe passou acompanhado de uma garota morena toda sorridente, MB engoliu seco, e katharine também, a garota ao lado de felipe era katiane Ex namorada de MB e a primeira namorada de Katharine mas os dois não sabia um do outro, Samantha encarou a amiga com preocupação, sabia como a separação das duas foi conturbada e deixou a amiga bem mal, MB ria de nervoso, Katiane tinha traido ela com um amigo proximo, Tato, o Loiro ainda perdoo e depois descobriu que Katiane estava gravida do amigo, mas acabou perdendo o bebê, que ela jurava ser de MB, mas o loiro descobriu mais tarde que a garota ainda continuava com tato, Felipe sorri para os amigos na mesa, e Katiane se espanta ao ver MB e katharine na mesma mesa, Katharine levanta e corre em direção ao banheiro quando seu olhar cruza com o de Katiane, Guto e Samantha correm atras da amiga e deixam os outros na mesa sem entender nada.
Os tres demoraram pelo menos meia hora até Katharine ter coragem de voltar pra mesa, a conversa ja tinha sido retomada mas o clima estava tenso, os tres se sentaram em silencio e ninguem perguntou nada, continuaram conversando, mas samantha agora estava abraçada com a amiga enquanto conversavam, lica sentiu um pontada de ciumes ao ver a cena porem ficou na dela e continuou contando sobre sua viagem.
- E como vocês se recontraram?, Gabriel pergunta se referindo a lica e samantha.
- Essa historia é ridicula, a voz de Felipe se faz presente proxima a mesa, A lica teve oportunidade de apresentar um puta quadro em paris, mas escolheu um bem bosta que na verdade era um retrato da minha irmãzinha, o desprezo pode ser ouvido na voz de felipe.
- Ainda bem que a liquinha tem bom gosto né brother, e escolheu o Lambetini certo, imagina se ela pinta um quadro seu, ia parecer uma exposição de terror, MB interrompe o amigo, fazendo a mesa explodir em uma gargalhada alta.
- Não fode MB, felipe diz irritado.
Lica notou que Katiane não tirava os olhos de Katharine e a garota permanecia de cabeça baixa sem encarar a outra, aquilo já estava incomodando Lica, Felipe continuo torcendo farpas com MB, quando Katharine novamente se levantou dizendo que precisava tomar um ar, Katiane ameaçou ir atrás da garota mas foi impedida por Samantha.
- Nem ouse chegar perto dela tá me ouvindo, os presentes encararam Samantha que estava fervendo de ódio olhando pra garota.
- Já volto, Samantha anúnciou e saiu atrás de Katharine.
- O que foi isso?, Felipe perguntou para Katiane.
- coisa minha, a garota respondeu de cara fechada.
- vocês dois se merecem sabia, Guto soltou.
- Cuidado em Felipe daqui a pouco o chifre tá predendo nos fios da rua, MB diz.
- Cala a boca Michel, Katiane diz ríspida pro loiro.
- vocês se conhecem?, Felipe pergunta.
- Muito mais do que eu gostaria, MB responde, Felipe olha confuso para a garota, mas muda de assunto se direcionando a Lica.
- a gente pode conversar?, Pergunta pra garota.
- Não, vocês não podem, Samantha volta de mãos dadas com Katharine.
- eu não falei com você, aberração, Felipe encara a irmã.
- chama ela assim de novo pra você ver se eu não quebro pelo menos 2 dentes seus, Lica diz se levantando e pegando a mão livre de Samantha.
- Que porra é essa Lica, você tá vendo ela de mãos dadas com outra e ainda vai defender?, Felipe diz indignado.
- Ela estar de mãos dadas com a Katharine não significa que elas ainda estão juntas seu babaca, Lica responde, e se tivessem eu aceitaria  um poliamor tranquilo, a Katharine é uma gata também, Lica sorri em provocação, fazendo os amigos se agitarem batendo palmas e assoviando.
- Isso é ridículo, o garoto rebate.
- Ridículo é você se achar melhor do que elas, na boa Felipe olha pra Samantha, e olha pra Katharine, você não chega nem perto do chão que elas pisam, as garotas olham pra Lica e e sorriem, Lica pisca para as duas.
- se duas mulheres não reproduzem, imagina três, o garoto debocha rindo.
- e você acha esse rachizinho que você chama de ponto reproduz? Faz me rir né cara, Lica debocha fazendo novamente os amigos caírem na gargalhada e até Katiane ri.
- Irmãozinho essa foi tua deixa, pega teu rachi e tua mina e vaza daqui, MB diz rindo, Felipe olha pros ex amigos com ódio nos olhos e sai puxando Katiane do restaurante, Lica, Samantha e Katharine que até então estavam em pé voltam a se sentar.
- Lica eu te venero, tina diz rindo.
- aquela história de poliamor é sério?, Katharine pergunta segurando o riso, fazendo Samantha olhar com cara de choque pra ex namorada.
- Olha eu tô topando em, Lica responde também segurando o riso.
- É O QUE HELOÍSA?, Samantha olha pra garota de franja mais chocada ainda.
- A Sammy eu não posso perder a oportunidade né, Lica sorri de lado.
- Se peguem sem mim ok, eu não aceito isso, onde já se viu, Samantha diz revoltada, fazendo Katharine e Lica não aguentarem mais e gargalhar, fazendo todo mundo rir da cara de indignada de Samantha.
- A gente tá te zoando Sammy, eu já te disse que só quero uma pessoa, Lica sorri roubando um selinho da garota, que sorri boba, um coro de "awwwn" ecoa pela mesa.
- Finalmente meu shipp tá acontecendo, Clara comemora.
- Até você clara, Lica diz indignada.
- Ah Maninha, não tem como não shippar vocês são tão fofas juntas, clara diz fazendo uma cara fofa.
O jantar volta a correr normalmente, Katharine ainda está meio cabisbaixa, mas MB consegue arrancar umas boas risadas da garota, na hora de ir embora o loiro se oferece para levar a garota pra casa que aceita a carona de bom grado, como os outros moravam no mesmo bairro foram embora juntos.
- Eu não tô afim de dormir na minha casa, Samantha revira os olhos.
- Dorme lá em casa, clara oferece, a Lica vai adorar né maninha, clara pisca maliciosa pra irmã que ficar sem graça e vermelha igual um pimentão.
- Clara pelo amor de Deus, Lica diz tentando disfarçar o quanto tinha ficado sem graça.
- Demoro, não é como se a gente nunca tivesse dormido juntas né Lica, Samantha diz.
- eu não respondo pelos meus atoas viu, Lica solta fazendo os amigos rirem.
- que isso em Lica marcando em cima mesmo, é assim que eu gosto, Gabriel encoraja a amiga.
- Tenho que marcar presença né gabs, a garota sorri pro amigo.
Os amigos seguiram pra casa conversando e rindo, assim que chegaram no bairro se despediram Lica acompanhou Samantha até sua casa porque a mais nova queria pegar uma roupa limpa, Samantha subiu pro seu quarto e Lica ficou esperando na sala, nesse meio tempo Felipe surgiu pela porta fedendo a whisky barato e cigarro, o garoto ia passar reto quando viu Lica sentada no sofá e foi tropeçando em direção a sala.
- Lica meu anjo, o garoto diz embolado.
- Você tá bêbado?, Lica pergunta.
- Só se for de amores por vocês, o garoto tenta avançar em direção a Lica, que se levanta rapidamente e sai da direção do garoto que não consegue se equilibrar e cai de cara no sofá, Felipe levanta bravo e avança com um pouco mais de rapidez não dando tempo de Lica  fugir, o garoto agarra Lica com força pela cintura e tenta beijar a boca dela, Lica tentando de todos os modos fugir mas Felipe é extremamente forte, quando o garoto Finalmente consegue colar seus lábios aos de Lica, Samantha entra na sala.
- Lica vam... QUE MERDA É ESSA? Felipe se assusta e acaba soltando Lica que corre em direção a Samantha.
- Sammy, ele me agarrou, Lica sentia as lágrimas se formando em seus olhos, ele é mais forte do que eu, eu não consegui me soltar, a primeira lágrima escorreu pela bochecha de Lica, e Samantha vê que a garota está falando a verdade e a abraça imediatamente, Felipe se revolta com a cena e avança em direção as duas com os punhos cerrados, Samantha se solta de Lica e se põem em frente a garota, Felipe sorri diabólico se preparando para acertar o rosto da irmã com um soco mas os reflexos lentos não detectam os sinais de que Samantha já estava preparada para socar o irmão primeiro, Felipe só sente impacto do soco  e o chão duro em baixo de si.
- Encosta nela de novo, e eu te mato, você me ouviu?, Samantha sentia o ódio correr e suas veias, seu lixo, a garota cospe na cara do irmão que tenta se levantar mas não consegue, e sai puxando Lica pela mão.
Já no quarto Lica estava deitada no peito de Samantha enquanto a mais nova mexia em seu cabelo.
- Obrigada por ter me defendido, você é demais, Lica beija o queixo da garota.
- ele não tem direito de fazer isso, ele é o babaca, e eu estou aqui pra defender meu nenê, Samantha beija a cabeça de Lica.
- Eu te amo Sammy, sempre te amei, Lica confessa, Samantha sente seu coração disparar e Lica sente.
- Eu também te amo Lica,  Lica sorri, e abraça a cintura de Lica mais forte, e logo as duas pegam no sono.


Notas Finais


Agora eu posso demorar um pouco pra voltar, esse é o último capítulo que eu ainda tinha pronto.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...