História All these years - Capítulo 3


Escrita por:

Postado
Categorias Camila Cabello, Fifth Harmony
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton, Personagens Originais
Tags Ally Brooke, Camila Cabello, Camren, Camz, Dinah Jane, Laur, Lauren Jauregui, Lesbicas, Normani Kordei, Norminah
Visualizações 32
Palavras 1.396
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Crossover, Famí­lia, Ficção Adolescente, Romance e Novela, Yuri (Lésbica)
Avisos: Bissexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Passou mais de 1 ano eu sei, mas uma amiga pediu e eu retomei essa fanfic

Capítulo 3 - Sorveteria


P.O.V Camila

   Ontem a Lauren me derrubou duas vezes e na segunda vez, eu nunca fiquei tão perto assim dela e como se não pudesse ficar melhor ela me perguntou se eu poderia dar aulas de física pra ela e claro que eu adorei a ideia entao depois de fingir pensar eu aceitei, perguntei quando ela gostaria de começar e ela me disse que agora mesmo.

   Chegamos na sua casa, e o caminho até aqui foi muito difícil porque eu morro de medo de andar de moto e a da Lauren é daquelas bem grande, quase que eu morri, teve um momento que ela deu uma acelerada e eu acabei apertando ela com medo de cair, mas felizmente ela dirige bem e ninguém morreu no caminho.

   Entramos na sua casa e fomos direto para o seu quarto, pegamos as coisas e começamos a estudar e meia hr depois a Lauren já estava quase no meu colo e com um olhar fixado em alguma coisa que eu não identifiquei direito o que era, e me toquei de que ela já não prestava muita atenção, resolvi terminar a aula e ir embora ela ate tentou me fazer ficar, coisa que eu ia adorar só pra poder continuar do lado dela, mas deu a minha hora nos despedimos e eu deixei a sua casa.

   Fui embora caminhando mesmo já que não era tarde, e o meio do caminho recebi uma mensagem da Bella me convidando para irmos tomar sorvete e claro que eu aceitei, já que ela é a minha melhor amiga.

      Cheguei na sorveteria e procurei uma mesa pra me sentar e esperar por ela, peguei meu celular e fiquei mexendo quando de repente uma mão cobriu meus olhos e pela quantidade de anéis nos dedos já sabia quem era.

   - Bella pode aparecer que eu sei que é você.

   - Assim não tem graça Mila como você sabia que era eu?

   - Pela quantidade de anéis que você tem na mão fica fácil de adivinhar.

   - Na próxima eu tiro eles, assim fica mais difícil. – Ela disse, me beijou a bochecha e se sentou na minha frente. – Me desculpa a demora eu estava saindo de casa e a minha mae me pediu ajuda com os seus quadros.

   - Não tem problema eu acabei de chegar também, a tia Tamara ainda está pintando?

   - Ela esta sim, e agora ela me ensina também e quando tivermos uma boa quantidade ela vai tentar expor eles em alguma galeria.

   - E eu que achei que você só dançava, também é pintora agora, parabéns multi talentos.

   Estavamos conversando e uma garçonete apareceu perguntando os nossos pedidos.

   - O meu eu quero de morango, e o dela de chocolate trufado. – Bella respondeu por nos duas, e a moça foi embora com os nossos pedidos.

   - Como você sabia que era esse o sabor que eu queria?

   - Porque desde que eu te conheço esse é o seu sabor favorito de sorvete, você ama chocolate.

   - Isso é verdade. – Respondi sorrindo

   - Seu sorriso é lindo sabia Mila. – Agora fiquei com vergonha, a Bella adora me elogiar e desde que a conheço não me acostumei com isso ainda.

   - Obrigada. – Agradeci e a garçonete chegou com os nossos pedidos.

   Tomamos o nosso sorvete entre brincadeiras e risadas, e logo fomos embora.

   P.O.V Lauren

   Depois que a Camila foi embora eu parei de viajar e voltei a realidade, hoje agora de tarde tem treino de basquete e eu não posso faltar aos treinos, me arrumei bem depressa e fui pra quadra acabei chegando la em cima da hora.

   - Eai branquela achei que você não vinha mais, porque demorou?

   - Eu estava atrás de alguém pra me ajudar a não ficar em recuperação. – Falei tirando a minha mochila e colocando a mesma em cima dos bancos.

   - E você achou? – Perguntou enquanto trocávamos passes no aquecimento.

   - Achei sim, ela se chama Camila. Hoje mesmo ela já me ensinou algumas coisas e amanhã nós vamos continuar.

   - Legal, só espero que você passe logo caso contrario não vai participar dos jogos de verão e eu sou muito boa. – Convencida nem um pouco ela. – Mas somos muito melhores com você no time.

   - Pode deixar que eu vou conseguir.

   Continuamos com o treino, e hoje o negocio foi cansativo porque além de treinarmos algumas jogadas e táticas de defesa, teve a parte de exaustão que cumpriu bem o seu papel, deixando todas do time mortas de cansadas.

   Eu já tinha tomado meu banho no vestiário quando a Vero e a Lucy chegaram me convidando para ir com elas em uma sorveteria, eu aceitei e fomos eu e a Dinah na minha moto e as outras duas no carro da Vero.

   Ao chegarmos no local estacionei a minha moto e assim que tirei o capacete alguém chegou me beijando, e em poucos segundos descobri ser a minha namorada

   - Elica que surpresa meu amor, como descobriu que eu estaria aqui?

   - Eu falei com a Dinah a algum tempinho e ela me disse que vocês viriam aqui, e como não te vi ainda essa semana resolvi aparecer.

   - Fico feliz que tenha vindo. – Lhe dei um selinho. – Vamos entrando então. – Falei pegando em sua mão e seguindo para dentro da sorveteria com ela e as meninas.

   Nos sentamos em uma mesa e fizemos nossos pedidos.

   - Ei Vero quando é que você e a Lucy vão assumir que estão namorando? – Perguntei o que todos queriam saber, já que essas duas vivem juntas, as vezes se pegam e mesmo assim sempre falam que não tem nada.

   - Palmito nem vem, você sabe muito bem que eu e a Lucy é só amizade, ate porque no momento eu to tentando pegar a Ariana, mais o menina difícil essa. – Foi so ela tocar nesse nome e todas podíamos ver o olhar matador da Lu pra cima dela.

   - Ta certo Vero a gente finge que acredita, e você Dinah quem é a garota misteriosa que esta te fazendo tirar boas notas?

   - Acho que você não conhece ela não, mas se eu conseguir passar logo eu apresento a minha deusa pra vocês.

   - Olhaaa, a farofeira ta apaixonada ui ui ui. – Brincou a Vero e todas nos rimos.

   - Laur amanhã depois da aula vamos no shopping? Eu preciso comprar aquela blusa da Demi que eu vi esses dias.

   - Pode ser, vamos sim amor.

   - O branquela você não ia estudar física amanhã com a Camila?

   - Verdade tinha me esquecido, podemos deixar pra outra hora Elica? – Ela fez cara de brava. – Vai amor não fica brava a hora que eu acabar os estudos eu passo na sua casa te buscar e a gente vai. – Comecei a encher ela de beijinhos por todo o rosto.

   - Ta bom, pode ir eu te libero.

   Passamos mais um tempinho ali e fomos pagar, e quanto mais eu ia me aproximando mais eu reconhecia aquela voz doce q vinha do outro lado do balcão, e quando cheguei bem perto.

   - Camila, o que faz aqui?

   - Oi Lauren, eu vim aqui mais cedo e esqueci meu celular aqui, então o gerente ligou pra minha mãe e me disse para vir busca-lo.

   - Entendi. – Mal terminei de responder e a Elica chegou me agarrando.

   - Quem é ela meu amor? – Senti um pequeno tom de ciúmes na sua voz.

   - Essa é a Camila, e Camila essa é a Elica minha namorada. – As duas se cumprimentaram.

   - Se vocês me dão licença eu tenho que ir, tchau.

   - Tchau. – Eu posso estar enganada, mas na hora que a Camila foi embora ela parecia estar triste e não mais alegre como quando a encontrei aqui, só gostaria de saber o porque.

   Fomos todas embora e a Elica foi pra minha casa porque de ultima hora ela resolveu que queria ir dormir lá. Chegamos em casa e eu avisei a minha mãe, subimos no meu quarto, tomamos banho uma de cada vez e nos deitamos pra dormir e a Elica me puxou pra ficar abraçada com ela. Em pouco tempo eu dormi e a única coisa que eu conseguia pensar naquele momento era em como a Camz tem uma boca e uma voz tao lindas que eu não vejo a hora de chegar amanhã pra poder ver ela de novo.


Notas Finais


E me digam o que acharam, ja tive varias ideias pra essa fic entao se preparem q logo eu posto mais capitulos.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...