História All Time Low - Capítulo 3


Escrita por:

Postado
Categorias Inazuma Eleven (Super Onze)
Personagens Endou Mamoru, Fudou Akio, Kabeyama Heigorou, Kakeru Megane, Kazemaru Ichirouta, Kia Hiroto, Kidou Yuuto, Kogure Yuuya, Mac Roniejo, Midorikawa Ryuuji, Personagens Originais, Reina Yagami (Ulvida), Shirou Fubuki, Shuuya Goenji, Tachimukai Yuuki, Tobitaka Seiya, Tsunami Jousuke
Tags Endou, Fubuki, Fudou, Hiromido, Hiroto, Inazumajapao, Kabeyama, Kazemaru, Kidou, Midorikawa, Osamu, Romance
Visualizações 18
Palavras 1.617
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Esporte, Ficção, Ficção Adolescente, Lemon, LGBT, Shoujo (Romântico), Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Kon'nichiwa pessoal, espero que gostem
Enjoy it

Capítulo 3 - Um treino intenso


Era cedo e o galo já cantava, aos poucos os jogadores levantavam e se organizavam, Osamu já estava de pé em frente aos quartos, pronto para o treino, seu primeiro dia como professor, ele mal podia esperar para o que estava por vir, mesmo depois de tudo, nada tirava seu amor pelo futebol.

O primeiro a sair do quarto, já uniformizado, era Midorikawa, ele olhou para a figura lúgubre de seu treinador e meio tímido sorriu, não havia muito tempo desde seu último encontro com Desalmado.

Ele por sua vez olhou fixamente com o rosto fechado, firme em sua posição esperou a saída dos demais jogadores. Midori ficou sem graça, mas entendeu a posição de seu amigo, ali ele era seu treinador não seu irmão, ele não iria pegar leve muito menos dar privilégios.

Todos já estavam a postos, prontos para o treino, Desalmado reuniu todos no meio do campo e separou as equipes.

- Hoje iremos fazer um teste, quero avaliar as habilidades individuais e em grupo de cada um aqui, mas antes de começarmos este amistoso quero apresentar minha equipe técnica. - Disse Osamu em alto e bom som para ninguém ficar de fora.

- Para meu assistente técnico direto, Kakeru Magane, muitos de vocês já o conhecem, para quem no conhece, ele é um dos maiores estrategistas do Japão. - Desalmado exclamou colocando a mão no ombro de seu colega

- Como médica do time, Yagami Reina. - Disse ele encarando atentamente os jogadores. Reina tinha se tornado uma linda mulher, seus cabelos azulados realçava seus olhos, com a pele lisa e macia. Osamu percebeu algum dos jogadores mais jovens se cutucarem como forma de chamar a atenção um do outro para com Reina.

- Eu serei o preparador físico de vocês, espero que estejam dispostos. Vamos começar com 30 minutos de corrida, É CORRIDA, NÃO QUERO NINGUÉM ANDANDO NÃO, OUVIU KABEYAMA? - Gritou Desalmado olhando para Kabeyama.

O time começou a girar sem parar pelo campo, Endo como sempre já frente puxando os outros jogadores, junto a ele Gouenji e Kidou. Midori e Hiroto corriam atrás sem se distanciarem muito. Sarutobi Shisui passou com toda a velocidade ao lado de Endou e Gouenji, rindo em tom de deboche, exclamou - Vamos velhotes, já cansaram? - Ele ria descaradamente e deixou os dois comendo poeira.

- Não liga pra ele Gouenji, vamos, sem parar. - disse Endo com um sorriso no rosto.

    

                        ...



Após a corrida e dos times já separados, todos estavam prontos para a partida, de um lado: Tsunami, Akio Fudou, Endo, Sarutobi Shisui, Kabeyama, Fubuki e Kazemaru

Do outro: Yuya Kogure, Gouenji, Kidou, Seiya Tobitaka, Yuuki Tachimukai, Midorikawa e Hiroto.

O jogo começou Gouenji e Kidou partiram para o ataque com força total, prontos para usar a técnica Rugido de Leão, eles não hesitaram, uma técnica infalível, capaz de fazer qualquer goleiro tremer, e fazer Endou suar, eles chutaram a gol. Em uma ação inútil, Kabeyama levantou a montanha, sua melhor defesa, a bola o atropelou sem ele nem mesmo se posicionar direito para defender, a bola imparável na velocidade do som ainda estava em direção ao gol, quando Shisui parou na frente dela e exclamou - DEFESA DOS MIL PÉS - em um piscar de olhos a bola estava para em seu pé, sem nenhum esforço. Todos ficaram de queixos caídos - Impossível - exclamou Kidou, ainda desacreditado no que tinha visto. Rapidamente Shisui tocou para tsunami e ele não perdeu a chance de afogar os seus colegas em uma onda de gol.

                         Hehehe

O jogo continuou, uma disputa acirrada, 1x1, a dupla HiroMido avançava com velocidade, quando Shisui entrou brutalmente acertando a perna de Midorikawa, imediatamente Hiroto gritou - Falta aqui - Olhando para desalmado, com um olhar inconformado. Osamu fez sinal para que o jogo continuasse, indignado, fechou os punhos e olhando para baixo apenas se calou. Shisui olhou para Midorikawa ainda no chão e disse - levanta viadinho, não temos tempo para chorões. - com uma risada sinica no rosto, imediatamente Hiroto disparou um soco em seu rosto o fazendo cair com o nariz sangrando no campo, Osamu gritou fazendo todos parar na hora - PAREM! Estão todos dispensados, Shisui e Hiroto, na minha sala agora - Osamu estava com um olhar irritado e extremamente indignado com atitude dos dois. Midorikawa levantou e foi logo atendido por Reina, ela por sua vez o levou para o centro médico avaliar se teria ocorrido alguma lesão.

Reina tinha se tornado uma incrível fisioterapeuta, famosa em todo o Japão, até mesmo no mundo, sendo chamada pessoalmente por grandes atletas não só do futebol, mas também do basketball e do vôlei. Deitando Midori na maca, ela começou a massagear sua perna e disse:

- Faz quanto tempo que não nos vemos, Midori? - com um lindo sorrisinho em seu rosto

- Sinceramente eu não sei Reina, faz muito tempo mesmo, desde que jogávamos juntos no Japão! - ele sem graça com suas mãos em seus cabelos esverdeados.

- Você ficou muito bonito Midori, confesso que quando éramos mais novos achava que você iria ficar baixinho pra sempre - ela falou com uma voz meiga e uma risada curta

As bochechas de Midori coraram e ele meio sem saber o que responder apenas deu uma risada sem graça.

- Pronto - Ela disse - foi apenas um espasmo, amanhã cedo você estar novinho em folha, pronto para mais uma partida. - disparou um beijo em seu rosto e saiu da sala.

Midori sem jeito apenas saiu da sala mancando em direção ao seu quarto.



                                  ....



Era final de tarde, e todos estavam comentando sobre o que aconteceria com Shisui e Hiroto, estavam até agora já sala de Osamu, e até agora nada. Alguns minutos depois Osamu entrou na sala sozinho.

- Bom senhores, após o ocorrido de hoje, minha decisão foi o desligamento de ambos os envolvidos da copa, não tolero este tipo de atitude e não irei tolerar, se os senhores não podem se comportar como profissionais, podem se retirar - um silêncio perdurou a sala, ninguém sequer abriu a boca. Osamu continuou:

- Bom, estes são os seguintes convocados para o primeiro jogo:

Tsunami

Akio Fudou

Kabeyama

Fubuki

Kazemaru

Yuuya Kogure

Gouenji

Kidou

Seiya Tobitaka

Yuuki Tachimukai

Midorikawa

Quem não está na lista a banco. - disse Osamu em voz branda.

Amanhã continuaremos o nosso treino para o jogo contra a Colômbia, espero vocês se manhã cedo, após o treino pela manhã, podem aproveitar a parte da tarde para passear pela cidade de São Paulo.

Todos estavam confusos com a convocação e sobre a decisão da expulsão de Hiroto e Shisui do time.

Endo ainda um pouco extasiado não entendia o porquê ele iria ficar no banco, como assim não jogaria como titular???

Gouenji tentando acalma-lo, porém dentro dele ele sabia que era a coisa certa, e entendia que Tachimukai era um ótimo jogador também.

Enquanto isso Midori de cabeça baixa estava entristecido com a decisão, seu parceiro, seu amor não jogaria ao lado dele, não só o time, como ele também estava desfalcado. Reina sentou-se ao lado dele e o indagou:

- Está tudo bem Midori?

- Está Reina, só um pouco chateado com a saída de Hiroto, ele apenas tentou me proteger. - respondeu Midori com uma voz rouca quase que de choro.

- Calma meu lindo. - Reina respondeu ele afagando seus cabelos verdes - Vai ficar tudo bem, vocês vai conseguir, e bem, amanhã vocês podem sair depois do treino para conversarem um pouco.

Midori balançou a cabeça e a agradeceu com um sorriso.




                              .....




No outro dia pela manhã, todos estavam prontos para o treino, tudo correu bem, nenhuma desavença, só o bom e velho clima ameno.

Osamu aplicou algumas estratégias e o time respondeu bem a elas, estavam prontos para o seu primeiro jogo. Após o treino exaustivo pelos manhã. Todos tomaram banho e começaram aos poucos a sair.

Hiroto estava na porta do centro de treinamento esperando Midori sair, eles haviam combinado de almoçar e passear um pouco pela paulista.

Chegando em um lindo restaurante, abaixo de um dos museus mais famosos de São Paulo, o clima estava agradável, os cabelos de Midori estavam sedosos, Hiroto mesmo cabisbaixo, não conseguia parar de olhar para a beleza de seu parceiro, ele apenas conseguia admirar o vislumbre do paraíso que Midori era para ele, e cada vez que pensava na sorte que era tê-lo para si, não se arrependia de absolutamente nada.

- Vai ficar tudo bem, haverá outras oportunidades, mas você não precisava fazer aquilo por mim - disse Midori pondo sua mão em cima da de Hiroto.

- Eu nunca irei aceitar alguém te desrespeitar, nunca, e eu não me arrependo. - respondeu Hiroto quase que como um resmungo. Midorikawa sorriu para ele.

- Eu agradeço a Deus todos os dias por te ter ao meu lado. Eu te amo - falou Midori em voz branda, soava como canção aos ouvidos de Hiroto.

- Eu também te amo - respondeu com um sorriso no rosto.

O almoço estava estupendo, após exagerarem na sobremesa, decidiram caminhar pela longa avenida. Admirando a arte e a cultura que aquele local exalava. Hiroto avistou um lindo quadro onde o Batman beijava docemente o Superman, e não hesitou em comprar para o seu amado, que por sua vez alegrou-se imensamente. Voltaram para o centro de treinamento. Hiroto deixou Midori com um doce beijo no canto da boca e voltou para o hotel.

- Boa sorte amanhã no jogo. - disse Hiroto se despedindo.

- Quero você na torcida a todo vapor, beijos. - Respondeu Midori com entusiasmo, ele estava feliz, o dia foi realmente bom. E estava ansioso para o grande jogo contra a Colômbia, mesmo sendo apenas um amistoso, ele sabia que as primeiras impressões são as que ficam.


Notas Finais


Ya Min'na

Espero que tenho gostado...
O próximo capítulo será um love story de HiroMido, aguardem


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...