História Alma (Chanbaek) ABO - Capítulo 34


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), EXO, Got7
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, D.O, JB, Jeon Jeongguk (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kai, Kim Taehyung (V), Kris Wu, Lay, Lu Han, Personagens Originais, Sehun, Suho, Tao, Xiumin, Youngjae
Tags Amor, Baekhyun, Chanbaek, Chanbaek Abo, Chanyeol, Comedia, Exo, Fluffy, Gay, Kaisoo, Lgbt, Lobo, Ômega, Romance, Vampiro, Vkook, Xiuchen
Visualizações 246
Palavras 1.478
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Fantasia, Ficção Adolescente, Lemon, LGBT, Literatura Feminina, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Slash, Sobrenatural, Universo Alternativo, Yaoi (Gay)
Avisos: Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Eu só to aqui para dar umas explicações, primeiro: 

O nosso querido vkook que esta começando a ganhar espaço (Não se preocupem, não vou perder o foco) é o mesmo de uma outra fanfic minha "Olhar Branco", para quem já leu eu acabei alterando poucas coisas mas o principal foi o nome do que seria o vilão (para poder encaixar com essa historia), para quem não leu eu recomendo que leia (vou deixar o link nas notas finais), mas se não quiser ler não alterará em nada, só saber que o nosso menino platinado é albino e que no futuro ele tem um filho #fica_a_dica (que agora eu ja editei e coloquei um nome, ja que ele não tinha), lá tem algumas informações extras sobre esse universo, como por exemplo o cio dos nossos queridos lobos, que vai acontecer  aqui também ( ͡° ͜ʖ ͡°), mas eu não vou explicar tudo de novo detalhadamente para não ficar maçante, o que importa aqui é a ação se e que me entendem (Lemon mesmo), acho que não e algo que tem que se explicar muito, mas vou tentar não deixar vocês perdidos nessa situação.

Ordem cronológica:

1°→Olhar Branco (com o Kook no primeiro ano do colegial e o Taehyung no segundo)

2°→Alma (com o Baekhyun no primeiro colegial, o Kook no terceiro, o Taehyung formado e trabalhando e o Chanyeol graduado em história e trabalhando)

3°→Olhar Branco (especial de 400 favoritos, que mostra como o Kook esta vivendo enquanto o Baek termina a escola, que vai ser mostrado simultaneamente em Alma)

4°→ alma (a partir da formatura do Baekhyun teremos a volta do Kook que terá sumido por um tempo para viajar com seu alfa e filho)


Eu só copiei o que estava no aviso, que eu fiz para que a maioria visse. Também apaguei alguns spoilers, quem viu viu, quem não viu espera.

Chega de enrolação, fiquem com a história.

Capítulo 34 - Minha vida é um terror


Fanfic / Fanfiction Alma (Chanbaek) ABO - Capítulo 34 - Minha vida é um terror

-Verdade ou desafio Baek?

-Verdade.

-O que você achou da escola?

-Um belo de um porre.

Pois é, agora eu estou jogado no tapete da sala do Kook abraçado com uma almofada vermelha com dois anjos e um ômega me encarando como se eu tivesse comido o ultimo pedaço de pizza sem oferecer.

-Que é?

-Você falou um palavrão.

-Porre não é um palavrão, e uma variante de porra. Credo, depois eu que sou burro.

-A minha mãe disse que quem fala palavrão vai ter o pé puxado pelo monstro aí e mora embaixo da cama.

-Ainda bem que eu não tenho uma cama.

Falo com a maior naturalidade e pego uma pipoca que estava em um pote próximo ao Youngjae.

-Vocês vão continuar me olhando assim? Gira logo essa garrafa!

-Verdade ou desafio Kook?

-Desafio.

-Eu te desafio a lamber o chão.

-Eca!

Ele encaminhou meio relutante ate fora do tapete encarando o chão de madeira.

-Tenho mesmo?

-Ou então vai ter muita cosquinha.

-Ta bom...

Ele abaixou com a cara no chão e não e que o garoto lambeu mesmo, to impressionado, preferiria mil vezes as casquinhas.

-Acho melhor a gente avisar para o Taetae. Não sei se ele vai gostar de beijar você depois disso.

-Ha ha ha, vocês são muito engraçados. Gira de novo.

-Não, estou cansado. Vamos colocar logo nossos pijamas.

-Eu concordo.

Os dois celestiais conversavam animados entre si e o Kook levanta do chão.

-Eu me troco primeiro, vocês arrumam a passarela. Eu vou tentar escovar os dentes para tirar esse gosto de produto de limpeza da minha língua.

-Sim senhor!

O Kook subiu as escadas que ficavam no final do corredor, os meninos levantaram e eu fiz o mesmo.

-Passarela?

-Sim, na nossa segunda festa do pijama o pai ômega do Kook quis participar, ai a gente só usava o corredor mesmo como passarela, mas depois dessa noite ele foi em uma loja de tecidos e comprou cinco metros de um pano vermelho. Ele dá certinho do ultimo degrau da escada ate a sala.

JaeBum vai ate uma porta onde deu para ver vassouras e produtos de limpeza, mas ele pegou o tal tapete vermelho.

-No Natal do ano passado minha mãe decidiu mudar tudo da nossa arvore de natal e me deu os pisca pisca para brincar, só espero que ainda esteja funcionando, eu pedi para o Baek guardar junto com o tapete.

Ok ne, eles levam mais a serio do que eu pensava esse negocio de passarela. Mas como eu só to aqui de intrometido, bora ajudar esses anjinhos, só que não.

Desenrolamos o tapete no corredor e tiramos todos os nós das malditas luzinhas para poder estica-las nas laterais do tapete.

Sentei no tapete da sala novamente junto do Youngjae enquanto o JaeBum apagava as luzes. Eu tenho que admitir, ficou lindo.

-Estão prontos?

-Sim!

O Kook começou a descer a escada, ele estava usando um macacão de frio, metade rosa e a outra metade em branco com uma estampa de caveira no mesmo tom de rosa. No seu cabelo tinha uma tiara com dois pompons rosas.

-LINDO!

-TA MARAVILHOSO.

Os meninos ficavam gritando algumas coisas um tanto engraçadas em quando o Kook desfilava no tapete como se fosse uma modelo muito famosa, ele ate parou no final da passarela e dançou um pouco. Ate que ele se jogou no meio da gente.

-Eu sou o próximo!

O Youngjae se levantou foi até a mesa de jantar onde tinhamos deixado as nossas coisas, pegou sua bolsa e subiu as escadas. Depois de uns cinco minutinhos ele aparece na ponta da escada.

Seu pijama também era uma macacão, só que de dinossauro. Ele era verde vem escuro e em algumas partes era um verde claro, com toda certeza do mundo tinha direito à uma acuda que não chegava a arrastar no chão. Assim como o Kook, ele também desfilou como uma famosa, mas ao invés de dançar reabilitou o rugido/grito (Não sei o nome do barulho que eles fazem, também, quem sabe?) de um dinossauro fazendo ate pose. Ele sentou no nosso meio rindo.

-Acho que agora o Baekhyun é quem deveria ir.

-Concordo.

-Ta.

Levanto um pouco trêmulo por não saber exatamente o que fazer, mas vou ate a mesa e pego a minha mochila.

-Onde eu me troco?

-Primeira porta a esquerda.

-Ok.

Subi as escadas tomando cuidado para não tropeçar no tapete vermelho. Entrei na porta e era um quarto com as paredes brancas, a cama, quarda-roupas e escrivaninha todos no mesmo tom de madeira meio rosado, a colcha da cama era azul clarinha e estava cheia de pelúcias escondendo o travesseiro.

Tirei a minha camisa e a dobrei colocando em cima da cama. Peguei na bolsa a blusa branca do meu pijama e ja coloquei por cima o moletom de pato é, dá para o gasto.

Já estava saindo do quarto quando lembrei que tinha que trocar o shorts também.

Tirei a minha calça jeans e peguei o shorts de bolinhas amarelas. Será que eu tiro a minha cueca?

Ashi! Quer saber, ninguém vai ver merda nenhuma mesmo, quase não tem nada para marcar, não que eu seja pequeno, e que eu também não sou tão bem dotado como um alfa. Desvantagens de ser um ômega, se eu quisesse ser Flex nem teria graça. Além do mais, eu ja me acostumei a dormir só com o shorts, é muito mais confortável.

Guardei as minhas roupas mochila e deixei ao lado da do Youngjae que estava no canto próximo à escrivaninha.

Fui até a ponta da escada recebendo alguns gritinhos dos meninos, eu nem entendi o que eles favam direito de tanta vergonha que eu estava.

Eu não tenho certeza de como eu me sai exatamente pois quando eu dei por mim o Kook ja tinha me pego no colo e estava me apertando dizendo que nasceu para me ver com essa roupa de pato.

Logo foi a vez do JaeBum, o pijama dele era uma calça com listras horizontais alternando em preto e amarelo, na blusa tinha a cara de uma abelha. Até dei uma conferida para ver se tinha o ferrão, mas nao tinha. Ainda bem, imagina aquele negócio bem no meio da bunda, não ia ser legal na hora de sentar.

Nós ficamos discutindo um pouco mas no fim eu acabei ganhando. Pois é, o papai aqui é foda de mais, não tem como negar.

Ficamos conversando e jogando banco imobiliário ate que desse meia noite, e quer saber, o jogo ainda não tinha terminado, eu to até achando que é impossível chegar no fim dessa desgraça.

-Eu escolhi um ótimo filme para hoje meninos.

O Kook se levantou e foi até a TV para liga-la e colocar o dvd.

-Qual?

JaeBum se arrasta de bunda ate encostar no sofá e abraça uma almofada, enquanto isso o Youngjae se jogou no sofá e eu logicamente o acompanhei, chega de chão para mim.

-The Nun.

-Fala português criança.

Eu usaria o termo desgraça, mas segue o bonde.

-A freira, vou falar para a professora de inglês que você anda dormindo na aula dela.

-Não tem como andar dormindo se eu não sou sonâmbulo.

Ah não! Ele não fez isso. Mas que bosta, como eu fui acabar com amigos que fazem esse tipo de trocadilho? Sabe o que é pior? Os meninos tão rindo, eu preciso urgentemente de amigos novos.

-Você tem medo de filme de terror Baek? Porque quando a gente assistiu It a coisa o Kook quase fez xixi no sofá, o Taehyung ate surgiu do nada falando que sentiu o medo do Kook pela marca, foi cômico.

-É, foi difícil convencer ele depois disso que quando eu estiver com medo à meia noite em um dia de festa do pijama não é para ele vir correndo atrás de mim porque é só o filme.

-Olha, eu acho que não tenho medo.

Só acho ne porque eu sou bem cagão, mas as vezes eu acho que a minha vida poderia ser um roteiro de um filme de terror, todo mundo ia morrer de medo quando a minha cara de quem acabou de acordar aparecesse na tela.

...

O filme começou até que bem, eu tava de boas, tirando o medo prévio que eu tinha por ja saber que eu ia ter medo. Loucura, só pode.

Mas eu cheguei em um ponto, mas um ponto tão fudido, que eu tentava esconder as lagrimas que escorriam de tanto medo com a almofada que eu estava abraçando.

O Kook estava tremendo de medo, mas não parou por nem um instante de colocar pipoca na boca, então eu acho que ele esta bem, mas não posso dizer o mesmo do JaeBum, o tadinho ta encolhido no chão com a cabeça no colo do Kook, as vezes ele escondia o rosto, mas deixava sempre uma fresta para ver o filme. Já o filha da puta do Youngjae, ta rindo enquanto come pipoca falando o quanto o filme é tosco, e não é não!

Quando a maldita da freira pulou na tela eu acabei por dar um pulinho, gritar e aumentar o choro, um pouco escandaloso eu? Talvez. 

Toma jeito Baekhyun, VOCE NÃO É ASSIM! Mas não deu para evitar, agora os meninos pararam o filme e toda a atenção esta em mim.

Ótimo, agora eu sou Baek, o covardão.

.

.

.

Continua??











Notas Finais


O próximo ja vamos ter chanbaek de novo, prometo.

Espero que tenham gostado 💜💜


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...