1. Spirit Fanfics >
  2. Alma Guerreira Livro 2 >
  3. Capítulo 4 - Melancolia

História Alma Guerreira Livro 2 - Capítulo 5


Escrita por:


Notas do Autor


Atrasado outra vez -.-'

Capítulo 5 - Capítulo 4 - Melancolia


Fanfic / Fanfiction Alma Guerreira Livro 2 - Capítulo 5 - Capítulo 4 - Melancolia

ALMA GUERREIRA

Livro 2: Tristeza

" Por mais louco que o mundo seja, sempre existe uma pequena parcela de esperança de que iremos nos encontrar dentro dele, afinal de contas... Tudo o que precisamos fazer é dar um passo adiante. "

[Monkey - Mosquito Milk]

Robert estava ao lado de Hilda num deserto de grãos completamente rubros, ele olhou para a garota de cabelos marrons e ficou atônito ao saber a respeito do que ela havia dito antes sobre ela ter considerado ele como seu mestre.

— O que foi que você disse, Hilda? — Robert não conseguia crer nas palavras da empregada já que muitas pessoas daquela casa haviam mentido para ele.

— É isso mesmo que você escutou, Robert... A partir deste dia, eu serei a sua serva... — Hilda sorriu e então tocou na palma de Robert, deixando um H impregnado sobre sua palma e aquilo serviria para chamar ela todas as vezes que precisasse.

Jackie levantou a sombrancelha e então sorriu de maneira psicótica, Hannah apenas cruzou os braços e bateu o pé.

— Seus idiotas, estão perdendo tempo se acham que vão conseguir escapar daqui vivos, principalmente VOCÊ, HILDA! — A garota de cabelos negros começou a ser rodeada por uma aura negra, levitou alguns metros acima do chão e então juntou as mãos.

O semblante da morena era afiado como um punhal e ela se sentia sedenta por sangue sabendo da recompensa que receberia em troca da cabeça do ruivo.

— Acho que estamos bastante ferrados... — reclamou o garoto de maneira amedrontada, já não bastou o fato de que não queria mais ficar a mercê de ninguém na casa em que estava " vivendo " por assim dizer.

Hilda se colocou na frente de Robert e então transformou sua mão direita numa lâmina bastante afiada de diamante.

— É o seguinte, Eu ficarei com Hannah e você pega a Jackie... — A garota de cabelos castanhos atirou diversos cristais na direção da loira que não se mexia de maneira alguma, logo em seguida pensou ter conseguido acertar uma boa quantidade em Hannah.

— Olha sinceramente eu até que — Robert nem terminou de falar e sentiu uma respiração ofegante atrás de si junto com uma energia pesada que não o deixava sair do chão.

Jackie teleportou a si mesma para o lado de Robert e então o agarrou por trás de maneira brusca.

— E agora, hein?! — Perguntou a garota de cabelos negros enquanto acaricia a bochecha de Robert.

— Bom... Agora tudo o que precisamos fazer... — Hannah sussurra de maneira cruel, enquanto surge atrás de Hilda e transforma sua mão em uma foice. — É TERMINAR O SERVIÇO!

[Saya no Uta - Schizophrenia]

Robert deu uma cotovelada sobre a barriga de Jackie, que acabou se esgueirando para trás com a dor que sentiu, não entendeu a causa, motivo, razão ou circunstância que levou a garota a receber um golpe daqueles com tanto efeito.

— Como ousa...? — resmunga a garota de maneira irritada e então inflou os peitos com ar para soltar uma rajada poderosa de ventos cortantes.

Robert tapou o rosto com os braços para que aquele ataque não pudesse surtir muito efeito sobre sua face por que aquela região era um pouco mais sensível.

— Eu é que não vou deixar você me matar só para que ganhe dinheiro daquela múmia ambulante, cabelo de petróleo do caralho!! — Robert era arrastado para trás e fechou os olhos sentindo alguns cortes sobre seus braços, olhou para Hilda que agora se encontrava um pouco mais afastada naquele momento.

Enquanto o ruivo tinha problemas com a garota que controlava energia negativa, Hilda retirou uma adaga que estava localizada numa bainha em sua perna e tratou de apontar na direção de Hannah.

— Você irá morrer aqui, já ouvi falar deste lugar... Se chama estrada da fúria, relatos dizem que muitas batalhas foram travadas perto daqui... — Hilda mudou seu semblante para algo com mais determinação, ela começou a correr e então aplicou um golpe direito sobre o pescoço da garota de cabelos loiros.

— Tem certeza...? — A garota de cabelos loiros suspirou e então seus fios começaram a ser rodeados por várias faíscas.

Ela sorriu de maneira determinada e então deu um passe rápido para frente e executou uma descarga na direção onde Hilda se encontrava.

— Essa não... — Robert escuta os barulhos dos raios e olha em direção a um clarão que havia se formado um pouco mais ao lado de onde ele estava.

— Na mosca... — Jackie atingiu Robert com uma esfera de energia negra e então o rapaz começou a ser consumido.

[Cursed Hana Valley]

Robert enxerga uma luz esbranquiçada como se estivesse dentro de uma sala escura, logo em seguida o mesmo se levanta e então começa a observar a sala.

— Isso é extremamente bizarro...

O ruivo se virou e observou uma mesa com uma cadeira e uma espécie de espelho, ele decide se sentar na cadeira de maneira tímida e logo em seguida bate seus dedos sobre a mesa feita de metal.

— Mas eu preciso fazer isso, mesmo que... tenha que me submeter a esta humilhação... — O ruivo murmurou e baixou sua cabeça, ouviu um riso vir de trás dele e logo em seguida sentiu sua cabeça sendo empurrada para que entrasse em colisão com a mesa.

— Senhor Robert Zimmeruski, certo? — Uma figura misteriosa estava massageando seus ombros e então tratou de se sentar na frente dele.

— Por que é que se encontra neste lugar? O que é que você deseja tanto para ter que vir num lugar como este?

Comenta a figura misteriosa enquanto abriu os braços e observou ao redor do local para fazer uma demonstração ao ruivo.

— Primeiro eu gostaria... — O ruivo começou a falar quando de repente tomou um soco no rosto. — Nunca comece pela cabeça... a vítima fica tonta!

A figura misteriosa deu um passo adiante mostrando seu rosto, revelando ser Sesora.

— ...Senhorita Escuridão? — O ruivo se impressionou enquanto levantou da cadeira e logo em seguida deu alguns passos para perto dela, mas quando o mesmo chegou perto recebeu uma facada na barriga.

— Olha só o que você me fez, seu maldito!! — A garota praticamente entrou em pânico e os gritos eram apavorantes.

— Olha só onde eu vim parar, eu estou presa para sempre no purgatório e a culpa disso tudo é completamente SUA!

A raiva iminente da garota de cabelos negros era bastante estranha até mesmo para Robert, ele tentou entender o que se passava mas não tinha nenhuma resposta para isso, sua cabeça doía bastante.

— Eu não sou culpado de nada... você se sacrificou para salvar a vida daquelas pessoas no hospital, foi um ato heróico e valente…. — O ruivo tentou fazer com que a garota se lembrasse do que fez, não conseguia lidar com o fato de que estava reencontrando sua companheira, sem suspeitar que era apenas uma ilusão vinda da maldição de Jackie.

— Oh... — A falsa Sesora sorriu e então lambeu a faca que estava suja com o sangue de Robert. — Meu próximo ato misericordioso será te livrar deste sofrimento eterno que se chama vida, sua vida era tão miserável... eu me lembro bem pelo o que você me dizia...

Robert deixou algumas lágrimas escaparem e então tentou se levantar mas foi impedido pela garota de cabelos negros que sorria.

— Vai me deixar aqui brincando sozinha? Ah não, não, não... — Sesora invocou o seu cajado e então começou a conjurar alguns feitiços.

Robert agonizava enquanto tentava respirar com o pé de sua antiga companheira agora localizado em seu peitoral.

— Você é fraude, um órfão de merda que foi jogado em uma avenida qualquer de Nova Iorque e agora está no chão, implorando pela própria vida...

Robert suspirou com dificuldade e então direcionou seu olhar para tentar entender alguma coisa daquela pequena história que estava vivenciando.

A falsa Sesora retirou seu pé do peitoral do ruivo e então invocou uma bola de fogo gigantesca para acabar de vez com aquele pesadelo.

— Agora tudo irá virar cinzas graças a você, se sente feliz com isso sabendo que agora sua amiga vai morrer, sua cidade pegará fogo e tu serás apenas mais uma alma corrompida pela escuridão?!

Robert não sangrou em nenhuma das vezes que foi atacado e quando percebeu isso acabou se tocando que estava numa transformação de espírito.

— Alma... corrompida, é isso!! — O garoto sorriu e então tratou de abrir os braços para que a bola de fogo o consumisse, o que acabou acontecendo mas também ocorreu um fato bem interessante.

— Adeus... meu amor... — a falsa Sesora começou a gargalhar com a suposta eliminação da alma de Robert que nem se tocou no que estava praticamente ao seu lado.

[Number One - Nas T Mix]

— Muito irônico para você querer repetir exatamente os mesmos atos, movimentos e até mesmo as mesmas falas que a Senhorita Escuridão costumava dizer... mas deixe-me dizer uma coisinha, dançarina de boate noturna.

Robert começou a carregar uma grande parcela de chamas ao redor de seu corpo e seus cabelos ficaram da cor laranja por conta da ativação de sua alma, a alma que iria sofrer uma redenção perante ao purgatório.

— Eu a partir de agora... mando aqui, ouviu bem, vadia? — Robert puxou os cabelos de Jackie, que acabou indo em direção ao chão.

— Insolente... — Disse a morena enquanto ficou trêmula e foi de encontro ao chão duro como pedra daquele lugar.

— Tire a gente daqui, agora mesmo... — O ruivo começou a emitir chamas sobre o cabelo da morena e então fez um movimento de sobe e desce usando a cabeça da mesma.

— Meu... cabelo... — Jackie gritou enquanto sentiu as chamas consumirem seu cabelo tentando escapar de alguma maneira.

— Olha, eu tinha um livro velho com páginas faltando que dizia algo a respeito de queimar mulheres que geralmente eram acusadas de bruxaria... — O ruivo comenta a respeito do livro que possuía, infelizmente o mesmo havia se perdido juntamente com as chamas.

— E a sentença era justamente queimar... — murmura o garoto enquanto espalhou as chamas sobre o corpo da morena e então ela gritou de desespero.

Seu grito era agonizante e ecoou sobre todo aquele purgatório que havia sido uma criação da garota para que ela pudesse atormentar o ruivo num pesadelo fictional.

— Por favor, ela nos forçou a isto... — Jackie disse tais palavras tentando enganar Robert, mas o mesmo tinha um certo conhecimento que havia alguma coisa errada naquela história.

— Não sei se tua história é verídica... Mas acho que sua amiga irá adorar contar a versão dela depois de saber que a comparsa dela não aguentará queimaduras de terceiro grau sobre o próprio corpo, aliás... sobre a própria alma...

A alma de Jackie se incendiou logo após entrar em contato com a investida feroz do garoto de cabelos ruivos, no plano real Jackie simplesmente dilatou as pupilas e então caiu de joelhos sobre a areia carmesim e então o ruivo apareceu atrás dela.

— ...Espero que quando sua alma regressar... seja alguém que tenha um caráter melhor...

[Universe — Echoes]

Robert observou o deserto vermelho de maneira mais tranquila pois sabia que agora tudo o que Hilda precisaria fazer era se livrar de Hannah, não estava preocupado pois especulou que ela tivesse uma estratégia para vencer.

Ele tratou de repousar o corpo de Jackie sobre os grãos vermelhos e então a observou de maneira tristonha.

— Eu juro... que irei eliminar qualquer um que perturbe a paz seja do mundo dos vivos ou do mundo das almas, que agora tenho compreenssão de sua existência.

Agora tudo o que o garoto queria no momento era sair daquele inferno, mas ainda precisaria dar um jeito para ajudar Hilda a combater Hannah.

Eis então que o mesmo tem uma surpresa bem agradável, sentiu um toque em seu ombro e virou para ver quem estava lhe chamando a atenção.

— ... Não pode ser... — o garoto ficou atônito enquanto não acreditou em quem estava ali presente diante dele no momento.

ALMA GUERREIRA

Livro 2: Tristeza

Capítulo 4: Melancolia


Notas Finais


Perdão pelo atraso de uma hora para publicar.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...