História A Floresta - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), EXO, Jay Park
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, D.O, Jay Park, Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kai, Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Kris Wu, Lay, Lu Han, Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais, Sehun, Suho, Tao
Tags Abo, Abo Sobrenatural, Colegial, Exo, Imagine Jimin, Jikook, Jimin, Namjin, Romance, Taeyonseok
Visualizações 20
Palavras 311
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Fantasia, Ficção, Ficção Adolescente, Hentai, Lemon, Magia, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Yaoi (Gay)
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sadomasoquismo, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 1 - I


Capítulo um ° Park Jimin 




Eu lembro de ficar deitado na neve, um pequeno ponto vermelho de calor ficando frio, cercado por lobos.    Eles estavam me lambendo, me mordendo, atormentando meu corpo, o pressionando. Seus corpos aconchegantes bloqueavam o pouco calor que o sol oferecia. Gelo brilhava em seus pêlos e seus hálitos faziam formas opacas que pairavam no ar ao nosso redor. O cheiro almiscarado de suas peles me faziam pensar em cachorro molhado e folhas queimando, agradável e aterrorizante. Suas lınguas derretiam minha pele: seus dentes descuidados rasgavam minhas mangas e esbarravam em meu cabelo, se empurrando contra minha clavícula, o pulso no meu pescoço.

Eu poderia ter gritado, mas eu não o fiz. Eu poderia ter lutado, mas não lutei. Eu só fiquei deitada ali, e deixei acontecer, observando a neve branca de inverno ficar cinza acima de mim.

Um lobo enfiou seu focinho em minha mão e contra minha bochecha, lançando uma sombra contra meu rosto. Seus olhos amarelos olharam nos meus, enquanto os outros lobos me jogavam de um lado para o outro.


Eu olhei para aqueles olhos o máximo de tempo que consegui. Amarelos. E, de perto, brilhavam com cada tom de dourado e caramelo. Eu não queria que ele desviasse o olhar, e ele não o fez. Eu queria me esticar e pegar seu pêlo, mas minhas mãos ficaram colocadas contra meu peito, meus braços congelados em meu corpo.

Eu não conseguia me lembrar como era se sentir quente.

Então ele se foi, e sem ele, os outros lobos se aproximaram, perto demais, sufocante. Algo parecia se agitar no meu peito.

Não havia sol; não havia luz. Eu estava morrendo. Eu não conseguia lembrar como o céu parecia.

Mas eu não morri. Eu estava perdida num mar de frio, e então renasci num mundo de calor.

Eu me lembro disso: dos seus olhos amarelos.

Eu pensei que nunca mais os veria.


Notas Finais


Se gostaram, deixe seu comentário.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...