1. Spirit Fanfics >
  2. Almas condenadas >
  3. Sarah Boomer

História Almas condenadas - Capítulo 5


Escrita por:


Notas do Autor


Tenham uma boa leitura !!

Capítulo 5 - Sarah Boomer


O barulho da multidão saindo do avião deixava Sarah incomodada, por isso apressou seus pequenos passos até a rua, enquanto caminhava, Sarah só pensava em seu irmão Colton,
 
Oque ele estaria fazendo a essa hora?! Será que está bem?!

Sarah não conseguia tirar esses pensamentos de sua cabeça, e ao chegar a rua chamou um táxi e sem nenhuma palavra entrou no carro e deu o endereço de sua casa para o motorista que rapidamente dirigiu até lá, mas no caminho todo Sarah tinha os mesmos pensamentos.
 Ao deparar-se com o edifício em que morava Sarah procurou as chaves de seu apartamento, levou algum tempo mas enfim achou-as, ao entrar dentro do edifício levemente decorado, Sarah pode sentir a brisa gelada do ar condicionado que havia na entrada,

Realmente estava um calor escaldante lá fora.

 Assim que se sentiu mais confortável, entrou no elevador e pensou que seria melhor apenas colocar suas malas pesadas lá dentro, tomar um banho refrescante e tirar uma boa soneca.
Ao sair do elevador Sarah sentiu algo vibrar em seu bolso, rapidamente tirou seu celular do bolso e atendeu sem olhar quem ligava,
-Sarah!! Ah minha garota você foi ótima nesse serviço! Venha até aqui quero dar-lhe os parabéns pessoalmente!- Disse seu chefe com uma voz de alegria e contentamento, oque deixou Sarah tranquila, mas ao mesmo tempo triste pois isso interrompeu seus planos para o resto do dia.
Ao entrar em seu apartamento, jogou as malas em cima da cama e saiu apressada até o escritório, após refletir um pouco Sarah agradeceu por Paul ter gostado de seu desempenho, ela não se perdoaria se tivesse feito algo errado e assim colocado seu irmão em risco, Sarah amava-o e não podia deixar nada acontecer com ele, nem que isso custasse sua própria vida, Sarah estava determinada a dar seu melhor para salvá-lo.
Ao deparar-se com o prédio em que trabalhava, Sarah sentiu-se aliviada pois seu irmão estaria seguro por mais um dia, e também pois seu chefe chamara ela ali apenas para dar-lhe os parabéns, confiante e um pouco animada, entrou no prédio e rapidamente chegou no escritório de seu chefe e ouviu murmúrios vindos lá de dentro, pensou um pouco e ao colocar a mão na alavanca cromada da porta antes que pudesse puxar, a porta se abriu e Sarah levou um susto, assim fazendo-a recuar quase caindo no chão, mas ao olhar para cima ela viu o rosto de seu chefe sorridente como nunca havia visto,
-Sarah! Ai está você entre! - Disse ele animado enquanto sinalizava para que ela entrasse, ao entrar viu seu parceiro já a puxando para um abraço.
Confusa mas ao mesmo tempo Sarah estava feliz em vê-lo. Sarah sabia que Barns havia mudado, mas isso não mudava o fato de que Barns era seu parceiro, e Sarah se importava com ele, também como, ele se importava com ela.
Antes que Sarah pudesse tentar dizer algo para Barns, Paul começou a falar.
-Primeiramente quero dar-lhe os parabéns Sarah seu trabalho foi ótimo! Mas agora temos um assunto sério para tratar.
Sarah estremeceu

Oque!? Outro serviço!? Eu ainda estou exausta do último serviço! - Pensava Sarah furiosamente

-Bom como podem lembrar o senhor Noah Smith anda tendo algumas dividas comigo, mas pelo que eu fui informado ele se escondeu e pelo visto se escondeu, e se escondeu muito bem, então o serviço de vocês será ir atrás da filha dele Emma Smith.
Após dizer isso Paul entregou uma pasta para cada um, confusa Sarah quis abrir, mas assim que percebeu que o chefe voltaria a falar não o fez,
-Nessa pasta contém tudo oque devem saber
Um olhar de Paul passou pelo seu estiloso relógio de ouro
-Bom tenho um compromisso agora tenho que ir, conto com vocês para esse serviço!
Após seu chefe ter saído Sarah pensou em ir direto para casa tirar uma soneca pois estava exausta
-Hey não se preocupe vai dar tudo certo!
Após ouvir isso de Barns, Sarah saiu da sala sem dizer nada, e foi para casa.
Tirou uma soneca de três horas e abriu pasta,

" Emma Smith 9 anos de idade
  Casa 75 da rua Anderson's
  Fiquem no hotel à uma quadra de distancia    
  da casa cheguem lá até quarta feira sem
  atrasos! Liguem em uma linha segura para
  mais detalhes."

Sarah agradeceu por não ter desfeito as malas ao chegar de viagem, mas ela precisava descansar o máximo possível aquela noite por isso voltou a dormir.
Uma leve brisa passou por seu rosto, oque a fez sentir cócegas em suas bochechas, Sarah acordou e imediatamente e ligou para Barns, avisando-o que o esperaria no aeroporto, ao terminar a ligação pegou suas malas, colocou um casaco e foi até a rua e chamou um táxi. Quando o táxi começou a andar Sarah sentiu calafrios pensando no que teria de fazer nos próximos dias.
 Chegando ao aeroporto sentou-se em uma mesa de uma padaria no aeroporto e retirou um livro de sua mala e começou a lê-lo. Quando percebeu que havia uma garçonete encarando-a Sarah pensou em quanto tempo ela havia estado ali encarando-a, mas para não perder tempo, Sarah apenas pediu um cappuccino com chantilly e dois donuts com cobertura de chocolate, por um instante pensou que não haveria tempo para come-los pois o voo poderia ser logo, mas ao olhar para sua passagem, percebeu que faltavam duas horas para a saída do voo então relaxou e comeu-os com calma, e ao terminar um deles lembrou-se de quanto seu irmão amava Donuts e uma pequena lágrima correu por seu rosto, Sarah logo passou sua mão delicadamente pelo olho e retirou a pequena lágrima, até que se virou para trás e viu alguém grande se aproximando, até que percebeu que era Barns, assim que ele se sentou Sarah apenas disse
- Ahm oi... O voo sairá em breve.
Sarah não entendia por que Barns estava tão diferente, então decidiu agir como se nunca foram próximos, sem conseguir parar de pensar em seu irmão Sarah entrou no avião, seu voo durava 10 horas e Sarah não dormiu por nenhum segundo, Sarah sentia que a saudade estava matando-a aos poucos.


Notas Finais


Obrigado por ter lido ❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...