1. Spirit Fanfics >
  2. Almas Gêmeas (Taekookie) >
  3. O aniversário

História Almas Gêmeas (Taekookie) - Capítulo 4


Escrita por:


Notas do Autor


Boomm esse é o fiim..

Capítulo 4 - O aniversário


Fanfic / Fanfiction Almas Gêmeas (Taekookie) - Capítulo 4 - O aniversário

Narradora on..


Taehyung passava a mão por todo o corpo de Jungkook que se arrepiava a cada toque do amado. Eles estavam nessa boa pegação até..


Th: vamos pra outro lugar? - diz ofegante.


Jk: porque? - foi tudo que conseguiu dizer, estava muito afogado nas emoções e sensações que estavam sentindo.


Th: não quero fazer isso no carro - afastou a franja suada do menor. - quero que seja especial pra você. 


Jk: vai ser especial, porque é com você. 


Th: Ok.. então vamos a um lugar.. - sorriu e logo Jungkook sentou no banco do carona..

Taehyung deu partida no carro e logo saíram dali.. alguns minutos depois e Taehyung parou perto de uma grande rocha.. estavam na praia. A vista era linda, e o mar se chocava nas pedras mais próximas. 


Jk: Taee.. que romântico, na praia?


Th: gostou?


Jk: amei - sorriu. 


Taehyung abaixou todo o banco do motorista até encostar no banco de trás.. fez o mesmo com o banco do carona, quase virou uma cama. Sentou no meio espaço que sobrou e puxou Jungkook para seu colo. Voltaram a se beijar com desejo e vontade que estavam de ter um para o outro, de se entregarem um para o outro.. poderia ser loucura, fazia menos de 3 dias que conhecia o pequeno ser, mas conseguia imaginar uma vida ao lado dele. 


Th: olha eu nunca fiz isso com um garoto, então se eu fizer algo que não gosta ou te machucou me fala.. ok?


Jk: ok..



Jungkook suspirou quando Taehyung desceu os beijos por seu pescoço e as mãos apertavam sua bunda com certa força. Logo as camisas foram jogadas longe.. Taehyung deitou Jungkook no banco e desceu os beijos por todo o abdômen do garoto que já se contorcia em prazer. Deu uma atenção aos mamilos dele e logo desceu com a língua fazendo uma linha invisível até o cós da calça. Abrindo ela e a tirando junto com a cueca. Salivou ao ver o membro duro de Jungkook. Era a primeira vez dos dois.. por mais que Taehyung já tivesse transado antes, sempre foi com meninas. Então era inexperiente tanto quanto o menor. Começou uma leve masturbação, como fazia consigo mesmo, se sentiu bem ao ouvir Jungkook gemendo. Continuou e então pensou se poderia ir além. Se aproximou do membro e passou a língua, sentindo o sabor levemente azedo, mas nada insuportável. Decidiu ir mais fundo e o colocou na boca.


Jk: ahn Tae.. - sorriu de lado com o pau dele na boca.. Continuou indo até onde achou que conseguia. Seu pênis estava latejando dentro da calça apertada, implorando por atenção. Continuou ali o chupando.. Jungkook colocou a mão em seus fios os puxando vez ou outra.. - Tae… Para.. vou gozar.. - disse já sentindo espasmos e então Taehyung o tirou da boca sendo ligado por um fio de saliva. 


Th: Foi bom? - perguntou um pouco apreensivo. 


Jk: Foi ótimo Tae.. - sorriram um para o outro e então Taehyung desceu seus beijos pelas coxas de Jungkook até chegar em sua entrada que se contraiu com a respiração que bateu contra ela. - estou limpo. Faço chuca a bastante tempo, e apesar de nunca ter transado com ninguém, sou acostumado com meus dedos. - sorriu envergonhado. Mas precisava dizer isso, Taehyung parecia muito tenso em tudo que fazia, e após a fala do menor relaxou um pouco.


Th: certo. - ele ergueu o quadril de Jungkook, apoiando em seus ombros e se aproximou mais da entrada dele. Passou a língua e escutou um suspiro. Continuou lambendo e chupando aquele pequeno buraquinho. Até que o penetrou com a língua e Jungkook gemeu em deleite. Continuou muito concentrado e determinado a dar prazer ao menor. Após alguns minutos ali, ele penetrou um dedo em experimento e gemeu ao contatar o quão apertado ele era. Continuou ali e então inseriu o segundo, ainda usando a língua para lubrificar tudo e não o machucar. Começou a estocar com os dedos, aumentando a velocidade. 


Jk: UHN.. - gemeu alto, Jungkook se contorcia, ele jurava ver estrelas - Eu tenho um lubrificante no bolso da minha calça - diz assim que Taehyung parou os movimentos.


Th: prevenido ele - sorriu de lado e buscou pela calça do menor. Encontrando um pequeno pacotinho de lubrificante, lembrava a embalagem de camisinha. Taehyung rapidamente se livrou da calça e da cueca, se sentindo imensamente aliviado ao se libertar do aperto das roupas. 


Jk: Caralho - olhou para Jungkook que estava com os olhos arregalados.


Th: que foi? - disse olhando para todos os lados, pensando ser alguém vindo ou algo assim.


Jk: Taehyung, isso não vai caber em mim.. - disse olhando diretamente ao membro super duro do maior. Taehyung sorriu aliviado.


Th: vai sim neném. - despejou o lubrificante em seu pau e melou os dedos para passar na entrada do Jeon.. Enquanto penetrava os dedos nele, se masturbava com a outra mão, ganhando um certo alívio. - se quiser parar ou doer muito. Me fala. Paramos na hora.


Jk: ta bom. 


Se abaixou ficando por cima de Jungkook e levou seu membro até a entrada dele, passando a glande por ela. Colocou a cabecinha e começou a forçar para entrar. Encarou Jungkook que contorceu o rosto em uma expressão de dor. Ele então passou a beijar todo o rosto do menor para distrair da dor, enquanto ia entrando na entrada quente apertada do mesmo. Assim que estava todo dentro dele viu uma lágrima escorrendo do rosto dele.


Th: Ta doendo muito? Vamos parar. 


Jk: não.. vai passar.


Então continuou parado enquanto distribuía beijos pelo pescoço de Jungkook, passou a mão por seu abdômen até chegar ao membro quase mole dele, passou a masturba-lo. A dor devia ser grande, não queria que ele sentisse isso.. mas sabia que a primeira vez sempre é mais dolorida. Mas apesar de ter que esperar um tempo, seu membro estava quase explodindo pelo aperto, como ele queria se mexer, indo fundo e forte, mas tinha que fazer isso, pelo menor.


Jk: pode mexer. 


Taehyung assentiu e então saiu lentamente de dentro dele vendo ele suspirar, entrou novamente devagar, agora um pouco mais fácil. Repetiu mais algumas vezes até ver que Jungkook relaxou bem, então começou com as estocadas lentas mas ritmadas. Aumentando a velocidade conforme Jungkook pedia por mais. Ele soube ali que o gemido mais gostoso que já ouviu é o de Jungkook, por não ser escandaloso e sim muito manhoso. Isso estava o enlouquecendo. Aumentou mais a velocidade e a força. Jungkook gemeu um pouco mais alto e mais manhoso, curvando as costas no ato. 


Jk: Isso, faz de novo.. - Tae sorriu e continuou fazendo de tudo para acertar de novo o mesmo lugar. Fazendo Jungkook tremer, sentindo que ele estava perto, começou a masturbá-lo, não estava longe também. Algumas estocadas e então o menor gozou, expelindo seu prazer entre eles. E Taehyung veio logo em seguida,se retirando rapidamente de dentro dele e gozando na barriga do mesmo o melando todo. Taehyung se abaixou o beijando. Estavam cansados e ofegantes. Deitou ao lado dele e o puxou para deitar em seu peito.


Th: tudo bem? - perguntou depois de um tempo apenas regulando suas respirações. 


Jk: tudo.. e você? 


Th: ótimo demais - sorriu e deixou um beijo nos fios suados - te melei todo.


Jk: Sim.. - sorriu vendo seu estado.


Th: vou ter de mandar lavar o carro.


Jk: Meu Deus - olhou para o banco vendo ele todo manchado de porra..


Th: vou ligar pro Jimin Calma.


Se afastou e pegou seu celular no bolso da calça. Logo ligando para o amigo..


"Fala coisa feia"


"Ainda tem gente na minha casa?"


"Querido, sabe que horas são?"


"Não"- afastou o telefone

 para ver a hora e se assustou. 


"Não tem ninguém lá faz muito tempo" 


"Tá, obrigado Hyung"


"Nada querido e o Kook?"


"Tá aqui, precisamos tomar banho"


"EU NÃO PRECISAVA SABER DISSO SEU… FILHO DE UMA LINDA MÃE."


Sorriu e logo se despediu do amigo.


Th: bom.. vamos pra minha casa, tomamos banho e dormimos um pouco, daqui a pouco amanhece. 


Jk: certo.. - sorriu.. - Feliz aniversário.. eu te amo Tae..


Th: Jungko…


Jk: não fala nada.. quando você me amar você fala tá? - ele sorriu concordando..


Não seria nada difícil amar aquele pequeno garoto de olhos castanhos escuros que brilhava como um céu estrelado. Ele já estava todo derretido pelo menor, amar ele seria apenas um detalhe. Porque são almas gêmeas que sentem o sentimento mútuo e se desejam mais do qualquer outra coisa.


Notas Finais


Olá para quem ficou até o final. Eu queria agradecer e dizer que sim é o fim.. porém se quiserem que eu volto com uma continuação dos outros casais e até mesmo dos TK eu volto.. Deixem seu feedback????


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...