1. Spirit Fanfics >
  2. Almas Trigêmeas - Terceira Temporada (Deltas) >
  3. Apresentação e Transformação

História Almas Trigêmeas - Terceira Temporada (Deltas) - Capítulo 2


Escrita por:


Notas do Autor


Oi!

Vejamos agora o primeiro capítulo dessa história, espero que gostem.
Boa leitura!

Capítulo 2 - Apresentação e Transformação


Fanfic / Fanfiction Almas Trigêmeas - Terceira Temporada (Deltas) - Capítulo 2 - Apresentação e Transformação

Tudo havia iniciado antes mesmo de nascerem, quando eram minúsculos espermatozoides, sendo fecundados por seu pai, no corpo de seu papi. Destes espermatozoides nasceram dois pequenos e lindos bebezinhos, de pele pálida, olhos e cabelos negros, frutos do amor de Tobirama e Madara, os quais receberam os nomes de Kagami e Shisui.

                Ambos pequenos cresceram juntos e muito unidos, cada qual adquirindo sua própria personalidade. Enquanto Kagami, o mais velho dos gêmeos, era doce e tímido, Shisui, o mais novo, crescia arteiro, alegre e possessivo. Todos acreditaram que dali sairiam um ômega e um alfa, por isso, grande foi a surpresa da família quando assim não ocorreu.

                Tinham doze anos, haviam amanhecido “doentes”, febris e seus pais acharam melhor deixá-los em casa, já que possuíam uma leve ideia do que estava acontecendo, era o primeiro cio dos gêmeos e talvez por serem gêmeos é que haviam sincronizado, pelo menos era isso o que pensavam, mas que longe da realidade estava, já que a causa era outra.

                O pequeno Kagami estava encolhido em sua cama, de ponta-cabeça, sentindo como seu trêmulo corpo suava e sua região íntima doía, seu corpo inteiro febril, como se lava quente percorresse seu corpo, ao invés de sangue.

                Sentindo seu lobinho despertar pela primeira vez, levantando-se e erguendo as orelhas, levantou levemente seu tronco, pendendo a cabecinha para o lado ao sentir um agradável odor cítrico de kiwi e cravo aproximar-se, odor esse que conhecia bem, mas que agora parecia muito mais forte.

 

- Gami... posso entrar? – o pequeno Shisui perguntou ao outro lado da porta, compartilhavam quarto, mas devido ao cio de ambos, seus pais haviam achado melhor deixá-los separados, Kagami no quarto deles e Shisui no de Madara. O gêmeo mais velho ao ouvir a voz sentiu todo seu corpinho arrepiar, seu lobinho remexendo-se com ansiedade.

- S-sim. – respondeu entrecortado, por algum motivo sentia-se nervoso. A maçaneta girou, deixando ver um pequeno moreno, completamente suado e com os cabelos desgrenhados, seus olhinhos baixos, mas que ao erguerem-se e dirigirem-se aos de seu gêmeo, dilataram-se, mudando de cor a um intenso vermelho sangue, os normalmente iguais do mais velho também modificando-se a um cristalino azul, seu aroma a patchouli e eucalipto tornando-se mais intenso, misturando-se ao do outro.

- Alfa... – ambos meninos ficaram confusos ao ouvir seus lobinhos falarem em seus interiores, como se estivessem chamando a outro, como se estivessem chamando a um parceiro, mas isso não era possível, afinal estavam sozinhos naquele quarto, na casa, já que Madara havia saído uns instantes atrás à farmácia, a fim de buscar supressores para que seus pequenos não sofressem tanto.

- Sui... – o mais velho de ambos chamou, palmeando o colchão de sua cama, em um pedido mudo de que o mais novo se aproximasse, sentia uma necessidade enorme de tê-lo ao seu lado e cheirar seu pescoço, mais além do normal, e nem sabia o motivo, era como se algo dentro de si chamasse ao outro pequeno. Shisui ao ouvir o silencioso pedido, sorriu enorme e correu à estreita cama, deitando-se ao lado de seu gêmeo e abraçando-o, logo sendo correspondido da mesma forma, seu nariz indo ao pescoço contrário para sentir mais do odor que tanto amava desde pequeno, mas que agora estava muito mais forte, enquanto sentia como inconscientemente seu irmão se encolhia mais no abraço, buscando mais proximidade, seu narizinho também buscando o odor alheio e sem que nenhum percebesse e ainda abraçados, ambos pequenos finalmente puderam pegar no sono, sentindo-se mais tranquilos ao sentir o odor contrário.

 

_____     x    _____

 

                Quando Madara retornou, apressado por ter deixado seus pequenos sozinhos, encontrou a ambos dormindo, na mesma cama e abraçados. Involuntariamente, um pequeno sorriso surgiu em seu rosto de ver a forma tão adorável de seus filhotes, ainda assim preocupou-se, sempre soube o quanto os gêmeos eram unidos, mas isso começava a ir mais além do normal, afinal um alfa jamais buscaria o odor de outro alfa durante seu cio e a partir do momento em que o cio havia iniciado e os pequenos haviam apresentado-se, já havia percebido, ambos meninos eram alfas.

                Dando uma última olhada, resolveu deixá-los descansar, e fechando a porta do quarto, retornou à cozinha, a fim de fazer algo para quando seus filhotes sentissem fome, afinal precisariam de muita energia para encarar ao cio.

 

_____     x    _____

 

                As horas passaram e os gêmeos agora estavam ansiosos, no bosque perto de sua casa, era sua primeira transformação e sempre haviam ouvido o quanto era dolorosa. Tobirama e Madara estavam junto aos filhotes, aguardando o momento em que a lua cheia apareceria, era um momento apenas entre pais e filhotes, por isso Hashirama e Mito haviam ficado em casa, cuidando dos outros pequenos.

 

- Fica calmo. – disse o pequeno Shisui, quase em sussurro, ao sentir a pequena mãozinha de seu irmão, que segurava a sua, tremer e suar, o mais velho sempre havia sido o mais nervoso e assustadiço, ainda que o mais novo não admitisse, mas ele também estava com medo.

- Não posso, tenho medo. E se doer? – perguntou o primeiro gêmeo temeroso.

- Eu também tenho medo. Mas olha, não importa o que aconteça, eu sempre vou estar com você. – respondeu o segundo gêmeo, apertando ainda mais a mãozinha entre a sua.

- Está na hora meus pequenos. – falou o único ômega ali, abaixando-se à altura de seus filhotes – Não se preocupem, tudo vai dar certo. – e com essas últimas palavras, Madara deixou um beijo na testa de ambos, para posteriormente levantar-se e junto a seu esposo, iniciar a transformação, convertendo-se em um lobo pequeno de pelagem completamente negra e orbes vermelhas como o sangue, enquanto o Senju mudou a um enorme lobo de pelagem branca como a neve e orbes verdes brilhantes.

 

                Ambos meninos olhavam assombrados, não era a primeira vez que assistiam a transformação de seus progenitores, mas nem por isso deixava de ser surpreendente, sempre haviam achado incríveis e deslumbrantes as figuras de seus pais transformados.

                Seguido a isto e os tirando de seu deslumbramento, a lua finalmente apareceu ao céu e ambos garotos puderam sentir como algo dentro de si desejava sair. Seus olhos foram o primeiro a novamente mudar, Kagami a azul e Shisui a vermelho. Logo suas mãos se soltaram e suas unhas cresceram, seus pêlos aumentando de tamanho, espessura e cor, enquanto seus ossos estalavam, mudando de posição e os deixando encurvados, até finalmente caírem em quatro, mostrando dois minúsculos lobinhos alfa. Kagami um pequeno lobo completamente branco como a neve, da mesma cor da pelagem de seu pai alfa e os olhos de um intenso azul, como eram os de seu falecido tio Izuna. E Shisui um pequeno lobo, pouca coisa maior, com a pelagem como a de seu papi ômega, completamente negra como o carvão e os olhos vermelhos sangue, também iguais aos de seu papi.

                Ouvindo como os filhotes, agora atirados ao chão pelo cansaço, choravam, alfa e ômega aproximaram-se, lambendo-os nas orelhas, focinho e pescoço, deixando que os próprios pequenos os olfateassem e também lambessem seus focinhos, os reconhecendo.

                Sentindo seus corpinhos ainda doloridos, ambos pequenos levantaram-se cambaleantes, quase caindo ao chão e recebendo a ajuda de seus pais, que empurrando levemente com a cabeça, ajudaram nos primeiros passos dos filhotes. Estes que animando-se, em pouco tempo já estavam correndo livremente pelo gramado do bosque, juntos, como sempre havia sido e sempre seria. 


Notas Finais


Primeiro capítulo!
Espero que tenham gostado.
Nos vemos amanhã, no próximo capítulo!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...