1. Spirit Fanfics >
  2. Almost Alone (Imagine Jeon Jungkook). >
  3. Pedreira.

História Almost Alone (Imagine Jeon Jungkook). - Capítulo 3


Escrita por:


Notas do Autor


Espero que tenham gostado e desculpem-me pelos erros ortográficos, será corrigido na revisão.

Capítulo 3 - Pedreira.


Fanfic / Fanfiction Almost Alone (Imagine Jeon Jungkook). - Capítulo 3 - Pedreira.

Kim Yezi.

 fazia mais de uma hora que os carros estavam parados na estrada e nada daquela maldita pedreira. Ainda era noite e as crianças dormiam serenamente no banco de trás.

— Está demorando. — me pronuncio.

— É, mas daqui a pouco estaremos lá, pelo o que os caras da caminhonete disseram, não era muito distante de onde estávamos. — Tae diz para mim.

— Tae, não acha que esses caras estão nos levando para uma furada? — levanto essa hipótese.

E então, o silêncio se instala, Taehyung parecia concordar com a minha hipótese, mas era orgulhoso demais para admitir que tivesse cometido algum erro e então, ele permaneceu calado, como se demonstrasse que não havia nada a temer. O resto da viagem demorou mais uns trinta minutos e nesse meio tempo, eu havia adormecido com a cabeça na janela. Acordo com pequenos dedinhos me cutucando, coço meus olhos e viro para trás.

—Yezi, já chegamos? — Yura me chama pelo nome, como costumava fazer as vezes.

— Acho que sim. — falo, olhando pela janela e vendo um pequena entrada estreita, cujo a caminhonete, o trailer e os nossos carros entraram e pararam.

Taehyung imediatamente para o carro e os primeiros a saírem, é claro, as crianças, solto meu cinto e desço com Daniel no colo. Era um ambiente agradável e tranquilo, havia água ali perto e também nos disseram, que havia um rio a quilômetros da onde ficaríamos. 

Não demorou muito para que as pessoas começassem a se instalarem, arrumando as barracas em um espaço confortável. Imediatamente, minhas lembranças com o meu marido vieram à tona e então, eu não pude evitar, deixei que uma lágrima isolada escorresse pela minha bochecha.

— O que foi? — Tae pergunta, enquanto tirava o casaco e desligava a lanterna, já que a luz do sol iluminava o ambiente. 

— Nada. — tento mentir e ele me encara com os olhos semicerrados — Não é nada.

Saio dali com Daniel no colo. Fui andando em direção à floresta, atordoada demais para ver aonde eu estava indo. Minha respiração começou a acelerar, insinuando que eu estava tendo crise de pânico com uma criança na floresta, sozinha.

— Não... agora não. — falo para mim mesma e Daniel começa a chorar — Não, ei, filho... — balanço ele — Não faça isso com a mamãe. 

De repente, sinto uma mão em meu ombro despido e dou um pulo de susto, olhando para trás imediatamente.

— Sou eu. — o cara do headphone diz e eu suspiro aliviada — Está tudo bem? — afirmo com a cabeça, tentando me controlar, ele e o irmão me encaravam, o mais novo estava com uma arma de caça, talvez uma besta — Quantos anos você tem? — ele pergunta com um sorriso no rosto.

— Vinte e três anos. — ele aumenta o sorriso — O quê? Muito nova para ser mãe de três crianças? 

— Bom, não era isso... mas, já que você insiste. — dou um leve sorriso.

— Quem são aqueles dois meninos que estão com você? — desta vez, quem pergunta é o da besta.

— O de olhos puxados é o meu irmão, e o de olhos azuis, é o meu colega de trabalho. — respondo e noto ele dar um sorriso de lado... os dois são extremamente iguais.

— Eu sou o Rain. — o mais velho diz — E aquele é a minha irmã, o Jungkook. — franzo a testa com um sorriso no rosto.

O Jungkook olha para Rain com cara de bravo e eu entendi, Rain gostava de irritá-lo com apelidos desagradáveis. 

— Eu posso segurar? — Rain se refere à Daniel, sorrio e assinto com a cabeça.

— Não. — olhamos imediatamente para a voz e avistamos Lucas, com uma feição nada amigável.

Ele estava parado com os braços cruzados. Como um pai ou marido zangado, ele sinalizou para que saíssemos dali. 

— Estou ocupada. — falo para ele e ele bufa, vindo até mim.

— Estou vendo. Vamos. — ele diz e eu nego com a cabeça — Yezi... — ele diz com os dentes semicerrados.

— Vejo vocês depois... — falo para os dois e eu saio dali, Lucas veio até mim e colocou a mão em minhas costas, guiando-me de volta ao acampamento.

Depois que chegamos, rapidamente eu me afastei dele e fiquei em um canto qualquer. Um asiático se aproximou de mim e sorriu, um tanto quanto sem graça.

— Olá... eu sou o Arthur, você está ocupada? — neguei com a cabeça— É que estamos indo pegar água e precisamos de ajuda.

— Eu ajudo. Sou Yezi e esse é o pequeno Daniel. — Arthur sorri para Daniel e eu sorrio junto, vou até a minha mãe e entrego Daniel para ela, logo voltando para Arthur.

O sigo até um jipe e entro no mesmo. Pelo caminho, conhecemos as irmãs loiras que estavam com Tom no trailer, a mais velha, se chamava Dakota e a mais nova, Elle, havia também duas pessoas negras comigo, eles se chamavam Sheron e Maycon. Eles eram bem gentis e me trataram super bem.  Quando chegamos de volta no acampamento, Dakota me apresentou para a mulher do barrigudo, ela se chamava Carol e era uma ótima pessoa, ela também tinha uma filha linda chamada, Érika. 

Quando anoiteceu, todos do acampamento sentaram em volta de uma fogueira. Eu estava sentada em um tronco, ao lado de Taehyung e com Daniel no colo, Mark e Yura estavam sentadas no chão, na nossa frente. Tae dormia serenamente em meu ombro, enquanto eu ficava ninando Daniel.

— Quando eu conheci você, achei que era a namorada dele. — Elle começa o assunto. 

— Eca, não. Somos irmãos. — falo e ambas sorrimos.

(...)

Depois de um tempo, Taehyung havia ido dormir e eu fiz o mesmo. Acordei as crianças e fui com elas até a nossa barraca, Mark e Yura se deitaram e eu fiz o mesmo, colocando Daniel do meu lado.

— Boa noite. — falo e eles repetem, menos o pequeno Daniel.

Era difícil aceitar que não havia mais civilizações, que os militares tombaram e que não há mais nada lá fora. Eu não aceitava o fato de poder perder as pessoas que eu mais amo. Com esses pensamentos, viro-me para o lado oposto das crianças e fecho os olhos, adormecendo logo em seguida. 


Notas Finais


Me desculpem pela demora, ultimamente estou ficando desanimada para escrever.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...