História Alone - Capítulo 57


Escrita por:

Postado
Categorias Jogos Vorazes (The Hunger Games)
Personagens Annie Cresta, Cashmere, Cato, Clove, Cressida, Delly Cartwright, Effie Trinket, Enobaria, Finnick Odair, Foxface, Gale Hawthorne, Glimmer, Gloss, Haymitch Abernathy, Johanna Mason, Katniss Everdeen, Madge Undersee, Peeta Mellark, Plutarch Heavensbee, Primrose Everdeen
Tags Alone, Katniss, Peeta, Principe
Visualizações 29
Palavras 617
Terminada Sim
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Ação, Aventura, Fantasia, Ficção, Ficção Adolescente, Romance e Novela, Saga, Suspense, Terror e Horror
Avisos: Tortura
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 57 - Capitulo 57


-MAIS RAPIDO-diz o sargento e os soldados fazem os exercícios mais rápidos, peeta e eu estamos conferindo a preparação pra guerra, resolvi guardar a noticia de que estou gravida, ninguém precisa saber principalmente nesses tempos difíceis, joguei a foto fora pra não correr riscos de descobrirem, agora todo dia conta, snow esta mais do que preparado pra atacar, tanto que já esta se preparando pra jogas fogo contra nos, estou tão nervosa com isso peeta prometeu ficar comigo todo tempo, então não nos desgrudamos mais, tirando quando preciso trocar de roupa ou qualquer coisa assim, não quero que ele desconfie,  depois de vermos os soldados vemos os atiradores e as bombas ,esperamos não ter que usa-las seria muito dano, o reino esta um caos as pessoas foram refugiadas em abrigos que ficam no chão pra não se machucarem, algumas não quiseram ir e o os outros estão lotados então as pessoas estão se refugiando em casa a rua esta completamente vazia e silenciosa, as lojas também, tudo esta parado e é tudo minha culpa

 -tudo bem amor-pergunta peeta e assinto-vamos embora deve estar cansada, quase não tem dormido-diz e vamos pro carro quando chegamos entro no quarto e deito na cama, fico olhando pro nada, peeta me vê e não diz nada, sei que ele quer que eu fique bem, mais não sei se consigo com tantos sacrifícios

       

     acordo ouvindo gritos e tiros começo a me desesperar olho pro lado e peeta não esta lá e fico mais desesperada ainda, começo a correr pelo corredor a procura de peeta mais nada, consigo chegar ate perto da entrada e vejo muitos soldados feridos e tiros e armas pessoas caindo no chão e perco o ar não sinto meu corpo, quero correr mais não consigo, sinto alguém me agarrando e me levando pra longe eu tento gritar mais não consigo, ele me joga em uma sala e finalmente vejo que é finnick, na sala o rei e a rainha também estão

-onde esta peeta

-não sei sumiu

-COMO ASSIM SUMIU-digo muito brava e tento sair mais sou barrada por finnick, ele e o rei tentam me acalmar mais não consigo ouvir ate ver peeta, ele corre ate mim e o abraço forte

-que bom que esta bem, fui atrás de você mais tinha sumido pensei que.

-tudo bem, estou  bem-digo e o abraço forte-pensei que tinha ido lá pra fora fiquei desesperada peeta

-tudo bem, estou aqui amor-diz me confortando passamos muito tempo aqui, finnick fica preocupado com annie mais o acalmamos, após horas soldados veem e dizem que esta liberado nossa saída, quando vou vendo tudo fico chocada, esta tudo destruído pessoas jogadas por todos lados começo a chorar e peeta me leva pro quarto, mais não consigo dormir com pesadelos e ele fica me embalando no sono ate eu conseguir dormir, tenho pesadelos

      acordo antes de peeta, aquelas imagens não saem da minha cabeça, já se passaram dois dias depois do ataque estamos esperando outro, mais snow não deu sinais, desço ate a cozinha e falo com magges vários empregados me ignoram agora, ate annie e johanna

-é minha culpa

-não é querida, não é não você fez alguma coisa contra snow-diz e nego -então não é sua culpa

-eu sei que sim magges, por isso não consigo dormir, tenho pesadelos

-tudo vai dar certo, logo tudo acabara-diz e penso um pouco

-tem razão magges, tudo acabara logo-digo e vou pro meu quarto, fico pensando será que peeta deixaria de me amar se eu o deixasse, eu não posso deixar que mais pessoas morram por mim, vou ter que sacrificar minha felicidade e fazer o que prometi cuidar do meu povo e do meu pais, vou embora


Notas Finais


-JT.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...