História Alone - Capítulo 75


Escrita por:

Postado
Categorias Jogos Vorazes (The Hunger Games)
Personagens Annie Cresta, Cashmere, Cato, Clove, Cressida, Delly Cartwright, Effie Trinket, Enobaria, Finnick Odair, Foxface, Gale Hawthorne, Glimmer, Gloss, Haymitch Abernathy, Johanna Mason, Katniss Everdeen, Madge Undersee, Peeta Mellark, Plutarch Heavensbee, Primrose Everdeen
Tags Alone, Katniss, Peeta, Principe
Visualizações 31
Palavras 927
Terminada Sim
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Ação, Aventura, Fantasia, Ficção, Ficção Adolescente, Romance e Novela, Saga, Suspense, Terror e Horror
Avisos: Tortura
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 75 - Capitulo 75


Acordo com uma dor de cabeça enorme abro os olhos devagar

-bom dia querida-diz minha mãe e fico furiosa

-bom dia merda nenhuma, porque bateu em mim

-não podia deixar você voltar

-POR QUE NÃO

-eles não são o que pensa katniss, todo esse teatro de pessoas boas é fachada-diz e me levanto do chão

-não é não, eu confio neles

-não confie, não confie katniss, eles são más pessoas

-não são não, você é que esta paranoica, se não quer voltar eu volto sozinha-digo começando a andar

-não vá katniss, por favor-pede implorando

-nem me venha com essa de novo, eu vou e você não vai me impedir-digo saindo ela tenta bater na minha cabeça, mais seguro a madeira -nem pense em me bater

-você não esta me dando alternativa

-estou sim-digo olhando pra ela-volte pro reino snow

-O QUE-diz assustada

-você me ouviu, você é exatamente como eles

-filha..

-Nunca mais me chame assim-digo andando pra longe dela, começo a andar com raiva de volta pro castelo, chego no quarto de magges e eles estão lá preocupados, quando me veem, vem correndo me abraçar

-onde esteve sua louca-diz johanna eu entro e fecho a porta

-minha mãe nos levou pra floresta

-o que, isso foi horrível-diz magges

-sei disso, eu a abandonei la

-como pode fazer isso-pergunta cinna enquanto eu sento na cama

-ela disse que não poderia confiar em vocês e queria me bater, pra mim não voltar mais -digo e eles ficam horrorizados

-ela é uma vaca-diz johanna

-johanna-diz magges

-mais ela é mesmo

-e agora querida-pergunta magges e suspiro

-acho que vou atrás de peeta e vou contar tudo-digo e eles ficam animados

-finalmente, não aguentava mais-diz johanna

-e como vai fazer isso-pergunta cinna

-eu vou ate o escritório dele e vou falar com ele-digo e eles negam -o que querem que eu faça

-uma surpresa-diz cinna

-mais do que essa-digo apontando pra minha barriga

-sim, ele vai ficar feliz,ontem ficou tão triste, ficava olhando a aliança de vocês -diz magges e sorrio

-serio, ta o que querem fazer então

-bom voce pode se vestir bem bonita e espera-lo no quarto de vocês-diz magges

-não, acho melhor ser no escritório pra ele não perceber as garrafas que joguei fora -elas discutem ate cinna interromper

-já sei, no aniversario dele, é daqui dois dias-diz e eles concordam

-gente, eu sei que vocês gostam de drama e tudo isso, mais eu realmente quero ver meu marido, então eu só vou tomar um banho e ficar no quarto esperando-digo e eles reviram os olhos-não façam isso e me ajudem

-vai passar maquiagem-diz magges mais nego

-colocar um vestido bonito-pergunta cinna

- deixem ela ir normal, ela já não se aguenta de esperar-diz johanna e sorrio entrando no banheiro, tomo um banho rápido, coloco um vestido que mostra minha barriga e meu sobretudo pra esconder, esperamos ate todos estarem dormindo e magges disse que ele ainda esta no escritório, eles me levam ate o nosso quarto, me desejam boa sorte e saem.

    resolvo tirar meu casaco e fico acariciando minha barriga, levanto e olho no espelho estou parecendo uma baleia, realmente ouço passos e fico nervosa a porta é aberta por peeta,  ele anda ate a cama devagar  e vejo a garrafa em sua mão, ando e fecho a port,a quando ele ouve o barulho finalmente olha pra mim e fica em choque

-peeta -digo calmamente

-katniss é você mesmo-diz sem acreditar

-sim sou-digo chegando mais perto e sentando ao seu lado

-não é possível, você foi embora e me deixou-diz triste

-não peeta, eu voltei

-esta gravida-diz olhando pra minha barriga

-sim-digo e ele deita na cama e fica parado

-você seria o que-pergunta

-como assim

-sabe alguma coisa da minha imaginação que eu quero muito-diz e rio

-peeta eu estou aqui não é um sonho-digo e ele ri

-como não, você foi embora me abandonou-diz e sinto meu coração doer, só de ver dor em seus olhos-você não esta aqui

-eu estou

-não esta não, eu estou bêbado demais-diz olhando pra garrafa em sua mão

-você não esta peeta

-como sabe

-porque a garrafa esta cheia-digo e ele olha pra garrafa em sua mão ainda lacrada e a solta fazendo ela cair no chão e se estilhaçar em pedaços, ele olha pra mim

-como vou saber se você é real-diz e chego mais perto pegando sua mão ele se arrepia

-porque eu sou voltei pra você, porque te amo

-porque foi embora

-precisava proteger todo mundo, mais vi que não adiantou nada, mais não consegui vir embora

-e sua barriga-pergunta olhando pra minha barriga

-nossos bebes

-bebes

-são dois-digo e ele fica olhando minha barriga sem acreditar

-não é possível, você não queria ter filhos

-não queria mesmo, mais aconteceu-digo rindo-lembra de quando fiquei passando mal- digo e ele concorda

-não sei se posso acreditar nisso-diz e pego suas mãos e coloco em minha barriga

-eu faço você acreditar-digo lhe beijando, como senti saudade desse beijo, não queria que acabasse nunca mais me sentia completa e feliz de novo, nossos filhos começam a chutar assustando peeta que se afasta de mim

-o que foi isso

-eles chutaram

-nossa isso é incrível-diz sorrindo e colocando suas mãos de volta em minha barriga

-eles sentem você -digo e ele sorri ainda admirado

-eu não sei o que dizer

-eu sei, vamos dormir um pouco, deve estar cansado-digo e ele concorda e deita, deito do seu lado e ele acaricia meu rosto

-vai estar aqui quando eu acordar

-sempre-digo e ele dorme e acabo dormindo em seguida


Notas Finais


-JT.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...