História Alone - Capítulo 95


Escrita por:

Postado
Categorias Jogos Vorazes (The Hunger Games)
Personagens Annie Cresta, Cashmere, Cato, Clove, Cressida, Delly Cartwright, Effie Trinket, Enobaria, Finnick Odair, Foxface, Gale Hawthorne, Glimmer, Gloss, Haymitch Abernathy, Johanna Mason, Katniss Everdeen, Madge Undersee, Peeta Mellark, Plutarch Heavensbee, Primrose Everdeen
Tags Alone, Katniss, Peeta, Principe
Visualizações 31
Palavras 777
Terminada Sim
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Ação, Aventura, Fantasia, Ficção, Ficção Adolescente, Romance e Novela, Saga, Suspense, Terror e Horror
Avisos: Tortura
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 95 - Capitulo 95


-NÃO ACHA QUE VOU DEIXAR VOCE MATA-LO-digo já levantando, mais eles me colocam sentada de novo

-você não tem escolha-diz e olha pro berços-bom você que sabe

-me mate, eles não-digo e ele ri

-você já esta morta, só que terá que levar alguém com você-diz e engulo em seco-seus filhos ou seu marido

-não vou escolher nada-digo amarga

-guardas, escoltem a senhorita everdeen ate sua cela, ela terá muito o que pensar-diz e eles me levam com raiva pra fora da sala e me jogam em minha cela

-MEUS FILHOS, MEUS FILHOS-digo desesperada

-estarão com o rei-diz um guarda

-NÃO, NÃO PODEM, POR FAVOR FAÇAM ALGO-digo mais eles me ignoram, entro em desespero o que ele pode fazer com ele,s pode dar algo pra comerem veneno ou mata-los. afoga-los ou deixarem eles morrerem de fome.

     fico no chão e abraço minhas pernas e entro em desespero começo a chorar, preciso sair daqui, penso e começo a olhar a cela inteira, tem câmeras por todos lados seguranças na porta, não tem nada, só um chão liso e paredes lisas, não tem como sair daqui. não vou pensar sobre sua condição esta fora de cogitação, eu não durmo nem um pouco, fico atenta a qualquer sinal de movimento, eles me trazem um pão e agua pra comer mais ignoro, lembro que magges disse que tenho que me alimentar por meus filhos, mais não consigo, pego o pão cheiro, abro, aperto e parece um pão normal. a agua não me atrevo a tomar, pego um pequeno pedaço do pão mais desisto, não vou conseguir, deixo de lado e volto a abraçar minhas pernas, as horas passam não sei se e dia ou noite o tempo parece não passar, mais não entra uma luz do sol aqui, fico ao que parece dois dias sem dormir

     ouço a porta ser aberta e me levanto rapidamente a figura a minha frente parece abatida mais coberta de riquezas e maquiagem pra disfarçar seus medos

-katniss-diz mais a ignoro-katniss tudo bem

-o que quer

-queria ver voce-diz aflita

-pra que pra me dizer que eu não devia ter voltado-digo brava mais ela continua contida

-não so queria ver se estava bem e avisar que estou com seus filhos-diz e vou ate ela rapidamente

-como estao-digo e ela sorri

-muito bem são lindosse parecem tanto com..

-peeta-digo e ela muda de cara

-sim e com voce tambem

-porque voltou

-voce disse pra mim voltar

-não quis dizer isso exatamente

-snow me encontrou-diz e assinto

-ainda e a esposa dele-digo e ela confirma-porque

-pra proteger voces

-como, consegue nos tirar daqui-digo baixo

-não sinto muito estou semdo vigiada tambem-diz e suspiro

-me deixe ver meus filhos-peço

-não posso-diz e fico brava-me desculpe..

-o que faz aqui entao pode ir-digo virando de costas ela se aproxima

-a guerra vai acabar querida-diz e a olho

-como

-eu não sei mais terminara-di e engole em seco-e entao...-ela começa a chorar-ele vai matar voce-diz desesperada

-sei disso-digo chegando perto e ela me abraça e chega perto do meu ouvido

-posso deixar voce ir

-pode-digo esperançosa

-mais so voce-diz e me separo dela

-isso nunca

-katniss-diz mais explodo

-NÃO SAIA DAQUI-digo furiosa ela vem ate mim e me da um beijo na testa e sai sento no chao como ela pode pensar que eu aceitaria isso ela é louca

     fico olhando pra parede minha barriga ronca, olho pro pão, foi a única comida que me deram, minha barriga esta vazia e estou morrendo de fome, pego um pedaço e dou uma mordida,  sinto o gosto de pão apenas e espero um pouco pra ver se tenho alguma coisa, quando vejo que não, como mais um pedaço e paro.

   volto a abraçar minhas pernas, minhas unhas não existem mais, roi todas pensando em peeta e em meus filhos,minha mãe, tudo e eu não posso fazer nada, estou presa, passa mais um dia e alguém vem abrir a porta, levanto fraca e eles me levam a mesma sala,  vou ver meus filhos mais não estão aqui, sento de frente pra snow

-ONDE ESTAO MEUS FILHOS-digo sem paciência

-estão bem, pensou na minha proposta

-não pensei e não vou pensar

-isso não importa mais, já tomei a decisão por você

-o que quer dizer-digo com o coração a mil

-vamos ter uma linda partida de xadrez

-o que-digo sem entender

-guardas, levem a senhorita everdeen ate a sala de preparação

-o que-digo mais me ignoram e me levam ate a sala de preparação, umas pessoas estranhas estão lá

-bem vinda-diz alguém

-não toque em mim-digo ao que esta vindo ate mim, os guardas me seguram, me debato sinto algo furar meu braço e desmaio


Notas Finais


-JT.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...