História Alone - Capítulo 3


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Girls' Generation, Mamamoo
Personagens Jeon Jeongguk (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Moonbyul, Park Jimin (Jimin), Personagens Originais, Solar, Taeyeon, Tiffany
Tags Bottom!hoseok, Hoseok!bottom, Jikook, Moonsun, Taeny, Taeseok, Vhope
Visualizações 11
Palavras 1.359
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Lemon, LGBT, Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Capítulo pequeno, proximo vou tentar deixar maior.
😋

Capítulo 3 - Está só começando


O amor é uma coisa tão linda e tão triste, a forma que ele é retradado é tão banalizado e as vezes é divinizado de formas totalmente erradas. Vejo por aí, pessoas falando do amor como se fosse umas das coisas mais importantes, entretanto, elas falam isso de uma maneira tão errada, é como se para você ser realmente feliz na vida, você precisasse de alguém romântico ao seu lado, isso não é real. Você pode estar no fundo do poço e se você achar o amor da sua vida, não ira mudar nada oque você sente por você mesmo, você continuará assim, no fundo do poço. O motivo de eu odiar tanto pessoas que falam sobre o amor, é que elas só retratam o amor romântico, o amor de duas pessoas juntas, amantes. Ninguém fala sobre o amor próprio e o quanto ele é importante para uma relação.

Olho por ai, sem ninguém perceber, vejo muito disso pelo mundo, pessoas totalmente perdidas, tristes, despedaçadas e sem cor, procurando por alguém. Realmente é maravilhoso ter alguém ao seu lado, para se divertir e pular de felicidade, mas essa não é a única ajuda que você precisa. 

Principalmente se você precisar mudar algo em você para agradar essas pessoas, não é assim que funciona um relacionamento, tanto romântico, familiar ou amigo. Você ira acabar se perdendo nisso tudo, se destruindo ainda mais, caindo mais fundo ainda. E quando você percebe, acaba se perdendo nessa bagunça da sua mente, sua bagunça, sua mente. Tudo isso dentro de si mesmo.

Esse é um dos meus maiores medos, está ai o grande motivo de eu não poder namorar alguém, elas sempre vão embora por esse motivo, não saber lidar com a dor da pessoa amada. Me imagino fazendo esse papel falso de inventar uma nova pessoa, uma nova personaliade, para meu futuro namorado ou namorada. Não quero fazer isso, ser algo que eu não sou, por esse motivo não gosto de fazer novas amizades, não quero ver alguém chorar por mim, lutar por mim, se nem eu mesmo consigo sozinho, ter esperanças.

Eu amo Jimin Hyung, amo muito, por isso não quero que o mesmo se aproxime de mim, para eu não o destruir com a minha destruição. Não quero ver ele chorar por mim, a não ser que seja por causa do nosso casamento, porém sei que não seria por esse motivo que jiminie iria chorar por mim.

O amor é uma coisa tão louca, eu amo Jimin, mas quero que ele se case com outro para que ele possa ser realmente feliz. Porque sei que eu não poderia dar isso a ele, eu acho.

-  Obrigada Jungkook - Jimin sussurra em minha orelha, me apertando mais contra sí - Tenho um pouquinho de medo do escuro.

Não exergo nada, eu só ouço o som da chuva e uns resmungos dos meninos e das garotas, porém sinto que mesmo com medo Jiminie Hyung está sorrindo agora, ele sempre sorri, até mesmo quando está com medo, queria ser forte igual ele.

Escuto alguém caminhar até a cozinha e Namjoon hyung voltar segurando um suporte com uma vela em cima, colocando-a na mesinha do centro, entre os sofás e a Tv. O clima começou a ficar mais aterrorizante do que já estava e a chuva forte do lado de fora não ajudava em nada.

Moonbyun, Hoseok, taehyung e YongSun que estvam no chão se aproximaram da vela, como crianças atrás de um brinquedo. Jimin hyung saiu do meu colo assim que percebeu que Namjoon estava chegando com uma vela, Jin e Yoon hyung continuaram sentados no mesmo lugar, esperando Namjoon hyung chegar com mais outra vela, colocando-a na mesinha entre os dois sofás. Todos estavam quietos, acho que esperando alguém falar algo. Possivelmente esperando a energia da casa voltar.

Nesse imenso silêncio quem resolveu falar primeiro foi Moonbyun, minha irmã mais velha, gêmea de Namjoon Hyung.

- Então, será que a energia ira voltar rápido? - se ajeita melhor, se abraçando, estava começando a esfriar.

- Não sei muito bem, só sei que com essa chuva forte não vou voltar para casa hoje não - Yoongi fala coçando o nariz, parecendo bravo com a situação.

- Não se preocupe hyung - Hobi fala olhando para ele - Qualquer coisa vocês dormem aqui. Taehyung e Yongsun já estavam aqui para isso, vocês também podem.

Contando que ninguém durma na minha cama. Bem, de qualquer forma, pelo menos vou me sentir menos assustado, por causa do filme e o clima assustador. Nove pessoas juntas em uma casa, não pode dar em uma encrenca, sim?

- E tem como isso acontecer Nam? - Jin hyung perguntou, olhando Namjoon pensar nessa possibilidade.

- Acho que sim, há os dois sofás, e quatro camas, alguns de vocês vão ter que dormir juntos. Depois resolvemos isso, quando formos dormir.

Todos ficaram calados novamente, sem nada de interessante para falar, esse silêncio sim estava desconfortável. Se a chuva não ficasse pelo menos mais fraca, os meus Hyungs também teriam que dormir aqui, não que fosse ruim, só não estava planejado.

- Esse silêncio está começando a ficar chato, o que podemos fazer para acabar com essa chatice? - moon se deita no chão nos perguntando.

Ótimo, chegou a hora de eu ir embora dormir, já vão começar com as brincadeirinhas de adolescentes, acho isso tão idiota e olha que sou um adolescente.

- Verdade ou desafio? - Falou Tae confuso.

Falei, brincadeiras de adolescentes, era a única coisa que faltava para melhorar meu dia, tenho certeza que vou ser desafiado a beijar o Jimin, porque ele é minha paixão adolescente, nós vamos para o quarto transar e lá eu o peço em namoro e vivemos felizes para sempre, devo ter descrevido várias fanfics adolescentes. Rio com meus pensamentos bem idiotas.

- Verdade e desafio é tão adolescente - Yoongi fala se ajeitando no sofá - Que tão eu nunca?

Ótimo, vou passar vergonha. Sério, já estou me imaginando ficando vermelho, com as coisas que eles vão perguntar, aposto que vão ser todas perguntas indecentes. Vão perguntar sobre relacionamento, amigos, sexo, drogas, escola. E meus irmãos vão isar disso para saber sobre minha vida social, vai ser ótimo jogar eu nunca.

O resto do pessoal concordou com a cabeça, ninguém aqui quer fazer desafios idiotas e que possam complicar nossa vida.

- Estão todos de acordo? - Yoongi pergunta e sorri estranho - Então que o jogos comecem.




                        •••




Estávamos todos em volta da mesinha de centro, nessa ordem,  Eu, Taehyung, Hoseok, Jimin hyung, Moonbyun, Yongsun, Jin hyung, Yoongi e Namjoon, todos formando uma roda, duas velas na mesinha e um jarro grande de chocolate quente, porque usariamos o chocolate quente para jogar eu nunca, melhor inversão. Ainda estava chovendo e bem mais forte que antes, oque fazia o clima ficar mais confortável. 

Estava tudo bem, até aquela sensação de desânimo se fixar em mim novamente em meu dia. Seria um sonho bom demais eu me divertir em paz uma vez na vida? Acho que sim.

As imagens de meus pesadelos ou visões, como Taehyung e Yongsun chamam, voltaram a minha mente, me atormentando novamente em meu dia. É impossível não ficar curioso sobre isso, eu observei aquela mulher abraçar minha mãe e dizer aquelas coisas, ela correndo denyro da floresta, como se estivesse procurando minha mãe à tempos.

São só pesadelos, não são? E se não forem? Não sei, não é como se monstros e fantasmas existissem, ein? É, com certeza são só pesadelos macabros e tristes. Deve ser por causa da morte de minha mãe, não sei bem, foi um grande trauma para mim, já que, a última lembrança que tenho de minha mãe, foi dela correndo de algo, que em minha mente sempre fica desbotado, como se eu não pudesse o olhar e ver oque ele fez a ela.

Eu desisti de entender minha cabeça faz tempo, acho melhor deixar isso de lado. Dane-se essa sensação de ser observado.

- Tudo bem, eu começo - Yoongi hyung pega a jarra e coloca um pouco de chocolate quente em cada copo, em frente a cada um de nós, logo se arrumando em seu lugar, sorrindo macabro - Eu nunca menti para alguém.

Todos resmugaram, bebendo seu chocolate quente e rindo um pouco. Não falo nada esse jogo só está começando.

















Notas Finais


A coisa já vai começar a ficar tensa
Twitter: @Aegyo_Hope_Laih


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...