História Alone (one-shot - malec) - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Halsey
Personagens Personagens Originais
Visualizações 70
Palavras 588
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Musical (Songfic), Romance e Novela, Saga, Universo Alternativo, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Sadomasoquismo, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Hey, sumida? Eu?
Naaaao.
Ando atualizando B.A sempre que posso.

•|•
Halsey, Alone
Blackbear , Do Re Mi
NF , If you want love

Capítulo 1 - . i'm still alone .


Sua cabeça estava tonta. Ele bebeu, fumou, cheirou e injetou tudo que você podia. Mas mesmo assim Alec ainda estava sozinho em sua cabeça.

Alguns minutos antes, Magnus aparecera em sua porta, dizendo que tinha tentando ligar, mas Alec nunca tinha tempo. Magnus lhe dissera que nunca ouvia quando conversavam, mas Alec nem sequer tentava ouvir e tentar prestar atenção.

Alec tinha viajado para Califórnia e comprou uma casa, mas ele saia todas as noites a procura de diversão ou coisas fáceis para se distrair, então ele dava festas para estranhos, só para deixar as luzes acesas, para dar sensação de ter amigos.

Uma garota disse que o conhecia, mas na verdade ele não se lembrava do rosto dela. Então ela perguntou se ele a reconhecia, ele só disse algo simples.

- Talvez. Por que em todos os lugares que eu vou tem alguém querendo ficar comigo. E eu nunca fico, talvez você seja mais uma. - dissera.

Era realmente verdade. 

Sempre tinham pessoas querendo ficar com ele, mas ele continuava sozinho em sua mente.

Então Magnus disse que queria o conhecer de verdade, mas Magnus não podia. 

- Eu sei que você quer me conhecer. - Alec dissera. - Mas eu apenas posso te dizer que assim que você me conhecer, vai desejar nunca ter feito. Eu sei que sim.

Então ele sumiu. Alec deu o fora.

Ele passou a noite em Paris, onde ninguém sabia seu nome. Ele se meteu em problemas por causa da bebida e do cigarro, que estava em suas veias.

Ele tinha problemas com festas, pois elas eram muito altas em sua cabeça. Ele precisava de silêncio às vezes, mas quase nunca conseguia. Ele nunca conseguia pedir desculpas, pois nunca carregava a culpa, ele a transferia.

Ele ia para a cama com alguém, fodia e depois desaparecia. Isso aconteceu com Jace.

Alec desapareceu e Jace passou a noite toda acordado, procurando-o. Jace perguntou por que ele estava tão distante, Alec simplesmente disse que estava fugindo. Ele o fez.

Então Jace desejou nunca ter o conhecido. Quando isso aconteceu, Alec nem se lembrava mais de Jace. Poisé em todos os lugares que ia, tinha milhões de pessoas querendo ficar com ele.


Uma semana depois, ele encontrou Jace na rua, ele o parou e despejou tudo que carregava.

- Se eu pudesse voltar àquele dia que nos conhecemos, eu provavelmente ficaria na cama. Você passa sua boca por toda a cidade. Fodeu com meus amigos pelas minha costas. - Jace dissera.

Alec deu as costas e continuou andando.

Justo naquele dia, encontrou conhecidos. Eles o perguntaram como Alec estava. Ele disse que estava bem, afinal, não era isso que ele sempre dizia?

Enquanto ele andava na rua, pensava nas conversas que tinha com seu velho eu. Quando sua mãe costumava a o abraçar e dizer que tudo ia ficar bem.

Alec não queria ficar sozinho. Ele queria alguém, mas ele era sozinho em sua mente.

Ninguém nunca tinha lhe dito que se ele quisesse amor, ele teria que passar pela dor. Que de ele quisesse amor, ele teria que aprender a mudar. Que se ele quisesse confiança, ele teria que merecer.

Ele não merecia. Nem amor nem confiança. Ele não merecia nada, mas ele queria.

Ele queria uma pessoa. Não queria que milhões de pessoas o quisesse. Ele queria só uma pessoa, não queria ficar sozinho na sua mente. 

Mas era o que merecia. Ficar sozinho. Pois não ligava para os sentimentos de quem ligava para os dele. Como Magnus.

Ele não o atendia, por que dizia que vivia ocupado. Ele não o ouvia, por que simplesmente não queria. 

Ele sabia. Ficaria sozinho em sua mente.


Notas Finais


O que foi isso? Não faço ideia.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...