1. Spirit Fanfics >
  2. Along With Me >
  3. Em Dois...

História Along With Me - Capítulo 27


Escrita por:


Capítulo 27 - Em Dois...


Ethan bate na porta, e Evelline diz de dentro do quarto:

- Entra!

Ele abre a porta devagar, e os dois ficam felizes ao se verem.

- Ethan! Que bom que você está aqui.

- É...

Ethan pega uma cadeira e senta ao lado da cama de Evelline.

- Como você está?

- Estou ótima, considerando oque houve.

- Sim... será que esse pesadelo acabou de vez?

- Dessa vez eu tenho certeza que sim, os Salvadores já eram, oficialmente.

- Que boa notícia. - disse Ethan.

Ela então sorri pra ele, com aquele olhar inocente de que ele tanto se lembrava.

- Obrigada, Ethan.

- Pelo oque?

- Por ter mudado minha vida. Desde que eu te conheci, até agora, minha vida tem sido mudada radicalmente pra melhor, tudo graças a você, muito obrigada.

Ele fica corado, e então com modéstia, ele responde:

- Eu é que agradeço, por me proporcionar tantas aventuras.

E eles riem, descontraindo.

- Evelline, eu tenho uma coisa pra te dizer...

Mas nessa hora um telefone toca no criado mudo ao lado da cama de Evelline.

- Opa, é hora do meu remédio, preciso ir até lá embaixo tomar algumas injeções, poderia me esperar aqui?

- Ahn... claro, eu espero.

Evelline deu um sorriso pra ele, e então ela se levantou e saiu do quarto.

Ethan ficou ali sentado, esperando bastante tempo, ele não parava de olhar o relógio na parede, e batia o pé ansioso, o tempo passava mais devagar, e pra passar mais rápido, ele ficou andando de um lado pro outro ensaiando como iria se declarar para Evelline.

E depois de ver que já havia se passado mais de uma hora, ele decide ir atrás dela, e passando pela recepção, ele vê um buquê largado em cima do sofá, ele pega e pergunta a uma enfermeira aonde é a sensação de injeções, ela explica, e ele vai até lá.

Para chegar na sessão de injeções, ele precisaria passar por uma parte aberta do hospital, uma espécie de jardim, estava um pouco chuvoso, e o caminho levava a passar debaixo de uma pequena ponte, quando Ethan vira a esquina para passar por ali, ele vê uma cena que o faz congelar.

Evelline estava encostada na parede, beijando Johnny Holder, o General Invernal.

- M-mas... mas... oque?

Eles estavam se beijando tão intensamente que nem viram Ethan parado ali.

- C-como a-assim?

Ele sente suas mãos e pés gelarem, e ele começa a respirar ofegante, Ethan fica muito confuso ao ver aquilo, e não suportando mais olhar aquela cena, ele larga o buquê, e volta correndo pra dentro do hospital.

Evelline ouve o som do buquê caindo numa poça:

- Espera, espera Johnny.

- Oque foi?

Ele olha pro buquê e diz:

- Ah, então, você quer aquilo?

Ele vai até o buquê, e o pega, depois volta até Evelline, se ajoelha e entrega a ela.

- Você é o único homem que eu amei a minha vida toda. - disse ela para Johnny.

Ethan conseguiu ver e ouvir tudo pela porta de vidro do hospital que levava até o jardim.

Ele chora sozinho e silenciosamente, com as mãos sobre o rosto, e muito confuso.

- Não... não entendi... por que? por que Evelline?

Com vergonha de alguém pegá-lo chorando ali, ele se levanta e vai até o banheiro.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...