História Alp-Jikook - Capítulo 7


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jeongguk (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Visualizações 50
Palavras 1.472
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ficção Adolescente, Lemon, LGBT, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Terror e Horror, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


boa tarde pra vcs!^^
voltei meu amores e trouxe mais um cap...
espero que gostem e
-boa leitura!

Capítulo 7 - Capítulo:7


Fanfic / Fanfiction Alp-Jikook - Capítulo 7 - Capítulo:7

"Menos conversa,

mais toque .

Menos stress,

mais amor.

Menos dor, 

já temos muita.

Menos fraqueza,

somos muito jovens."

-...

Sua casa nunca foi tão sem graça quanto agora.

O mesmo calor entediante, as mesma pessoas que um dia o viram crescer e se tornar o que é hoje, a mesma escuridão sem fim, a mesma luxúria inebriante, os mesmos gritos de quem era condenado...

É, o inferno não se parece mais legal...

Jungkook andava em meio a caminho algum, era sempre assim.Seguia reto para lugar nenhum e quando via, estava em casa.Não era fácil pra ele ser filho do rei dos Alps, porque todos tinham medo do que sua família podia fazer.E eles estavam totalmente certos...Seu pai é o pior Alp que existe no inferno, ele foi designado para uma pessoa pior ainda, igual a ele.O comandante dos Alps abrigava um corpo de um serial killer e sua mãe, a de uma psicopata, todos seguiam esse ciclo.Escolhiam as pessoas de mais facilidade e que continha mais desejo sexual, para se alimentarem mais rápido.

De todos ali, Jungkook era diferente, porque desde que ele se entende por gente, foi designado somente para uma pessoa. Park Jimin.O garoto sempre desde pequeno o observava quando ia a escola, quando seus pais o deixaram ir para Seul certa vez, quando entrou na faculdade e quando teve seu primeiro namorado.Ele ia as ruas somente para o obsevar o seu escolhido.Tudo, Jeon observava tudo o que ele fazia.É como se fosse seu "anjo" da guarda.Ironia, não?Mas quando Jimin tomou certa idade adulta, ele pode finalmente sair de casa e encontrar o seu tão esperado "dono".Jungkook nunca achou que fosse voltar tão cedo pra casa...

Ele avistou o castelo feito de ossos em decomposição totalmente negros e observou o campo de punição com as pessoas sendo penalizadas com o chicote, sendo obrigadas a prestar certos serviços.Sua capa preta balançando ao vento quente e forte daquele lugar horrendo.O grande portão daquele local imenso foi aberto, dando a visão do jardim de flores mortas de sua casa.Aquele lugar realmente tinha cheiro de morte e perigo, mas ninguém se importava.Não tinha mais graça estar ali...Enquanto caminhava, os servos de seus pai o encaravam e abaixavam a cabeça certamente amedrontados.Seu pai costumava falar que esse era um dom que a sua família costumava ter, arrancar gritos muito fácil.

Seus passos foram parando assim que a sala do trono fora aberta e ele viu seu pai sentado naquele lugar, cheio de poder e egocentrismo exalando de si.Se aproximou mais do velho senhor e fez sua reverência ao seu pai, esperando uma reação do outro que respirava profundamente cansado.

- Não achei que fosse voltar tão cedo.-O velho senhor disse, o olhando com certa frieza em seus olhos.Ele sempre tinha aquela sobrancelha levantada, mostrando que tinha mais bens valiosos do que os outros.Jungkook odiava isso.

- Nem eu.Me surpreendi pela minha decisão, mas eu realmente preciso de ajuda.-Jungkook completou, se lamentando por ter que recorrer aos recursos de sua mãe para isso.Queria saber os recursos da família para poder sair de situações ruins, mas ainda não tinha idade para isso.

-Precisa ver su...-Seu pai não continuou.Pelo contrário, seu rosto se tornou uma carranca e sua testa ficou franzida com muita força.-Jungkook...-Ele o chamou abrindo as narinas e cheirando o ar, percebendo um aroma muito diferente do habitual.-Está sentindo esse cheiro?-Ele levantou do trono e passou a andar em direção de onde aquele cheiro parecia emanar.Aquele forte aroma de baunilha misturado ao que parecia ser um leve cheiro de livro recentemente aberto, vinha de Jungkook.

-Não sinto nada, pai.O que o senhor...-Jungkook se assustou ao ver os olhos do velho senhor arregalados e olhando diretamente para si.-O que houve?-Ele tentou arrancar a palavra do velho senhor, mas seu pai apenas deu as costas e se sentou novamente em seu trono, atordoado demais para falar.Seus olhos estavam perdidos e pareciam encontrar alguma resposta para aquilo que acabou de sentir.

-Vá ver a sua mãe, Jungkook.Seu caso está mais sério do que você imagina.-O velho senhor murmurou com medo do que poderia acontecer.Por quê  a Jungkook?Por quê seu único herdeiro?A vida realmente dava voltas e essa não era de um jeito bonito.Na cabeça de Jeon ele se perguntava o que seu pai quis dizer com aquilo, será que...?

Deixando seus pensamentos de lado, ele caminhou apressadamente até os aposentos da rainha, vendo sua mãe dentro do quarto, provando algumas roupas para uma reunião que teria mais tarde. Assim que a mulher elegante avistou seu filho, correu e abraçou o menino com um aperto de urso.As Saudades para ela foram muitas, de todos no palácio ela foi a única que se opôs para Jeon sair de casa.Mas...Algo estava errado...Ela sentiu um cheiro diferente vindo de Jungkook, assim como seu pai.

Ela já sabia que Jungkook estava se apegando, não tinha jeito.

-Jungkook...Meu filho, você...-Ela não teve forças pra continuar.Seu filho estava ferrado, e muito.Eles não tinham o que ele precisava para poder sair dessa (in)felizmente.

- O que houve, mãe?-Jungkook perguntou encarando o rosto pálido e sem vida da velha senhora.-A senhora perdeu a cor, está tudo bem?-Ah...Se ele soubesse no quanto está enrascado...

-Jungkook, seu cheiro está mudando.-Jeon empalideceu e os olhos de sua mãe marejaram.-Meu filho, eu nunca pensei que diria isso a você, mas...Você está apaixonado, Jungkook.-

(...)

Jimin estava muito preocupado.

Seu coelho havia desaparecido a 3 dias e não tinha nenhuma notícia dele durante esse tempo.Ele ia para o trabalho preocupado, estranhamente aqueles sonhos haviam sumido e Jimin não conseguia mais comer.Ficava pensando durante esse tempo no pequeno animalzinho que fazia tanta falta.Jimin era sozinho, por isso isso se apegou tão rapido a Kookie.

Seus amigos lhe ajudaram a espalhar cartazes pela cidade, redes sociais, etc.Mas até agora nenhuma notícia também.O menor estava sentado em sua cama, enquanto olhava em suas redes sociais vendo se alguém havia encontrado seu coelho, mas de novo não havia nada.Até que um estrondo alto veio da sala.Jimin se levantou assustado, dando um pulo da cama e guardou seu celular no bolso, correndo até o cômodo para ver se tinha quebrado algo, mas o que ele viu foi algo inacreditável.Seu corpo gelou e sua cabeça deu uma volta de 360 graus.

Um homem igual ao de seu sonho, estava parado em frente ao sofá, totalmente nu.Ele tinha as fizionomias iguais aos do garoto do sonho, mas em sua pele haviam marcas estranhas que pareciam tatuagens.O menor sentiu seu sangue gelar e suas pernas ficarem bambas.Jimin percorreu os olhos pelo corpo despido do garoto.Ele era como um anjo caído, não tinha nenhum defeito.Balançou a cabeça se repreendendo pelo ato e para afastar seus pensamentos, corando fortemente ao virar de costas.

- Q-Quem é você?-Jimin murmurou abaixando a cabeça ainda de costas.Sua respiraçao pesou e ele ficou totalemente envergonhado.Queria que sua voz saisse autoritária, mas não conseguiu. Sentiu uma movimentação e olhou de rabo de olho, vendo que o garoto havia se movido e ficado atrás de si.

- O dono não lembra do seu coelhinho?Eu sou o Kookie.-O garoto disse e Jimin pode ouvir o seu sorriso.O menor se virou de frente pra ele devagar, encarando o rosto bonito do rapaz e tentou ignorar a nudez do rapaz.O mais estranho era que ele parecia mesmo ser o Kookie...Os mesmos olhos vermelhos que o garoto do sonho e seu coelho.Jimin quis desmaiar ali mesmo.Como aquilo era possível?

- Kookie?Mas ele...-Jimin foi cortado por um coelho intrometido.

- O kookie é um híbrido, hyung.-O garoto sorriu largo, explicando.-Fecha os olhos.-Ele pediu e Jimin o fez.Depois de alguns segundos não se pode ouvir mais nada, então o menor tomou coragem e abriu os olhos, vendo seu kookie ali parado e mechendo seu focinho parecendo alegre.Jimin sentiu seu coração acelerar por um momento. Era mesmo verdade.Seu Kookie era um híbrido, um híbrido de coelho.Jimin se abaixou e pegou o pequeno animalzinho em seu colo, passando a acariciar seus pelos totalmente negros.O mais velho pareceu encantado com aquilo tudo, diferente das outras pessoas que o mandariam embora por ser uma aberração, como diria elas.

- Você pode se transformar de novo, pequeno?-Jimin perguntou encarando os olhos do coelho.Viu seu focinho balançar diversas vezes e encarou isso como um sim.Botou kookie de volta no chão e fechou seus olhos, aguardando a transformação.

- Pode olhar, dono.-Sua voz arrastada se fez presente e jimin abriu os olhos, o vendo novamente ali a sua frente só que de uma proximidade maior.Jimin sorriu para ele.Ele tinha covinhas quando sorria e o menor achou totalmente lindo.

- Não me chame de dono, meu nome é Jimin.-O menor disse encantado com tudo aquilo, seus olhos chegavam a brilhar.O mais velho tinha o olhar vermelho e curioso sobre si.Jungkook achou que ele iria surtar com essa repentina aparição.

- Meu nome é Jeon Jungkook, mas pode contiunar me chamando de Kookie.-


Notas Finais


as palavras do início, são a letra de um música.
a cada cap eu vou colocando uma frase e quando acabar eu digo qual é...
quem já souber...shhhhh:3
bom, espero que tenham gostado e
até a próxima...^^
Bjs da tia lari+2


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...