História Alpha e ômega - Jikook - ABO - Capítulo 19


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Black Pink, K.A.R.D, Monsta X, Seventeen, SHINee
Personagens B.M, Jennie, Jeon Jeongguk (Jungkook), Jisoo, Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Lee Jihun "Woozi", Lisa, Min Hyuk, Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais, Taemin Lee
Visualizações 255
Palavras 2.109
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Fantasia, Festa, Ficção Adolescente, Lemon, LGBT, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Desculpe pelos erros e também pela demora, o capítulo é grande espero que gostem 😇

Boa leitura 📖

Capítulo 19 - Capítulo dezenove.


Fanfic / Fanfiction Alpha e ômega - Jikook - ABO - Capítulo 19 - Capítulo dezenove.

Jk: quer se casar comigo?

O silêncio havia tomado conta no local, todos esperando Jimin responder, o povo estava cheio de esperança e alegria com tudo aquilo.

Mas um homem que não fora convidado estava no local, usava capa preta para ninguém enchergar seu rosto, mesmo estando de noite. O mesmo estava mas no fundo, pegou sua arma e apontou para Jungkook, onde disparou o tiro. Mas acabou por errando e passando de raspão no mesmo, que se levantou assustado e sem nenhum arranhão.

O pai de Jungkook viu quem tinha feito aquilo.

Appa/Jk:  guardas! prendam-no!

Ordenou. Os guardas o pegaram, tiraram sua arma e logo o capuz. O povo junto com todos ali, se espantaram. Era Taemin que os olhava agora com o olhar com mais fúria ainda e um sorriso psicopata no rosto.

Com a distração de todos vidrados para o fundo. O conselheiro. Esse que era braço direito de Taemin sem que ninguém soubesse,  pegou sua espada direcionando em Jimin, mas um guarda que havia ali pegou a mesma, um pouco antes de ser preso também, Ren Jun achou uma pesada pedra e a jogou na cabeça de Jimin, este que quase caiu no chão, mas foi segurado pelos braços de Jungkook. Logo ficando desarcodado.

Jk: GUARDAS! LEVEM ESSE HOMEM JUNTO A TAEMIN PARA O CALABOUÇO! AGORA!

Com sua ordem os guardas fizeram o que havia ordenado. Jungkook pegou Jimin no colo e o levou até as curandeiras do palácio. Sendo seguido por sua família.

Correu o mais rápido que pode. A respiração de Jimin estava Fraca por de mais, a pancada tinha sido muito forte.

As curandeiras o colocaram em uma cama que havia ali. O ômega já havia perdido muito sangue da cabeça, pois havia se abrido um corte profundo ali. Limparam a ferida amenizando o sangue para que não perdesse ainda mais, logo após o enfaixaram. O trabalho depois de feito, deixou que os outros entrassem outras vez, pois os mesmos esperavam fora do cômodo. 

Jk: ele vai ficar bem?

- sim e não.

Omma/Jm: como assim? Meu filho não vai ficar bem?

- Olha vou ter que ser sincera. 

Appa/Jm: fale logo.

- A jogada da pedra na cabeça de Jimin foi bastante forte, fazendo com que abrisse um machucado profundo na mesma. Ele perdeu muito sangue. Não tem como doar sangue para o mesmo, pois é raro sendo que ele é um original e único.

Jk: e eu não posso doar para ele?

- claramente não. Pois você é um alfa lúpus. Vamos ter que esperar com o tempo, não sei se ele vai acordar. Sinto muito, mas se ele piorar e não acordar é perigoso morrer. 

Appa/Jm: Obrigado. Já pode ir.

A curandeira fez uma pequena reverência e se retirou do local. A mãe de Jimin derramava lágrimas vendo seu filho desarcodado. Parecia que estava em um sono normal, mas na verdade não era. Eles estavam tristes e com raiva pelo acontecimento. Já Jungkook permaneceu no mesmo lugar após a fala da mulher. Parecia ter paralisado.

Yoon: Jungkook está tudo bem?

Jk: EU VOU MATAR AQUELES DESGRAÇADOS! E VAI SER AGORA.

gritou com sua voz  de alfa lúpus fazendo Tae, Jin, sua mãe e de Jimin se encolherem. Saiu rápido daquele cômodo. Seus olhos agora não estavam mais pretos e sim vermelhos. Não era Jungkook ali mas sim seu lobo, que o havia o dominado.

Andou em passos pesados e largos ao mesmo tempo. Indo para o calabouço onde Taemin e Ren Jun se encontravam. 

Yoongi quando viu Jungkook daquele geito correu atrás do mesmo. Para impedi-lo de fazer alguma burrada.

Enquanto Yoon corria para o calabouço onde tinha a certeza que Jungkook estaria lá viu por onde passava várias coisas quebradas e jogadas no chão. Era Jungkook que tinha feito aquilo.

Achou o mesmo pegando sua espada no salão principal.

Yoon: Jungkook não os mate. Eles serão enforcados. Se matalos você sairá prejudicado.

Lobo/Jk: SAIA DA MINHA FRENTE. AQUELES IMUNDOS MACHUCARAM O MEU ÔMEGA.

Yoon: eu sei. Mas não faça isso. Eles vão ser enforcados pelo o que fizeram. Você acabou de se tornar rei se fizer isso, é capaz de perder tudo. 

Lobo/Jk: ENTÃO MANDE-OS AGORA PARA A FORCA! NÃO MERECEM MAS UM MINUTO SEQUER VIVOS!

Yoon: não podemos. Temos que esperar o Juiz para concordar. E antes que pergunte. Não. o rei não pode mandalos a forca sem antes o consentimento do juiz.

Jungkook com mais raiva ainda. Começou a socar tudo que havia em volta. O mesmo estava descontrolado de tanta raiva. Yoongi em um modo agiu apanhou as cordas que ficavam em uma caixa ali no salão e as amarrou em Jungkook. Teve que bater no mesmo fazendo desmaiar, pois não estava conseguindo o levar para o quarto de tão  forte que era. 

O levou para seu quarto o deitando na cama. Injetou no mesmo calmantes e mais alguns outros remédios para o acalmar.

Appa/Jk: ele está melhor?

Yoon: mais ou menos.Jungkook depois que saiu, estava indo para o calabouço matar eles, socava e quebrava tudo pela frente. Não sei como consegui o amarrar. Tive que lhe dar um soco para trazer ele pra cá. Injetei nele alguns remédios. Appa ele está descontrolado! E se ele acordar amanhã e ainda o lobo dele estar no controle?

Appa/Jk: não vai estar. O remédio que você deu irá controlar. Espero que Jungkook esteja calmo para o julgamento amanhã. 

Yoon: tomara. E Jimin? 

Jin, Namjoon e os outros logo chegam no cômodo onde Jeon estava. Mas saíram para fora fechando a porta para que não acordasse o mesmo.

Jin: então...Ele está mais calmo?

Yoon: pelo o que me parece sim. Dei remédios a ele.

Nam: levamos Jimin para o quarto deles. A respiração dele está fraca ainda, por conta do sangue. Mas espero que ele melhore logo.

Omma/Jk: já mandamos todos os convidados irem para suas casas. 

Tae: o que aconteceu que os objetos estão todos quebrados?

Yoon: Jungkook...

Tae: entendi.

Hs: acho melhor irmos dormir. Amanhã será um longo dia. 

Eles se retiraram e cada um foi para seu devido quarto dormir. Mas antes o pai de Jimin e Jungkook ordenaram que arrumassem o palácio e que entregassem uma carta para o juiz. Pedindo a presença do mesmo para o julgamento do outro dia.

[ ... ] 

Todos se encontravam no centro, onde havia as casas dos moradores. 

Jungkook de certo estava um pouco mais calmo e também meio tonto pelos remédios. Havia pedido desculpas pelo o que havia feito no palácio, mas disseram para o mesmo não se preocupar pois já estava tudo organizado. 

Sua face era de tristeza e raiva. Triste pelo seu amor que ainda continuava desarcodado e raiva por aqueles malditos homens.

O juiz também ja se encontrava lá. Taemin e Jay amarrados com guardas os vigiando. 

Logo o julgamento começou, fazendo assim um silêncio invadir.

Juiz: estamos aqui para opor o julgamento de Lee Taemin e Ren Jun. Que tentaram matar ambos os mais novos reis. Vocês confessam o que fizeram ou se opõem como inocentes?

Taemin: somos inocentes senhor.

O povo todo vaiou em discordância, gritando que era mentira.

Povo: MENTIRA! MENTIRA! 

Juiz: SILÊNCIO por favor. Chamo aqui a primeira testemunha. Min Yoongi irmão de Park Jimin.

Yoongi se levantou de onde estava junto a seus pais e amigos e fora para perto do juiz.

Juiz: você promete perante Deus e todos aqui presentes, que não vai contar nada além da verdade, não inventar nada? 

Yoon: prometo.

Juiz: pode começar.

Yoon: desde que eu havia nascido, já sabia tudo sobre o que estava acontecendo, meus pais me ensinaram muita coisa, mas morreram. Eu fui criado pelos pais de Jimin. Eles também me ensinaram tudo que sei hoje. Com meus cinco anos de idade. Uma guerra estava para começar e Taemin que queria atacar. Mas ele acabou por fugindo no meio do combate. Quando Jimin e nos resolvemos voltar para o reino, já grandes, Taemin  sequestrou Jimin e o torturou por três dias, mas conseguimos o achar e o salvar, mas Taemin  fugiu outra vez. Ontem presenciei o acusado atirando em direção a Jungkook mas por sorte ele errou.

Juiz: vocês o haviam convidado para a coroação?

Yoon: certamente que não senhor. Ele havia fugido outra vez e não sabíamos onde este estava. Mas não o convidamos. Não sabemos quem pode ter o deixado entrar. Mas tenho a certeza que foi Ren Jun.

Juiz: muito obrigado Min Yoongi pode se retirar. Chamo agora outra testemunha. O pai de Jimin.

O appa de Jimin se levanta e vai também para o lugar indicado.

Juiz: você promete perante Deus e todos aqui presentes, que não vai contar nada além da verdade, não inventar nada? 

Fez a mesma fala que havia falado para Min Yoongi.

Appa/Jm: eu prometo.

Juiz: pode começar.

Appa/Jm: o que Yoongi contou é a mais pura verdade. Eu e minha esposa cuidamos dele. Pedimos para que ele levasse Jimin para a casa de kim Namjoon e Kim seokjin para cuidar deles, pois Taemin queria guerra, mas acabou por fugindo. Quando Jimin voltou para o reino junto com os outros fora sequestrado por Taemin, nós o encotramos, mas ele fugiu outra vez. Eu não convidei ele meritíssimo para a coroação, pois estava desaparecido e nunca o convidaria. 

Juiz: o que você tem a dizer pelo comportamento do ré Ren Jun?

Appa/Jm: acredito que sempre desconfiei dele, mas não sabia que seria capaz de ter feito o que fez. Ele virou conselheiro pois havia nos salvado quando tinha vinte anos. Desde então eramos muito amigos. Mas agora não quero nem ver a cara desses dois.

Juiz: Obrigado. Já pode se retirar. Agora o ré Ren Jun tem a chance de contar a verdade ou guardar para si. Do mesmo geito será levado a forca.

Ren Jun: tudo que eles  disseram é verdade senhor juiz.

Taemin: O QUE? ELE ESTÁ MENTINDO SENHOR JUIZ!

juiz: SILÊNCIO. Pode continuar.

Ren Jun: sim eles disseram a verdade. Eu realmente salvei os reis, cujo os pais de Jimin e Jungkook, quando mais jovens e me tornei conselheiro. Mas eu queria mais poder, por isso fiz uma aliança com Taemin. Nos planejamos que quando os herdeiros voltassem os matariamos. Eu confesso que fui eu a deixar entrar Taemin na coroação sem que ninguém percebesse. Ele ia atirar em Jungkook bem em seu coração mas errou. E eu ia matar Jimin com a espada, mas um guarda a pegou antes mesmo de eu fazer e acabei por jogando uma pedra na cabeça de Park Jimin.

Juiz: então o senhor confessa que está dizendo a mais pura verdade.

Ren Jun: sim.

Juiz: este julgamento está encerrado. Os levem para a forca.

Taemin: NÃO! É MENTIRA! ME SOLTEM! 

Os levaram para onde seriam enforcados. Seria na frente para o povo inteiro ver. Ponharam eles com a corda no pescoço os matando. De fato, Jungkook não precisou junto a Jimin matar Taemin, já que este fora enforcado. Jungkook não sabia do outro método para o matar, mas agora não era importante já que não teria aqueles dois para os atormentar. 

Agora todos se encontravam de volta as suas moradias. Jungkook quando chegou no palácio foi direto para o quarto onde Jimin se encontrava. Abriu a porta vendo o menor deitado do mesmo geito que estava, sua respiração ainda continuava fraca, e isso o preocupava. Queria seu pequeno sorrindo para si.

Jk: acorde logo por favor meu amor. Estou tão preocupado com você. Aqueles desgraçados foram enforcados. Vou estar aqui ao seu lado, não vou sair de perto de ti, sempre juntos lembra. Eu te amo, melhore logo.

Enquanto conversava com o mesmo desarcodado, Hoseok entrou no quarto.

Hs: ele está melhor?

Jk: não. Esta do mesmo geito ainda. 

Hs: vim lhe avisar que o rei de Busan vai vir daqui dois dias junto com sua filha.

Jk:  e o que tem?

Hs: e o que tem? A filha dele, pelos boatos que ouvi sobre ela, fica estragando todos os relacionamentos dos casais. E como você é bonito e Jimin nesse estado não tenho dúvidas que ela irá fazer alguma coisa.

Jk: acredito em você meu irmão, obrigado por me avisar sobre ela. Mas o que eles querem por aqui? 

Hs: eles disseram que vão vir para visitar, já que não puderam vir na coroação. 

Jk: entendo. Você poderia avisar Taehyung, Suga, Jin e Namjoon sobre essa garota, temos que ficar espertos sobre ela como você disse.

Hs: sim vou avisar.  Espero que eles visitem e vão embora logo.

Jk: eu também. 

Hs: já vou indo. Cuida bem do meu cunhado em kkkk

Jk: mais é claro kkk

Hoseok saiu do quarto enquanto Jungkook ficou sentado ao lado de Jimin. 

Jk: não vou deixar aquela garota fazer mau para você minnie. Ainda bem que Hoseok me avisou sobre ela, os outros também vão ficar de olho. Ninguém irá nos separar meu amor. 

Falou para si mesmo. Ficou o tempo todo com Jimin, claro, teve que tomar banho e comer alguma coisa. E a noite adormeceu ao lado do mesmo. Não sairia de perto do pequeno enquanto este não acordava. Bom...Por enquanto.










Notas Finais


Deixem suas opiniões...

Até o próximo cap ♡


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...