1. Spirit Fanfics >
  2. Alpha legendary >
  3. Amigos... Amigos!

História Alpha legendary - Capítulo 2


Escrita por:


Capítulo 2 - Amigos... Amigos!


Fanfic / Fanfiction Alpha legendary - Capítulo 2 - Amigos... Amigos!

É mais uma bela e gélida noite em beacon hills. Brilhando estonteante e incrivelmente solitária naquele céu sem nuvens, a majestosa lua banhavam a todos com sua luz e deixava a visão da amedrontadora reserva florestal da cidade. 

Já se passavam das três da manhã e ninguém era louco o suficiente para entrar naquela reserva sozinho. Mas ainda assim um carro era avistado, se aproximando da entrada da reserva.

Parando as margens da  placa de proibição, o motorista piscou seus faróis duas vezes pausadamente, antes de abrir a porta e deixar o veículo. 

Banhado pela luz do luar, o indivíduo rebentou-se enigmático ao trajar roupas negras e um sobretudo que o cobria dos pés a cabeça, impossibilitando seu reconhecimento e até mesmo que seja notado enquanto o indivíduo, se embrenhar dentro da mata escura da floresta.    

Mulher _Já estou aqui, devo dizer que vir a uma floresta a noite é uma merda. Exclamou em um suspiro de desagrado. Logo após chegar a uma clareira e fitar o outro indivíduo, também trajado com roupas negras que já estava lhe esperando. Sua voz era fina e levemente aveludada, denunciando que era uma mulher. 

Homem _Não seja assim. O clima é até agradável. Defendeu-se sorrindo levemente enquanto fugia das sombras que lhe envolvia e ia de encontro a mesma que fez um alto som de resmungo enquanto revirava os olhos, parecendo bastante irritada a sua "defesa" aquele lugar. _Deixando isso de lado... E então, eles realmente estão aqui? Perguntou com uma estranha elevação na voz. A mulher dessa vez sorriu, achando ainda mais graça da irritação do outro indivíduo do que a sua própria de momentos atrás. O homem não pareceu gostar muito de sua atitude. Os olhos que antes eram escuros, mascarados pela escuridão da noite, brilharam em um vermelho intenso enquanto focaram-se na mulher. 

Mulher _Tudo bem já parei. Afirma apressada, dando sorrisinho nervoso enquanto erguia as mãos, em sinal de rendição. Os olhos do homem se apertam ainda mais, mas aos poucos vão voltando a sua cor natural. _Eles estão aqui sim... Demorou mas enfim conseguir acha-lo. Agiremos o quanto antes?! Perguntou mais como uma afirmação do que de fato uma pergunta em si, ignorando o sorriso perigoso do homem à sua frente e focando sua visão na bela vista da cidade que aquele lugar oferecia. Era uma visão e tanto, uma pena seria destruir toda aquela linda cidade só para encontrar um garoto.   

Homem _Muito, muito bom! Dessa vez irei garantir que essa seja sua última parada. Exclamou sorridente, fitando suas próprias garras que estavam expostas no momento, antes com um movimento rápido, estraçalhar uma árvore que estava em sua frente, ampliando ainda mais a bela visão daquela clareira para a cidade. Para seus padrões inferiores, era realmente muito agradável. O homem sorrir. Será uma delícia virá-la de cabeça para baixo.   

Ao mesmo tempo, bem longe do abraço gélido da reserva. Kushina se remexia freneticamente em sua cama. 

O corpo da ruiva estava coberto de suor, seu longo cabelo ruivo estava colado em seu corpo e todos os lençóis da cama estavam jogados pelo chão do quarto. 

Lançados pela própria ruiva enquanto se mexia com ainda mais intensidade, antes de acordar em um sobressalto. 

Assustada e com a respiração descompassada, a ruiva correu seus olhos pelo local. 

Cheios de lágrimas e claramente desesperados, os belos olhos da ruiva pareceram se aliviar ao se ver no quarto de sua casa e não em uma floresta com o corpo todo ensanguentado.     

Naruto _Okaa-chan! Ei o que aconteceu? Por que a senhora estava gritando? Perguntou aflito, praticamente derrubando a porta do quarto com um chute e logo indo até a ruiva que mesmo aliviada por ter sido do um sonho, não conseguia parar de chora e quando viu o filho, não pensou duas vezes antes de se jogar nos braços do mesmo, chorando copiosamente enquanto o apertava com força. Naruto nada disse, apenas a envolveu com seu braços e ficou a reconfortante até que ela se acalmasse um pouco. 

Kushina _E-eles estão aqui Naru... Eles já nos encontraram, eles... Foi tão horrível Naru. Exclamou aos prantos, apertando-se a ele com toda a força que tinha enquanto as lembrança desagradáveis do sonho invadiram sua mente. Naruto não reclamou de ter suas costelas quebradas pelo aperto, sequer mostrou sentir dor. A ruiva estava emocionalmente debilitada e saber que o machucou não adiantaria nada. Mais uma vez ele apenas se calou, abraçando ela e a confortando. 

Naruto _Não precisa temer Okaa-chan. Ninguém está aqui. Eles não nos acharam. Afirmou sereno, para passar por convicto mas, a verdade era que tinha sentido alguém os observando uns dias atrás e nessas duas semanas que está frequentando a escola, ele sentia o mesmo. Sempre tinha alguém à sua espreita. No início ele pensou que fosse mais caçadores, buscando retaliação pelo que ele fez, mas depois percebeu que se tratavam de outros perseguidores. _Ouça... Nada de mal vai acontecer, nem a senhora e muito menos a mim. Agora D. Kushina que tal dormir um pouco. Eu tenho aula e você trabalho amanhã. Sugeriu enquanto sorria largo, dando um demorado beijo na testa da ruiva que fechou os olhos, apreciando a carícia do filho e não se impôs contra ele, quando o loiro a puxou para seu quarto e ambos deitaram juntos na cama. Sua cama estava ensopada e toda destruída por garras, não tinha como dormir nela, pelo menos por hoje. Com um sorriso bobo e a expressão bem mais tranquila, Kushina deitou a cabeça no peito do filho e enquanto ele aninhou seus cabelos, ela apagou.  

"Deixe eles virem... Mandarei seus cadáveres em pedaços pra você... Vovó". Pensou consigo mesmo enquanto fitava a grande lua cheia pela grande janela do quarto. Seus olhos azuis brilharam em vermelho, seus dentes se tornaram presas e um sorriso gigante e aterrorizador rasgou a face do uzumaki por bons segundos, antes dele voltar sua atenção para a ruiva e a abraçar com força. A ruiva se aconchegou ainda mais ao peito do loiro e murmurou algumas palavras incompreensíveis. Naruto sorriu, antes de também se entregar ao solo. No segundo seguinte, um par de asas negras envolveu ambos, os protegendo e esquentando. 

(...)

Na manhã seguinte, Naruto foi despertado pelos raios de sol e as chamadas gentis de D. Kushina mais disposta e radiante do que nunca. 

Após o rápido bom dia e ordena que ele arrumasse a cama que por sinal tinha algumas penas aqui e ali. Kushina desceu para fazer um café relâmpago, antes de sair para o trabalho. 

Depois do banho e do café, o loiro pegou sua moto e voou para a escola. Tinha perdido o tempo no banho, relaxando suas costas doloridas e quando enfim saiu, percebeu que já era tão tarde. 

Kushina _Naru, eu já cheguei aqui e você? Ainda tá em casa? Naruto ouvia a voz curiosa da ruiva pelo celular enquanto pilotava em direção a escola. Desviado de carros e atravessando alguns sinais no limite. Como não obteve resposta a uzumaki sorriu, já imaginando o que aconteceu. _Perdeu a hora de novo não é?! Ah! Naruto, você está lá a quase um mês, já deveria estar acostumado. Reclamou dando um suspiro cansado, antes de sorrir zombeteiro. Naruto fechou a cara com sua afirmação e bufou irritado. Kushina no outro lado, apenas gargalhou alto antes de se despedir, para total alívio do loiro que enfim pode prestar atenção na rua.

As conversas matutinas com a D. Kushina eram sempre animadas e constrangedoras para o loiro, apesar de que ele estava feliz por ela está bem.

A ruiva frágil e chorona que ele viu na noite passada era a pior versão da uzumaki, Naruto só a via em poucas ocasiões mas sempre lhe doía como se fosse a primeira vez. 

Ele não gostava de vê-la sofrer e detestava, não odiava ainda mais o responsável por seu sofrimento. 

Deixando seus pensamentos de ódio de lado, Naruto focou sua atenção na estrada porém, logo soltar o ar pesado em seus pulmões, assim que se deparou com a imagem deveras encantadora de uma mulher ruiva linda, parada ao lado de uma range rover prata que estava com os pisca alertas ligados. Ao ver o loiro, a mulher sorriu e acenou para ele, Naruto mesmo encantando por ela resolveu ignorá-la e seguir seu caminho mas.

Naruto _Merda! Isso é com certeza suspeito, que cliché. Ah! Fazer o que, eu não resistiu aos meus íntimos. Exclamou suspirando frustrado, buzinando uma única vez para a mulher que ficou radiante e quase deu um pulinho, quando o viu estacionar sua moto no esgotamento ao lado do carro. 

Scarlett _Graças a deus, você apareceu! Eu não sabia o que fazer. Ah desculpa, meu nome é Scarlett johansson. Se apresenta sorrindo gentil, estendendo a mão para Naruto que a fitou por breves segundos, antes de sorrir e aceitar a mão da bela ruiva e se apresentar devidamente para a mesma que ficou encantada com o sorriso encantador do rapaz. _V-você sabe consertar essas coisas? Por favor diga que você sabe, por favor. Pediu suplicante, juntando as mãos na frente do rosto enquanto fitava o loiro, esperançosa. Naruto a fitou intrigado, aquela mulher era exuberante e suas atitudes estava eram quase bobas. Ela com certeza era uma suspeita, mas ele não podia negar ajudar, ainda mais a uma mulher tão bonita, mesmo ela sendo uma possível ameaça. Realmente mulheres eram o seu fraco. 

Naruto _Não se preocupe, foi só a mangueira que soltou. Prontinho, tentar ligar-lo de novo. Pediu serenamente, encarando a mulher que agora estava no volante e logo conformou com a cabeça, lidando o carro. Como dito, o carro ligou imediatamente, reforçando a tese do loiro de que ela era suspeita mas, já era tarde ele já tinha se envolvido. Sorridente a mulher saltou do carro e correu em sua direção, o abraçando com força. _Ou! Isso foi inesperado... Bom se era só isso, eu tenho que ir agora. Já estou atrasado para a escola. Anuncia apressado, fechando o capô do carro e logo indo em direção a sua moto porém. Antes que chegasse a ela, seu braço foi segurando e quando se virou para reclamar, seus lábios foram tapados pelos da ruiva em um beijo apressado e bastante sugestivo. Naruto estranhou por meros segundos mas, logo correspondeu a altura, agarrando-a por sua grande e firme bunda e a puxando para si enquanto aprofundava ainda mais o beijo que se estendeu por longos segundos, com um explorando a boca e o corpo do outro, ate infelizmente ter de se separar para respirar. 

Scarlett _Arf... Arf... Uhh! Achei que com isso lhe agradecia mas, quem está agradecida sou eu. Obrigado Sr. Uzumaki. Agradece sorrindo maliciosa, encarando os olhos azuis do loiro perigosamente perto dos seus. Naruto sorriu de lado, exalando tanta malícia quando a mulher, antes de novamente unir seus lábios com pressa enquanto a prendia contra o carro. A escola poderia esperar um pouco, ele já estava atrasado mesmo, perder um tempinho ou outro com aquela deusa, valia a pena o castigo. 

Exatos trinta minutos depois, mais uma vez era visto a moto de Naruto rasgando pneu pelas ruas de beacon. Tinha passado tempo demais com a ruiva e acabou se atrasando ainda mais, era capas de nem conseguir entra mais no colégio. 

Sorrindo ao enfim avistar os portões felizmente ainda abertos da escola, Naruto logo ficou curioso, ao ver o estacionamento bastante vago. 

Preocupado em pensar que todos poderiam já ter ido embora, Naruto respirou de alívio quando avistou os alunos começando a chegar. 

Foi aí que sua ficha caiu, para se preparar para a vida escolar, ele tinha adiantado seu relógio. O loiro quase se bateu por ter chegando antes que todo mundo na escola.  

Stiles _Ah! Merda! Morreu de novo. Sorte minha ter conseguido chegar até aqui. Exclamou furioso, batendo diversas vezes no volante antes de sair do carro e correr para o capô com uma mala de ferramentas e uma fita adesiva. Naruto encarou o rapaz atrapalhado intrigado, era o segundo carro quebrado em seu caminho. Mas diferente da ruiva gostosona, desse cara... Stiles não parecia ser uma má pessoa. Pser esses são os piores. _Ah! Vai lá por favor liga bebe, obedeça o papai e liga. Só até chegamos na escola depois você desgraça. Pedia desesperado enquanto virava consentimento a chave na ignição. O carro ligava por poucos segundos e logo em seguia morria, aconteceu isso umas dez vezes até o rapaz se cansar, sair do carro e sem escolhas, começar a empurrar-lo para o estacionamento. Alguns alunos viam ele se esforçado para mover o veículo e apenas ria dele por conta do grande esforço que fazia para mover o carro. 

Naruto os fitou com desdém, as pessoas realmente eram uma merda. 

Ele próprio era assim algumas, várias vezes, mas logo sua ética moral entrava em ação e ele não conseguia evitar a ajuda. 

Talvez devesse ir se tratar, um psicólogo saberia solucionar o seu problema? 

Deixando outra vez seus devaneios de lado, Naruto caminhou até o rapaz e começou a ajudar-lo. Ele de início ficou surpreso mas, agradeceu a ajudar e seguiu conduzindo o carro para uma vaga enquanto Naruto o empurrava sem problemas. 

Desconhecida _Oh meu deus! Olha só aquele pedaço de mal caminho. Sabe que é gostoso e fica judiado. Exclamou em um suspiro sofrido, abanado a si mesma com uma das mãos enquanto mordia o lábio inferior, praticamente começando o uzumaki com os olhos, suas amigas ao seu lado faziam o mesmo e não disfarçavam, outras alunas também pararam para apreciar. 

O "aluno novo gostosão" exibindo seus músculos trabalhados no pátio da escola. Naruto não evitou um sorriso orgulhoso, conseguia ouvir tudo o que elas falavam e cada elogio, cada suspiro excitado, inflamar o ego do loiro como gasolina. 

Stiles _Ai cara valeu pela ajuda. E desculpa também. Quando te vir, um cara forte, bonito, eu pensei que você fosse como eles. Se explicou rapidamente, apontando para um grupo de atletas estereotipados que conversam entre si e gargalhavam alto. Alternado seu olhar entre o rapaz e o grupo, Naruto sentiu vários sentimentos. Primeiro ficou confuso pelas desculpas, depois compreendeu o motivo do preconceito e depois quis bater no rapaz, por compará-lo com "eles". _Você é um cara legal, prazer eu sou Stiles Stilinski. Não nos apresentamos devidamente. aquele lá é Scott Mccall. Apresentou-se estendendo a mão para o uzumaki enquanto fazia menção para o motoqueiro que acabara de estacionar ao lado de seu jipe. Naruto fitou a mão dele desconfiado e depois olhou pro cara da moto mais desconfiado ainda porém, logo sorriu e aceitou a mão de Stiles e depois comprimento Scott que pareceu bastante feliz em finalmente conhecer-lo.  

Por mais incrível que possa aparecer, ainda era cedo e como eles iriam ter aulas juntos. O trio decidiu ficar ali, conversando enquanto fitavam as pessoas chegarem, umas apressadas para o ensino já outras pouco se importando enquanto conversam com seus amigos.

Naruto de início não queria conversar, mas depois acabou cedendo, os dois melhores amigos eram bem divertidos. O loiro não conseguiu lembra quando sorriu tanto quanto naqueles vinte minutos de conversa com algum amigo ou conhecido. Talvez fosse porque estava sempre fugindo e não tinha tempo para amizades nem nada do tipo. 

Durante a conversar, uma garota ruiva de lábios carnudos passou acompanhado de um cara, o mesmo tipo daqueles que Stiles lhe apontou. Falando nele, Naruto percebeu o olhar do rapaz em direção a ruiva e sorriu ao vê-lo babá, quando ela passou. 

Scott _Lydia Martin. Amor platónico do Stiles desde a terceira série. Explicou enquanto sorria, abraçando o amigo com um dos braços, chamando a atenção do rapaz que ainda acompanhava o caminhar, sensual da bela ruiva até que ela sumisse atrás das portas do colégio. Stiles ficou envergonhado por ter babado, ocasionando a mais risadas em Naruto e também em Scott que não fez mais questão de se segurar.   

Naruto _Um conselho. Se ela não te quer agora! Busque conforto em outra. Ver aquela ali, ela está te olhando faz tempo, vai lá garoto. Incentivou sorrindo largo, abraçando o outro ombro do rapaz e logo o virou para uma outra parte do estacionamento. Stiles viu na hora um grupo de garotas olhando exclusivamente para eles. Uma delas até acenou para ele e lhe deu uma piscadela, o rapaz ficou surpreso mas, respondeu ao aceno.  _Vamos lá. Precisa aliviar o estresse antes da aula, Scott você vem? Tem três, uma delas para cada um de nós. Argumenta sorrindo malicioso enquanto batendo no ombro do Mccall, antes de seguir na direção delas com Stiles ao seu lado. O Mccall divago por dois segundos e logo seguiu os amorfos. Após cuidar do coração machucado de Stiles, o trio seguiu para a aula. Os dois primeiros períodos foram uma merda, aula chatas, professores chatos e alunos mais chatos ainda. Se não tivesse conhecido os dois amigos que vez ou outra fazia alguma piada divertida, Naruto certamente tinha já ido atrás da diretora.

B. Finstock _Muito bem gente. Trabalho surpresa. Será em dupla e seus parceiros estão a sua direita. Anunciou assustadoramente empolgado, enquanto ouvia as reclamações dos alunos insatisfeitos com seus parceiros. Stiles ficou com Lydia e Scott com Alisson, Naruto como estava na última carteira só tinha uma pessoa ao seu lado e sorriu largo ao ver quem era, diferente de sua parceira. _Calem a boca, juntem-se logo e comece. Quero esse trabalho na minha mesa até o fim do dia. Afirmou já furioso com os murmúrios. Sem escolhas os alunos logo se juntam e começam a fazer o trabalho. Durante todo o mesmo, Naruto tentou conversa com a garota mas, ela não disse sequer uma palavra, sequer olhou em seus olhos. O loiro se perguntava o que havia feito para não merecer nem um olhar, mas respeitou o silêncio dela e e concentrou no trabalho. Ambos terminam com rapidez, impressionado a todos incluindo a garota que não esperava que Naruto fosse tão inteligente.    

Naruto _Sr. Finstock será que eu posso ir no banheiro. Estou meio apertado. Pediu envergonhado enquanto coçava a nuca, as moças da sala o acharam ainda mais bonito fazendo isso. Como ele já tinha terminado o treinador não se opôs. Ocupando enquanto lavava as mãos, Naruto foi surpreendido por mãos ágeis que se enroscaram em seu cabelo e logo lábios apressados se colaram ao seu, ele fitou a dona deles surpresos mas logo sorriu ao reconhecer a diretora fogosa. _ Sra. Merrell, se arriscando assim. Com certeza deve está morrendo de saudade. Bom... Porque eu também. Confessou antes de agarrá-la pela bunda, forçando-a cruzar as pernas em suas cintura enquanto caminhava até uma das cabines do banheiro. Tinha alguns minutos até alguém aparecer e eles iriam aproveitar bastante, cada segundo. Xingando até as antigas gerações de criadores de alarmes, Naruto saiu do banheiro momentos depois da diretora e seguiu para o refeitório, onde todos os alunos estavam indo. 

No caminho encontrou com Stiles e Scott que lhe questionaram onde ele estava, Naruto lhes deu uma desculpa qualquer e eles aceitaram. 

O loiro ficou surpreso mas permaneceu com a postura normal, apesar de ver que eles perceberam as marcas em seu pescoço e possivelmente seus novos amigos sabia o que ele estava fazendo e lhe achavam um canalha mas, ele não os culpava, para um cara como ele que fugiu a vida toda só restava viver de casos mesmo.  

Malia _Stiles aqui, guardamos um lugar para você e Scott. Chamou uma voz feminina assim que eles entraram no corredor, Naruto percebeu que era uma das amigas de seus amigos, Malia Trate se não estava enganado. Também na mesa estava Lydia a Japonesa e a morena Alisson que falava com Lydia no momento. Os dois chamados acenam para a garota e vão se juntar a elas, Naruto iria fazer o mesmo quando percebeu mais ao longe, sua companheira de trabalho sozinha em uma mesa isolada enquanto recebia olhares nada gentis dos outros alunos.   

Naruto _Ah esse meu sentido super-herói vai acabar me jantando algum dia. Reclamou consigo mesmo enquanto seguia em direção a garota. No caminho ele passou pelos amigos e murmurou que logo voltaria. Mais uma vez centro das atenções, ele seguiu até a garota e se sentou em sua frente. Ela quando o percebeu ficou surpresa mas, logo voltou a comer. _Vem vamos comer com eles. Faça amigos e não ligue para o que eles pensam. São pessoas sem amor próprio que buscam na dor dos outros, algo para dar sentido às suas vidas medíocres. Exclamou em alto e bom som para que todos os que lhes encaravam pudesse ouvir. Mais uma vez a garota se surpreendeu com ele, Naruto apenas sorriu para ela enquanto lhe estendia a mão. Os demais alunos em suas costas, pelo menos os que não tomaram se mancou lhe lançaram olhares de fúria, mas o loiro pouco se importavam. A garota ficou alternando seu olhar entre os olhos azuis e a mão estendida para si, até finalmente aceitar. 

Naruto sorriu largo, um sorriso brilhante e cheio de dentes que arrancou corações naquele refeitório e com a moça a sua frente não pareceu ser muito diferente.

Marie _Marie... Meu nome é Marie Avgeropoulos. Anunciou timidamente, ganhando total atenção de Naruto que sorriu ainda mais, se é que era possível, enfim conseguiu alguma palavra da donzela de gelo e elas ainda eram seu nome. Um pouco estranho ele admitia mas, se for por isso, seu nome era nome de comida então ele não podia reclamar de ninguém. _ Obrigado por suas palavras, foram muito gentis, nunca ninguém fez algo do tipo por mim. Confessou quase em um miado de voz enquanto encolhia os ombros, Naruto a surpreendeu com um abraço lateral e saiu andando com a mesma que sequer conseguiu reclamar da invasão de espaço, pois ficou embriagada com o cheiro do rapaz. Eles sentam junto a Stiles e Scott apresenta suas amigas a Naruto e vice versa, Naruto aprimorou para apresentar Marie. 

De iniciou a garota continuou retraída mas, depois de um tempo de conversa e muito incentivo, ela começou a se soltar e já conversa com as meninas. 

Desconhecido _Aquilo não foi legal novato. Quem você pensa que é para nos insulta e achar que vai sair impune?! Exclamou entre dentes, batendo com força na mesa, assustando algumas pessoas que logo viraram-se para a fonte do barulho. Naruto o ignorou e continuou comendo, mas quem olhasse bem, poderia ver o punho do loiro fechado debaixo da mesa, se controlando para não revidar e fazer besteira mas, atacante pareceu não gostar de sua calma. _Wooh! Te assustei foi, desculpa. Então quer dizer que você dar uma de machão e depois amarela. Já sem quem será minha putinha esse ano. Afirmou sorrindo largo, passando gentilmente a mão pelo cabelo do loiro e o bagunçado. Os punhos do uzumaki já estavam brancos, quando ele segurou o braço do cara e se levantou. Possuíam a mesma altura mas, adversário era bem mais fortes. Talvez fosse os anabolizantes, pensou enquanto continuava o apertou no braço dele que tentava não demonstrar mas, parecia sofrer com o aperto. 

Naruto _Putinha... Por acaso você ainda fica de pau duro? Porque com tanto anabolizante sabe, as funções tendem a falhar. Explicar sorrindo entre dentes, apertando ainda mais o braço do adversário que tentou forçar uma expressão de fúria e peitou o uzumaki que sorriu ainda mais. Os amiguinhos do cara logo se juntaram atrás dele para apoiá-lo e o sorriso de Naruto aumento ainda mais. _Oh! Seus amiguinhos também, as coisas só melhoram. Ha! Haha! Podem vir, será muito divertido, andem o que esperam? Perguntou enfurecido, peitando o primário que veio tomar satisfação enquanto fitava os outros que ficaram ainda mais irritados com suas palavras. A tensão estava gigante, todos esperavam que saísse uma briga naquele momento e torciam para que o aluno novo não apanhasse muito e estragasse seu rostinho lindo. Naruto diferente deles, ansiava por aquilo, sua mãe não iria gostar mas, ele já estava de saco cheio deles. 

Stiles _Muito bem pessoal, já chega disso não é, vocês já se divertiram e trocaram carícias. Putinha e Pintinho já se resolveram certo. Exclamou apressado, se colocando entre Naruto e o outro aluno que não gostou nenhum pouco de ser chamado de pintinho e tentou socar o Stilinski porém, Naruto ficou na frente e segurou seu punho sem problemas. Antes de ser afastado pelo próprio Stilinski de volta para a mesa. _Cara você é doido por acaso, iria mesmo brigar contra os jogadores, sozinho? Ia não ia, ah! Só arranjo amigo maluco. Exclamou suspirando cansado enquanto batia na própria testa, os outros gargalharem de sua atitude e logo voltaram a conversar. Marie observou que Naruto estava em silêncio após a fala de Stiles. O loiro parecia perdido em devaneios e ficou assim por alguns instantes, até perceber que era observando e enfim a encarar. 

Naruto _Não me olhe assim Sra. Avgeropoulos, vou começar a pensar que está interessada. Afirma sorrindo malicioso, dando uma rápida piscada para a morena que arregalou os olhos e ficou corada, virando-se rapidamente para o outro lado enquanto Naruto apenas ria dela, até lembra-se de alguma coisa e logo voltou-se para Scott e Stiles. _Ei, aqueles caras, jogam o mesmo esporte que vocês não é? Acho que será divertindo entra no time. Afirmou sorrindo largo enquanto batia o punho contra o dos dois novos amigos que pareceram gostar de sua decisão tanto quanto ele. Porém, logo eles ligaram os pontos e ficaram preocupados, quando entenderam o que ele prendia. Naruto fitava os caras de antes e sorria de um jeito que assustou os amigos. O loiro iria aprontar alguma e mesmo não sendo certo, eles estavam ansiosos pelo que fosse acontecer.  


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...