História Alternate Universe - Capítulo 5


Escrita por:

Postado
Categorias Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane, Fifth Harmony, Lauren Jauregui, Normani
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton, Personagens Originais
Visualizações 7
Palavras 1.089
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Ficção, Fluffy, LGBT, Romance e Novela, Universo Alternativo, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 5 - Ew.


Surge a imagem de uma cama na tela, uma cama bagunçada e com uma banana de pelúcia jogada sobre a mesma. Logo uma garota se joga na cama entrando em foco na câmera e se ajeita melhor no enquadramento, passa a mão pelos cabelos em uma tentativa de se acalmar, mesmo sem ter dito nenhuma palavra é perceptível que a garota está puta da vida. Ela olha intensamente para a câmera antes de respirar fundo e limpar a garganta. 

"Antes de qualquer coisa eu não sei se é real ou não a traição do cara lá. Não me importo. Não me importo com o relacionamento de ninguém." A garota sentada na cama começa a falar de forma clara e lenta, respira fundo de novo antes de continuar. "Não vou me segurar mais. Vou apenas expressar minha opinião e se você concorda, ok. Se não concorda, ok também." 

A imagem corta para uma Camila com uma expressão séria até demais, ela mordisca seu lábio inferior antes de pegar a banana de pelúcia e abraçar. Parecia pensar no que iria dizer, como se pensasse nas palavras que diria e as analisasse antes de o fazer. 

"Hey, eu sou Camila Cabello e quero falar sobre o Mathew Hussey." Camila começou a falar lentamente após alguns segundos em silêncio, é impossível não notar a leve careta que ela fez quando falou sobre o Mathew. "Primeiro de tudo isso não tem haver com o relacionamento dele com a Camila desse universo. O assunto é apenas as merdas que ele faz, diz e defende." 

Percebe-se certo desconforto no tom de voz de Camila antes que a latina respire mais uma vez fundo, ela se ajeita várias vezes na cama pensando em que palavras utilizar para se expressar do melhor jeito possível. Não queria causar contenda, mas tinha umas coisas que ela precisava falar sobre. 

"Você, mulher, não tem que dar para ninguém porque esse alguém pagou um jantar para você. Você, mulher, não tem que mudar o seu jeito de ser para agradar ninguém. Você, mulher, não tem que evitar sair com seu amigo gay porque homens não vão tá paquerar. Você, mulher, não é uma vadia se quiser dar para vários homens. A boceta é sua, você dá para quem você quiser." A latina começa a falar de forma mais clara e lenta que consegue, seu tom de voz é confiante e um tanto indignado. "Esse cara se acha um guru de relacionamentos. A verdade é que ele é um cara hipócrita que mexe com a cabeça de mulheres desesperadas. Ele prega que a mulher tem que ter voz, tem que se amar do jeito que é, tem que isso e aquilo, blá blá blá. Mas nas palestras simplesmente se contradiz e fala merda atrás de merda." 

A latina respira fundo organizando seus pensamentos, não queria deixar isso quieto agora. Não mesmo. Tinha muito a falar sobre vários assuntos ainda. Ela passa a língua lentamente sobre o lábio inferior, o olhar perdido na parede pensando no que dizer. 

"Muita gente defende ele. Muita gente acha desculpas para as atitudes machistas dele. Muita gente acha que ele está certo. E eu me pergunto, que porra está acontecendo com o mundo?" Camila faz uma expressão indignada, seus olhos voltaram a encarar a câmera fixamente. "O cara é um completo babaca que acha que sabe de alguma merda sobre relacionamentos alheios, só fala merda e tem pessoas, mulheres, defendendo ele ainda. Quer dizer, Jesus cadê você que ainda não voltou? Cadê a porra do meteoro para destruir a humanidade que ainda não veio?" 

A latina olha para o teto dramaticamente como se Jesus fosse descer do céu e responder a pergunta. Ou como se algum meteoro fosse vir e se explicar também. Mas logo volta a encarar a câmera com intensidade e seriedade brilhando em seus olhos. 

"Eu não sei o que a Camila daquele universo estava pensando e eu não me importo, a vida é dela. Mas, caralho, custava pesquisar um pouquinho? Se você lesse só o primeiro capítulo daquele lixo que ele chama de livro já ia dar para perceber e cair fora." A latina faz alguns gestos exagerados com as mãos e a cabeça, algo bem automático dela quando está nervosa. "Quer dizer, desperdiçou árvores para fazer aquela merda de livro. Desperdiça o tempo das pessoas fazendo palestras que eu tenho certeza que ele treina no banheiro inclinado sobre o vaso. É daí que vem as merdas que ele fala." 

Camila nega com a cabeça como se não acreditasse em seus próprios pensamentos, é perceptivel que ela queria falar mais, mas talvez fosse melhor manter para si mesma algumas coisas para evitar confusão. 

"O cara é um babaca machista hipócrita do caralho, mas vocês preferem cair em cima só do Ty, se bem que é melhor dar Ibope para o Ty do que para o Mathew. Desculpa gente, mas o ranço que eu tenho desse homem é enorme." A latina revirou os olhos em desgosto, uma expressão de nojo se formou em seu rosto, mas logo foi desfeita. Camila deu de ombros. "Ele é um imbecil. Agora, quanto a tal menina lá que falou que ele estava com ela e com a Camila ao mesmo tempo..." 

A latina franziu o cenho e fez um sinal de 'Espera' com as mãos antes de se levantar. Alguns barulhos são feitos e logo a latina se joga na cama de novo, ajeita sua posição e olha para câmera em concentração. 

"Eu não sei se dou credibilidade para isso. Primeiro que a garota é harmonizer camren shipper, ela faz covers da Camila e não tem muita ligação entre ela e Mathew. Outra, para que trazer isso a tona justo agora no meio de uma entrevista?" Camila estava com o cenho franzido tentando realmente criar uma linha de raciocínio válida. "Quer dizer, se fosse eu no lugar dela, eu tinha procurado a outra garota e tentado conversar. Sei lá." 

A latina deu de ombros ainda de cenho franzido, era perceptível o esforço que ela estava fazendo para criar uma linha de raciocínio válida. Por fim ela fez um beicinho e suspirou em frustração. 

"Eu não sei se eu acredito ou não, não tem como falar que é verdade ou não. Eu não sei. Se alguém souber deixa aí nos comentários, sei lá. Eu estou muito perdida." Ainda de cenho franzido e um tanto pensativa a latina olha para a câmera, um sorriso sem mostrar os dentes é perceptível nos lábios da latina antes de a câmera desligar de súbito.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...