História Altos e Baixos - Capítulo 7


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Visualizações 3
Palavras 857
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Lemon, LGBT, Romance e Novela, Yaoi (Gay)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 7 - A festa


*Parte Christiano*
Era o dia da quadrilha e eu estava muito animado com isso tudo, meu desejo era dançar, ganhar e ir embora (nem um pouco convencido né?). Cheguei na escola eram 13:00 da tarde, era cedo mas eu precisava ajeitar nossa bandeira e ajudar a nossa turma com as outras coisas, além disso estávamos pensando em ensaiar a última vez. Eu estava tão ocupado que nem lembrei da minha vida social, teve umas hora que eu sem querer pedi materiais para o Gabriel, ele era um dos organizadores principais mas não era o único, porém mesmo assim eu pedi porque eu tenho facilidade em separar o lado profissional com o social.

Eu estava terminando de fazer a bandeira quando uma menina me chamou para ajudar os outros meninos a pegar o figurino (eu nem lembro o nome da guria só sei de rosto mesmo). Como eu era um bom menino eu aceitei ajudar e desci as escadas do ICC pra ir buscar as roupas. Chegando lá eu vejo o Gabriel do lado dos sacos com roupa escrevendo em uma prancheta, até parecia que prestava mas com certeza ele estava era desenhando coisas sem sentido nela. Eu fingi ignorar e peguei o saco dando logo as costas pra aquela praga quando uma mão segura meu braço.
G: Para onde você está indo?
- Pra minha casa, claro que é pra sala. Mandaram eu levar essas coisas pra lá.
G: ou ouuu "o figurino" *fez aspas com uma das mãos*
C: tá bom tchau
Eu estava saindo quando sinto uma mão me segurar de novo agora apertando meu braço com força.
G: você quer o Leonardo né?
C: que? Porque isso Agora? E porque você acha isso?
G: antes eu não tinha certeza mas por causa do jeito que você falou, agora eu tenho. Te conheço Christiano, quando você faz esse tanto de pergunta é porque eu estou certo.
C: tanto faz cara, cuida da sua vida.
G: tá bom, mas lembre-se...o Leonardo não é gay.

Eu puxei meu braço com força e subi as escadas agora sem interrupção. Enquanto eu subia eu só lembrava dos momentos em que eu e o Leo passamos juntos, será que ele é hetero mesmo? Isso não saia da minha cabeça até eu bater de frente com um casal que estavam de mãos dadas no final da escada. Eu olhei para pedir desculpas e encontrei uma figura assustadora...era o Leonardo e a menina que me pediu ajuda com o figurino...eles estavam de mãos dadas...

Ele estava com cara de quem estava espantado, antes de tirar satisfação eu lembrei do que o Gabriel tinha me dito e decidi apenas sair com a cabeça baixa. Mesmo estando quase chorando.

*Parte Leonardo*

Cheguei na escola pelo portão na parte das crianças porque vi o Gabriel no do ensino médio, eu estava indo para a minha sala quando uma menina loira me abordou. Ela segurou minhas mãos, e eu meio que já estava achando aquilo estranho, ela olhou nos meus olhos e falou:
-quer ficar comigo?
Eu admito que fiquei sem reação, ela era bonita mas eu já estava apaixonado e nem por uma mulher era. Eu estava no meu momento de tensão quando alguém esbarra em nos dois. Eu ia xingar aquela pessoa lerda, quem anda por aí sem olhar pra frente? Que lerda. Quando ela olhou para cima eu me assustei...era o Christiano...na hora eu só pude pensar "fodeu", eu pensei que ele ia jogar aqueles sacos no chão e gritar comigo, porém ele só continuou andando. Oque aconteceu agora? Minha mente estava em transe e eu não conseguia pensar em absolutamente nada. Eu soltei a mão da menina loira e fui atrás do Chris, porque? Porque ? Porque ele me ignorou? Porque? Quando cheguei na sala ele não estava lá, eu andei pela escola toda procurando ele mas não achei, cadê ele?

*Parte Christiano*

Assim que vi aquela cena eu corri até a minha sala deixando as roupas do figurino no chão e saindo rápido pra não me deparar com o Leonardo, no momento eu só quero chorar e ficar sozinho . Fui até um banheiro de deficientes do ensino fundamental e me tranquei lá, me joguei no chão colocando a mão na boca enquanto chorava porque eu não queria que ninguém escutasse. Porque? Porque ele fez isso comigo? Porque Leonardo? Porque?
Lembrei dos nossos momentos, da nossa tentativa de beijo no cinema e de quando fomos na lanchonete, no dia da lanchonete eu fiquei morrendo de ciúmes dele mas agora...Eu só sinto que o perdi, sinto que não tínhamos nada. Acho que só fui um experimento para ele, um experimento que ele não gostou.

...

Mandei mensagem para o Gabriel pedindo que ele trouxesse minha roupa, faltava 15 minutos pra a gente se apresentar e eu não queria ir pra sala de jeito nenhum. O Gabriel trouxe a roupa e a colocou na porta do banheiro, ele já estava sabendo de tudo e fez isso porque já sabia que eu não queria que ele visse meu rosto, ele bateu na porta e saiu.

Eu vesti minhas roupas e desci para a apresentação.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...