1. Spirit Fanfics >
  2. Aluga-se >
  3. Solidariedade

História Aluga-se - Capítulo 3


Escrita por:


Capítulo 3 - Solidariedade


Bruna : ensinamos a você que tem que respeitar o amor de uma mulher,se não sente nada pela Saore ,termina com ela.

Isabele : é  ,e a Anna disse que gosta de você para gente.

Bruna : Amor.

Isabele : ué ,eu quero o melhor para ele ,você sabe oque ela passou com os homens,ela só estar com medo.

Matheus : Mas mãe eu vivo mostrando para ela que sou diferente.

Bruna : sentar e conversem tenho certeza que vão descobrir muito um do outro.

Matheus : vou tentar.

Anna apareceu,fazendo carrinho na barriga.

Matheus : aqui ,seu biscoito.

Anna : eu tava cheia de vontade.

Ela ficou comendo.

Matheus : vamos.

Anna : ta.

Bruna : embrulhei os sanduiches para viagem,vem nos visitar mas vezes.

Anna : tabom.

Elas se abraçaram e foram embora.

Anna : sua mãe cozinha bem.

Matheus : é mas qual?.

Anna : A tia Bruna.

Matheus : ela só cozinha sanduiches ,mas não conta para ela.

Anna : Matheus eu ,conversei muito com suas mães hoje e decidir que ta na hora de seguir em frente ,quero esquecer e conhecer uma pessoa assim me ajuda a procurar um cara pela internet.

Matheus : pow,você tem certeza disso.

Anna : sim.

Matheus : ta.

Ele continuou uns 3 meses com a Saore mas não deu certo.

Anna também não conheceu uma pessoa que queria algo sério .

Matheus : não fica assim você vai encontrar alguém.

Anna : não deixa para lá , acho que esse tal de amor não foi feito para mim.

Matheus : não fica assim,vamos se distrair tem um restaurante novo no centro que tal nós dois irmos.

Anna : não quero sair assim .

Matheus : por que você estar linda,e também quero conversar com você,poem o azul soltinho e o salto baixo nude.

Anna : tabom.

Ele pegou a roupa e deu a ela e foi se arrumar.

Pos um anel no bolso sem que ela visse e sorriu.

Anna : ta rindo sozinho?.

Matheus : to sinto que hoje vai ser um dia especial ,fotoooo.

Pegou o celular e tirou.

Anna : deixa eu ver a legenda.

Eu e a gravida mas linda do mundo.

Anna : você é um fofo.

Matheus : a não chora vai.

Anna : to sensivel.

Matheus : eu sei,mas não gosto de ver você chorar.

Fez um carrinho nela e foram de taxi.

Não demorou muito e chegaram.

Se sentaram e comeram.

Anna : estava precisando disso.

Matheus : Lagosta?.

Anna : musse de chocolate,nossa você é muito legal fez tudo isso só para me deixar para cima.

Matheus : não só por isso ,Anna eu....

O ex dela apareceu ali como garçon.

Nicolas : já estar com outra vitima,sair dela ela e o padrasto ficaram de namoro e ela queriam me prender com um filho.

Matheus : Esse filho é meu ,e dela de mas ninguém.

Nicolas : ela nunca vai esquecer de mim.

Ela começou a chorar lembrar de tudo.

Matheus : ninguém faz ela chorar na minha frente.

Eles começaram a brigar e os segurança tentaram separar mas nada,chamaram a policia os dois foram preso.

Bruna foi na cadeia.

Bruna : paguei a sua fiança ta solto,como estar meu filho?.

Matheus : bem mãe,como estar a Anna?.

Bruna : ela estar com a Sua mãe no hospital,ela se alterou muito e entrou em trabalho de parto.

Matheus : mãe ,vamos to perdendo minha filha nascer.

A mãe dele subiu na moto e foi no maximo.

Chegou lá Lucy,tinha nascido.

Anna dormindo.

Ele pegou a bebê e sorriu.

Matheus : você é a cara da sua mãe,eu te amo.

Fez carrinho nela.

Bruna : Matheus devagar,ela é só uma bebezinha.

Matheus : quero aperta ela.

Enfermeira : é ela é bem saudavel,nem parece que é de sete meses,ela vai passar essa noite aqui ,vamos fazer uns isames mas daqui dois três dias ela pode ir para casa.

Matheus : E a Anna estar bem?.

Enfermeira : ela perdeu muito sangue ,vai precisar ficar pelo menos mas um mês aqui,temos que achar um doador para ela.

Matheus : eu sou O .

Enfermeira : ela é O - não se preucupe você vai conseguir.

Matheus : preciso ver ela.

A enfermeira foi até o quarto com ela.

Anna : eu to fraca Matheus,eu não vou ficar bem né.

Matheus : vai sim ,só temos que encontrar um doador O -.

  Anna : minha mãe é O - .

Matheus : me dá o número dela.

Anna : Matheus não.

Ele pegou o celular dela.

Matheus : não vou te perde por orgulho.

Ele foi para fora e ela dormiu.

Matheus ligou para mãe dela.

Que não quis doar o sangue.

Isabele : por que você estar assim filho?.

Matheus : preciso fazer campanha na internet ,eu não posso perde ela mãe tenho que fazer alguma coisa mãe.

Isabele : filho ,eu doei sangue para ela ,terminou o plantão daquela enfermeira ela deve esqueceu de falar com a outra,fica calmo ,Anna vai ficar bem.

Ele abraçou ela.

Isabele : para de chorar,ela estar bem.

Matheus : brigado.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...