História Álvaro e Itziar - Sentimento Louco - Capítulo 50


Escrita por:

Postado
Categorias La Casa de Papel
Personagens Personagens Originais, Professor, Raquel Murillo
Tags Álvaro Morte, El Professor, Itziar Ituno, Raquel Murillo, Sérgio Marquina
Visualizações 177
Palavras 1.606
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ficção, Romance e Novela
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Spoilers, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 50 - Vai dar tudo certo


Pov Blanca

Estava curtindo os frutos de ver a vida profissional e pessoal de Itziar se afundar depois da minha entrevista, claro que foi uma jogada genial por alguém na cola dos dois e tirar a foto do restaurante, eu sabia da coletiva de imprensa, mas jamais iriam ter como provar nada, mas quando liguei a TV e me deparei com Tiago na bancada junto com Itziar e Álvaro meu coração quase saiu pela boca, aquilo não podia dar boa coisa, então ele começou a dizer tudo, abri as redes sociais dele e lá estavam fotos e vídeos nossos, tudo exposto, em questão de minutos passei de esposa coitadinha a maior vadia da Espanha, só pude gritar e quebrar algumas coisas, aquela desgraçada me tirou tudo, passei o dia evitando a enxurrada de ódio direcionada a mim, derrubaram meu Instagram e Twitter, até minha velha amiga Úrsula me mandou um texto gigantesco me passando sermão, afinal a convenci a ficar contra Itziar, passei a noite em claro tentando imaginar uma saída pra aquela situação, mas nada, eu estava sendo atacada por todos os lados, aquilo era tão injusto, e então de manhã alguém bateu na porta.

- Sra Blanca Clemente?

- Pois não?

-Isso é uma intimação, está sendo processada por calúnia e difamação contra a Sra Itziar Ituno Martinez.

Peguei a intimação, pus uma das mãos sobre a cabeça, aí meu Deus... Aquela maldita, não ficou contente em me tirar tudo, ainda estava me processando, agora sim eu estava ferrada, minha única vontade era de sumir pra bem longe, mas graças ao processo nem isso eu poderia.


Pov Álvaro

- Levanta preguiçosa! Beijei o rosto de Itziar que resmungava pedindo mais 5 minutos de sono.

- Levanta, a gente precisa ir trabalhar.

- Ok mãe, se soubesse que não me deixaria dormir não tinha deixado morar aqui.

- Ainda me xinga, vai logo se arrumar porque já estamos atrasados.

Chegamos ao estúdio e a primeira coisa que aconteceu ao sairmos do carro foi Ursula vir falar conosco.

- Meu Deus, Álvaro e Itziar, eu estou tão envergonhada por tudo o que eu disse.

- Está tudo bem, respondeu Itziar, esquece isso.

- Não Itziar, eu passei de todos os limites por uma amiga que mentiu e me usou numa briga na qual ela é a errada, estou envergonhada e com raiva de Blanca.

- Úrsula, quero ter amigas como você um dia, ela brincou.

- Sério, me perdoem, se tiver algo que eu possa fazer.

- Não precisa mesmo. Eu respondi e seguimos pra gravação. 

Seria a última cena antes dos assaltantes entrarem no banco, e Raquel revelaria a gravidez, falamos com o diretor e nos organizamos pra cena 

"Volte pra mim!"

"Sempre" 

"Sérgio, se você se descuidar, eu entro naquele banco e juro que te mato." 

"Você me ama demais pra fazer isso." 

"Correção, nós te amamos" ela disse colocando a minha mão sobre a barriga dela.

"Não... "

"Sim, algumas semanas" 

"Raquel, eu vou ser pai!" Gritei a erguendo do chão, como mandava o script.

Passamos o dia filmando as despedidas antes da entrada no banco.

Quando terminamos estávamos exaustos, mas nossos colegas queriam fazer algo especial por Itziar por ela ter limpado seu nome, seguimos pra um bar com Pedro, Úrsula, Alba, Kiti, Jaime, e Miguel, Tiago e eu não tinhamos mais contas a acertar mas não queria dizer que seríamos amigos, então ele optou por não ir, mas deu um abraço em Itziar, mais longo do que eu gostaria, torci o nariz mas não disse nada.

Embora a confraternização fosse com todos, Itziar e eu estávamos totalmente entretidos em nós mesmos, quando abri o celular pra mostrar algo pra ela e vi que Pedro nos marcou num vídeo, abrimos e lá estava ele nos filmando com a câmera frontal fazendo caras e bocas e nós dois no fundo apaixonados, totalmente aleatórios ao que ele estava fazendo, e uma legenda debochada "Vai ser legal, eles disseram" junto a um emoji de uma vela, e a rashtag #RumoAoAmor, rimos da brincadeira, nos despedimos de todos no bar e quando chegamos em casa, tomamos um banho e nos deitamos cansados.

- Porque nunca quis filhos, Itz?

- Que?


Pov Itziar

Passamos um dia perfeito, mas acho que a cena da revelação da gravidez de Raquel mexeu com Álvaro, porque ele resolveu depois de todo aquele tempo me perguntar sobre filhos.

- Sim, você disse publicamente que não queria ter filhos.

- Houve um tempo que eu até cogitei a hipótese, mas sempre pus minha carreira na frente, e com o passar dos anos entendi que apenas não queria ser mãe.

- Mas gosta de crianças?

- Amo crianças, e sim vou amar conhecer Leon e Julieta, sei que está me rodiando pra dizer isso.

- Quero muito que os conheça.

- Vai ser um prazer, tenho que confessar que fico um pouco nervosa, mas quero muito também.

- E nunca mudou de ideia com relação a maternidade? 

- Não, eu fiz a escolha certa, e espero que isso não seja um problema pra você, ou é? 

- Claro que não, só quero conhecer o máximo possível de você, passamos tempo demais separados, quero tudo de ti. 

Nós dois passamos praticamente a noite toda falando sobre o que fizemos durante todo aquele tempo separados e sobre alguns detalhes de nós dois que nunca havíamos mencionado de nossas vidas e convicções.

O fim de semana chegou marquei de pegar as crianças em casa, Itziar ficou no carro esperando, entrei e pra variar Blanca estava com cara de poucos amigos.

- Graças a sua namoradinha estou sendo processada.

- Sério que quer entrar nessa discussão?

- Não quero meus filhos convivendo com essa desqualificada e não vou permitir.

- É mesmo? É pretende impedir como?

- Quando esse processo acabar me mudo pra Florença na Itália.

- Boa viagem, mas meus filhos não vão.

- Eles são meus filhos também, e sou a mãe deles, é claro que eles vão.

- Você não para nunca não é? Tudo bem Blanca, eu não queria mesmo chegar nesse ponto.

Apenas peguei os gêmeos e os coloquei no carro.

- O que foi Álvaro? Está com uma cara.

- Não é nada, hoje o dia será apenas de diversão, depois falamos disso.


Pov Itziar

Estranhei a cara de Álvaro ao entrar na carro, mas logo imaginei que a louca tivesse dito algo que o irritou, levamos as crianças a parque pra crianças da idade deles, com escorregadores e piscinas de bolinhas, ficamos os quatro ali, entre brincadeiras, os filhos dele eram de fatos dois amores, embora muito pequenos eram educados e não faziam birra, foi inevitável que me apaixonasse pelos dois em um único dia juntos, nós já tínhamos preparado o segundo quarto da casa para os gêmeos, já que eles iriam passar o fim de semana conosco, ajudei Álvaro a por os dois pra dormir, quando eles finalmente adormeceram me peguei ali pensando em que nunca me arrependi da escolha de boa ter filhos, mas ter crianças por perto era realmente muito bom, embora cansada fisicamente, pois parecia que eu tinha corrido uma maratona, estava muito tranquila por dentro, e foi a vez de Álvaro e eu nos deitarmos, mas novamente aquela expressão dele me incomodou.

- Vai falar ou não o que houve na hora que pegou as crianças?

- Blanca quer sair do país depois que acabar de responder o processo que você abriu contra ela e quer levar meus filhos.

- Álvaro, isso é terrível, eu sinto muito, não sabia que entrar com o processo te afetaria e aos seus filhos.

- A culpa não é sua, é somente dela, e se ela queria uma briga acabou de arranjar, ela não vai levar meus filhos pra longe de mim, segunda entrarei em contato com meu advogado e vou pedir a guarda total deles.

- Nossa, você tem certeza disso?

- Itz, eu sei que optou por não ser mãe, e nos prometemos uma vida juntos, mas eu não vou suportar ela levar meus filhos pra longe.

- Álvaro, dias atrás você disse que se mudaria comigo pro pais Basco, ficaria longe deles da mesma forma, ou falou da boca pra fora? 

- Claro que não foi da boca pra fora, mas eu pensei que ia ser tudo amigável, eles passarem um tempo lá comigo e aqui com ela, e além do mais aqui eu sei onde e com quem estão, os avós maternos, embora Cristina estivesse envolvida naquele circo da Blanca da gravidez ela cuida e os ama muito, e ajuda muito também, ela diz que vai pra Itália, e se ela some lá com meus filhos?

-Isso é tudo muito complicado, porque também não acho certo afastar os filhos da mãe.

- Não é minha intenção, estou disposto a fazer um acordo, mas pelo tom da nossa conversa hoje ela não parece querer abrir mão de nada.

- Eu não quero abrir mão de você de novo, então vou facilitar dessa vez, me mudo pra Madri.

- Itziar, se não quiser, a gente dá um jeito, não tem que abrir mão de nada por mim.

- Álvaro, desde que voltamos venho pensando nisso, se você disser pro juiz que pretende ficar na Espanha isso vai facilitar as coisas.

- Sim, de fato, sabe que eles virão morar conosco então não é?! Se tudo der certo.

- Jura? Pensei que fosse dá-los pra adoção depois, seu bobo, é claro que eu sei, e claro que se for o caso a gente dá um jeito, pelo menos tenta né?! Sorri pra ele, mas abri mão de você uma vez porque julgar fazer o que ela melhor pra todo mundo, e não vou abrir de novo, entendi que o melhor é ficarmos juntos, então se vai lutar pela guarda dos seus filhos, estou contigo.

-É tão bom ouvir isso, não sabe o quanto significa pra mim, te amo tanto e... Realmente não aguentaria te perder de novo.

- Vai dar tudo certo.


Notas Finais


Obrigada a a leitora dona dessa tag linda hahaha #RumoAoAmor, comentem please


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...