História Always - Severus Snape - Capítulo 33


Escrita por:


Notas do Autor


Espero que esteja bom!

Boa leitura

Capítulo 33 - Recuperação


Fanfic / Fanfiction Always - Severus Snape - Capítulo 33 - Recuperação

Severus pov's 

O lorde das Trevas voltou!Descobrimos que Alastor Moody era na verdade,Bartô Crouch Jr. Era ele quem vinha roubando os igredientes para fazer a poção Polissuco.

O verdadeiro Moody foi encontrado e passa bem.

 Angela quase foi morta,eu vinha todas as noites vê-la.Suspeitariam já que não é do meu feitio me preocupar com os alunos a esse ponto.

Faziam cinco dias e ela não acordava,madame Pomfrey disse que era preciso que ela ficasse inconsciente para que a poção fizesse o efeito desejado,óbvio que eu sabia disso,pois fui eu que a fiz.

-Então vocês finalmente estão juntos-Quase pulei da cadeira ao ouvir a voz do diretor.

-Você estava certo,ela me faz feliz-Não adiantaria negar,foi o próprio que me incentivou a ir atrás dela na noite do baile.-Achei que me repudiaria por sentir algo assim,sendo que ela é minha aluna e tem idade para ser minha filha.

-Idade é só um número não é?E Sibila preveu que isso aconteceria,tive tempo para me preparar-Sorriu compreensivo-E eu não confiaria meu tesouro mais precioso a qualquer um,o brilho nos seus olhos me revela que Angela está em boas mãos.-Fez uma pausa-Sabe o que terá que fazer quando ele o chamar,não sabe?

-Sim.-Respondi contrariado. 

Eu teria que atendê-lo,teria que fingir lealdade,o que minha amada pensaria se soubesse?

-Precisa descansar,Severus.

-Não sairei de perto dela-Respondi irredutível.-Não agora.

Depois de um tempo,ele se retirou e eu fiquei sozinho com minha Angel.

-Eu deveria ter estado lá para te proteger,me desculpe-Sussurrei triste.-Eu te amo tanto.

Tive que ir embora antes que o sol nascesse.

Dois dias depois 

Angela pov's 

Abri os olhos lentamente,me acostumando com a claridade.

Meus amigos sorriram,estavam sentados ao meu redor e tia Minerva também. 

-Me desculpe,Harry-Meus olhos marejaram-Eu devia ter protegido Cedrico também,me desculpa...

-Ei,não foi culpa sua-Ele segurou minha mão-O que aconteceu foi horrível,mas eu não culpo você.Jamais culparia....

-Eu vou matá-lo,se Peter Pettigrew cruzar meu caminho novamente,não importa o que aconteça,eu vou matá-lo!-Sibilei com ódio.

A tensão se instalou no ambiente.

-Ficamos preocupados,você não acordava-Disse Rony tentando mudar de assunto.-Mas que bom que está se recuperando.

-Obrigada,Rony.

Hermione veio e me abraçou,senti alguns soluços vindos dela.

-Eu estou aqui,Mione-Retribuí seu abraço. 

-Fiquei com medo que não acordasse.

Os dois garotos também se juntaram ao abraço,olhei para tia Minerva que sorria com a cena.

(........)

Fizemos uma homenagem a Cedrico e meu padrinho revelou a todos que Voldemort voltou.Houve uma despedida para as escolas que vieram para o torneio.

Meus amigos entrariam de férias,mas eu moro aqui então....Pelo menos tenho Severus.

-Prometem me escrever sempre que puderem?-Pedi aos três que já estavam de malas prontas para voltarem para casa.

-Prometemos,não se preocupe-Disse Harry rindo da minha apreensão. 

-Nos vemos no ano que vem.-Disse Hermione.

Fizemos um abraço em grupo e eles foram embora.

...............

-Olá?Se eu não me engano,há um professor incrivelmente maravilhoso que vive nesta sala e que,eu suponho,esteja com saudades.-Brinquei vendo-o sentado com a mesa repleta de papéis,como sempre.

Ele levantou num rompante e me abraçou,tomando meus lábios logo em seguida. 

-Não sabe como.senti sua falta ,não tivemos oportunidade de ficar sozinhos com tudo o que está acontecendo.

-Eu o vi,Sevie.Foi horrível,a dor,Cedrico...Os gritos do Harry enquanto o desgraçado do Pettigrew tirava o sangue dele.-Ele beijou minha testa e me abraçou apertado.-E eu só assisti!

-Você não podia fazer nada,pare de se culpar.Eu queria ter estado lá para te proteger.

-Agora é você quem está se culpando-Suspirei sentindo seu perfume,era tão bom estar assim com ele.-As coisas vão mudar agora não é?

-Eu sempre vou estar aqui para você-Sussurrou com o rosto em meus cabelos.-Eu te amo.

Afastei o rosto para encará-lo,acariciei sua bochecha e ele fechou os olhos apreciando o carinho.

-Eu também te amo-Encostei nossas testas.

Ele me levou até seu quarto,sentei na cama,Severus se agachou para tirar meus sapatos e tirou os seus.

Pendurou a capa e deitou comigo.

-Ainda dói?-Perguntou beijando meus cabelos.

-Não,não mais-Deitei em seu peito.


Me sentia em casa quando estava em seus braços.




Notas Finais


Beijos e até a próxima!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...