1. Spirit Fanfics >
  2. Always >
  3. Pequeno acidente

História Always - Capítulo 2


Escrita por:


Notas do Autor


Cá estou eu com novo cap, espero que gostem ❤️

Boa leitura

Capítulo 2 - Pequeno acidente


Fanfic / Fanfiction Always - Capítulo 2 - Pequeno acidente


- como está indo o trabalho pai?- perguntei colocando os pães e a garrafa de café sobre a mesa

- está normal né filha, carregar madeiras o dia todo, embaixo de um som de 40°, nada de novo- meu pai respondeu com uma expressão de desânimo

- e você Lilian, como está cuidar das crianças da Aldeia?

- complicado. As crianças são uma beleza quando estão perto dos pais, mas depois que eles saem de perto, elas tornam o meu dia muito difícil

- e você Harry, está trabalhando no bar ainda?- entreguei a ele o pote de açúcar

- estou. Aquele lugar me enjooa, caras bêbados dizendo bobagens, brigas quase toda semana e ainda tenho que receber críticas desnecessárias do dono do bar- Harry respondeu cansado

- bom eu tenho uma novidade. Ontem a rainha veio com a sua família aqui pra aldeia e disse que eles estavam procurando uma Dama de companhia para o seu filho caçula, o que será rei. Então fui até o castelo e fui contratada- parei de falar e vi que todas me olhavam com caras não muito boas- o quê foi?

- Hermíone não pode trabalhar, não pode trabalhar lá. Sabe que aquelas pessoas são frias e arrogantes, não quero você se decepcionando por algo que eles te digam- meu pai disse colando o copo de café de volta na mesa

- tá brincando né pai?

- seu pai está certo. Sabe que aquelas pessoas são arrogantes e ambiciosas. Eles nunca se importaram conosco, por que quer ajudá-los agora?- Harry perguntou aumento a voz

- por quê? Não temos dinheiro nem pra comer direito, não temos onde cair mortos. Querem mesmo ter orgulho em uma situação dessas?! Eu quero ajudar, vejo o que vocês passam, vejo que vocês se matam para trazer dinheiro para pelo menos comer um pão. Eu quero ajudar também e não me importo se concordam ou não- depois de tudo, perdi a fome e subi para o meu quarto para colocar uma roupa adequada para ir ao castelo

Depois de 20 minutos, eu já estava saindo quando escutei batidas na porta, era Harry

- o que quer?

- sei que quer ajudar, mas fico com medo daquelas pessoas te maltratarem. Me desculpa por levantar a voz para você- ele abriu os braços e eu o abracei

- eu sei Harry, mas eu preciso

- sei que precisa. Vou ir te buscar a noite tá? Não é seguro você vim sozinha- ele disse me soltando

- certo



               Xxxxx


- será que não dá para esperarem um pouco mais?

- Ronald, você já completou 18 anos, precisa arrumar uma esposa e assumir o trono- eu já estava me cansando disso

- e se eu não quiser assumir o trono?

- o quê, está brincando né?- minha mãe se levantou e veio em minha direção- seus irmãos puderam optar por ser ou não reis por serem mais velhos, você é o nosso último filho e sabe que Gina não pode reinar. Então querido não coloque o reino em risco, sabe o que acontecerá se não assumir , não sabe?- ela perguntou olhando no fundo dos meus olhos

- sei

- ótimo- batidas na porta foram ouvidas e logo um guarda entrou

- majestade, a plebéia chegou

- Ronald troque de roupa, está parecendo um peão


                  

                          Hermíone


Eu nunca estive tão nervosa em toda a minha vida. Minhas mãos suavam e minha pernas estavam bambas, ao entrar novamente naquele enorme castelo

Fiquei mais nervosa ainda quando ouvi sons de salto alto ecoando pelo salão

- Granger, que bom que está aqui, achei que desistiria. Afinal, todas as Damas de meu filho não aguentaram nem uma semana- ela me lançou um riso fraco- Ronald está se trocando, minha filha Gina ficará com você até meu filho descer- logo ela saiu da minha vista

Das escadas eu pude ver uma ruiva, com os olhos verdes e rosto suave vir em minha direção, era a princesa. Ela era muito bonita

- olá, sou Gina- ela me esticou a mão dando um sorriso. Achei estranha sua atitude, afinal ninguém da realeza nos tratava assim

- sou Hermíone, a Dama de companhia do seu irmão

- oh, eu sei. Não ligue para o que Rony ou qualquer um da minha família diga, eles se acham melhores que todos- logo ela parou de falar, pois viu o irmão descendo as escadas- boa sorte- ela disse antes de subir uma outra escada

Vi aquele ruivo vindo em minha direção com uma cara séria, se eu estava nervosa antes imagina agora

- acho que não precisamos de apresentações não é? Bom Granger vou te mostrar o castelo


                  Xxxxx

Durante todo o caminho ele não falou nenhuma palavra, então eu não ia falar nada, afinal era só uma empregada

Depois fomos para o último lugar do castelo, o seu quarto

- você ficará boa parte do tempo aqui no quarto, pois é aqui que eu mais fico- ele se virou para mim- já que eu já te mostrei tudo, quero que me traga um café

- estou indo

- tem que me chamar de senhor- ele me olhou com uma expressão divertida

 

      Que garoto chato


- sim senhor


Fui até a enorme cozinha e pude ver uma mulher loira, ela estava fazendo café e ela percebeu minha presença

- oh, oi, suponho que seja a nova Dama de companhia do senhor Weasley, sou Fleur Delacur- ela me estendeu a mão

- muito prazer Fleur, sou Hermíone Granger- apertei sua mão esticada

- como foi até agora trabalhar com o principezinho?

- até agora normal, só me apresentou o castelo e me pediu um café

- ah sim, tome leve. Tome cuidado com Ronald, ele é igual aos pais, arrogante e desprezível, não se deixe entristecer por algo que ele diga- ela disse me entregando uma xícara de café

- não se preocupe, já ouvi muitas coisas

Me despedi de Fleur e fui até o quarto do príncipe

Quando eu estava abrindo a porta, ela foi aberta e eu acabei derrubando o café

- AI! O QUE VOCÊ FEZ?- o café tinha caído emcima do ruivo

- o que eu fiz? Você abriu a porta quando eu estava entrando

- E COMO EU IA SABER QUE VOCÊ ESTAVA ENTRANDO?!

- E COMO EU IA SABER QUE ESTAVA SAINDO?!- ao perceber que aumentei a voz, me calei- a culpa foi do senhor

- A então a culpa de você ser desastrada é minha?- ele me olhou sério- você é uma empregada, se comporte como tal e aceite seus erros

- Ora seu...- parei imediatamente. Não podia fazer aquilo, não podia perder o emprego do primeiro dia trabalhando- me desculpa senhor, a culpa foi minha

- coloque minhas roupas para lavar e depois me traga outro café, sem derrubar dessa vez.





                As 15 horas que eu fiquei ao lado daquele homem, me pareceu a vida inteira. Ele era insuportável e me fazia fazer coisas que uma Dama de companhia não faria

Depois de engraxar o seu sapato, desci para ir até a saída, pois meu serviço já havia terminado

- Hermíone? Como foi com meu irmão- a ruiva que eu vi mais cedo perguntou descendo as escadas

- ah foi... Péssimo, seu irmão é muito chato e folgado- logo percebi que não era para ter dito aquilo- perdão princesa eu...

- haha, não precisa se desculpar, todos nós sabemos que Rony e insuportável, todos nessa casa são. E me chame de Gina- disse a menina me acompanhando até a porta

- certo prin... Gina- dei um sorriso a ela, que abriu a porta e vimos um moreno de óculos parado ao lado de fora

- Harry, que bom que está aqui. Harry essa é a princesa Gina Weasley, Gina esse é meu irmão, Harry Potter- pude ver que meu irmão não respondeu pois ficará encarando a ruivo, mas logo voltou a realidade

- prazer, bom vamos Mione, está tarde

- certo, tchau Gina até amanhã- logo comecei a acompanhar meu irmão

- até







        



Notas Finais


Então gnt oq acharam? Oq estão achando?💚


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...