1. Spirit Fanfics >
  2. Always and Forever - Emison G!P >
  3. Malditas cordas

História Always and Forever - Emison G!P - Capítulo 35


Escrita por:


Notas do Autor


IAI?😒💙
ERROS IGNOREM!!

Capítulo 35 - Malditas cordas


Fanfic / Fanfiction Always and Forever - Emison G!P - Capítulo 35 - Malditas cordas

POV Autora [T.D]

Uma cela escura, a luz da pequena janela era tudo que se podia refletir naquele lugar, e havia uma fera que tinha acabado de acordar do seu sono profundo..

-E tudo começa de novo.. (A loira diz vendo que estava amarrada no centro da cela, logo tentou se soltar mais sentiu a verbena sobre as cordas que a machucavam) -Ótimo, que maravilha, os bonzinhos tentando conter o mal..

-Oi Alison..(Emily apareceu sobre as sombras)

-Vejam só, a salvadora da pátria.. Acha mesmo que essas malditas cordas iram me segurar? (A loira pergunta debochada)

-Aah se vão..na verdade também há um feitiço sobre a cela, então acho melhor nem tentar nada, e outra está sem seu anel do sol, então se tentar fugir pode se dar mal..(Emily diz usando o mesmo tom)

-Certo..tentando jogar o mesmo jogo, quem diria, logo você né? (A loira diz irônica)

-Logo eu? As vezes quem menos você espera pode vencer o jogo, você mesmo disse que estava por cima de tudo, que estava um passo a frente, mais dessa vez é diferente, você perdeu Alison, aceite isso! (Emily diz se aproximando das grades de ferro)

-Claro..deveria saber que Elliot e Bonnie não ficariam do meu lado..(A loira diz em encarar a morena)

-Pensou que ficariam? Sabe muito bem que aquele idiota do Elliot trabalha para Klaus, mesmo ele tendo uma queda mortal por você em anos e anos, e Bonnie quer o bem de Nova Orleans, eles sabem qual o melhor lado para se escolher, e vejo que não a ninguém do seu lado nesse exato momento, então oque estava tentando construir não deu nenhum resultado Alison! (Emily diz abrindo a cela e se aproximando da mesma)

-Não preciso de ninguém para fazer oque quero Emily..(A loira responde cabisbaixa)

-Será mesmo? E como e tao planeja sair daqui? Tem algum plano? Todos estão de olho em você Alison, até pensei que teria alguma esperança quando você salvou Liam, mais não, você ainda insisti em ficar com isso tudo, falando no nosso filho, infelizmente você não o verá tão cedo, ele poderia ter morrido, e tudo isso por sua causa! (Emily diz se aproximando mais da onde a mesma estava)

-Não me importo, nunca me importei..(A loira rebate rapidamente levantando a cabeça)

-Será mesmo? Bom esse papo já está enjoando, acho que vou sumir e ver como todos estão, pelo que conheço de você, estará com fome em breve, mais não vai se alimentar, esse será o primeiro castigo do dia. (Emily diz se retirando)

-Você não pode fazer isso Emily, volte aqui agora com quem pensa que está lidando?

-Seus irmãos e todos concordaram que quem cuidara de você sou eu! Então acho melhor se acostumando com o tratamento, ele será do meu jeito, tudo será como eu quero agora Alison, irei trazer você de volta, nem que tenha que te sacrificar para isso! (Emily diz rude, a encarando por uma ultima vez e saindo do lugar)


(...)


-Como ela está? (Hanna pergunta se servindo um café na mesa dos Mikaelson)

-Da mesma maneira, sugere algo? (Emily pergunta a encarando)

-Jogos metálicos, fazer a mesma pensar em coisas que a fizeram sofrer, pode ser uma das primeiras tentativas, tem certeza que da conta disso? (Hanna pergunta tomando um gole do café quente em suas mãos)

-Acho que sim, não custa tentar né.. (Ela brinca) -Onde está Liam?

-Saiu com Hope e Damon, foram a floresta da alcatéia de Hayley, devem voltar pela tarde (Ela diz e Emily concorda) -Tem certeza que não quer deixar Liam a ve-la? Pode ser bom, pode ser um grande passo.

-Por enquanto não, parece que está cada vez pior..(Emily diz pensativa)

-Bom dia! (Elijah aparece ão lado de Rebekah que se sentam na mesa)

-Bom dia! Onde está Klaus? (Emily pergunta, até agora o mesmo nem deu sinal)

-Deve ter ido resolver a bagunça que Alison deixou com os vampiros, por falar nisso já falou com ela hoje? (Rebekah pergunta e a mesma nega)

-Ainda não, se bem conheço a fome por sangue já deve está a consumindo.. (Emily responde, sabia exatamente as horas que Alison se alimentava, ainda mais agora que estava com a humanidade desligada)

-Só espero que dê certo, irei falar com ela hoje quando voltar da prefeitura da cidade, alguns fundadores avisaram uma nova reunião, deveria ir comigo, afinal quem vai representar a parte Salvatore? (Elijah diz ajeitando seu terno)

-E Alison? Não podemos a deixar sozinha (Emily diz, mesmo nessa situação ela se mantia preocupada com a loira)

-Vá! Eu e Hanna cuidados disso, pode deixar. (Rebekah fala e Emily concorda)

Depois da saída de Emily e Elijah, Hanna foi fazer algum estudo do que poderia ajudar Alison, e esperava por Freya que estava chegando com Keelin, Rebekah então desceu para as celas que ficavam no porão, vendo então Alison de cabeça baixa, a luz da janela a refletia um pouco..

-Veio pra que? Ver a idiotice que estão fazendo comigo? (Alison zomba a encarando)

-Vim conversar um pouco, pois acho que vai ter muitas visitas hoje, como está se sentindo? (Pergunta se aproximando da cela)

-Sério isso? Você só pode estar brincando, oque estão fazendo é uma tremenda perca de tempo, devia ser uma boa irmã e me soltar daqui( Alison diz irônica)

-Todos estão te protegendo Alison, estamos protegendo a cidade, pense assim, não há saída a não ser aceitar a derrota e tenho dó quando reconhecer isso, mais passe o tempo que precisar passar, iremos te trazer de volta! (Rebekah fala puxando uma cadeira que tinha ali e se sentando a sua frente)

-Onde está Liam? Quero ve-lo! (Alison ordenou)

-Se depender de Emily não o verá tão cedo, acha mesmo que ela deixaria ele vir? Mesmo se ele quizer, ela e ninguém deixaria, você faria a cabeça dele Alison, faria de tudo para sair daqui! (Rebekah diz encarando a irmã)

-Você é esperta, tentando entrar na minha mente irmãzinha? Nem tente, ela esta bloqueada! (Alison diz sorrindo)

-Quero ver até quando, você já está com fome, e quando isso piorar vai estar mais frágil que o normal, quero ver quanto tempo isso vai durar..(Rebekah fala a observando)

-Essas malditas cordas estão me machucando (Alison reclama tentando se soltar, as verbenas eram duradouras, e a deixavam mais fraca a cada hora que se passava)

-Me lembro de quando pequenos, papai e mamãe brigavam o tempo todo, mais você era a preferida dele, e quando nossa mãe tentou nos transformar a primeira vez ele tomou ódio de todos, inclusive de você, e lembro que você chorou certa noite por isso, ele nunca mais foi o mesmo depois daquele dia(Ela da uma pausa) -E isso te dói até hoje, vi como o encarava ontem, possuía medo em seu olhar, ele foi e sempre será uma de suas maiores fraquezas Alison..quando ele traiu a nossa mãe e você viu e não disse nada a ela, naquela mesma noite ele deu uma surra nela e..(Rebekah é interrompida)

-CALE A BOCA! (Alison diz alterada) -Não quero ouvir mais nada, não quero! Saia daqui! (A loira diz transtornada olhando para baixo, não queria mais ouvir nada daquilo que a maltratava mais que tudo)

-Ok, prometo voltar para conversamos mais sobre isso, te deixarei com seus pensamentos! (Rebekah diz se levantando e saindo dali devagar, doía para ela ver Alison daquela maneira, mais assim como todos sabia que teria que usar todas as cartas que tinha na manga para trazer a irmã de volta)

Alison ficou ali sozinha novamente...horas se passavam e nada de mais alguém aparecer, a loira já se sentia morta pelo desejo de sangue, ela precisava se alimentar, ela precisava de sangue humano em seu organismo, as palavras de Rebekah grudaram em sua mente, pareciam martelar em sua cabeça..

"Você era a preferida dele..."

"Quando ele traiu a nossa mãe, e na mesma noite deu uma surra nela.."

A loira estava para ficar louca, as cordas com verbenas estavam firmes sobre ela, ela não poderia sair dali, ainda mais pelo feitiço que Bonnie Bennet usou para trancar aquela cela não a deixando passar até que se mostrasse com sua humanidade ligada novamente..Logo escutou passos vindo e encarou quem poderia ser, vendo Emily e Freya a encarando..

-Hoje terei que aguentar a família toda? (Falou cinicamente, Freya então abriu a grade da cela, as duas entraram, Alison ainda estava no mesmo lugar que foi colocada, no centro da cela amarrada a uma cadeira antiga da família)

-Pelo visto a fome está começando a ter sintomas..(Emily fala para Freya)

-Exatamente..acho que isso será bom de início...(Freya diz)

-Por Deus...oque querem aqui? Teremos sessões em família hoje? (Alison voltou a falar

-Nada disso, se lembra do que eu disse sobre o tratamento? Ele começa hoje.. (Emily diz a encarando)

-Ótimo, e oque vocês tem para o show de hoje? (A loira volta a falar)

-Vou entrar em sua mente..(Freya diz para a mesma) -Emily será a força que me levará até lá.

-Vai doer um pouco, mais vai ser preciso já que você está nos impedindo de te trazer de volta..e eu disse que faria de tudo, até conseguir..! (Emily fala olhando em seus olhos e indo para atrás da mesma)

-Ótimo.. Que maravilha..(Alison diz sínica)

Freya não perdeu mais tempo depois que recebeu um olhar de Emily para que dessem início a isso, Emily logo se acomodou por trás da cadeira onde a loira estava amarrada colocando as mãos nos ombros da loira, Freya se aproximou colocando suas mãos sobre a cabeça da irmã e não demorou muito para dar início aquela loucura nomeada por Alison!

-Phasmatos Siprum, Emnis Abortum, Fasila Quisa Exilum San. (Freya diz, as três estavam de olhos fechados, a força de Emily era usada para guiar Freya e até ela mesmo dentro da mente de Alison, e enfim conseguiram ultrapassar a barreira, mais oque viram foi apenas um escuro enorme, era fato que seria assim com a mente de Alison desligada, o lugar era estranho, ão pouco que caminhavam nada foi visto, estava vazia como se tudo estivesse sido apagado da mente da loira, mais logo viram uma luz, havia um portal que estava aberto, mais antes delas chegarem até lá, foram desconectadas da mente de Alison)

-Oque aconteceu? (Emily perguntou tirando suas mãos da loira e encarando Freya)

-É como se estivesse em negação, está lutando contra isso..(Freya diz, Alison logo abriu os olhos mais ficou em silêncio não disse mais nada, parecia que aquilo tudo havia requerido muita força dela)

-Ela está brincando com a gente Freya! Sua irmã está fazendo jogos! (Emily diz encarando a cunhada que nada disse, pois sabia que aquilo era verdade)

-Já disse para me deixarem em paz, vocês todos...(A loira diz fraca)

-Alison sei que está em negação, mais tente por favor, sei que há algo aí em você, tente minha irmã.. (Freya diz olhando em seus olhos)

-Vão..Pro..inferno!! (A loira diz fraca)

-Pois bem, se é assim que quer, assim que será Alison! (Emily diz indo para a pequena janela que estava meio fechada abrindo a toda de uma vez fazendo o sol ir todo para cima da loira)

-Aaaaaaa..(Alison grita pela dor, o sol estava queimando a mesma, sem o anel de proteção que com certeza Emily o pegou, logo a morena fechou a janela de novo) -Dro-gaa!! (Ela diz em gemido de dor)

-Vamos Alison, volte, sei que está aí! Lute contra isso! Lembre-se do que aprendemos, Lute por Liam! (Freya tentou usar esse gatilho mais não adiantou, já que a mesma a sua frente começou a rir descontroladamente, Emily vendo aquilo perdeu sua paciência abrindo a janela novamente, A loira de novo gritou pelo contato do sol em sua pele, que a sentia como se o mesmo estivesse a fritando, e logo fechou novamente)

-Isso parece não querer adiantar.. (Emily diz com o sentimento de raiva e tristeza ainda por cima que mesmo assim Alison ficava a provocando com suas ironias..)

-Desistam...(A loira diz sorrindo fraca)

-Alison, por favor, ao menos tente, vamos! (Freya a incentiva)

-Me poupe Freya..Keelin está aqui né? Eu sei..eu sinto!..Mande a mesma me fazer uma visita depois.. Adoraria provar do sangue dela..(Alison diz sorrindo cínica fazendo a irmã a encarar com medo, Emily novamente vendo aquilo abriu novamente a janela, e deixou mais tempo dessa vez, ouvindo a loira gritar e gemer pela dor que a consumia em sua frente) -Já..che-gaaa! (A loira quase suplicou, não admitia, mais não aguentava mais aquilo)

-Hoje só foi o começo Alison, isso permanecera até quando você realmente querer voltar! (Emily fala indo para a frente da mulher e ficando ao lado de Freya)

-Você está passando dos limites minha irmã.. Mais sei que há algo em você que ainda busca por salvação.. (Freya a olha com um olhar de desprezo e sai da cela deixando as duas sozinhas)

-Se prepare que amanhã tem mais..até logo Alison! (Emily diz saindo, mais seu maior desejo era sentar e ficar ali com a pessoa que amava, mais não poderia demonstrar fraqueza a tal ponto, estava em um jogo de corda bamba..)

-Emily..(Alison sussurrou, estava fraca demais, mais não obteve resposta, só ouviu o barulho da porta sendo fechada e trancada, novamente a loira se deparou estando sozinha)


(...)


Horas depois todos estavam na sala dos Mikaelson, Liam insistia para Emily deixa-lo ver Alison, mais a mesma negou dizendo que não era hora, mais que logo o permitiria descer lá embaixo, Elijah logo se retirou dizendo que desceria para ver a irmã e ver como a mesma estava.

-O grande e nobre Elijah..(A voz da loira saiu fraca, o mesmo só a encarou de onde estava)

-Me doi ve-la assim..mais é algo que você quer Alison..(Ele diz calmamente entrando dentro da cela) -Está faminta não é?

-Ainda pergunta..você sabe que sim..Emily e Freya tentaram acabar comigo essa tarde..(A loira diz acompanhando os passos do irmão)

-Não é.. acabar Alison..(Ele diz pausadamente) -É tentar concertar quem você se tornou...

-Não seja tão formal Elijah, você como ninguém sabe como funciona as coisas! (Ela volta a falar) -Estou cansada, estou fraca..estou faminta.. (Ela admite)

-Sei que sim! É parte do processo! Tudo depende se você colaborar, sabe..me lembro da vez que você matou um humano a primeira vez, ficou desesperada, ficou com aquilo por meses na cabeça, se arrependeu completamente, e ai começou a tomar sangue de animal..(Ele da uma pausa enquanto andava por volta da mesma)

-Aonde pensa que quer chegar nisso? Não venha com isso você também Elijah, já não bastou Rebekah hoje cedo, você não..por favor..(Ela fala o vendo parar em sua frente) -Essas cordas estão acabando comigo..(Ela reclama de dor)

-Verbena é sempre o ponto fraco, acho que já vou subindo, volto amanhã! (Ele diz olhando em seus olhos)

-Vá e não volte..todos vocês.. Eu não quero ver mais ninguém, quero que todos me deixem em paz! (Ela se exalta)

-Todos te amam Alison! Todos querem você bem! E todos estão lutando por isso..Liam está lá encima louco para te ver, Emily não permite, e você sabe bem porque! (Ele diz no mesmo tom)

-Porquê se ele vim aqui, eu vou acabar o matando! (Ela se explode de vez, Elijah apenas a encara absorvendo oque tinha acabado de ouvir)

-Claro..você não mede esforços para tentar parecer uma pessoa ruim, quer mostrar que não está se importando..mais no fundo..você está! (Ele da uma pausa fechando a cela)

-Não sabe oque está dizendo..volte da onde veio! Eu não quero ver ninguém! Eu..não..me importo! (Alison fala pausando as palavras)

-Continue assim então, continue demonstrando essa personalidade que criou, nossa mãe com certeza está decepcionada! (Ele diz a encarando das grades)

-Digo e repito Elijah..quero você e todos longe daqui..(Ela fala fracamente) -Porque na primeira oportunidade que eu tiver, eu juro que vou arrancar a cabeça de alguém e compelir todo o sangue que haverá, e eu não vou parar, até eu realmente está satisfeita! (Ela diz enquanto ria doente-mente, a loira já estava mais fraca que o normal)

-Você devia se olhar..(Ele diz pronto para se retirar) -A expressão Assassina, a postura alto afirmativa..parece o nosso pai! (Ele completa a encarando por mais alguns segundos e se retirando dali..)

Alison novamente ficou sozinha, o escuro, o frio eram as coisas presentes no lugar, as cordas de verbenas estavam a machucando, se sentia fraca pelas torturas de mais cedo, Freya e Emily ao entrarem na mente da mesma não conseguiram chegar até o final, foram expulsas, era algo que estava lutando para se revelar mais não conseguia por completo, Alison estava em uma disputa entre o bem e o mal, a loira estava lutando contra sí mesma, tentando achar o seu verdadeiro eu, mais era algo difícil, já que a mesma estava contra seus próprios demônios..

Continua...!!


Notas Finais


(C.O.M.E.N.T.E)

😛


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...