História Always By Your Side - Capítulo 41


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, Drama, Romance
Visualizações 130
Palavras 3.174
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Escolar, Ficção, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


OIIIIII! OLHA QUEM CHEGOU COM MAIS UM CAP NOVINHO EM FOLHA!
Como estão todos? Espero que muito bem!
Genteeeeeee, vocês não sabem o quanto fiquei feliz em ver que os ultimos caps tem ganhado bastante comentarios em relação aos anteriores! Confesso que tava meio pra baixo por conta das views e comentários terem diminuindo consideravelmente. Mas, sério! Fico muito feliz quando posso interagir com vcs e saber o que estão achando da fic! Amo quando comentam! Por que, sabe, eu sou meio paranóica e quando vejo que quase não tem comentarios ou coisas assim, eu começo a pensar que estou fazendo merda kkkkk
Mas, enfim, espero que possam continuar deixando suas opiniões ai em baixo. rsrs >.<
Amu vcs!
Boa leitura!

P.S1: Está rolando confusão entre shipps? É isso mesmo? hahahah Gosto assim!
P.S2: Para quem ainda está confusa, Taehyung NÃO tem a mínima chance de ter algo com a Tiff. Já o Kook, Nam... estão ai na pista. kkk
P.S3: Notaram que a capinha foi mudada? Sim. Eu tava achando a outra muito sem graça. A atual ficou mais apresentada e bunitinha! u.u

Capítulo 41 - Feliz Aniversário!


Fanfic / Fanfiction Always By Your Side - Capítulo 41 - Feliz Aniversário!

Cinco dias se passaram após a fatídica noite em que Yoongi praticamente havia se transformado em outra pessoa. Desde então, ele se manteve distante, arredio e mais quieto do que de costume. Trocávamos poucas palavras ou frases necessárias, e quase não passávamos mais tanto tempo juntos, pois ele fazia questão de se ausentar todos os dias voltando somente quando era tarde da noite. Parecia que nossa amizade tinha dado um grande passo para trás. Tudo havia voltado à estaca zero.

Mesmo com os pensamentos, hora ou outra, vagando em direção à minha amizade estremecida com Yoongi, eu me esforçava para me concentrar no evento mais que especial da noite: O aniversário de Park Jimin. Os meninos já tinham comentado anteriormente sobre os planos que colocariam em prática para comemorar o aniversário do amigo. Quando me contaram o que tinham em mente quase não acreditei de tão inusitado que era.

- No banheiro? Vocês querem fazer o aniversário do Jimin no banheiro? – boquiaberta e com uma vontade louca de rir, olhei cética para o rosto animado de cada um.

- Qual o problema? – Tae encolheu os ombros. – você sabe que gostamos de coisas únicas e diferentes. Fazemos sempre esse tipo de coisa.

- Por exemplo, o meu aniversário foi comemorado no closet do Yoongi. – disse Kook com uma expressão sonhadora.

Arregalei os olhos.

- Mentira...?

-Verdade. Foi muito divertido por sinal. E o do Suga foi comemorado na caminhote. Colocamos tudo na cabine de trás e fizemos a festa lá. Você precisava ver! – Kook completou.

Pisquei, ainda atônita e descrente em relação ao que me contavam sobre suas respectivas festas de aniversário.

- Vocês são... bem esquisitos. Sabem disso, não é? – fiz uma careta desdenhosa.

Hobi gargalhou lançando-me um olhar brincalhão.

- Quando você faz aniversário, Tiff? – ele quis saber.

- Só daqui a três meses. Dia 20 de Janeiro.

- Então se prepare, porque já vamos pensar em algo bem diferente para comemorar o seu dia.

- Mal posso esperar. – lentamente fui abrindo um largo sorriso.

Após essa conversa, tudo passou muito rapidamente e quando dei por mim o dia tão esperado havia chegado. Eu estava sentada no chão ao lado de Kook recortando as letras de “happy birthday” da cartolina azul onde tínhamos escrito. Tae e Hobi estavam concentrados enchendo os balões, enquanto Jin cozinhava com a ajuda de Namjoon. Digo, Nam mais atrapalhava do que ajudava, para falar a verdade. Vez ou outra ele esbarrava em algo que se estatelava no chão, deixava vasilhas ou talheres escapulirem de suas mãos e quase derrubou a panela de molho de tomate que Jin estava preparando.

Era até engraçado vê-los juntos na cozinha. Jin resmungava o tempo inteiro dizendo a Nam para ser mais cuidadoso e chamava sua atenção incansáveis vezes. Nam foi expulso da cozinha em certo momento, mas Jin o intimou a voltar para lavar, com muito cuidado, as louças sujas. Eles pareciam um casal recém-casado.

E quanto a Yoongi. Bem, o rapaz sentava em um dos bancos altos perto da bancada com os cotovelos apoiados sobre a pedra de mármore catando alguns feijões a mando de Jin, já que a sua tarefa de separar os copos plásticos tinha se concluído rapidamente.

Eu recortava cuidadosamente a letra P quando em um movimento casual ergui a cabeça e olhei para trás, mais precisamente para onde estava Yoongi. Novamente, a noite de dias atrás voltou a preencher meus pensamentos. Tinha sido a primeira vez que Yoongi havia se comportado de tal maneira. Confesso que senti medo quando olhei nos seus olhos fervorosos e intensos. Pensei se ele era aquele tipo de cara que só mostrava a real identidade depois de um tempo de convívio. Como aqueles casais que sempre eram mostrados nos jornais da TV, onde o rapaz no início era um príncipe encantado, mas depois do casamento, se mostrava um verdadeiro monstro. Eu estava com receio de que Yoongi fosse assim.

Sentando um pouco mais perto de Jungkook, baixei o tom de voz e disse ao menino, como quem não queria nada:

- Kookie, o Suga... ele nunca se apaixonou ou namorou alguém?

Ele me olhou de maneira confusa.

- Por que a pergunta, noona?

- Ah... – dei de ombros, voltando a recortar a letra. – é que às vezes ele parece tão frio em relação a garotas e coisas do tipo. Sei lá, fiquei curiosa.

Terminei de cortar o último pedacinho de papel que ainda restava na letra P e a deixei embaixo de um rolo de fita Durex. Logo, peguei o outro P para recortar da cartolina.

Vi quando Jungkook discretamente olhou por cima de seus ombros, certificando-se que Yoongi estava longe o suficiente e ocupado com os feijões. Acreditei que ele estava prestes a contar algo que Yoongi não gostaria que eu soubesse.

- O hyung já gostou muito de uma menina uma vez. – começou a falar com o tom de voz baixo, mas não a ponto de deixar à vista que estávamos cochichando sobre coisas indevidas. – dizia que era amor. Chegou a se confessar, mas, a garota o rejeitou e zombou dos sentimentos dele.

- Nossa... que coisa chata. – comentei, sentindo-me um pouco triste por Yoongi. Há esta altura eu não recortava mais nenhuma letra, ao contrário de Jungkook, que estava com um H nas mãos. Eu estava centrada demais no que ele estava me contado para me distrair com os recortes.

 Kook voltou a dar uma olhadela para trás. Abaixou um pouco a cabeça e continuou.

- Mais chato ainda foi o fato da garota ter o recusado porque gostava do Jimin.

Deixei meu cenho levemente franzido e o fitei boquiaberta. O menino me olhou e assentiu, apenas me confirmando que era tudo verdade. Eu estava abismada. Gostar de alguém que prefere o seu melhor amigo, era doloroso. Digo por experiência própria.

- Desde então ele se tornou meio que desacreditado do amor. Nunca mais o vi interessado em ninguém. Uma vez ele me disse que paixões são uma perda de tempo.

Então, era por isso que Yoongi era desse jeito com as garotas? Gostava apenas de se divertir sem compromisso algum? Medo de se machucar. Tratar mal como autodefesa. Por mais que o acontecimento com seu primeiro amor tenha sido um verdadeiro fiasco, isso não o dava o direito de tratar garotas com desprezo. Era o que eu achava. Yoongi ainda era muito novo. Certamente encontraria alguém que o amasse de verdade. Eu esperava poder dizer essas coisas a ele qualquer dia desses.

Aproveitando a deixa, arrisquei em tocar no assunto que andava me incomodando durante os últimos dias. Por mais que Yoongi tivesse se desculpado na mesma noite, eu ainda estava receosa sobre seu comportamento. Como Kook era o mais próximo a Yoongi, acreditei que ele sanaria minhas dúvidas sobre o comportamento do amigo.

- Er... me diz mais uma coisa, Kookie. – cortando a cartolina, ele confirmou com a cabeça. – o Yoongi... ele costuma ser agressivo quando bebe além da conta?

Jungkook largou a tesoura e me encarou. Ele me fitava como se eu tivesse tocado em um assunto proibido, de caráter altamente desagradável. Ele parecia preocupado e incomodado com a pergunta.

- Por que está perguntando isso? – sua voz saiu bem mais baixa do que antes e até um pouco ríspida. A nossa sorte era que o restante dos meninos, principalmente Hope, eram barulhentos demais e não demonstravam interesse algum na nossa conversa sussurrada.

- Nada, é só que...

- Ele fez alguma coisa com você? Ele machucou você? – disse rápido enquanto varria os olhos sobre o meu corpo.

Fiquei inquieta com o fato de ele achar que Yoongi poderia me machucar. Neguei suas perguntas, balançando a cabeça freneticamente.

- Não! É claro que não!

- Então por que está me perguntando isso? – ele me olhava desconfiado.

- Curiosidade... – tentei disfarçar. Por sorte, minha voz saiu estável.

- Outra vez? - cerrou os olhos.

- Por que está nervoso?

- Não me responda com outra pergunta, Tiff. – ele contrapôs com um tom firme e decidido.

Umedeci os lábios e apertei minha nuca. Enquanto pensava em algo para dizer, cheguei à péssima conclusão de que Yoongi devia ser violento quando estava altamente alcoolizado. Só isso justificaria a reação quase desesperada de Jungkook.

- Voce está agindo como se ele já tivesse feito algo ruim. Está dando a entender que Yoongi me machucaria de alguma forma. Kook, ele já bat...

- O hyung nunca fez nada de ruim! Ele fica... um pouco estranho quando bebe demais. Mas nunca machucaria ninguém. Ele seria incapaz disso. – juntou as sobrancelhas e afirmou com irritação cada palavra.

- Então por que...

- Eu só fiquei preocupado por pensar que ele teria brigado com você. Ele pode dizer coisas feias às vezes, mas, sem intensão de ferir. Ele age por impulso. – ele apertou os olhos.

Soltei o ar dos pulmões. Ficamos em silêncio por alguns segundos.

- Ele devia parar de beber tanto. Isso faz mal. – olhei para a bancada. Jin pegava alguns feijões das mãos de Yoongi enquanto Nam limpava algo no chão. Algo que ele devia ter derrubado, na certa.

- Ele... ultimamente ele tem estado mais nervoso do que de costume. Quando você me fez a pergunta, eu achei que... pela primeira vez ele...  – Kook respirou fundo e bagunçou os cabelos. – não! Ele não seria capaz. Eu sei disso. Eu confio nele!

Toquei na sua mão. Kook me olhou. Ele queria disfarçar, mas consegui ver um pequeno vestígio de pavor nos seus olhos.

- Se você confia, eu também confio. – disse, sorrindo um pouco, mesmo não estando tão segura de minhas palavras.

Kook apertou os lábios em um sorriso e voltou a fazer seu trabalho com a cartolina. Eu peguei um tubo de cola e antes que eu pudesse usá-lo, olhei mais uma vez para trás e deparei-me com o olhar de Yoongi. Ele me observava fixamente, bem sério, mas quando nossos olhares se cruzaram ele rapidamente desviou para longe.

Mesmo com aquela expressão fechada, ele não estava com raiva. Yoongi estava mais arrependido do que qualquer outra coisa que pudesse ser vista no seu rosto.

 

***

 

Assim que Kook e eu terminamos de colar Happy Birthday na parede do banheiro, eu os avisei que precisava sair urgentemente para comprar o presente de Jimin. Como uma boa brasileira, eu havia deixado para comprar o presente na última hora. Eu não era uma das mais pontuais ou organizada nas coisas.

Eu caminhava pelas ruas olhando vitrines e imaginando o que Jimin gostaria de ganhar. Ele era do tipo que não se importava com presentes, mas eu gostaria muito de lhe dar algo especial. Algo que o fizesse sempre lembrar de mim. Passei em frente a uma pequena loja de portas de vidro. As vitrines deixavam expostos variados tipos de objetos que poderiam ser presenteados a alguém especial. Canecas, bichos de pelúcia, porta-retratos e bonecos em miniatura, eram apenas algumas das coisas fofas que consegui ver.

Decidida, entrei na lojinha extremamente aconchegante e abarrotada de coisas legais. Passei os olhos por algumas prateleiras e sobre o balcão, algo prendeu a minha atenção. Uma pilha de colares estavam pendurados sobre um suporte que rodopiava se você o tocasse para ver os outros modelos. Sem precisar procurar muito, toquei em um lindo pingente de estrela cravejado de pequenos brilhantes. Era simples, mas especial. Sei que Jimin ia amar.

Sorridente, chamei a moça do balcão e disse que levaria o colar. Ela o pegou e sorriu.

- Você pode embrulhar para presente, por favor?

- Claro. – ela sorriu novamente. – só um momento.

Enquanto a moça colocava o colar em um lindo saquinho dourado, eu observava os outros colares do suporte. O rodei para ver todos os modelos disponíveis e acabei gostando de outro pingente. Uma bela clave de sol com um pequeno coração na ponta fez meus olhos brilharem. Decidi levá-lo.

- Moça, eu vou querer esse também. – apontei para o colar.

- Para presente?

- Não, esse não.

Após pagar e agradecer a moça simpática, saí e rapidamente caminhei para o ponto de ônibus. Na verdade, corri.

Cheguei exausta por conta das carreiras, e antes de entrar, tomei um pouco de fôlego.

- Voltei! – anunciei a minha chegada, entrando apressada.

- Já estava na hora. Jimin chega daqui a pouco. – Jin arrumava a bancada limpando e deixando tudo no seu devido lugar.

- Tiff, ajuda aqui com os balões! – enrolado e tentando amarrar um balão no outro, Kook balançou uma das bexigas para me chamar.

Corri para perto dele e peguei dois balões de cores distintas. Um rosa e um amarelo. Compramos balões de cores variadas para deixar tudo com uma cara mais divertida e animada. Uma verdadeira festa! Com parte dos balões amarrados, fomos para o banheiro e começamos a pregá-los na parede. Estava ficando lindo! Jimin ia ficar tão surpreso... Eu ansiava para ver sua carinha de susto.

Vinte minutos depois e tudo já estava pronto. Hobi teve a ideia de colar setas no chão para indicar o caminho até o banheiro, já que todos ficaríamos escondidos lá só esperando o anfitrião.  

- Ele está chegando. Acabou de me mandar mensagem! – Tae avisou batendo palmas.

- Ótimo! – colei a última seta perto da porta e pulei animada. – agora sim, está tudo pronto!

- Então, vamos! Vamos nos esconder! – Nam nos empurrou para o banheiro.

- Quero só ver a cara dele. – disse Yoongi depois de ter ficado quase o dia todo calado.

Ele estava com uma garrafa de cerveja na mão, mas ainda bastante sóbrio. De repente, senti um desconforto em ficar perto dele.

- Calem a boca! Ele chegou! – Kook pôs o dedo indicador sobre os lábios.

Quietos, esperávamos que Jimin nos encontrasse. Eu estava eufórica.

- Pessoal? – a voz abafada do menino foi ouvida.

Tae achava graça com a mão sobre a boca. Kook o cutucava para ficar quieto.

Silêncio. Jimin não disse mais nada. De repente, a maçaneta da porta foi girada. Jin nos olhou e contou no dedo de um a três, para que gritássemos todos juntos assim que Jimin abrisse a porta. Dito e feito. Quando o garoto de cabelos avermelhados entrou todos berramos em coro.

- FELIZ ANIVERSÁRIO, JIMIN!

Sem que eu percebesse, alguém deu play na caixinha de música. Hope jogou para o alto pedacinhos de papel prateado, e Jin espalhou confeitos coloridos, enquanto eu e os outros batíamos palmas e pulávamos ao som da música.

 A cara que Jimin fez foi impagável. Ele nos olhava assustado, parado na porta ainda com a mão sobre a maçaneta. Sem saber como reagir e muito menos o que dizer. Jin o puxou para dentro, percebendo que o menino demoraria para reagir; o jogou na banheira que estava cheia de água e foi aí que Jimin “acordou” para a realidade. Ele começou a rir enquanto os meninos o molhavam e jogavam bebida sobre ele. Jimin tentava se esquivar a todo o momemto soltando risadas divertidas e jogando água em nós.

Eu também espirrava água sobre ele, mas dei uma pausa quando Jin me esntregou a câmera de vídeo.

- Filma isso, Tiff!

Peguei a câmera e a apontei para eles. Eu não conseguia parar de rir. Namjoon afundou a cabeça de Jimin na água molhando todo o seu cabelo por inteiro. Em apenas alguns segundos, Jimin estava com o corpo inteiro dentro da banheira, inclusive os pés. Por estar com uma camisa branca, o tecido molhado grudou no seu corpo e ficou transaparente mostrando cada pedaço do seu abdômen e peito. Não era como se eu nunca tivesse visto Jimin sem camisa, mas, ele molhado, com aquela roupa colada e transparente... ele estava tão sexy e, bem, eu sou um ser humano que não consegue evitar ter pensamentos maliciosos de vez em quando.

- Pessoal, vamos tirar uma foto. Juntem-se aí! – disse, pegando a Polaroid rosa, perto da pia, e tratando logo de distrair a minha mente com pensamentos menos sensuais.

Eles prontamente aceitaram a minha ideia e se arrumaram para a foto. Suga e Tae entraram na banheira e ficaram cada um ao lado de Jimin. Na ponta, perto de Suga, ficou Kook e na outra ponta, perto de Tae ficou Namjoon. Sentados no chão ficaram Jin e Hope.

- Prontos?

-Sim! – eles responderam de forma aleatória.

Preparei a polaroid de Jin.

- Digam “feliz aniversário, Jimin!”

- FELIZ ANIVERSÁRIO, JIMIN! – eles disseram em alto e bom som.

Pressionei o botão e registrei aquele momento lindo. Todos estavam felizes, animados, leves, despreocupados, inclusive Yoongi que não parava de sorrir. A foto ficou tão bela quanto cada amigo meu. Deixando a polaroid de lado voltei a pegar a câmera e filmá-los.

- A Tiff precisa se molhar como a gente também. – Yoongi me surpreendeu a direcionar sua frase descontraída a mim. Eu queria que tudo ficasse bem e este parecia ser o momento certo.

-Obrigada, mas, estou muito bem aqui. – respondi sorrindo.

- Acho que ela não gosta da gente. – Hobi fingiu chorar.

- Ela não gosta da gente? – Jimin fez bico e inclinou a cabeça.

- É claro que eu gosto, mas...

- Se molha, Tiff! – Kook gritou e espirrou água em mim.

- É! Vem logo, Tiff! – Jin fez sinal com a mão, chamando-me.

Eu apenas ria e os filmava.

- Eu vou lá dar um abraço nela. – Yoongi se levantou da banheira.

- Yoongi, você vai molhar a câmera! – dei dois passos para trás e estendi a mão para evitar que ele se aproximasse.

- Eu sou rico, esqueceu? Posso comprar milhões de câmeras iguais a essa.

Ele continou andando na minha direção, mas então aquele desconforto me afligiu outra vez e aquela noite brilhou diante dos meus olhos. Fiquei séria e engoli em seco. Minha expressão deve ter entregado o meu receio dele chegar perto, porque Yoongi fechou seu sorriso e piscou de um jeito desolado, se dando conta de que algo estava errado. Imediatamente, ele parou e recuou. Desviou o olhar e não soube o que fazer.

- Vamos molhar a Tiff! – inesperadamente Kook apareceu do meu lado e agarrou a minha cintura. Suga deve ter o agradecido por tê-lo livrado daquele momento constrangedor.

- Kook, para com isso! – tentei me soltar, mas foi em vão.

O garoto me arrastou até a banheira e me jogou ao lado de Jimin que me segurou para que eventualmente eu não machucasse as costas na borda de porcelana. Eles jorravam água em mim e eu virava a cabeça quando as gotas eram atiradas sobre meu rosto.

O momento era puramente diversão, bagunça e felicidade. Os meninos cantarolavam e riam de qualquer coisa, exceto Yoongi que havia saído do banheiro sem que os amigos percebessem.

 

Spoiler Próximo Capítulo

- Agora sim, de banho tomado posso dormir tranquilo. Ou não.

(...) O cheiro de sabonete que exalava da sua pele fazia com que eu desejasse ficar com o nariz encostado em seu pescoço. Imaginei que seria uma maneira muito agradável de dormir.

- Ou não? – perguntei.

- Não sei se consigo dormir tranquilo com você assim tão perto de mim. – ele falava baixinho sem tirar os olhos dos meus.


Notas Finais


O que acharam? Ficou bonitinho? rsrs
Vcs devem ter percebido que me inspirei - MAIS UMA VEZ - em uma das cenas de Run <3
Então, é isso.
Até o proximo!
Beijoooos


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...