História Always Snape - Capítulo 13


Escrita por:

Postado
Categorias Harry Potter
Personagens Alvo Dumbledore, Argo Filch, Dobby, Draco Malfoy, Fred Weasley, Fred Weasley Ii, Harry Potter, Hermione Granger, Lílian Evans, Lílian L. Potter, Lord Voldemort, Lucius Malfoy, Merlin, Minerva Mcgonagall, Narcissa Black Malfoy, Neville Longbottom, Personagens Originais, Remo Lupin, Rúbeo Hagrid, Salazar Slytherin, Severo Snape, Sibila Trelawney, Sirius Black, Tiago Potter, Tiago S. Potter
Tags Always, Draco Malfoy, Harry Potter, Imagine, Lucius Malfoy, Severo Snape, Severus Snape
Visualizações 71
Palavras 1.902
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção Adolescente, Literatura Feminina, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Saga, Suspense, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


É cap que vc quer @? Então toma!!

Ai gnt ta chegando no meu cap favorito cofcofcap15cofcof, espero que seja o favorito de vocês também. O Sev ta de cu doce mas já já ele volta ao normal. Vcs sabem q esse Severus é bem bipolar, então quando ele voltar ao normal na mesma hora vai ser pau no cu tbm, mas a gnt releva pq esse homem é maravilhoso.

Boa leitura 💚🐍💚

Capítulo 13 - Canção de ninar


         ~ Dia seguinte ~

            { POV [s/n] }

A enfermeira está cuidado dos meus ferimentos, eu só consigo pensar no que aconteceu ontem a noite. Por que ele agiu daquele forma? Eu suspiro forte.

- Está doendo ? - Ela diz olha do para mim

- Não, eu só estou pensando. Só isso. - Eu digo um pouco triste, e ela dá um sorriso fraco. Enquanto ela limpa os ferimentos vejo Dumbledore, a Professora Mcgonagoll, Draco e Severo se aproximando. Quando eu ponho os meus olhos em Severo meu coração fica apertado. Eu suspiro novamente.

- Bom dia, senhorita [s/n]. - Dumbledore diz cordialmente

- Bom dia, diretor - Eu digo forçando um sorriso. Draco vem até mim e me abraça

- Princesa, você está bem? - Ele me parece preocupado.

- Claro, Draco. Estou bem melhor. - Eu sorrio. - Pelo menos os cortes não fui eu que provoquei - Ele se afasta de mim e dá um sorriso forçado. Eu vejo Severo engulir seco e a professora Mcgonagoll fica com a boca entre aberta.

- Senhorita, nos conte o que aconteceu ... - Dumbledore diz olhando para mim

- Eu estava em cima da vassoura, perto do muro do castelo. Eu dei ordem pra ela dar a volta para não bater, mas... Ela não obedeceu. Tudo que eu lembro depois disso é do meu corpo em queda livre e mas nada. - Eu digo e logo depois suspiro

- Entendi. - Dumbledore então sorri para mim.

- Eu fico feliz que está acordada, princesa. - Draco se aproxima de mim e me dá um selinho. Eu o olho com os olhos arregalados

- Draco! - Eu digo entre os dentes. Eu vejo a professora Mcgonagoll comprimir os labios e olhar para baixo, alisando as mãos. E o professor Dumbledore olhando de canto para Severo. Severo... bom, apenas se curva para Dumbledore e depois sai da enfermaria.

- Desculpa - Draco diz com um sorriso travesso.

- Vamos deixa-los sozinho, Alvo. - Mcgonagoll diz passando por trás de Dumbledore enquanto desliza sua mão pelo ombro do mais velho. Eu dou um olhar para Dumbledore como se pedisse para que falasse com Severo. Ele acena para mim e depois sai com a professora.

- Eu fiquei muito preocupado com você - Draco diz e pega na minha mão.

- Obrigada Draco. - Eu digo olhando para baixo e depois suspirando

- Tudo b... - Draco é interrompido

- [s/n]! - Escuto a voz de Harry Potter. Eu olho na direção de onde vem a voz e vejo o Potter, Granger e Weasly. Eles de aproximam de mim, e Draco fica com uma cara feia

- Viemos ver se está bem - Hermione diz com um sorriso

- Estou bem, Hermione. Obrigada - Eu retribuo o sorriso.

- Não fale com ela sangue-ruim. - Draco diz indo em direção da menina

- Draco, deixe ela - Eu falo o repreendendo. Ele me olha e vem na minha direção.

- Eu não vou ficar no mesmo lugar que esses fracassados. Vou embora - Ele me dá um beijo na testa e vai embora.

- Não liguem para o Draco - Eu digo com um sorriso de canto - As vezes, ele é um babaca mesmo. - Os três sorriem

- Se até você vê isso quer dizer que não estamos exagerando - Harry diz e se aproxima de mim. - Será que eu posso falar com você sobre o que aconteceu ? - Ele diz e segura minha mão

- Claro. - Eu olho para ele.

- Bom então vamos indo - Hermione diz e puxa Rony

- T-tchau [s/n], lindos cortes você tem - Rony diz isso e eu fico confusa. - Quer dizer, você ainda está bonita com esses cortes - Ele balança a cabeça - Quer dizer - ele é interrompido

- Cala boca, Rony. Você só está piorando. - Hermione o puxa e eles saem. Meu riu e depois olhos para Harry

- Pode falar, Potter - Eu digo com uma voz calma.

- Dumbledore me disse que foi a professora Mestrande que enfeitiçou o Filch para que ele alterasse sua vassoura - Eu fico chocada

- Por que ela iria fazer isso? - Eu digo com o cenho franzido

- Aparentemente ela percebeu que o Snape gosta de você, e queria se livrar de você. - Eu engulo seco

- Como você... - Ele me interrompe

- Não se preucupe. Eu não julgo você, só acho meio estranho você se apaixonar pelo frio do Snape. - Eu sorrio - Dumbledore me disse que vocês não estão mais juntos. Por que ? - Ele me pergunta isso e eu fico um pouco triste

- Foi ele quem me pediu isso... Ele disse que estava arrependido por ter começado a gostar de mim e... sente como se tivesse traido o amor que sentia por outra mulher - Eu digo e suspiro.

- Ah sim... - Harry então me olha - Mas ele não deixou de gostar de você. Pra falar a verdade quando ele te viu aqui... Pareceu que ia chorar. - Meu coração se aquece - Quando estavamos na sala de Dumbledore ele quase bateu no Filch. Ele se preocupou muito com você. Não teve um dia que ele não viesse aqui. - Harry sorri - Eu não sei se ele vai gostar que eu te diga isso, mas... Me prometa que não vai contar a ele - eu aceno afirmando - Eu estava fora da cama depois do toque de recolher. E bom, eu passei aqui perto e escutei alguém cantando. Quando cheguei aqui, o Snape estava acariciando seu rosto e cantando para você. - Meus olhos se enchem de lágrimas

- Está falando sério, Potter? - Eu enxugo algumas lágrimas

- Sim - Harry sorri. - Bom, eu tenho que ir, sim? - eu aceno - Quer que eu traga algo para você?

- Peça para draco pegar meu caderno de desenho e meus lápis. Quero ter um passa tempo, enquanto me recupero - Harry sorri e acena. Depois vai embora.

Eu fico imaginando a cena do Severo cantando para mim. Eu fico tão confusa... Como ele pode cuidar tanto de mim, mas me tratar com tanta frieza ?

~ 8 dias depois * a noite * ~

{ POV [s/n] }

Eu não vejo o Severo desde o Draco me beijou. Ele não veio me ver mais... eu só recebo a visita do Draco, Harry, Hermione e Rony. O Harry acabou se tornando meu amigo, ele vem não para conversar comigo como também para me passar as lições das aulas.

Eu me sinto bem melhor... estou quase me recuperando. A única coisa que continua a mesma é a dor no meu coração por causa do Severo... Argh que droga, por que ele tem que ser um idiota?... Meus pensamentos são interrompidos com a chegada de Dumbledore

- Está irritada, senhorita [s/n] ? - Ele diz parado na entrada da enfermaria

- Não, senhor. - Eu digo dando um sorriso fraco. Ele vem em minha direção

- Sei que está. Qual seria o motivo dessa irritação ? - Ele fica em pé ao meu lado.

- ... Severo... - Eu digo um pouco triste.

- Imaginei... mas o que Severo fez dessa vez ? - Ele pergunta me olha por cima de seus óculos

- Na verdade, é o que ele não fez. Ele não veio me ver um dia se quer desde que eu acordei - suspiro triste - Sabe... quando eu acordei pela primeira vez, ele estava aqui... e nós nos...

- vocês se beijaram, não é? - Ele pergunta com a sobrancelha arqueada

- Sim - eu coro

- Depois ele não veio ve-la mais, e isso lhe confunde ? - Dumbledore está tirando as palavras da minha boca

- Muito... - Falo ainda olhando para baixo

- E o que faz acreditar que Severo não vem ve-la ? - Eu olho para ele um pouco confusa

- Eu não o vejo - Eu digo triste

- Não é porque você não o ver... Que quer dizer que ele não vem - Dumbledore diz calmo, e eu só o olho - Severo não deixou de ve-la um só dia desde o acidente. Só que quando você acordou, ele passou a vim quando estava dormindo. - Eu sorrio - Ele me disse que não queria beija-la de novo - meu coração fica apertado

- Por que não? - Eu falo triste

- Ele disse que não queria beija-la de novo ... Na enfermaria - Dumbledore dar um sorriso travesso. Eu coro - Bom, ele está com medo de que Mestrande o veja perto de você e a machuque de novo - Eu suspiro. - Por isso... - ele tira do bolso uma caixinha e me entrega. - tome.

- O que é? - eu pego a caixinha e a coloco sobre mim

- Abra - Ele diz gentilmente. E eu o faço. Dentro da caixinha tem um cordão prata e verde, e um pingente lindo da cobra da sonserina.

- Que lindo... - Eu adorei

- É mesmo, não? - Dumbledore pega a caixinha e coloca na cabeceira - Venha eu ajudo a colocar - Eu me viro de costas para ele e ele me ajuda a colocar o colar. - Esse colar tem um feitiço especial. Toda vez que você tiver em perigo, basta pensar na pessoa que você mais ama e essa pessoa virá para te salvar.

- Espera, então se eu tiver ou me senti em perigo é apenas pensar no Severo que ele virá? - eu pergunto olhando para o pingente.

- Sim... Imediatamente - Dumbledore dar um sorriso - Ou apenas quando sentir saudades e querer ve-lo.

- Mas ele não vai achar que eu estou em perigo se eu chama-lo apenas para ve-lo ? - Eu pergunto com um sorriso no rosto

- Quando estiver em perigo, o colar dele acenderam - O colar dele ?

- Ele também tem um ? - Indago ao professor

- Sim, dei uma a ele também - Ele sorri

- Eu posso chama-lo agora, se eu quiser ? - Eu olho para Dumbledore

- Não - Eu o olho triste - Acho melhor você terminar o desenho que você esta fazendo dele e depois chama-lo. O que acha ? - Eu sorrio

- Acho ótimo - Dumbledore acena com a cabeça e depois sai da enfermaria. Eu trato de terminar o desenho do Severo. Eu estou desenhando a cena que eu imagino dele cantando para mim. Quando eu finalmente termino, seguro o pingente e começo a pensar no Severo... se passa alguns minutos e ele não vem... Eu coloco o desenho sobre a cabeceira, e eu me viro para dormir. Eu choro um pouco antes de dormir... por que ele faz isso comigo ?

{ POV Snape }

Que droga ! A [s/n] me chamou mas eu estava no Jantar. Tenho certeza de que se eu saísse no meio do jantar a Mestrande suspeitaria, e eu não quero que a [s/n] corra nenhum risco. Eu, assim que acaba o jantar, vou direto para a enfermaria e vejo que a [s/n] já está dormindo. Chego mais perto dela e posso apreciar uma visão linda... O meu docinho dorme como um anjo... eu me aproximo dela e deposito um beijo em sua boca, depois dou um beijo em sua testa. Enquanto acaricio seus cabelos vejo um desenho que ela fez na cabeceira... eu franzo o cenho e pego o desenho... sou eu ao seu lado. Dou um sorriso vendo o desenho. Arranco ele do caderno e guardo no meu bolso. Dou outro beijo em sua testa e vou embora. Tenha uma boa noite meu amor, amanhã você terá alta.


Notas Finais


Ai gnt esse colar vai salvar a vida da [s/n] demais. SPOILERS KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...