História Always Together - Capítulo 9


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Bottom!taehyung, Lemon, Romance, Taekook, Top!jungkook, Vkook, Yoonseok
Visualizações 791
Palavras 3.079
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ficção Adolescente, Romance e Novela, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


cheguei.. boa leitura!!

Capítulo 9 - Você não vai se arrepender


Fanfic / Fanfiction Always Together - Capítulo 9 - Você não vai se arrepender

Jungkook avançou em Taehyung agarrando sua camisa e o empurrando, estava cheio de ódio por ele falar aquelas coisas sem dar a mínima para a presença dos outros no quarto, com raiva de Taehyung querer concertar tudo com uma simples conversa.

Ele nunca poderia concertar aquilo.

Ele nunca conseguiria tirar a sensação maravilhosa que foi para Jungkook sentir os lábios do amigo, sentir o toque intenso, sentir as carícias e mão boba durante o ato, e principalmente o fato de Jungkook ter gostado tanto daquilo a ponto de querer repetir.

Odiava-se tanto por sentir essas coisas que na sua concepção eram muito erradas, não poderia dar esse gosto de decepção aos seus pais, sabia que sua mãe aceitaria como ela mesma disse, mas seu pai nunca nesse mundo suportaria aquilo, provavelmente o expulsaria de casa e o odiaria para o resto da vida. Que maldição foi aquela que Taehyung fez em sua cabeça?

― Me solte – Tae disse entre dentes empurrando o amigo pra longe, mas Jungkook queria descontar sua raiva no causador de suas dúvidas e angústias.

Logo os dois caíram quando Jungkook partiu novamente para cima de Taehyung que tentava se livrar a todo custo do mais forte.

Eles não se batiam, pois Jungkook nunca seria capaz de machucar uma das pessoas mais especiais de sua vida, mas ficavam rolando pelo chão empurrando um ao outro e brigando enquanto soltavam diversos palavrões. Yoongi não aguentava mais aquela gritaria e estava com medo de alguém bater a qualquer momento na porta para reclamar.

― Faça eles pararem com isso hyung – Jin disse desesperado, tudo aquilo lhe deixou o mais consciente possível.

― Chega com isso seus idiotas – Yoongi bufou e empurrou Taehyung com o pé direito, o mesmo naquele momento estava por cima de Jungkook e o mais velho podia jurar que eles iam se beijar se não tivesse atrapalhado, mas preferiu não comentar nada pra não piorar a situação. ― Vocês são dois retardados, se continuarem com isso eu vou chamar Jimin e manda-lo resolver essa merda toda.

Ele disse extremamente irritado fazendo os dois garotos finalmente se calarem e aquietarem, Taehyung rapidamente se levantou e foi direito ao banheiro se trancando e despejando suas lágrimas grossas. Passou longos minutos em baixo do chuveiro lamentando o quanto sua vida tinha virado de ponta cabeça nos últimos dias, perdeu a namorada, o melhor amigo estava com ódio de sua cara, começou a sentir coisas que nunca imaginava que sentiria, pensou que essa viagem seria seu refúgio, mas acabou trazendo mais problemas e dores de cabeça. Se soubesse que tudo isso aconteceria não tinha nem saído de casa assim não teria passado pela experiência de beijar o melhor amigo e gostar.

Quando finalmente saiu do banheiro, vestiu seu pijama e deitou-se na cama em que Jin estava dormindo profundamente, olhou rapidamente para a cama do outro lado encontrando Yoongi mexendo no celular e Jungkook de costas balando o pé freneticamente. Pensou em lhe pedir desculpas, mas provavelmente só iniciariam outra briga, suspirou e fechou os olhos desejando que tudo aquilo não passasse de um simples pesadelo.

...

No dia seguinte a turma se organizava para fazer uma visita ao zoológico que era bastante popular naquela cidade pelos animais exóticos que exibiam, Jungkook acordara bem cedo naquele dia depois de passar a noite sonhando com Taehyung - mais precisamente beijando o garoto - perdeu o sono e não conseguiu se concentrar novamente para dormir, pois toda vez que fechada os olhos a imagem do amigo vinha em sua mente.

Foi um dos primeiros hospedes do hotel a tomar café da manhã, achou aquilo bom já que comeu tudo bem quentinho e feito na hora, ficou vagando pelo hotel até que se começou a acumular alunos na recepção que esperavam o horário do ônibus partir.

― Acordou cedo hein – Jin disse quando chegou perto de Jungkook, estava acompanhado de Yoongi e Tae que estava extremamente envergonhado e sem jeito, ficou esperando que Kookie lhe dirigir ao menos um “bom dia”, mas ele não fez isso.

― Fiquei sem sono – deu de ombros quando Jimin finalmente apareceu com sua legião de seguidoras atrás e chamou os alunos para irem ao passeio. Logo se acomodaram no ônibus que deu partida para seu local de destino.

Jin tentava puxar conversa com Taehyung que mantinha a cara emburrada após Jungkook chamar Yoongi pra sentar do seu lado, aquilo estava sendo muito ridículo. Até quando continuaria o ignorando? Taehyung não tinha culpa de nada.

― Façam duas filas, não quero brincadeirinhas bestas e nem pensem em se afastar do grupo ou deixarei vocês aqui – Jimin disse e logo começaram a andar e conhecer aquele lugar, os guias turísticos iam mostrando cada animal e fazendo uma breve apresentação sobre eles. O zoológico tentava aparentar o mais próximo possível uma floresta, tinham bastantes árvores espalhadas e os espaços para os animais eram muito grandes.

Enquanto caminhavam pelo local Jungkook notou que Yoongi se aproximou de Tae e ficaram conversando por um bom tempo, o garoto estava extremamente curioso para saber o que eles falavam e não perdeu a oportunidade quando avistou Yoongi sozinho.

― O que vocês estavam conversando? – foi direto ao ponto, sem enrolações. Estava com as mãos no bolso na calça e olhava para frente quando Yoongi o fitou confuso.

―De quem está falando? – afinal Yoongi tinha conversado com vários colegas.

― Não se faça de bobo, estou falando do Taehyung – bufou e fitou o mais baixo. ― Estavam falando de mim?

Jungkook estava muito desconfiado, parecia até mesmo desesperado para obter alguma informação de Taehyung ou algum pensamento, aquele silêncio entre eles estava sendo insuportável, mas nenhum dos dois queria dar o braço a torcer.

― Nós não estávamos falando de você, Jeongguk – respondeu simples.

― Qual é hyung? Não precisa mentir pra mim – por que se sentia tão necessitado que eles estivessem realmente falando dele? ― Eu juro que não vou procurar briga, só me diga logo.

Falou ansioso e gesticulando para que Yoongi abrisse a boca, mas o garoto mais velho apenas riu.

― Eu sinto muito em te falar, mas o mundo não gira em torno de você – disse fazendo Jungkook arregalar os olhos. ― Como eu disse, não falamos de você.

― Por que eu deveria acreditar em você? – semicerrou os olhos para o mais velho.

― Se não acredita então porque não vai perguntar para o seu amigo? Com certeza Taehyung vai confirmar.

― Não seja babaca, você sabe muito bem que ele está com raiva de mim – disse irritado e cruzou os braços, não estava nem prestando mais atenção no que os guias falavam.

― Sério Jungkook? Pelo o que eu saiba é você que está evitando e ignorando ele – Yoongi já estava sem paciência para aquela conversa.

― Você está do lado dele, eu sabia!

― Não estou do lado de ninguém pare de ser idiota – bateu na cabeça do mais novo fazendo-o resmungar e esfregar o local. ― Eu considero os dois meus amigos e estou odiando muito essa situação, tratem de resolver esses conflitos para tudo voltar ao normal.

― Você não entende... – Kookie suspirou fitando o chão.

― Realmente não entendo como alguém pode deixar de ser amigo do outro por causa de uma brincadeira estúpida, se você gostou então lide com isso – fitou os olhos do mais alto que rapidamente desviou envergonhado.

― Você está insuportável hoje – Jungkook disse se afastando.

― Cuidado para não se arrepender tarde demais – pode ouvir Yoongi dizer e Jimin lançar um “cale a boca” para o mesmo que apenas revirou os olhos e ficou quieto. 

 

O horário do almoço havia chegado e a turma se encaminhou para o restaurante que ficava no zoológico, Jungkook evitara contato com seus colegas de quarto por estar chateado não só com Taehyung, porém com Yoongi também e Jin sempre estava com eles. Os avistou em uma mesa de quatro lugares perto da janela, uma cadeira vazia.

Ficou enrolando no pedido só para atrasar e não ter que sentar com eles, sabia que aquilo era infantil, mas era o único jeito que conseguir suportar tudo aquilo. Evitando.

― Onde fica o banheiro? – perguntou para a atendente após fazer o pagamento de seu pedido e receber a senha.

― Fica lá nos fundos – apontou para um corredor, ele agradeceu e rapidamente caminhou para o mesmo.

Seguiu pelo corredor e quando dobrou para a direita onde ficavam as entradas do banheiro se chocou com o que viu.

― O que é isso? – estava tremendo de raiva.

― Jungkook!

― Somin – disse entre dentes com aquela cena vergonhosa. ― Que merda é essa?

Não conseguia acreditar que a ex do seu melhor amigo estava aos beijos com o professor, Jimin.

― Não se meta garoto – Jimin disse sério chamando a atenção de Jungkook que o fuzilou com o olhar.

 ― Você não tem vergonha na cara não? Roubou a namorada do meu amigo seu safado! – tentava controlar a voz enquanto sua vontade era de berrar e chamar Taehyung para ver aquilo.

Agora entendia muito bem porque Somin terminou do nada com Tae, com certeza aquele manipulador havia feito sua cabeça.

― Ué por que está reclamando? Você deve ser a pessoa mais feliz com esse fim de relacionamento – o tom de Jimin era malicioso.

― Cale essa boca – Jungkook ficou nervoso.

― Do que você está falando? – a garota estava confusa.

― Não está sabendo ainda que eles ficam se beijando escondidos? – o loiro disse fazendo Jungkook suar e tremer, queria negar e fugir dali só que suas pernas não se mexiam.

― Como é? – perguntou chocada.

― Pois é querida, Jungkook está muito feliz que você terminou com o amorzinho dele.

― Eu vou perguntar isso para Taehyung agora – deu alguns passos quando Jungkook a impediu. 

― Fique longe de Taehyung, ele vai te odiar quando souber o que fez – não conseguia nem pensar em ver aquela garota perto do amigo.

Somin riu. ― Você é tão ingênuo Jungkook, ele voltaria comigo no momento que eu quisesse – desfez o sorriso encarando seriamente o mais alto. ― Eu não sei que palhaçada é essa de vocês dois, mas uma coisa é certa Kook-ah você nunca poderia competir comigo, ele me ama.

― Não é verdade – a voz de Jungkook falhou, como ela poderia dizer tanta barbaridade?

― Sabe que sim e é por isso que quer tanto me manter afastada dele, mas desista Taehyung nunca vai te amar dessa forma – aquelas palavras machucavam muito e Jungkook estava quase sem ar. Disse baixinho só para ele escutar: ― Nós vamos voltar na hora que eu quiser.

― Eu não vou deixar.

Jungkook disse saindo rapidamente dali com os olhos marejados e sentindo a necessidade de ser acolhido pelos braços do melhor amigo.

...

Depois da conversa tensa que teve com Somin, Jungkook pegou sua comida e foi se acomodar nas mesas que ficavam fora do restaurante, escolheu a mais isolada possível e comeu contragosto enquanto refletia no que acabara de acontecer. Estava com medo e assustado, e se Somin fosse abrir a boca e falar besteira com Taehyung? Pior e se ela contasse para todo mundo? Jungkook não conseguia nem cogitar aquela possibilidade, sua vontade era de chorar com tanta coisa inesperada acontecendo em sua vida.

Não conseguiu terminar de comer seu almoço, abandonou a comida e foi para perto dos alunos que estavam acomodados em uns banquinhos. Quando Somin passou acompanhada de Jimin sentiu seu coração acelerar e o pavor lhe invadir, rapidamente tentou agir como se nada tivesse acontecido.

― Está tudo bem? – Yoongi perguntou, o garoto nem percebera quando o mais velho se aproximou ficando ao seu lado e lhe assustando com a pergunta. Ele estava sozinho.

― Que susto – colocou a mão no coração. ― Estou bem sim.

― Jura? Parece que você aprontou algo de errado – Yoongi deu uma risadinha e deixou Jungkook ainda mais tenso.

― Não é nada, nem se preocupe – tranquilizou enquanto dava um sorriso forçado.

― Certo – disse desconfiado. ― Me desculpe por falar com você daquele jeito, não quero que as coisas fiquem estranhas entre nós.

― Tudo bem hyung – respondeu tentando não prolongar aquele assunto, precisava ocupar a mente pensando em outras coisas.

O caminho de volta ao hotel foi mais tranquilo, os alunos estavam cansados e permaneceram em silêncio maior parte do tempo. Jimin ficava olhando a todo instante para Jungkook que retribuía, o professor queria saber se ele por acaso já havia contado para o melhor amigo sobre o caso com a ex dele. Gostaria seriamente em manter aquilo em segredo, apesar da fama de pegar várias alunas nunca foi provado nada e Jimin ainda não podia assumir nada com a garota até o fim daquela viagem que era quando ela deixaria oficialmente de ser aluna dele.

Taehyung percebeu aqueles olhares e ficou se perguntando se toda aquela provocação do professor era porque estava interessado em Jungkook, sentiu seu coração apertar só nessa possibilidade e resolveu que conversaria logo com o amigo, estava cansado disso tudo.

Depois que chegaram ao hotel Taehyung pediu aos colegas do quarto um momento a sós com o amigo, queria concertar todo aquele problema, os dois assentiram e foram perambular pelo hotel enquanto Tae foi direto ao quarto onde Jungkook já estava lá.

― Kookie – chamou-o.

― Oi – disse simples enquanto desviava o olhar, estava ajeitando suas roupas na mala já que não aguentava deixar aquilo bagunçado. Assim que encontrasse os amigos iria obriga-los a ajeitar a mala deles também, aquilo estava virando uma bagunça.

― Como você está? – perguntou com receio.

― Bem – respondeu fazendo Taehyung suspirar frustrado. Aquele comportamento frio do amigo estava acabando com si, mas Jungkook não conseguia agir naturalmente guardando tanta coisa pra si.

― Será que podemos conversar agora com mais calma? – pediu e foi ignorado. Quando Jungkook se levantou e foi em direção ao banheiro Taehyung agarrou seu braço e o puxou de leve. ― Pare de me ignorar.

Só faltava chorar e implorar ao melhor amigo para que parasse com aquilo, não aguentava mais se humilhar daquela forma.

― Acho que não temos mais nada para conversar – após dizer isso a imagem de Somin e Jimin apareceu em sua mente fazendo-o se perguntar se deveria contar ou não.

Tentou se livrar da mão de Taehyung em seu braço, mas o garoto apertou mais forte e ficou em sua frente obrigando-o a lhe olhar.

― Não quero passar o resto dessa viagem assim Jungkook. É difícil eu sei, não temos culpa se gostamos daquilo só não me faça parecer ser o culpado de tudo isso. – achava que estava convencendo o amigo, mas se surpreendeu quando ele se afastou bruscamente de si.

― Nós gostamos? Fale por você mesmo, eu odiei – mentiu, sabia que era mentira. ― Sinto nojo de mim toda vez que lembro – mentiu novamente, a única coisa que ele sentia era vontade de repetir. ― Eu só quero esquecer tudo isso.

― Tudo bem, podemos esquecer então só não se afaste assim – Tae se aproximou do amigo com o coração doendo. Estava sozinho naquele barco.

― Eu não vou me afastar se você parar de ficar insistindo nisso.

― Eu não estou insistindo em nada, só quero que você deixe de ser babaca e volte ao normal comigo – Taehyung gritou com os olhos marejados.

― E eu só quero que você pare de me sufocar – Jungkook respondeu no mesmo tom. ― É por isso que ela te deixou, você sufoca demais as pessoas.

Ele não queria ter dito aquilo, não era nada verdade Taehyung nunca sufocou ninguém, Jungkook só estava confuso e irritado demais, precisava descontar em alguém.

― Do que está falando? – falou bem mais baixo dessa vez.

― Sua namoradinha te trocou pra ficar com Jimin! Eu os vi se beijando hoje – cuspiu tudo já sentindo arrependimento tomar conta de si, mas não parou. ― Você sufoca tanto as pessoas que elas não aguentam e se afastam.

Taehyung sentiu as lágrimas percorrerem seu rosto, nunca na vida imaginou que ele se comportava assim. Estava muito magoado com tudo aquilo, estava perdendo seu melhor amigo também assim como perdeu sua namorada, como perdeu sua mãe. Não aguentava mais tantas perdas.

― Tudo bem então, não se preocupe que eu não vou mais te sufocar Jeongguk – fitou o garoto que tinha os olhos arregalados e saiu daquele quarto o mais rápido possível. Pode ouvir Jungkook lhe chamar, mas não deu ouvido e continuou seus passos largos.

― Que merda eu fiz? Eu sou um idiota – Jungkook murmurou enquanto passava os dedos nos fios do cabelo. Nem conseguia se reconhecer depois de ter magoado o melhor amigo daquela forma.

 

Nem notara quando havia começado a correr, mas parou ofegante apoiando as mãos nos joelhos e em seguida limpando o rosto cheio de lágrimas, fitou o mar em sua frente e percebeu que estava bem afastado do hotel. Sentou-se em uma pedra grande enquanto refletia e chorava Taehyung não sabia com que cara voltaria a encarar Jungkook ou Somin depois de descobrir a verdade, só queria ficar sozinho por um bom tempo.

― Taehyung certo?! – alguém perguntou atrás de si fazendo-o pular de susto, quando olhou para o dono da voz reconheceu o garoto da festa passada, era Hoseok amigo de Yoongi. O garoto dos cabelos ruivos arregalou os olhos quando viu que Tae chorava e rapidamente se aproximou sentando-se ao seu lado. ― Sou o Hoseok.

― Eu me lembro de você – sorriu sem jeito enquanto passava a própria camisa no rosto limpando-o.

― Por que está chorando? – perguntou preocupado. ― Se você quiser me contar claro.

― É complicado – suspirou sentindo vontade de chorar novamente.

― Eu gosto de coisas complicadas, por que não me ajuda a entender?

Ele estava realmente preocupado com aquele garoto, queria muito ajuda-lo.

― Não sei se consigo falar disso agora – Tae desviou os olhos e fitou os dedos. As lembranças ainda muito vivas insistiam em reaparecer em sua mente.

― Ah eu tenho paciência não se preocupe – Hoseok riu fazendo Tae sorrir. ― Então que tal primeiro irmos tomar um sorvete? Tem uma sorveteria aqui perto maravilhosa.

Taehyung ia dizer que queria muito ficar sozinho naquele momento, mas ao olhar novamente para Hoseok percebeu que merecia se divertir um pouco e deixar aquilo de lado, não podia ficar se torturando cada vez mais.

― Por que não? Eu topo – disse se levantando junto com Hoseok que sorria largo.

― Você não vai se arrepender. 


Notas Finais


eu ouvi um vhope? JK TU SE CUIDA

pessoal, postei uma oneshot yoonmin bem danadinha, quem quiser dar uma olhada aqui o link https://spiritfanfics.com/historia/tonight-10898454


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...