1. Spirit Fanfics >
  2. Always Together, Until The End... >
  3. Finalmente 2

História Always Together, Until The End... - Capítulo 29


Escrita por: H_gryffindor12

Notas do Autor


💥LEIAM💥

Oi gente!

Eu sei que no filme tem 3 beijos, mas o outro vou citar nos próximos capítulos;)

Eu coloquei algumas falas do filme que marcaram nossos casais, as famosas💖
Mudei só algumas coisinhas bestas que não vão fazer muito diferença.(Não deu pra vê o filme denovo antes, coloquei o que lembrava kkkk).

Eu vou alterar algumas coisas nos capítulos passados, que na minha opinião , ficariam melhor. No início eu acho que tem algumas coisas nada a ver, sabem como é, escritora nova...

Coloquem a música: "It's You" - *Ali Gatie*.

Perdoem qualquer erro.

Boa leitura🌻

Capítulo 29 - Finalmente 2


Fanfic / Fanfiction Always Together, Until The End... - Capítulo 29 - Finalmente 2

Pov's Alícia

Maria Joaquina é sequestrada pela milésima vez e temos que salvar a dama, novidades?Claro que não. Gonzales e Gonzalitos tinha saído da cadeia de alguma forma e a pegaram, nos obrigando a ter que fazer alguns desafios para vencermos.

Enquanto estávamos indo para um dos possíveis locais da prova, fomos de bicicleta denovo, em determinado momento um dos garotos esbarrou na minha bicicleta e eu quase cai, mas alguém havia me ajudado segurando a mesma, o Paulo. Agradeci e ele respondeu.

    -Falei que ia estar sempre por perto. - disse sorrindo me olhando.

Essa era a primeira vez que ele falava comigo depois de ficar estranho a manhã toda, ele realmente estava diferente. Confesso que achei essa atitude legal . Eu sei que sempre dei um chega pra lá nele quando o mesmo tentava ser "gentil", mas era só pra me proteger mesmo, talvez eu devesse ser menos grossa às vezes.

[...]

Tínhamos acabado de vencer um dos desafio deles no estádio de futebol, esse sim é um desafio que eu gosto. Eu estava conversando com algumas das meninas no parque e Paulo se aproximou de mim meio sem jeito. Me afastei delas e fui falar com ele.

     -Eai Alícia, cê viu?Os caras jogam muito - disse me olhando.
   
    -Sim, são cinco estrelas em terra mesmo - respondi.

      -É, mas acho que eles erraram na contagem dessas estrelas aí. - disse e fiquei confusa.

      -Como assim? - perguntei sem entender aonde ele queria chegar.

Ele pareceu pensar um pouco pra tomar coragem de falar.

    -Por que a mais bonita tá na minha frente agora. - ele respondeu sorrindo de um jeito fofo e passando rapidamente a mão em meu queixo me olhando. Fiquei um pouco sem graça tentando disfarçar.

É impressão minha ou o Paulo acabou de me dar uma "cantada"?Não que eu não tenha gostado, mas estou surpresa de o porquê ele estar assim hoje.

Pov's Paulo

O tempo parecia estar passando rápido, e eu odeio admitir isso, mas eu realmente estou gostando da ideia de ter que beijar a Ally. Nesses poucos momentos juntos que eu mudei um pouco meu lado zueiro e fui mais direto, parecia que ela também trocou o lado de defensiva dela. Isso seria um bom sinal?Eu não ganharia um tapa se desse um beijo nela?Queria poder saber isso, não quero deixá-la desconfortável caso eu faça bobagem, eu até que curto a nossa amizade, mesmo que ela seja resumida em zoações e xingamentos de um pro outro. Eu queria poder ler mentes em certos momentos para obter respostas, acho que todos nós.

Depois do desafio de dançar fantasiados no meio da rua, eu e a Ally ficamos conversando por um bom tempo e demos boas risadas. Já que eu estou confessando coisas aqui mesmo, o sorriso dela também é lindo.

A Bibi deu um beijo no Koki, no KOKI, eu sabia que essa história dele de "ouvi falar" estava mal contada, ele gosta da dela! Depois fica impressionado de eu ter um possível interesse na Alícia. Nada confirmado ainda, é óbvio, talvez seja outro surto de loucura da minha mente como quando eu era criança; ela deve ter alguma coisa pra conseguir fazer isso comigo denovo.

Eu conversei um pouco com ele sobre o selinho deles o zuando, é óbvio, tinha que retribuir; aproveitei pra me desculpar com ele também já que o ingnorei o dia todo tentando falar com a Ally sem parecer um palhaço, e confessamos umas coisas da mente um pro outro, falei da Ally pra ele, e pela primeira vez o mesmo não me zoou. Fiquei pensando em como e aonde iria dar o beijá-la , seria o show um bom lugar?Deus, por que tenho tantas perguntas, é isso que uma garota faz com você?

Talvez fosse, porque é um local em que você tem que manter a postura, ou seja, se ela quisesse me bater, seria depois do nosso show , ela não iria fazer isso na frente da multidão...mas falando sério agora, eu realmente acho que seria um bom lugar. Pode parecer coisa de filme clichê, mas: luzes, música e pessoas dão um clima melhor, não?Memorável eu diria.

A mentirosa e falsa da Didi Mel já tinha sido descoberta (óbvio que ficamos chocados na hora e descobrindo o motivo, que era a Helena , alguns até ficaram tristes) ,então em breve teríamos o show. Tudo está confuso...mas vou fazer.

Pov's Alícia

Esse dia tinha sido realmente inesquecível, em todos os sentidos, o Paulo me tratando diferente, todos fizemos desafios interessantes até,eu diria, recuperamos a Maria Joaquina, tivemos o momento emocionante da revelação da verdadeira face da Didi Mel(no sentido ruim)...se não fosse a nossa turma eu até diria que é um filme.

Eu e as garotas estávamos arrumando os figurinos, lembrei de pegar um predendor de cabelo na mochila. Fui até a minha bolsa e encontrei a Marce sentada lá nas cadeiras olhando o celular. Ela parou e me olhou.

    -Oi Ally, ansiosa? - perguntou animada.

    -Claro, quem não está?Até o meninos devem estar se enfeitando todos. - respondi remexendo na bolsa pra procurar o predendor.

    -Alícia, podemos conversar rapidamente?

    -Claro, pode falar. - respondi ainda prestando atenção na bolsa.

      -É sobre você e o meu irmão... - disse e eu a olhei.

       -O que que tem?

        -estou brinc- , pera, você não vai reclamar que eu vou falar de você dois?

          -Depende, fala logo.

         -Alícia, eu vou falar logo - disse - a turma toda já vem percebendo que vocês estão mais próximos nos últimos tempos, e hoje então, ficaram o dia todo juntos praticamente. Vai me falar o que tá rolando entre vocês não?Sem mentir, somos amigas.

         -Olha Marce, eu e o seu irmão estranhamente nos tornamos amigos nos últimos dias, mas hoje ele está diferente. - respondi me sentando na cadeira junto com ela.

        -Como assim diferente?

        -Você acredita que ele me deu uma cantada hoje?Não parecia ser uma das brincadeiras dele.

       -Mentira! - disse chocada - meu irmão dando cantada?Essa eu queria ter visto.

      -Acho que a Laura ouviu, depois pergunta pra ela.  Não sei como ela não soltou um "isso é tão romântico...".

      -Nem preciso dizer que meu irmão tá querendo algo com você ,né? - disse - mas o que acha disso?Ele tem chance?Desabafa sinceramente.
  
     -Não sei se é isso a intenção dele - falei - até á dois dias atrás eu estava o xingando de todos os nomes possíveis e falando que nem amizade era possível entre nós dois, mas nesses um dia e meio ele já conseguiu fazer eu mudar de opinião de novo. Nunca parei pra pensar nisso, mas...seilá. Talvez.

   -E o negócio de não querer namorar agora?

    -Marce, estamos falando de possibilidades e você já está falando de namoro?Calma né.

     -Eu amaria ter você como cunhada - disse sorrindo - mas me responde, o você sente por ele?As sensações que ocorrem em você quando estão pertos.

    -Além de ódio e vontade de matá-lo a cada segundo? - perguntei e ela assentiu rindo - ah, às vezes eu sinto algo no estômago e fico um pouco nervosa com as nossas aproximações , mas em um bom sentido, se é que é possível.

    -Fica incomodada quando algumas garotas olham pra ele?

    -Claro que não, só não acho legal a Luna em específico o olhando, parece que se tirar os olhos dele durante um segundo ele vai ser abduzido, chega ser ridículo.- falei revirando os olhos. - mas nada a ver comigo.

Mas vamos combinar que a Luna é a única garota que tem interesse no Paulo...

    -Você fica notando muito a aparência dele?

Ah pronto, eu mereço. É estranho conversar sobre isso com a irmã dele?

      -Depende - respondi - às vezes eu o olho quando está sorrindo, noto o perfume que ele usa e o cabelo dele...mas acho que isso é normal.

     -De acordo com os meu anos de experiências com filmes e séries, você deu positivo para "apaixonada", e está em um nível avançado já. Isso significa que faz um tempinho que você sente isso.

      -Não Marcelina, seus cálculos deram errado então.

      -Você fica notando tudo isso no Jaime, por exemplo?

      -É...pensando bem...não.

      -Você tá gostando dele...

      -Você venceu Marcelina, eu não sei de nada que sinto sobre o Paulo! - disse estressada e ela comemorou. - a verdade é de que desde daquele quase beijo com ele eu sinto essas coisas.

     -E você queria ter beijá-do o meu irmão?

     -Talvez...no momento se o Pedro não tivesse interrompido, eu acho que teria acontecido. Ao menos que ele desistisse.

    -Acho que isso é um sim - disse rindo - olha Alícia, eu sei que meu irmão é uma pessoa difícil e confusa de se lidar, mas no fundo ele é uma boa pessoa, nesse tempo que vocês tem ficado mais juntos ele tem melhorado bastante. Você podia dar uma chance pra ele.

   -Eu...

Nem deu tempo de falar e nos chamaram pro palco, meu Deus! Vou de cabelo solto mesmo, nem percebi o tempo passar...

Corri junto com a Marce pro palco junto com os outros e a plateia bateu palmas, meu olhar sem querer foi automaticamente para o Paulo, que no mesmo instante me olhou e sorriu( ele estava bonito com aquela roupa), retribui o sorriso e nos organizarmos para a apresentação. Nossa turma cantou algumas músicas até chegar a uma das minhas favoritas: "De Zero a Dez".

Começamos a cantar, estava tudo normal, até que eu vejo o Paulo dar uns passos  em minha direção, parecia um pouco nervoso, ele me olhou e segurou em meu rosto com as duas mãos colando os nossos lábios em um selinho rápido, em seguida voltando a olhar pra frente sorrindo. Naquele momento um misto de sensações ocorreram dentro de mim, é difícil de explicar...confusa, surpresa...mas principalmente feliz?!

Continua...


Notas Finais


Se não leu as notas iniciais, volte e leia seu safado!

Edit: Se eu me atrasar um pouco é porque tive que ir no hospital e estou com fortes e frequentes dores no peito. Não se preocupem, em breve tem ep.

Espero que tenham gostado, até o próximo ep:)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...