História Always You ( L.S. ) - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Harry Styles, Louis Tomlinson, One Direction
Personagens Harry Styles, Louis Tomlinson, Personagens Originais
Tags Always You, Amizade, Amor, Harry, Harry Styles, Hes, Larry, Larry Stylinson, Louis, Louis Tomlinson, Lucilane, Lwt, One Direction, Oned, Romance
Visualizações 55
Palavras 593
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), LGBT, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 2 - 0.1 - Louis


Fanfic / Fanfiction Always You ( L.S. ) - Capítulo 2 - 0.1 - Louis

Eu passei muitos anos fingindo que isso não era real, que eu não amava o meu melhor amigo, que isso não daria em nada, porém, não há uma máscara que dure mais que a própria face, ou seja, eu posso negar ao mundo mas não posso negar a mim mesmo quem eu sou.

Não tem sentido ignorar a verdade, falar abertamente não piora em nada. Fingir que uma coisa não existe, não faz com que ela suma.

Eu entrei em uma guerra interna sobre contar ou não contar e cheguei a conclusão de que eu já passei tempo demais guardando isso só pra mim, eu tenho que compartilhar isso com  ele. 

Acho que meu maior medo nunca foi ser rejeitado, mas sim perder ele, que ele não quisesse nunca mais olhar na minha cara e sentisse nojo de mim. Levar um "não" seria uma das opções menos dolorosas. 

Eu nunca senti nada parecido, nunca me senti tão atraído por alguém, nunca quis tanto estar com alguém o tempo inteiro. Eu o amo, mas será que ele me ama? 

Isso só ele pode responder, então tenho que pergunta-lo. 

Durante o trajeto que estou fazendo até a sua casa, alguns dos momentos que tivemos juntos vem a minha cabeça... Os melhores momentos da minha vida, passei ao lado dele. Sempre tive medo de admitir isso em voz alta, mas sim, eu o amo. 

Eu não sei ao certo quando percebi isso. Pode ter sido na época que ele teve uma namorada e eu só conseguia morrer por dentro toda vez que a via em seus braços; pode ter sido quando ele me pediu para não ir acampar e ficar com ele; pode ter sido quando ele disse que eu seria sempre o parceiro dele - mesmo que ele estivesse falando sobre aula, mas não consegui conter o quão satisfeito me senti - e pode ser tudo isso, mas também pode ter sido apenas com o sorriso dele, e a forma doce que ele tem de tratar a pessoas a sua volta. 

Agora falta pouco, logo eu estarei de frete a Harry, e será apenas Harry e Louis, e eu irei lhe contar tudo que sei e tudo que eu sinto em relação a ele. 

Já consigo ver o parque que fica perto de sua casa. Meu coração acelera, minhas mãos começam a suar, sinto quando minhas pernas tremem, mas não irei desistir. 

Isso vai ser uma coisa que vai mudar a minha vida, ou será o dia mais feliz da minha vida ou o dia que eu me arrependerei eternamente.

" Vamos Louis, você consegue. Vamos lá, seja corajoso e gentil. " Repito mentalmente como se isso pudesse me deixar mais confiante. 

Ali está ele, do outro lado da rua, sorrindo enquanto acena. E foi aquele sorriso que me encantou, aqueles olhos verdes brilhantes, aquelas covinhas, aqueles cachos cheirosos e aqueles lábios rosas que tanto quero beijar. 

Meu coração volta a se acelerar, sinto que posso ter um infarto a qualquer instante. Ele é meu remédio e meu veneno no mesmo frasco. 

Sorrio para ele antes de começar a atravessar a rua, esse momento se resume a ele e eu, apenas. Ele está a menos de dois metros, tão perto e tão longe. Ouço um barulho alto de buzina, chega a ser ensurdecedor, quando viro o rosto já é tarde demais, mal tenho tempo de raciocinar, sou atingido e arremessado com força. O mundo inteiro gira, o ar some dos pulmões, o baque soa como ossos quebrando, com uma pressão enorme e depois... Depois não há mais nada.


Notas Finais


Por favor, não deixem cair no flop
Vamos entrar no meu grupo ( se quiser ) pra nós poder paranoiar e amigar :)

https://chat.whatsapp.com38sGlDhc7OD5lWZ4OhaV5f


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...