História Am I Daddy? - Capítulo 2


Escrita por: , TitiaPaark e OmmaTokya

Postado
Categorias Got7
Personagens Jackson
Tags Appa, Daddy, Got7, Jackson, Pai, Papai
Visualizações 7
Palavras 1.518
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 10 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Heterossexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Aqui está o novo capítulo da história, espero o apoio de vocês... e obrigado.

Capítulo 2 - Assombrado pelo passado


Fanfic / Fanfiction Am I Daddy? - Capítulo 2 - Assombrado pelo passado

Am I Daddy? 

Segundo Capítulo: Assombrado pelo passado 

Jackson Wang passa todas as noites em hotéis desde que vendeu seu apartamento antes de sair da indústria do entretenimento, era muito difícil conviver com as lembranças que haviam guardadas naquelas paredes. O seu pai ficou muito feliz com sua decisão de entrar para a empresa mesmo que não conseguisse mais enxergar um sorriso no rosto de seu filho, a sua vida estava mais uma vez à mercê de si mesma e ele não conseguia enxergar mais motivações para escrever suas músicas tudo que antes era alegre e feliz se tornou triste e cheio de solidão. 

A decisão de entrar para empresa o fez se empenhar cada dia mais ao trabalho o tornado o CEO mais novo na área da comunicação, esse novo talento que ele descobrira em si se tornou também seu maior pesadelo ele não conseguia dialogar com as pessoas de forma aberta e isso fez dele o pior chefe do mercado. Após o pedido de demissão de sua terceira secretária em um ano ninguém mais acreditava em seu potencial como algo saudável, estes foram alguns dos motivos para ele precisar de ajuda do grupo NJ ele tinha total confiança em seu amigo Max na escolha de sua secretária, não haveria mais chances de erro sua decisão foi desistir de contrato com Chinesas e tentar com estrangeiros que não conhecessem sua má fama. 

"Hoje é segunda-feira vamos ouvir uma bela música para iniciar mais uma semana." 

Iniciar mais um dia de trabalho árduo organizar tudo sozinho não é um problema para Jackson mesmo que todos achem que isso o prende a objetivos mais simples que o comum para CEO's de seu porte. A ligação entre ele e o presidente do grupo NJ tem mais de oito anos de história mesmo assim eles não puderam se encontrar pessoalmente por bastante tempo enquanto ele estava no ramo da música, mas ter migrado para os negócios da família o fez se aproximar novamente de seu amigo que o ajudou à reerguer o negócio após a queda repentina da empresa. 

Agora nesse início de semana será o teste da nova membra da empresa, a secretária que seu grande amigo enviou para ele, escolhida pessoalmente pelo seu amigo de longa data Max Campbell, presidente do grupo NJ. Ao chegar ao escritório Jackson entra diretamente no seu elevador pessoal direto para a cobertura onde localiza-se sua sala, ao chegar decide entrar em contato com seu amigo para perguntá-lo sobre o currículo de sua nova secretária, e mesmo sem perceber ele se impressiona um pouco: 

Max— Ela é realmente incrível Jackson! Foi minha secretária pessoal pelos últimos 7 anos! Ela fala 6 idiomas e é muito boa com as negociações e conferências sempre foi quem me auxiliou durante os eventos da empresa. 

Jackson— Mas você tem certeza que ela se adaptará a mim? Tenho pensado sobre isso e acho que não conseguirei direcioná-la tarefas, já me acostumei a fazer todas as coisas sozinho. 

Max— Você não faz ideia do quanto ela é especial, não há melhor secretária no nosso ramo que ela. Desde que à deixei para você espero que consiga se adaptar bem a ela. 

Os dois riram juntos... 

Jackson— Mas como ela se chama Max? Não trouxe secretária quando nos encontramos... — De repente Jackson ouve alguém bater na porta e dizer ser sua nova secretária, então apenas pede para que entre— Entre, Presidente Max ela chegou. 

Max— Aah eu esqueci talvez do mais importante, me desculpe amigo. Ela se chama Clare Amber... 

A porta se abriu nesse mesmo momento e então Jackson se virou "a mulher que estava vendo era realmente ela?" Ele não poderia acreditar, os olhos de ambos se arregalaram simultaneamente, e ambos viraram de costas um para outro nenhum dos dois poderia acreditar naquela situação. Quando viraram novamente um para o outro ele apenas se curvou como um cumprimento formal e Amber sem reação imediatamente fez o mesmo e se apresentou: 

Amber— Olá! Prazer eu sou a sua nova secretária enviada pelo Presidente Max dos Estados Unidos. Me chamo Clare Amber. Farei o meu melhor no trabalho. 

Jackson ficou sem reação com aquela apresentação, ele realmente não sabia o que fazer então apenas lhe cumprimentou com a cabeça e se sentou. Amber foi para fora e ficou parada por um tempo apenas na frente da porta, parecia inevitável para ela que eles iriam brigar e ela deixaria a empresa no momento em que decidisse entra naquela sala novamente. Mas ainda assim ela ficou preocupado por deixá-lo tão sozinho depois de tal choque então lhe preparou um chá com os biscoitos que trouxe consigo dos Estados unidos. 

Ao entrar novamente para servi-lo ele imediatamente a repreende: 

Jackson— O que pensa que está fazendo? Se é a essa hora da manhã eu preciso de um expresso forte sem açúcar e não de chá de rosas. - assim que ouviu tais palavras Amber se sentiu triste, pensou que ele realmente não havia a reconhecido e em um salto se desculpou. 

Amber— Me desculpe Senhor, vou me recordar disto então não irá mais acontecer. 

Ela saiu cabisbaixa, não conseguia entender as atitudes dele mesmo se não fosse “aquele alguém” à qual ela conhecia, voltou ao café e pediu um expresso para ele e ainda disse que seria para o CEO no mesmo momento o dono do café perguntou se seria mesmo o CEO das empresas Wang, pois segundo ele nunca o via tomando esse tipo de bebida, principalmente pela manhã. Mesmo assim Amber insistiu em levar o que ele havia pedido ela não queria ser chamada à atenção mais uma vez pelo mesmo erro, então rapidamente pegou o expresso forte e correu para não perder o elevador onde o assistente que havia lhe ensinado o caminho estava então ele à cumprimentou: 

Assistente— Olá senhorita Amber! Foi tranquilo sua entrada? O CEO não reclamou muito com você? 

Amber— Olá! Estou grata que tenha dado tudo certo! Foi graças à sua ajuda como caminho! Obrigada! - ela se curvou como de costume na Ásia e ele sorrindo à respondeu: 

Assistente— Não foi nada! Inclusive me esqueci de dizer-lhe meu nome. Eu me chamo Ling Shin Wa, como você é americana pode me chamar apenas de Shin Wa. — Ele disse sorrindo abertamente. 

Amber— Foi um prazer Shin Wa. — Ele desceu no oitavo andar e Amber mais uma vez era a única pessoa a subir até a cobertura, era tão solitário para ela os últimos momentos no elevador, finalmente ela chegou até a cobertura e mais uma vez organizou a bandeja com os biscoitos novamente dessa vez acompanhados do café. Não era fácil se encorajar novamente para abrir a porta sem demonstrar sua felicidade em vê-lo e anseio em dizer-lhe tudo o que havia acontecido, mas mesmo assim ela entrou: 

Amber— Licença Senhor! Aqui está o café, também trouxe biscoitos para acompanhar caso não tenha tido tempo de tomar o café da manhã em casa.

Ela colocou sobre a mesa de centro do escritório a bandeja e levou o café até a mesa dele que de imediato pegou e deu o primeiro gole, sua cara não foi nada boa e parecia que agora viria mais uma repreensão: 

Jackson— Meu Deus! Eu achei que você fosse meu grande amor, mas como pôde me trazer algo tão amargo, conhecendo meus gostos.. 

Amber— Me desculpe Senhor não foi.... espere... — Amber abriu um sorriso quando olhou para ele sorrindo largamente após dizer tais coisas. 

Jackson— Eu imaginei que não se lembrasse mais de mim! Queria ter visto esse sorriso assim que cruzamos nossos olhos novamente. — Após ser assombrado todos os dias por suas lembranças essa realidade não o parecia sequer possível, mas de alguma forma era real. 

Amber— Desculpe não ter falado logo de cara, pensei que pudesse ficar chateado por ser eu. 

Jackson— Eu deveria? — falou sorrindo, mesmo que em seu interior houvessem milhares de perguntas sobre os motivos e circunstâncias que ele desejava saber ainda assim nada mais perguntou— Estou feliz que esteja qui agora, e que sejas, minha secretária. 

Amber— Eu fico feliz que esteja bem, fiquei muito preocupada quando não pude entrar em contato com você, foi muito difícil após ir embora e ainda tinha — ela foi interrompida pelo telefone tocando. 

Jackson— Sinto muito! Preciso atender, terei uma reunião daqui a pouco gostaria que organizasse seguindo os dados que enviarei para o seu computador, mais tarde encontrarei tempo para conversarmos. — Ele realmente queria ouví-la, mas a situação não era mais aquela em que sua prioridade era esse amor. 

Amber— Tudo bem, farei o meu melhor! — Mesmo que seu coração estivesse batendo descontroladamente Amber queria poder ter explicado as coisas o mais rápido possível, ela não havia encontrado como esquecê-lo mesmo depois de 7 anos sem encontrá-lo o amor por ele continuava como uma chama acesa em seu peito. 

Mas depois de tais descobertos será mesmo difícil explica tudo para ele sem parecer egoísta, Amber se encontrava agora entre a cruz e a espada teria que decidir sobre muitas coisas que não afetariam mais apenas a sua vida, mas todo o império que Jackson havia levantado após sua ida.


Notas Finais


Boa Noite, Boa Tarde e Bom Dia Ursinhos! Estou com o intuito de enviar os capítulos semanalmente então quem quiser acompanhar, estará aqui todos os domingos entre às 17 e 19 horas.
Jya Ne, Minna!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...