História Am I loving you? - Capítulo 4


Escrita por:

Postado
Categorias A Escolha Perfeita (Pitch Perfect)
Personagens Personagens Originais
Tags A Escolha Perfeita, Bechloe, Romance
Visualizações 93
Palavras 671
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Comédia, Romance e Novela
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Mais um cap, espero q gostem! <3

Capítulo 4 - Tentando esclarecer as coisas


(POV Chloe)

“Eu namoro, Chloe. Tenho o Jesse. Não posso simplesmente esquecer disso e ficar com você de vez em quando”. Essas palavras martelavam em minha cabeça sem parar. Não acredito que, depois de três anos escondendo meus sentimentos, quando parece que tudo vai dar certo, ela consegue estragar tudo. Eu sempre tentei mostrar o que eu sentia, sempre quis que ela soubesse, mas não podia por em risco nossa amizade.

Quando ela me beijou na noite em que víamos o filme, eu me senti completa e eu podia jurar que, desse jeito, ela havia se declarado de alguma forma. Pensei que ela tivesse me visto diferente e que a gente pudesse começar a ter alguma coisa. Que ela terminaria com o Jesse... Éu não posso mentir, foi um dos melhores momentos da minha vida. Parecia que todo o meu esforço tentando mostrar o que eu sentia valeu a pena, porque ela sentia a mesma coisa. Mas pelo visto eu estava enganada.

Desde que a ouvi cantar no chuveiro eu me apaixonei. Na verdade, acho que desde que eu a vi no campus da Barden eu me apaixonei. No fundo eu sempre senti que ela guardava algum tipo de sentimento por mim só que tinha medo de expressa-lo. Mas então, realmente eu estava enganada. Dessa vez eu mostrei de fato o que eu sentia e o que eu queria, e agora já tenho uma resposta.

(POV Beca)

Enquanto estava deitada pensando na discussão que acabara de acontecer, meu celular tocou de novo. Dessa vez o nome "Emily" aparecia na tela. Atendi o celular na maior felicidade. Ou pelo menos tentava.

—Alô?!

—Beca!?

—Emily! Que bom ouvir sua voz, cara!

Depois dessa briga era bom mesmo.

—Digo o mesmo! – Emily respondeu toda animada.

Nossa, como eu estava com saudades dessas peruas.

—Como está a Barden? As Bellas? Tudo? – perguntei, muito curiosa.  Ela deu umas risadas no outro lado da linha.

—Ótimas, mas não é a mesma coisa sem vocês, claro.

—Qual é, duvido. Você é uma compositora e tanto.

—Obrigada! Aqui, estou ligando para saber se você recebeu o convite da Chintya.

Meu coração deu um pulo. Emily também havia recebido!

—Sim! Recebi ontem. Todas as Bellas receberam?

—Acho que sim, por isso estou te ligando! Acho que vamos todas nos reencontrar!

—Cara, que demais! Confesso que estou com saudade de vocês.

Como eu não havia pensado nisso? Obvio que a Chintya ia convidar todas nós. Mas, como ontem Chloe e eu estávamos distraídas com outras coisas, nem tinha pensado nisso. Só de lembrar de ontem e o que acabou de acontecer... Merda.

(POV Chloe)

“Chega de chorar” falei para mim mesma enquanto me encarava no espelho. Eu não podia deixar que ela me vise assim, seria humilhante.

Nesse momento ouvi batidas na porta que estava encostada. Beca a abriu devagar então tentei enxugar rapidamente as lágrimas.

—Chloe? -  perguntou ao entrar no quarto - Podemos conversar?

—Não – respondi saindo do banheiro - Não precisa. Eu já entendi, Beca.

Seus olhos me encaravam, pensativa. Ela percebeu que eu estava chorando.

—Não chora. Eu nunca quis te magoar. Eu sinto algo por você, Chloe. Mas eu tenho o Jesse – falava como se tentasse se explicar – Essa ligação so me fez ver que eu não posso fazer isso com ele. Talvez eu esteja misturando meus sentimentos por você por estarmos morando juntas, sei lá.

E ela diz isso assim? Como se fosse um “poxa, lamento ter feito você achar que íamos ter algo quando, na verdade, foi só uma coisa de momento”.

Ela se sentou no pé de minha cama. Havia tristeza em seus olhos também; e confusão.

—Eu não posso fazer isso com o Jesse. Me desculpa - disse por fim.

Permaneci em pé tentando não olhar para ela e , mais que tudo, tentando engolir essa situação. Em um dia as coisas estavam ótimas, no outro parecia que tudo não havia passado de um sonho.

—Emily me ligou. Queria falar com você também - Beca falou antes de deixar o quarto, triste.


Notas Finais


Até o próximo cap! <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...