História Am I your new, Baby Girl? ( Imagine Park Jimin ) - Capítulo 41


Escrita por: e Yzzyin

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jeongguk (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Tags Bangtan Boys, Comedia Romantica, Imagine, Jimin, Romance, Violencia
Visualizações 1.198
Palavras 966
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Drama (Tragédia), Ficção, Ficção Adolescente, Fluffy, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Linguagem Imprópria, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 41 - Bêbado


Fanfic / Fanfiction Am I your new, Baby Girl? ( Imagine Park Jimin ) - Capítulo 41 - Bêbado

Senti uma mão sobre meu corpo e então finalmente acordei; virei‒me para o lado e então dei de cara com o garoto ainda dormindo. Ele era tão singelo. Olhei para o relógio e então vi que eu estava atrasada, mas será que por hoje eu posso ficar deitada aqui com o Jimin? Não. Mas eu adoraria.

Me levantei e então peguei o meu celular e logo observando as 24 chamadas perdidas de meu chefe. Logo retornei à chamada, sendo rapidamente atendida.

― Alô? ― Falei ao saber que a ligação foi atendida.

― Onde você está senhorita? ― Falou a voz masculina de meu chefe. Senhor Sun nunca foi fácil de se lidar.

― Posso mudar meu turno hoje senhor, chegarei a partir da tarde.

― Está pedindo demais, não acha senhorita? ― Ele riu no final da frase ― Está tudo bem.

Me despedi e então desliguei o celular e o coloquei de volta em cima do criado mudo ao meu lado. Senti a mão que estava em minha cintura me apertando mais e logo me trazendo para perto; sorri ao saber que finalmente o Jimin acordou. Me joguei novamente para o lado e o olhei, seus pequenos olhos estavam um pouco fechados, e suas bochechas estavam enxadinhas e vermelhas; as apertei de leve, ganhando um sorriso do mesmo.

Depois de alguns minutos eu me levantei vestindo novamente as minhas roupas que estavam no chão. O Jimin se mexeu um pouco, mas não tanto para o fazer acordar de vez. Fechei a porta devagar e então comecei a descer as escadas; bocejei algumas vezes e ao fechar os olhos, senti uma mão sobre minha cabeça, quando os abri ainda com a visão embaçada eu os cocei um pouco, e logo após pude ver os olhos curiosos sobre mim.

― Parece que nosso plano deu certo. ― Disse Namjoon, enquanto sorria para mim ― como foi?

― Que tipo de pergunta é essa?! ― Disse ainda baixo, enquanto sorria um pouco.

― Está indo embora? Mas, tão cedo? ― Perguntou o Jin, ao lado do Namjoon.

― Eu ainda tenho que trabalhar... podem me dar uma carona até em casa?

― Antes disso! ― Enfatizou o Taehyung ao adentrar na sala de estar ― Pode tomar café conosco, e tomar um banho. Depois te levaremos.

Como eu poderia recusar a ele?

|12:30 PM|

― Ah! Não me diga que ele fez mesmo isso?! ― Disse o Taehyung enquanto ouvia minhas histórias de quando eu estava na América ― Mas ele pediu desculpas, não foi?

Eu contava a história de quando um garoto esbarrou em mim na rua, e derramou café quente em meu vestido branco, recém comprado.

Os garotos riam quando ouviam uma expressão exagerada do Taehyung, e até mesmo eu dava alguns risos involuntários ao ouvir as suas perguntas.

― Sim, ele m―

― Por que estão gritando tanto? ― A voz baixa nos fez parar de falar em um instante.

― Jimin? Está doente? ― O garoto balançou a cabeça em negação, e logo após se sentou ao lado do Jungkook.

― O que está fazendo aqui? ― Ele disse olhando para mim. Sua expressão era séria, o que me fez estremecer em meu lugar na cadeira.

― Eu dormi aqui. ― Continuei a olha‒lo, enquanto ele pegava um copo com café.

― Desculpe― me Senhorita, não me lembro disso.

― Jimin... Eu dormi ao seu lado essa noite.

― Sério?

― Jimin, não me irrite. ― Eu já estava ao ponto de me levantar.

― Eu apenas me lembro de ter tomado algumas bebidas, e ter subido as escadas.... Nós...?

― Sim! Nós transamos Jimin.

Os garotos me olharam e então encararam o Jimin.

Então ele estava bêbado? E não lembrava de nada? Impossível.

― Eu não deveria ter vindo. Sabia que seria uma má ideia.

Me levantei, mas a mão do Taehyung me fez parar e logo o encarar.

― Senta aí. Vocês vão resolver isso e vão voltar a ficar juntinhos.

Os garotos bufaram e saíram, nos deixando a sós naquela cozinha silenciosa e iluminada.

― Então, pode começar. ― Disse ele enquanto dava mais um gole no café.

Me levantei e então me sentei na cadeira em sua frente. Ele me olhava com a expressão mais seca que eu já tinha visto, parecia mesmo que ele não estava mentindo para mim.

― Me peça desculpas. ― Falei para ele.

― Desculpe senhorita. ― Ele colocou o copo de café na mesa, e então colocou dois dedos sobre a testa ― eu disse que te amava também? ― Assenti ― Isso é patético.

Eu ri um pouco alto, enquanto sentia meus olhos marejados.

― O que quer dizer?

― Vamos esquecer isso, tudo bem? Você pod―

― Está me pedindo para esquecer tudo que aconteceu noite passada? ― Algumas lágrimas finalmente caíram, e droga, eu estava realmente sentida com aquilo.

― Não complique as coisas...

― Certo. Foi um prazer, Pak Jimin.

Me levantei e então saí da cozinha. Mas o que eu estava fazendo novamente?! Antes de chegar na porta de saída, me deixei vista como vencida; mas não será tão fácil assim, senhor Park. Dei meia volta e então adentrei a cozinha novamente vendo os olhos do Jimin vindo sobre mim. Agarrei o seu rosto e então o beijei, em um beijo calmo e ótimo; a sua mão estava quase indo para minha cintura, mas ele a deixou em cima da mesa evitando me tocar. Deixei o clima levar e então quando sentir a falta de ar entre nós dois, me separei dele.

― Me escute Park Jimin ― Meu dedo indicador estava na frente de seu rosto, apontado para o mesmo ― Não pense que vou desistir tão fácil assim.

Parece que o Jogo virou, não é mesmo?


Notas Finais


Não acharam que eles iriam voltar tão fácil assim, não é?
Kkkkk
Vocês são tão ingênuos.
Sorry por demorar tanto ~


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...