História Amaldiçoado (BTS) - Capítulo 17


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jeongguk (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Tags Amaldiçoado, Sobrenatural, Suga
Visualizações 29
Palavras 1.239
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Suspense, Violência
Avisos: Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá leitores!! tudo bem??

Mais um cap pra vocês!!! <3

Boa leitura e espero que gostem!! ^-^

Capítulo 17 - 17 Cap


(______ on)

 

-Você não vai contar nada Yoongi, quem vai contar sou eu. Olho pra porta e vejo a Min Soo entrar no quarto e fechar a porta atrás de si.

Tento me sentar mas a dor dificultando e o Suga acaba me ajudando.

-Min Soo se você veio aqui para me contar mais mentiras então está desperdiçando seu tempo

-Não Park ______, não vou contar mais mentiras, vim aqui contar toda a verdade

-Então pode começar. Vejo ela sentar na poltrona e o Suga pegar em minha mão e mais uma vez não consegui me afastar dele

-Bem como posso começar? Quando o Yoongi tinha 7 anos uma mulher, posso dizer uma bruxa veio atrás do meu marido atrás de vingança

-Por que?. Não consigo aguentar a curiosidade e acabo pedindo logo

-Meu falecido marido estava tendo um caso com aquela mulher e ela acabou sabendo que ele era casado

-Como soube disso mãe?. Suga pergunta pois acho que isso ele não sabia

-Soube no dia em que fui procurar ela pra pedir para retirar a maldição, mas enfim continuando, a mulher acabou me deixando viúva e colocou uma maldição no Yoongi

 

[...flashback on...]

 

-“Seu filho irá acordar junto ao uma maldição, ele não vai mais beber nem comer, ele só vai sobreviver com o sangue com apenas da primeira criança que nascer no dia 1º do próximo mês, seu filho vai ser um imortal mas se ele não beber sangue em mais de 4 dias ele ficara fraco e morrerá de sede”

 

[...flashback off...]

 

-E a única criança que nasceu nesse dia foi você

-Mas e nos outros hospitais? Existem vários aqui em Seul. Falo tentando entender cada detalhe, pois essa história está cada vez mais confusa e estranha

-Eu estava de plantão nesse dia fiquei praticamente 24 horas no hospital que trabalho ligando pra todos de Seul, pedindo os registros caso alguma criança nascer, e bem aquele dia foi um milagre pois só você nasceu, o que era muito estranho por que  normalmente nasce 10 crianças por dia em cada hospital da cidade. Ela fala me olhando e suspira

-Que horror, então quando eu nasci você simplesmente me pegou e me colocou naquele sótão é isso né? Não pensou em mais nada

-Não! Eu deixei você ir com seus pais e seu irmão e eu ia todos os dias na sua antiga casa escondida e tirava sangue de você. Vejo a mesma limpar uma lagrima que saia em seus olhos e logo continua – E depois de 9 meses fazendo essa rotina cansativa eu acabo escutando uma conversa dos seus pais dizendo que iriam se mudar, e no desespero acabei te sequestrando e te levando até o sótão a onde criei você sozinha

-Então tudo isso por que o Yoongi não vive sem tomar o meu sangue?. Começo a entrar em pânico e coloco a mão na cabeça

-Me desculpa ______, eu não tive escolha, era isso ou a morte do meu filho

-E você pensou no que eu ia passar? 17 anos sentindo agulhas enfiadas no meu braço todos os dias, vitaminas atrás de vitaminas pra ficar em pé, ficar quase o dia todo sozinha trancada sem ter contato com nenhuma pessoa além de você, não poder ter uma família ou ter amigos, NÃO VIVER!. Falo brava quase gritando cada frase

-Eu sei........mas se coloque em meu lugar ______, eu não poderia ver meu filho morrendo na minha frente

-Então por que não me criou como um ser humano normal?

-Eu não poderia me arriscar de alguém reconhecer você e me mandar pra cadeia

-CHEGA DESSE EU NÃO PODERIA, CHEGA!. Sinto uma dor forte e quase desmaio só sinto o Suga me segurar e me colocar deitada novamente

-Princesa você precisa descansar. Minutos depois uma enfermeira entrar no quarto e injetar alguma coisa no soro que me faz sentir muito sono e acabo dormindo

 

(______ off)

(Suga on)

 

Olho pra minha garotinha e vejo ela dormindo e agradeço a enfermeira que veio no mesmo minuto que apertei o botão de emergência.

-Eu.....eu vou ir pra casa. Escuto minha mãe falar

-Antes eu quero que me fale, quem são os pais verdadeiros da ______

Vejo ela retirar um envelope da bolsa e me entregar.

-Filho eu quero que saiba que tudo o que fiz até agora foi por você, eu te amo e não quero te perder

-Tudo bem, vai pra casa e descansa. Suspiro e abraço ela e vejo a mais velha sair do quarto. Sento na poltrona que antes era ocupada pela minha mãe, abro o envelope e vejo que era a certidão de nascimento da ______.

-“Park______, data de nascimento dia 01/09/2000, nome dos pais Park Seulgi, Park Pedro Pereira, cidade de nascimento Seul’’, ok! Agora é a hora de procurar a onde essas pessoas estão morando atualmente e sinceramente espero que não seja no Brasil. Suspiro e vou até a maca dela e dou um beijo na testa da minha menina

-Meu amor volto logo, vou atrás dos seus pais pra você. Falo e saio do quarto e do hospital

Pego um táxi e vou até uma cafeteria não muito longe do hospital, ligo pro meu amigo Namjoon mesmo já fazendo tempo que não tinha contato com o mesmo.

[ligação on]

-Olá quem fala?

-Oi Namjoon sou eu o Min Yoongi

-Nossa Suga quanto tempo em! me fale como você está?

-Não muito bem mas vou melhorar, bem Namjoon eu sei que faz tempo que a gente não se fala.....mas to precisando de um favor seu

-Não se preocupa, pode falar

-Você pode rastrear uma família pra min?

-Por que? Se meteu em confusão?

-Oh não! Eu estou procurando os pais da minha namorada

-Tá namorando? Suga namorando? É isso mesmo? O Jin vai adorar saber disso, mas sim posso fazer isso, qual são os nomes que eu vou anotar aqui e já começo a procurar

-A mãe dela se chama Park Seulgi e o pai Park Pedro Pereira

-Ok, vou procurar aqui e já e mando por mensagem

-Muito obrigado Namjoon vou ficar te devendo uma

-Vamos sair algum dia desses como nos velhos tempo  

-Claro, vamos marcar sim, tchau!

-Tchau Suga!

[Ligação off]

 

Guardo o celular no bolso e fico olhando pela janela esperando o Namjoon me enviar o endereço. Mas logo uma garçonete vem até a minha mesa.

-Já fez seu pedido?

-Ainda não, vou querer um café expresso com chantilly e caramelo e pra comer um bolinho inglês, pra viagem por favor. Falo sorrindo e vejo a moça corar e dou uma pequena risada ao lembrar da minha menina

-Daqui alguns minutos seu pedido estará pronto, com licença. Ela sai e vai atender outras mesas

Depois de alguns minutos pago e pego o meu pedido e volto pro hospital andando mesmo já que não era muito longe assim. Vou até o quarto e vejo ela ainda dormindo, coloco o que tinha comprado pra ela encima de uma mesinha perto da maca pra ela comer quando acordar. Sinto meu celular vibrar e vejo que era uma mensagem do Namjoon.

-Nossa que rápido, bairro *******, número 2145, vou agradecer ele muito por isso

Saio rápido e mais uma vez pego um táxi e peço pra ele me levar naquele endereço. Chego e arregalo os olhos, saio do carro e vou até a porta ainda não acreditando.

-Não é possível, essa é a casa do Jimin.....ele é irmão da ______?

 

(Suga off)


Notas Finais


Me desculpem se tiver algum erro!! bjsss até a próximo cap ^-^


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...